Depressão: Tudo o que você precisa saber

Um problema pouco reconhecido entre os jovens.As pessoas tendem a pensar na adolescência como um período difícil, turbulento, com variações do humor e crises emocionais. Os adolescentes realmente se deparam com várias situações novas e pressões sociais quando se aproximam da idade adulta e, para alguns, este período de transição é muito difícil.

Muitas pessoas, consideram estas flutuações do humor e as mudanças no comportamento como uma fase normal da adolescência. No entanto, há evidências de que estes problemas não fazem parte necessariamente, do processo normal de amadurecimento. Na verdade, para muitos adolescentes, sintomas como descontentamento, confusão, solidão, incompreensão e atitudes de rebeldia podem indicar depressão. Durante muitos anos, acreditou-se que os adolescentes não eram afetados por esta doença, mas atualmente os especialistas sabem que os adolescentes são tão suscetíveis à depressão quanto os adultos.

Em todas as faixas etárias, a depressão é um distúrbio que deve ser encarado seriamente. Ela pode interferir de maneira significaste na vida diária, nas relações sociais e no bem-estar geral. Nos casos mais graves, a depressão pode levar ao suicídio. Infelizmente, nos últimos trinta anos, o índice de suicídio entre adolescentes triplicou. Felizmente, a depressão no adolescente responde bem a vários programas de tratamento. Pois, professores e outras pessoas estão se unindo para aprender a reconhecer a depressão e agir no momento em que a ajuda se faz necessária.

Se você suspeitar que um adolescente está sofrendo de depressão, saiba que poderá ajudá-lo. No entanto, na maioria das vezes, os jovens não reconhecem que estão deprimidos. Eles podem relutar em comunicar a outros, seus sentimentos de tristeza ou desesperança. Para alguém que deseja ajudar, é preciso carinho e intuição, bem como saber escutar. Aqui, você saberá reconhecer os inúmeros sinais e sintomas de depressão na adolescência, especialmente aqueles sintomas “ocultos”, difíceis de detectar.

Também, vem oferecer um estímulo, pois logo após o início de um programa de tratamento, os adolescentes já começam a ver a vida com mais esperança. Depressão: O que é e o que não é Todo mundo fica “derrubado” ou “na pior” de vez em quando. É normal sentir-se triste por curtos períodos, principalmente se algo de ruim ocorreu em nossa vida. Mas aqueles de nós que sofrem de depressão têm muito mais que “tristeza”, e esses sentimentos podem durar por muito tempo.

São muitos: 5% das pessoas pesquisadas têm depressão, e 10 a 20% vão sofrer de depressão em algum momento de suas vidas.

Cerca de 25% das mulheres e 10% dos homens pesquisados vão sofrer de depressão em algum momento. Mas a família e os amigos que nunca tiveram uma depressão real podem ter dificuldade em entender o que é isso. Muitos acham difícil pensar na depressão como doença, porque não há sintomas físicos evidentes. Mas a depressão é uma doença de verdade, causada por alterações químicas no cérebro, que impõe um padrão de pensamento negativo sobre si mesmo, os outros e, sobre o mundo.

Por isso não se deve dizer que depressão é falta de fé, preguiça ou má vontade. A depressão não é uma fraqueza, e sim um grave problema de saúde. Poucos acham que as doenças físicas sejam culpa do doente – e ninguém deveria achar isso no caso da depressão Como saber se você está com depressão? Como outras doenças, a depressão tem certos sintomas. Uma vez que esses sintomas são reconhecidos, pode-se tomar providências para o tratamento. Faça o seguinte teste para saber se você (ou alguém de sua família ou um amigo) pode estar deprimido.

Durante a maior parte das duas últimas semanas você:

sentiu-se triste, preocupado ou aborrecido?;

sentiu que sua vida era monótona, sem possibilidades demelhorar?;

tem tido crises de choro?;

ficou irritado com coisas pequenas que antes não o perturbavam?;

não se diverte mais com seus passatempos ou atividades que antes o alegravam?;

sentiu falta de autoconfiança ou sentiu-se fracassado?;

tem dificuldade para dormir, ou tem dormido muito?;

tem dificuldade de concentração ou de tomar decisões?;

tem menos interesse em sexo do que antes?;

tem pensado em morte e/ou suicídio?

NOTA: por favor, entre em contato com seu médico ou psicólogo, IMEDIATAMENTE, caso tenha respondendo afirmativamente à última pergunta. Se tiver respondido “sim” a quatro dessas perguntas, você possivelmente está com depressão. O primeiro passo no tratamento desses sintomas é conhecer a causa.

Efeitos físicos e mentais da depressão – A maior parte de nós pensa em tristeza quando se fala em depressão. Mas também há outros efeitos físicos, mentais e emocionais. Muitos deprimidos sentem-se desamparados, como se essa tristeza essa situação fosse durar para sempre. Sentem-se sem energia e sem interesse pela vida.

É difícil se imaginar sentindo novamente alegrias ou emoções, mesmo que quase todos os deprimidos apresentem melhoras. Alguns deprimidos podem sofrer de ansiedade. Outros se isolam e ficam menos sociáveis. Podem ficar mal-humorados e difíceis de agradar. Ninguém faz nada direito. O mundo da depressão é um mundo solitário.

As alterações no cérebro que afetam as emoções podem também afetar a capacidade mental. Isso quer dizer que é fácil ter pensamentos negativos, e pode ser difícil concentrar-se ou tomar decisões quando se está deprimido. Problemas físicos também podem ocorrer em pessoas deprimidas. Algumas têm dificuldade em dormir ou acordam muito durante a noite.

Outras querem dormir o tempo todo. A depressão também pode fazer com que alguém perca o apetite ou queira comer todo o tempo. Pode querer comer muitos doces. Alguns perdem o interesse pelo sexo. Outros têm dores de estômago, constipação, dor de cabeça que não passa com nada, suores, taquicardia ou outro sintoma físico.

Por que algumas pessoas têm depressão? Conhecer as causas da depressão ajuda os deprimidos, seus amigos e sua família a entender quanto ela é dolorosa e por que não é possível “sair dela”. Em nosso cérebro há mensageiros químicos chamados neurotransmissores.

