Ilusão fatal

Tal como a nuvem se desfaz e passa, aquele que desce à sepultura jamais tornará a subir. Nunca mais tornará à sua casa, nem o lugar onde habita o conhecerá jamais. Jó 7:9 e 10.

James Pike era um bispo episcopal da cidade de Nova Iorque, nos anos 60. Inconformado com o suicídio do seu filho, Jimmy, passou a querer comunicar-se com ele. Pike cria que a Bíblia continha bons princípios morais, mas rejeitava a autoridade de seus ensinamentos. Achava que Cristo foi um homem bom, mas não o Filho de Deus. E rejeitava as instruções bíblicas sobre o estado inconsciente dos mortos.

Pike mudou-se para a Inglaterra a fim de passar algum tempo nas universidades de Oxford e Cambridge, onde estudou manuscritos bíblicos. Um dia, notou coisas estranhas em seu quarto. Algumas caixas contendo fotografias de Jimmy, as quais ele colocara sobre o criado-mudo, estavam abertas. O relógio parou às 8h20, precisamente a hora em que seu filho se suicidara. Alfinetes de segurança que ele deixara sobre a cômoda estavam abertos em ângulos esquisitos. O espelho estava torto. As roupas de Jimmy estavam espalhadas.

O bispo achou que Jimmy estava tentando manter contato, e foi visitar um espírita em Londres. O médium fez descer a forma do rapaz, com a mensagem: “Pai, estou no céu, um lugar eterno, mas não me fale de um Salvador. Jesus era um homem bom, mas não o Salvador… Aqui é um lugar maravilhoso de alegria e de amor. Jesus foi um mestre espiritual esclarecido e está aqui, junto com outros mestres cósmicos.”

Após uma série de visitas, Pike foi instruído a ir até Jerusalém para encontrar-se com o filho no deserto da Judéia. Enquanto perambulava, junto com a esposa, em busca de Jimmy, o bispo ficou desidratado. Sua esposa tentou socorrê-lo, mas era tarde demais. Pike morreu procurando o filho morto. O conselho bíblico sobre a morte é claro, mas ele o ignorou.

Satanás tenta falsificar a esperança da ressurreição oferecendo-nos a visão dos nossos amados, agora, em uma forma espiritual. Porém, a Bíblia oferece a presença real deles, na ressurreição. Apegue-se, pela fé, a essa esperança. Reveremos nossos queridos na gloriosa manhã da ressurreição.

Pr. Mark Finley, Sobre a Rocha.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Estado do Homem na Morte, Sobre a Rocha e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Ilusão fatal

  1. Luis Chacon disse:

    Faz pouco tempo assisti a um sermão de um Pastor que eu não conhecia, e ele começou seu sermão dizendo que certo diz ele se dirigia ao IML (não é este nome, aqui tem outro nome não lembro, acho que é Instituto Forense, ou coisa assim). Eu pensei que ele fosse médico, capelão, sei lá, mas não, ele fez o sermão com lagrimas nos ólhos, ele estava indo reconhecer o corpo do seu filho que havia falecido num acidente. A diferença do texto acima e do sermão, é que o pastor mencionou que agora sabia o que Deus sentiu ao ver seu Filho morrer na cruz e que espera ver seu filho um dia. Aquele homem cantava com muita alegria, pois tem uma esperança. A dor da saudade é uma das piores eu imagino, mas a esperança que Cristo nos da, nos permite seguir adiante, ainda que com lagrimas nos ólhos e o coração rasgado. Abraço a todos.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s