Esses mensageiros ajudam a controlar as emoções. Os dois mensageiros principais são a serotonina e a norepinefrina. Os níveis deles aumentam ou diminuem, mudando nossas emoções. Quando os neurotransmissores encontram-se “em equilíbrio”, sentimos a emoção certa para cada ocasião.

Quando alguém está deprimido, os mensageiros químicos não estão em equilíbrio. Isso significa que alguém pode se sentir triste quando deveria estar alegre. Ainda não está claro por que isso ocorre em algumas pessoas e não em outras, mas parece que a depressão ocorre em certas famílias. Outros desencadeadores da depressão são:

• eventos estressantes ou perdas. É normal sentir-se triste após uma perda, como a morte de um ente querido ou o rompimento de uma relação. Às vezes essa tristeza pode se transformar em depressão, em pessoas que têm essa tendência. Problemas de dinheiro, trabalho ou outros problemas pessoais podem também desencadear a depressão;

• doenças físicas. Algumas doenças, como esclerose multipla ou derrame, podem causar alterações cerebrais que levam à depressão. Outras doenças podem levar à depressão porque são dolorosas e mudam a vida das pessoas.

• níveis hormonais. Os hormônios são substancias que se encontram no organismo. Se os níveis de hormônios entrarem em desequilíbrio, a depressão pode surgir. Por exemplo, pessoas com problemas da tireóide podem ficar deprimidas.

• uso de certos medicamentos, drogas ou álcool. Alguns medicamentos, como os remédios para pressão alta, podem causar depressão. (Se isso ocorrer, entre logo em contato com o médico.) O álcool e algumas drogas ilegais podem piorar a depressão. Não é bom que os deprimidos usem essas substancias, mesmo que pareçam ajudar momentaneamente. As Muitas Formas de Cuidar da Depressão Hoje em dia, há muitas formas de tratar a depressão. Isso quer dizer que nenhum deprimido precisa sofrer sem necessidade. Atendimento psicológico, médico, medicação antidepressiva, aconselhamento com o pastor e apoio da família e amigos são meios eficazes no tratamento da depressão.

Por que a avaliação profissional é importante? O primeiro passo no tratamento da depressão é consultar um profissional (psicólogo ou médico). Ele precisa conhecer seus sintomas e por quanto tempo você tem se sentido deprimido. O psicólogo fará uma avaliação de seu humor e estado mental, se necessário o encaminhará a um médico, caso sua depressão necessitar de medicação antidepressiva.

O médico fará um exame físico e testes laboratoriais. Assim, os problemas físicos podem ser descartados, e irá poder fazer um plano de tratamento efetivo para você. Seu médico ou o psicólogo poderá fazer algumas destas perguntas com o fim de conhecer melhor sua situação: alguém em sua família sofre de depressão? está tomando algum medicamento? você sofreu alguma alteração ou perda importante em sua vida? tem tido alterações no sono ou no apetite? tem pensado em morte ou suicídio? tem dificuldade de se concentrar no trabalho? tem sentido mudanças no desejo sexual?

As vezes, quando se está deprimido, pode ser difícil lembrar-se de muitos detalhes. Um membro da família pode ajudar a completar o quadro na sua primeira consulta. Peça ao médico ou psicólogo que escreva as instruções. Não tenha vergonha de telefonar ao profissional que está tratando de você (médico ou psicólogo), para dar informações que você só lembrou depois da consulta.

O que vai acontecer depois? Depois que for confirmado o diagnóstico de depressão, vocês falarão do tratamento. O tratamento consiste em submeter-se à uma psicoterapia que, geralmente, consiste em sessões semanais de 50 minutos por um período mínimo de 4 a 6 meses, a qual poderá juntar-se medicação antidepresiva, dependendo da avaliação profissional.

A Terapia Cognitiva é a mais eficaz para a depressão. O tratamento deve incluir psicoterapia e talvez medicação antidepressiva. Se você buscar primeiramente um médico ele pode recomendar outro profissional para fazer a psicoterapia, enquanto ele cuida da medicação, se necessário.

Como funcionam os antidepressivos? Os antidepressivos são medicamentos que ajudam a restaurar o equilíbrio químico no cérebro. Quando isso ocorre, sua depressão melhora gradualmente. Seu médico vai usar informações sobre seus sintomas, saúde física, histórico familiar e resposta anterior a medicamentos para escolher o antidepressivo certo para você.

É importante saber que os antidepressivos não são a cura, e que a depressão tende a ocorrer novamente. Leva tempo para os antidepressivos começarem a funcionar e, às vezes, a dosagem precisa de ajuste. Em geral, as pessoas se sentem melhor após três ou quatro semanas. Alguns podem melhorar antes. É vital não parar de tomar o medicamento se os sintomas parentemente melhorarem rapidamente, nem se não melhorarem rapidamente.

Os antidepressivos devem ser tomados de acordo com a orientação médica para que funcionem corretamente e para evitar que a depressão retorne. Siga as instruções do médico e entre em contato com ele se tiver dúvidas ou preocupações.

Não esqueça de perguntar ao médico quais benefícios e possíveis efeitos colaterais podem ocorrer com seu antidepressivo, e se você deve evitar certos medicamentos. Outros lugares onde buscar auxilio Lembre-se, a depressão destrói a energia e a auto-estima e interfere na capacidade ou vontade da pessoa pedir ajuda, por isso, tenha em mente que também há outras fontes de auxílio: parentes ou amigos solidários, grupos de apoio ou o seu pastor.

Seu médico ou psicólogo podem recomendar materiais educativos que podem ajudar você e sua família. Finalmente, VOCÊ é uma fonte valiosa. Pode tentar exercícios leves, que melhoram o humor: comemore suas pequenas vitórias, como uma visita aos amigos; mantenha um diário, onde possa anotar suas melhoras no decorrer do tempo.

Entretanto, apesar de haver muita coisa a ser feita para tratar a depressão, o passo mais importante é o primeiro: BUSCAR AJUDA. A avaliação prévia do profissional é crucial para o planejamento de um tratamento eficaz para você. E, se estiver deprimido, por favor, procure um profissional HOJE, para começar a se sentir melhor o mais rapidamente possível. Você merece!

Dr. Adami A. R. Gabriel – Pastor e Psicólogo Clínico

Assista ao Vídeo: Depressão: Definição, Sintomas e Como Reagir

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Depressão, Saúde em Pauta e marcado , , . Guardar link permanente.

71 respostas para Depressão: Tudo o que você precisa saber

  1. Deadangel disse:

    Eu acho que estou a entrar em depressão e ouvi dizer que há comprimidos para isso mas… eu não quero que ninguém fique preocupado comigo.
    A coisa mais dificil é admitir que temos um problema… eu não sei se o tenho ou não, mas respondi a todas as perguntas do teste que sim… eu apenas não quero preocupar a minha família ou os meus amigos… por isso eu… eu acho que fingir um sorriso não custa tanto desde que não os preocupemos.

  2. jocemeire disse:

    Oi,

    Me chamo Jocemeire e tenho 26 anos,ah um mes e meio tive uma depresao bom nao sei bem se essa depressao que tive foi curada ,mas assim que parei de tomar os medicamentos eu comecei a sentir um aperto do lado esquerdo do peito uma pressao horrivel enfim , fiquei muito preocupada pensando que eu estava com problema no coracao,fui em um cardiolosgista eles fizeram exames e nao constatou nada , fiquei mais tranquila , mas ainda preocupada pq a pressao do peito ainda nao passou , eu so fico pensando nisso pq nao sara sinto meu corpo estranho sempre me da coisas que nunca tive as vezes sinto minha visao embacada a temperadura do meu corpo mais quente que o normal,pensamento confusos,trago muito meu passada pro presente .. fico muito pensativa e sempre penso coisas negativas… quando durmo tenho sempre pesadelos …e ultimamente venho tendo ataquicardia quando acordo durante a note sinto isso e as vezes durante o dia .. gostaria muito que me respondesse esse email prciso de ajuda ..

    Desde ja agradeco

  3. jocemeire disse:

    vou deixar meu e-mail .. se alguem puder me ajuar?

    joishihara@hotmail.com

  4. Irmã Jocemeire,

    Os distúrbios depressivos fazem você se sentir exausta, desvalorizada, desamparada e sem esperança. Estes pensamentos e sentimentos negativos fazem com que algumas pessoas queiram desistir de tudo. É importante compreender que a visão negativa faz parte da depressão e não reflete, de forma exata, sua condição. O pensamento negativo desaparece quando o tratamento começa a surtir efeito. Neste meio-tempo, recomenda-se algumas atitudes:

    Não se imponha metas difíceis e nem assuma demasiadas responsabilidades.

    Divida as grandes tarefas em tarefas menores, estabeleça algumas prioridades e faça apenas o que puder e do modo que puder.

    Não espere demais de si mesmo; isto só aumentará sua sensação de fracasso.

    Procure ficar com outras pessoas; geralmente é melhor do que ficar sozinho.

    Participe de atividades que possam fazer você se sentir melhor.

    Você deve tentar praticar exercícios leves, ou participar de atividades sociais ou religiosas.

    Não exagere ou se preocupe se o seu humor não melhorar logo. Isso às vezes pode demorar um pouco.

    Não tome grandes decisões, tais como mudar de emprego, casar-se ou divorciar-se sem consultar pessoas que o conheçam bem e que possam ter uma visão mais objetiva de sua situação. Resumindo, é aconselhável adiar decisões importantes até que sua depressão tenha desaparecido.

    Não espere que sua depressão passa de um momento para outro, pois isso raramente ocorre. Ajude-se o quanto puder e não se culpe por não estar “cem por cento”.

    Lembre-se: não aceite seus pensamentos negativos. Eles são parte da depressão e desaparecerão à medida que sua depressão responder ao tratamento.

    ONDE PROCURAR AJUDA

    Uma avaliação física e psicológica completa ajudará a se decidir sobre que tipo de tratamento pode ser melhor para você. A relação a seguir apresenta os profissionais e instituições que podem prestar serviços de atendimento e terapia:

    Médicos de família ou clínicos gerais

    Especialistas em saúde mental, como psiquiatras, psicólogos e assistentes sociais

    Centros de saúde

    Centros comunitários de saúde mental

    Departamentos ou ambulatórios de psiquiatria de hospitais

    Programas universitários ou de escolas médicas

    Serviços ambulatoriais de hospitais públicos

    Agências de assistência social e familiar

    Clínicas e hospitais privados

    Programas de assistência médica e social a funcionários em empresas

    Sociedades psiquiátricas e/ou médicas locais

    ***********

    Estaremos orando por você !</blockquote>

  5. patricia disse:

    Oi mi chamo patrícia tenho 17 anos acho que estou com depressão não quero falar a
    minha família não quer que Elis sinta pena de mim ou fiquem preocupado
    mais há um mês estou mi sentindo muito mal .não quero mi arrumar ,sair falar com mingúem fico com raiva das pessoas sem motivo ,não estou conseguindo dormi , i quando consigo acordo com pesadelos.
    estou comendo muito pouco ..sempre tenho pensamento negativo. minha vida ta um verdadeiro inferno …. tenho grande vontade de mi matar . amo minha família mais tem dia que eu não quero nem escutar a voz delis
    eu não sei mais oque fazer minha vida ta um verdadeiro inferno

  6. ASDBRASIL disse:

    Olá Patricia,

    Estarei orando por você para que Deus a livre dessa depressão.

    Mas minha querida, não deixe de buscar apoio em sua família tb, depressão é uma doença e precisa ser tratada, não há razões para que ninguém sinta pena de você por estar se sentindo assim. Conte o problema a sua família e procure orientação de um médico.

    Não deixe de tratar o problema para que ele não se agrave.

    Lembre-se que Jesus a ama muito, então conte para ele tudo aquilo que a angustia, que te causa tristeza e peça para ele livrá-la dessa situação. Tenho certeza que Ele a atenderá.

    Estarei orando, espero que você fique bem e confie em Jesus.

  7. mary disse:

    ha 2 meses foi constatado que tenho hipotireoidismo,logo em seguida fiz uma cirurgia por causa de um cisto no ovario,estou casada a mais de um ano meu segundo casamento, tenho medo de nao ser feliz no meu segundo casamento,nosso relacionamento esta muito dificil ele mudou muito comigo e eu tambem mudei demais… nao estamos mais falando a mesma lingua … tenho chorado muito. so consigo dormir as primeiras horas da noite o resto da noite fico acordada… ja tive depressao na adolescencia juro que nao quero adimitir que estou assim novamente e isso me faz sentir pior ainda…

  8. ASDBRASIL disse:

    Querida Mary,
    Estarei orando por você, pela sua saúde e pela restauração de seu casamento. Qto a depressão, procure um médico, não fique sem tratamento adequado para não deixar o quadro piorar. Tenho certeza q Deus lhe concederá sabedoria e força para lidar com esses problemas.
    Que Deus a abençoe ricamente !

  9. TATIANE disse:

    OLÁ DANI!
    FICOU ASSUSTADA SEMPRE QUE LEIO UM TEXTO ASSIM E ME IDENTIFICO COM TUDO. EM MINHA FAMÍIA DEPRESSÃO É FRESCURA E SEMPRE OMITI DOS MÉDICOS ESSAS SITUAÇÕES. NA VERDADE NÃO SEI NEM COMO CONVERSAR COM UM PRA SABER O DIAGNÓSTICO CERTINHO, MAS O TEMPO ESTÁ PASSANDO E OS EFEITOS PIORANDO, TEM DIAS QUE PALAVRINHAS SIMPLES SOBRE QUALQUER ASSUNTO JÁ FOGEM DA MINHA MENTE E TENHO ME IRRITADO ATÉ COM BRINCADEIRINHAS DE CRIANÇA. SE EU NÃO ME CONTROLAR CHORO O DIA TODO, POR QUALQUER COISINHA, AI, NÃO TENHO A MÍNIMA IDÉIA POR ONDE COMEÇAR A PROCURAR AJUDA…

  10. ASDBRASIL disse:

    Olá Tatiane,

    Depressão não é frescura..não sei qual a sua idade..se vc for maior de idade, ligue para o disque-Saúde fone 0800 61 1997, e se informe como vc pode agendar um atendimento gratuito pelo SUS.

    Os portadores de Depressão podem dispor de medicamento e tratamento gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Faz parte da lista de medicamentos excepcionais de acordo com legislação do Ministério da Saúde. O tratamento e a distribuição são realizados nos chamados Centros de Referência. É muito importante termos clareza de que a depressão não é uma frescura, mas uma doença que pode e deve ser tratada.

  11. TATIANE disse:

    OLÁ DANI!
    TENHO 31 ANOS, E JÁ FAZEM MAIS DE 10 QUE ESTOU SENTINDO TUDO ISSO. ANO PASSADO POR PROBLEMAS COM UMA COLEGA DE TRABALHO (TEMPORÁRIA), FUI PARAR NO HOSPITAL, TIVEQ QUE ENTRAR EM ACORDO COM MEU CHEFE E ACABEI TIRANDO FÉRIAS ATÉ O DIA DA RESCISÃO DO CONTRATO DELA. FOI A MAIOR CRISE QUE EU TIVE…
    GOSTARIA QUE VOCÊ ME TIRASSE UMA DÚVIDA, À QUEM DEVO BUSCAR PRIMEIRO, UM CLINICO GERAL OU VOU DIRETO A UM PSIQUIATRA?
    OBRIGADA PELA ATENÇÃO

  12. Rayanne disse:

    Oi eu tenho 18 anos tenho me sentido péssima até se matar eu penso não consigo dormir tenho fotes dores na barriga,choro por qualquer coisa muita dor de cabeça quando acordo tem sensações orriveis pensando em coisas negativas eu respondi todas as perguntas e todas foram sim eu não consigo mais viver assim.

  13. ASDBRASIL disse:

    Tatiane,

    Procure agendar uma consulta com um médico psiquiatra o mais rápido possível..ele na qualidade de médico se precisar tb fará vc passar por consultas com médicos de outras especialidades tipo um endocrinologista (muitas vezes alterações na produção dos hormônios pela tireóide pode levar a um quadro de depressão, e problemas na tireóide precisam e devem ser tratados adequadamente pois produzem hormônios essenciais à vida !!!)

    Vou te indicar tb um bom site de saúde adventista onde vc pode tb ter mais informações sobre depressão:
    http://www.portalnatural.com.br

    Fique com Deus, não deixe de orar ao nosso pai celestial, pedindo-lhe sabedoria, paz e que a ajude a superar essa doença.

  14. ASDBRASIL disse:

    Querida Rayanne,

    Converse com seus pais, depressão tem cura e precisa ser tratada adequadamente. Não conviva com esses sintomas, a melhor saída é procurar ajuda médica.

    Vc sentirá logo mudanças ao iniciar o tratamento. Se vc não possui convênio médico…procure ajuda através do disque saúde do SUS, e se informe como vc pode estar fazendo para agendar uma consulta gratuita.

    Vou te indicar um vídeo para vc assistir, sobre depressão…o psiquiatra que fala no vídeo é cristão adventista, e vc pode contactá-lo através do site abaixo cujo link estou te disponibilizando:
    http://www.portalnatural.com.br/consultas.asp

    Segue link do vídeo sobre depressão no you tube:

  15. Pingback: Estudo deve examinar elo entre deficiência em Omega-3 e depressão de adolescentes « SÉTIMO DIA

  16. Pingback: Depressão: Definição Sintomas e Como Reagir « SÉTIMO DIA

  17. Nos últimos dias não passo bem,
    à uma semana não durmo direito, hoje mesmo
    fui dormir 3 de manhã e acordei umas 7:3O,
    me sinto muito péssimo, tenho vontade de chorar,
    não tenho ânimo com minha família, na escola
    era dedicado, hoje não gosto de copiar, de fazer
    dever, tenho 14 anos, não sei viver, não gosto de sair
    na rua, as vezes quero conversar, as vezes não,
    não gosto dos meus amigos, as vezes gosto,
    me sinto ignorado, não gosto de dormir,
    não quero enfrentar meus medos, sinto dor,
    estou confuso comigo mesmo, já passou até
    me matar, queria
    saber se isso é, ou não, depressão,
    pofavor me respondam !

  18. ASDBRASIL disse:

    Olá Carlos,

    Vc está sim com sintomas de depressão, por isso já que vc é menor de idade, converse com seus pais, e peça que eles te levem para uma consulta médica. Depressão tem tratamento e a pessoa tem sim q procurar auxílio médico para se livrar dessa doença.

    Caso não tenha convênio médico, Ligue para o Disque Saúde Disque-Saúde 0800-611997 e se informe como vc pode estar agendando uma consulta pelo SUS.

    Fique com Deus, estarei orando por você !

  19. Renata disse:

    ola ! eu sou Renata e tenho 22 anos, ja passei por momentos muito dificeis na minha vida apesar da pouca idade. Uma coisa esta me preocupando muito pois eu penso muito em morte e quando durmo eu sonho com morte, já me aconselharam à proucurar um psiquiatra e eu perguntei a minha mãe o que ela achava e, ela disse que não tinha nada de errado comigo, até aí tudo bem más, agora me bateu uma tristeza, uma angustia e um choro que parece que não vai ter fim, me sinto infeliz, muito infeliz, acabou a graça. Por favor gostaria de saber se essa tristeza vai pasaar com o tempo ou preciso de um tratamento , por favor me responda pois eu não aguento mais essa angustia esta me matando…

  20. ASDBRASIL disse:

    Olá Renata !

    Quem viveu alguns anos já se encontrou com a tristeza várias vezes. É o tipo de sensação que nenhum de nós jamais gostaria de ter.

    Há várias situações que provocam a tristeza. Por exemplo quando você perde coisas ou possessões, quando a sua empresa vai mal, ou a casa se vai em um negócio mal feito.

    Quando de repente fica sem emprego, sem os amigos e você entra no mundo da solidão. Quando perde um parente através da morte ou do divórcio, parece que a tristeza é profunda e dói demais.

    Em horas assim difíceis você recorre as promessas da Palavra de Deus? Ainda consegue acreditar no amor divino quando tudo esta escuro? O próprio Filho de Deus quando aqui esteve, passou por momentos de tristeza.

    É bom saber que mesmo quando estamos tristes, podemos ter a certeza do amor de Deus, e de Sua companhia ao nosso lado. Essa é uma das maravilhosas promessas que Ele nos deu. No livro do profeta Isaías capítulo 57:15: “Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita a eternidade, o qual tem o nome de Santo. Habito no alto e santo lugar, mas habito também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos, e vivificar o coração dos contritos.”

    Se o mundo hoje se tornou uma ameaça… Se a segurança e a paz estão cada vez mais distantes…Se o temor coletivo intranquiliza todas as classes.

    Podemos sentir a paz descrita no evangelho de João 14:27: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.”

    Busque também apoio na sua família, converse com sua mãe sobre o que você vem sentindo, se essa tristeza demorar a passar, aí o ideal é você passar sim por uma consulta com um médico especialista e ele te orientará se há ou não necessidade de um tratamento específico.

    Estarei orando por você,

    Que Jesus te proteja e te guarde !

  21. Ricardo disse:

    Tenho 33 anos. Fechei meu negoócio a 3 anos, nao consegui mais nada, meu relacionamento de 8 anos acabou, resolvi tentar a vida sozinho na europa, nao deu certo, estou novamente na casa de meus pais ha 5 meses. Certamente estou com depressão… Tenho TODOS os sintomas descritos acima, inclusive passo pela minha cabeça que morrer é a única saida… nao consigou dormir mais do que 3 horas por noite, acordo no meio achando que cheguei no fim numa angustia terrivel, tenho medo de sair de casa pois fico pensando que que as pessoas estao comentando sobre mim, fico trancado o dia inteiro, estou um trapo, virando pele e osso, nao consigo mais viver esta merda de vida!

  22. ASDBRASIL disse:

    Olá amigo Ricardo,

    Pelo que acabo de ler, não restam dúvidas que você está sim num quadro depressivo. Saiba antes de mais nada que Deus se importa com sua dor, conhece seus medos, suas angústias e deseja muito auxiliá-lo a superar este momento difícil de sua vida. Mas antes de eu falar pra vc, como buscar tbém auxílio em Deus, vamos falar um pouquinho sobre seu quadro ok?

    É muito comum em pessoas que estão num quadro depressivo, a presença de baixa auto-estima, que é uma espécie de agressão voltada contra si mesmo, frases típicas como “Sou um peso para os outros”, “Minha vida não tem mais sentido”, “Acho melhor morrer”, etc., são usadas com freqüência por pessoas que estão sofrendo de depressão. E isso geralmente ocorre em função de alguma perda muito dolorida que a pessoa tenha sofrido, e com a qual não conseguiu lidar. ( no seu caso o fim do seu relacionamento, seu negócio não ter prosperado etc) podem ter iniciado seu processo depressivo.

    A depressão é uma doença “do corpo como um todo”, que compromete seu corpo, humor e pensamento. Ela afeta a forma como você se alimenta e dorme, como se sente em relação a si próprio e como pensa sobre as coisas.

    Uma doença depressiva não é uma “fossa” ou um “baixo astral’ passageiro. Também não é sinal de fraqueza ou uma condição que possa ser superada pela vontade ou com esforço. As pessoas com doença depressiva não podem simplesmente recompor-se e melhorar por conta própria. Sem tratamento, os sintomas podem durar semanas, meses ou anos.

    Você deve procurar auxílio médico imediatamente, depressão tem tratamento, e quanto mais cedo você procurar auxílio melhor será para você, que poderá em pouco tempo de tratamento recuperar sua auto-estima, retomar sua confiança em si mesmo, fazer planos e retomar sua alegria de viver. Não pense que sua família, ou seus amigos sentem pena, que ficam comentando sobre você , que te acham um fracassado etc.. esses pensamentos que você está tendo e nutrindo em sua mente só reforçam seu quadro, te impedem até mesmo de sair de casa, do quarto, o que é comum como eu já te disse em pessoas com um quadro depressivo avançado, por isso a necessidade de auxílio médico e tratamento urgente, para lhe devolver sua alegria de viver. Não deixe de procurar um médico está bem?

    A depressão pode estar ligada a alguma perda que tivemos. De um parente, a perda do namorado, da auto-estima, a perda de um emprego ou o medo de perdê-lo. Também pode estar ligada a uma reação de desapontamento, uma frustração grave e dolorida. Geralmente são ferimentos emocionais.

    Comumente as pessoas estacionam em um clima negativo, descrito pelos especialistas como baixo astral. Elas conseguem viver, mas tudo ao redor fica sombrio e se sentem “pra baixo”.

    Às vezes foi um insulto, uma rejeição, uma injustiça sofrida, multiplicados pela tristeza e pela raiva.

    A chave para a depressão está em nossa reação a ela, nossa atitude para com essas coisas ruins que cruzam nosso caminho.

    Além de procurar um médico, porque depressão é doença, a fé é um elemento fundamental no processo da cura da depressão e muitas vezes o fator decisivo. É preciso confiar em Deus e pensar positivamente.

    Amigo, mediante a confiança em Deus, você pode superar todos os seus problemas. Inclusive a depressão. E deixar aos cuidados divinos toda e qualquer dificuldade que esteja enfrentando. Deixe suas preocupações e fardos aos cuidados do Salvador Jesus, que disse: “Venham a Mim todos os cansados e oprimidos e Eu os aliviarei.” Mateus 11:28

    Se você acreditar em Jesus, começará em você o milagre da cura e da restauração.

    Estarei orando por você,

    Que Jesus te proteja e te guarde !

    Deus te abençoe ricamente !!!

  23. Renata disse:

    Ola! Obrigada por me responder e pelas palavras doces. Infelismente continuo triste quero e tento esquecer ou até mesmo esconder essa tristeza más, esta cada vez mais dificil. Minha mãe me disse que quanto mais eu pensar em depressão, em psicologos ou psiquatras vai ser pior pra mim, ela disse que eu tenho que esquecer, que tenho que colocar na minha cabeça que eu não tenho nada. O que eu faço ? Sigo os conselhos de minha mãe ou proucuro ajuda sem que ninguem saiba ?
    Eu não quero que ninguem pense que eu estou querendo chamar atenção e tambem não quero ser o elo fraco de uma corrente.
    Espero que mais uma vez você possa me responder.

  24. Ricardo disse:

    Obrigado pelo apoio Dani.

    Estou lutando contra isto, resolvi sair de casa conversar com as pessoas, voltei a igreja, estou lendo sobre PNL, enfim estou batendo de frente contra isto, tenho tido melhoras, sei que é pouco a pouco.

    Agradeço de coração o seu apoio e orações.
    Que Deus te abeçoe!

  25. isabel disse:

    Oi!
    TENHO 27 ANOS E ACABO DE RESPONDER A TODAS ESTAS PERGUNTAS COM UM SIM!
    ESTAVA PROCURANDO SOBRE O ASSUNTO PORQUE JA SUSPEITAVA QUE ESTAVA DEPRESSIVA.
    COMO TODOS OS OUTROS AI DE CIMA NÃO QUERO QUE MINHA FAMILIA SAIBA QUE ESTOU ASSIM, POIS NÃO QUERO PREOCUR NINGUÉM.MAS SINTO SIM QUE PRECISO DE AJUDA DE UM PROFISSIONAL.OREM POR MIN TAMBÉM.
    OBRIGADA!

  26. Seventh Day disse:

    Olá Isabel,

    Estaremos orando sim por você ! Depressão é uma doença muito comum nos dias em que vivemos.

    Mas o mais importante é saber que ela tem cura…e deve ser tratada. Adiar o tratamento, só fará com que você continue se sentindo pra baixo, triste, com medos…sendo q tratando-a adequadamente você ficará livre dela o mais rápido possível.

    Portanto não deixe de procurar um médico…vc se sentirá muito melhor e verá as coisas de uma perspectiva mais positiva. Também confie em Deus, peça a Ele para ajudá-la a superar a depressão, seus medos,angústias…Tenho certeza que a fé nEle a ajudará a superar o problema com mais facilidade.

    Que Deus a abençoe !
    Dani.

  27. eduardo disse:

    tenho 33 anos e vivi com uma mulher a 8 anos, ela tinha 3 filhas e eu as criei e amei como se realmente foseem minha. ela se viciou em cocaina a 2 anos, tentei de tudo para faze-la parar mas ela nao quis, se recusa ver uq a droga esta fazendo com ela, ficou paranoicae meteu na cabeca q eu a estava traindo, numca trai ela, nem uma vez sequer.

    a cinco dias ela numa crise de ciume ficou louca, agressiva e me expulsou de casa, dediquei 8 anos a fazer ela e as criancas feliz, amo minha familia mais do q tudo, fiz tudo por elas e fui tratado por ela como um ze ninguem sem importancia,

    noa como a 4 dias, bebo pouca agua, nao consigo parar de chorar,comeco a achar a morte tao gratificante, afinal ja sou um cadaver ambulante mesmo, ja estou morto, so nao me matei anda pq nao tenho coragem ainda e penso nos poucos familiares com quem me importo, por isso vim akir pedir ajuda, se conhecer algum grupo de ajuda em fortaleza ceara por favor me diga,

  28. Seventh Day disse:

    Olá Eduardo,

    Estamos orando por você.

    Se você está separado, Deus quer que você faça todo o possível para reconciliar-se com sua companheira. Compreensivelmente, talvez não seja possível. As circunstâncias podem estar além de sua capacidade para interceder. Entretanto, o nosso Deus é um Deus de reconciliação. O Deus que trouxe uma humanidade alienada a um relacionamento com o Pai Celestial tem o poder de reunir casais separados.

    Ele não só é o Deus que cria, Ele é o Deus que pode recriar e Ele quer recriar o seu casamento e a sua vida. Ele é um Deus que quer trabalhar dentro de sua casa e fazer o que você acha que é impossível.

    Portanto amado, agora é hora de você buscar ajuda de Deus em oração, busque ao Pai, conte a ele suas dores e sofrimentos, conte a Ele tudo que lhe aflige e lhe causa tristeza, dor, angústia, Peça a Ele sabedoria para lidar com essa situação. Deus está sempre de braços abertos para ampará-lo. Nosso Deus é tão maravilhoso que vê o nosso coração, nosso íntimo e entende que, em certos momentos, nem mesmo forças para orar temos. Mas, Ele escuta o nosso silêncio, lê nas entrelinhas dos nossos gemidos e estende a Sua poderosa mão em nosso socorro. Ele se agrada da nossa sinceridade ao admitirmos que estamos fracos. É aí que Ele gosta de agir; na nossa total dependência Dele.

    O nosso Deus promete estar perto de quem tem o coração quebrantado, abatido. Se este é o seu caso, Ele está falando com você! Não olhe as circunstâncias; ande “sobre as águas”. Seja alegre em qualquer situação. Parece difícil, mas é isto que envergonha o inimigo das nossas almas. É andando com Cristo, seguindo Seus passos que está o segredo para obter a força necessária nos momentos de adversidades.

    Que Deus o abençoe !

  29. Juliana disse:

    Meu nome é Juliana e eu tenho 14 anos eu acho que eu tenho depressão porque eu disse sim a quase todas as perguntas do teste eu tenho vontade de fica sozinha,de chora,fica irritada por bestera e etc.
    Eu quero me curar pois acho que sou muito nova para ficar com depressão mas parece que tudo na minha vida da errado,eu tenho vergonha ou medo naum sei direito de fala para os meus pais como faser?

  30. Seventh Day disse:

    Oi Juliana,

    De acordo com a “American Psychiatric Association”, um episódio de depressão é indicado pela presença de 5 ou mais dos seguintes sintomas, quase todos os dias, por um período de pelo menos duas semanas:

    • Estado de espírito depressivo durante a maior parte do dia;
    • Interesse ou prazer pela maioria das atividades claramente diminuídos;
    • Diminuição do apetite, perda ou ganho significativo de peso na ausência de regime alimentar (geralmente, uma variação de pelo menos 5% do peso corpóreo);
    • Insônia ou hipersônia;
    • Agitação psicomotora ou apatia;
    • Fadiga ou perda de energia;
    • Sentimento exagerado de culpa ou de inutilidade;
    • Diminuição da capacidade de concentração e de pensar com clareza;
    • Pensamentos recorrentes de morte, ideação suicida ou qualquer tentativa de atentar contra a própria vida.

    Se vc possui 05 dos sintoimas acima citados ou mais e isso já vem ocorrendo a um tempinho, é aconselhável sim você se abrir com seus pais e juntos irem atrás de ajuda profissional (psiquiatra, psicólogo ou médico da família), pois a avaliação e o diagnóstico são essenciais para o tratamento e a recuperação do quadro depressivo. Quanto mais cedo buscar ajuda, melhor é, pois em pouco tempo você melhora. A Depressão é difícil para a pessoa que sofre, por essa razão buscar ajuda especializada é essencial !

    Estaremos orando por você,

    Que Deus te abençoe !

  31. silvio antonio disse:

    tenho deressao a 3 anos passo sempre no meu medico e sou acompanhado sempre, mas eu acho que continuo na mesma o que eu faco

  32. Seventh Day disse:

    Olá Silvio,

    Se o tratamento que você está fazendo com seu médico não está surtindo resultado, converse com ele a respeito para que ele possa analisar a razão e quem sabe sugerir outro tipo de tratamento. Ou quem sabe seja o caso de você também procurar a opinião de outro especialista no assunto. O que não pode é você estar a tanto tempo com depressão e não estar conseguindo se livrar dela. Alguma coisa está errada, então converse com seu médico e se possível procure orientação de outro profissional, para ter uma segunda opinião.

    Assista este vídeo: Depressão: Definição, sintomas e como reagir

    Estaremos orando por você. Confie em Deus !

  33. Hilin disse:

    Oi gente!!!!!
    Sabe, eu não sei se oq eu tenho é depressão ou não……..Eu não fico mais tão feliz como antes e se fico muito tempo em casa começa a me dar uma vontade de chorar e começo a pensar que minha vida não tem sentido. Gostaria de saber se é normal sentir isso na adolescencia, pq já faz 3 meses q tenho isso……Eu tenho 13 anos e não queria começar a tomar antidepressivo……..
    obrigada

  34. Seventh Day disse:

    Olá Hilin,

    Os adolescentes estão tão vulneráveis à Depressão quanto os adultos e ela é um distúrbio que deve ser encarado seriamente em todas as faixas etárias e classes sociais. A Depressão interfere de maneira extremamente significativa na vida, nas relações sociais e no bem-estar geral do adolescente.

    Todos nós experimentamos sentimentos transitórios de tristeza em alguma fase de nossa sobrevivência. Atualmente confundem-se muito estes sentimentos que se achegam em nossas vida e desaparecem sem tratamento algum, isto não se trata da depressão.

    Porém, muitas pessoas apresentam sua primeira crise depressiva durante a adolescência (entre os 13 e 18 anos).

    Os adolescentes deparam-se com novas situações e várias pressões sociais que favorecem os mais sensíveis e sentimentais, a desenvolver quadros de depressão demonstrando sintomas de confusão, solidão, rebeldia, descontentamento, angústia etc.

    As mudanças na fase da puberdade também são fatores que podem ser responsáveis pelo desencadeamento da depressão na adolescência, visto que há um certo descontentamento quanto ao quadro físico nesta fase, pois as meninas sonham com seios fartos, pernas bem torneadas e grossas pele de bebê, por outro lado os meninos sonham em ter barba, serem musculosos. Esse desencontro com o que se é com o que se esperava ser, podem desencadear dificuldades de adaptação, baixa auto-estima, falta de aceitação pessoal causando também problemas depressivos.

    As novas relações sociais do adolescente, notadamente com os pais e com seu grupo de amigos também podem ser uma forte fonte de ansiedade e confusão ao sentir que ninguém o entende. Os adolescentes em geral sempre se acham injustiçados por tudo e por todos. Isto se agrava se este adolescente estiver dentro de uma família mal estruturada, ou que estaja passando por problemas tais como separação dos pais, problemas econômicos, violência doméstica, doença ou morte.

    Normalmente o adolescente comunica-se mais através da ação, do que utilizando palavras, como por exemplo se ele é cobrado para que estude e suas notas estiverem na média ele se sente injustiçado e provavelmente terá uma diminuição nas notas por conta de mostrar que suas notas estavam dentro da média, o que seria bem mais fácil dialogar. Sendo assim, na busca de uma soluções para seus conflitos, os jovens podem recorrer às drogas, ao álcool, à prostituição ou a agressividade na tentativa de aliviar a ansiedade e encontrar tranqüilidade de vida.

    A depressão pode também ser mascarada por doenças tais como a anorexia nervosa, a bulimia.

    Normalmente os adolescentes deprimidos sentem-se cansados, sonolentos, exaustos e tendem a dormir horas a fio. Durante a crise depressiva o jovem tende a irritar-se com facilidade, isola-se de todos, tem dificuldade de concentração, perde o interesse por tudo, perde o prazer de viver, de realizar atividade que antes eram de seu interesse.

    Tratamento

    A primeira coisa a fazer é procurar ajuda de um profissional capacitado para que o mesmo possa diagnosticar a doença e então entrar com aconselhamento e tratamento. O adolescente, os familiares e o médico devem chegar a uma decisão sobre o tipo mais adequado de tratamento para o paciente. Para alguns adolescentes, o aconselhamento pode ser a única terapia necessária mas para outros não é o suficiente sendo necessário o uso de medicamentos juntamente com o aconselhamento que envolve o adolescente e sua família sendo bastante benéfico.

    Fique com Deus ! Estaremos orando por você !!!

  35. Éliss disse:

    Oi pessoal…
    Me sinto muito mal sinto frio passo mal tenho tontura
    choro atoa me tranco no quarto para não falar com ninguém , tenho dor no corpo td…
    Eu fiz de td para meu ex patrão me demitir pq parecia que tds agiam com preconceito cmg.
    Não tenho vontade de sair as pessoas me procuram aqui em casa eu peço pra falar que não estou…
    Brigo muito com minha mãe coitada tenho muito do pois depois me arrependo …Se ela mastiga aquilo já me encomoda,meu primo de 5 anos me adora e eu tem dia que to com raiva dele não é por maldade não sei o que ta acontecendo…
    Faço curso de maquiagem pois ganhei uma bolsa e não me saio bem ,demoro demais pra acabar e esqueço as etapas que tem que seguir ,faço td errado e vejo a sala rindo e comentando .
    A minha professora não me dá atenção qd eu a chama ela vem de cara feia e fala que tá certo o que eu fiz mas nunca está pois eu sempre esqueço algo.
    Os ex alunos dela vão la e eu vejo que ela fala de mim pra eles,pois eles ficam em cima de mim olhando ai eu fico pior …
    Qd vou pra casa me sinto inutil pois nem a coisa que eu adoro sei mais fazer …
    Meus amigos eu já não tenho mais e as unicas pessoas que me procuram que são minhas primas apenas eu não atendo …
    Qd vem minhas tias aqui eu nem comprimento direito fico trancada no quarto ou na sala sozinha e elas percebem falam que estou estranha.
    Não quero namorar nem ficar nada tds os homens agora me irritam.
    Cancelei meu orkut hj e exclui a maior parte dos amigos que eu tinha no msn na verdade agora tem mais parentes.
    Tenho medo de td na rua fico apavorada qd tenho que ir para o curso das pessoas me assaltarem da professora me olhando com cara de que eu não levo jeito pra maquiagem e vejo o tempo td as meninas rindo da minha cara.
    Tenho vontade de morrer ,mas me matar ainda não sei se quero só sei que não quero retornar qd morrer quero virar pó .
    Não quero mais fazer isso com minha mãe sou muito estupida com tds que moram cmg.
    Tento emprego agora e nenhuma entrevista acho que meu curriculum não presta .
    Eu odeio viver a minha vd td fui um fracasso td que eu comecei não terminei facul de TI tambem de Turismo e tentei este ano de Radiologia .
    Agora to na maquiagem e não faço nada direito
    tenho medo de ir ao médico e ele fazer pouco caso das coisas que to passando …
    Tenho vontade de ir na igreja mas não tenho coragem.
    Me sinto feia velha acabada com a pele horrivel,gorda,chata,infeliz .
    Não tenho vontade de me arrumar eu vivia no cabeleireiro fazia unha pintava o cabelo e hj não faço mais nada meu cabelo ta com a raiz preta pois pintava de vermelho e eu nem ligo.
    Ate pensei em voltar ao preto assim nem preciso pentear .
    So quero dormir ,as vezes eu durmo tanto que em vejo o dia passar …
    A noite fico chorando pensando no meu fracasso de não ter nada na vida .
    Fiquei pior depois que fiquei com um ex namorado depois de 2 anos de termino ele me traiu e eu fiquei com ele mês passado 2x .
    Fui suja pois me traiu e ainda está com a mulher e muitas por ai …
    Não falo mais com ele.
    Mas fiquei assim qd terminei pois eu aqui fazendo um enxoval para nos casarmos e ele viajou com outra pra bahia de ferias eu trabalhava não pude ir,eu nem sonhava que tinha outra me ligava tds os dias falando de filhos e casamento …
    Qd voltou tds sabiam e eu não minha ex sogra que me falou era uma vizinha deles que era casada ,fiquei chocada …
    E ele sempre negou sempre diz que nunca me traiu se não fosse a mãe dele que é honesta hj nem sei o que seria de mim.
    E sinto vontade de abandonar o curso não gosto das meninas a professora me olha cm se eu fosse uma burra …Na sala sou a excluida.
    Sei que é ridiculo pois tenho 29 anos ,mas é o que eu sinto …
    O que eu devo fazer?
    O que é isso que tenho falta de vergonha na cara,frescura,capricho de criança ou sou inutil msm na vida?
    Depressão ?Tenho ate medo de falar…
    ME sinto um pouco aliviada em dividir com vcs eu não falo pra ninguém td que sinto.
    Queria muito ser alguém ter uma profissão mas não tenho motivação pra terminar o que eu começo.
    Sou fracassada…

  36. Seventh Day disse:

    Querida Éliss,
    Vamos em primeira instância analisar algumas coisas que você disse sentir:

    – Se sente mal, com frio, tonturas, dores no corpo, chora sem motivos, se isola no quarto, não quer conviver com as pessoas, sente medo excessivo, tem medo de multidão nas ruas, é inconstante, não consegue finalizar as coisas que começa como faculdades e cursos, se auto critica com freqüência, se sente gorda, feia, dorme excessivamente etc etc etc

    Note que tudo isso que você relatou são sintomas gritantes de que algo não vai bem com você e a soma disso tudo está contribuindo para anular sua auto-estima, levando-a a um estado de paralisia, sem saber como agir ou o que fazer para sair dessa situação.

    Amada, não sei a quanto tempo você vem sentindo tudo isso, mas é importante que neste momento, você procure a ajuda de um especialista, na sua narrativa percebemos que você está enfrentando um quadro depressivo e possivelmente também está sofrendo com crises de pânico. Tanto a depressão como a síndrome do pânico são tratáveis. Não deixe de buscar auxílio médico para tratar esses transtornos. O tratamento fará com que você se sinta melhor em todos os sentidos, você será a maior beneficiada.

    Outro conselho, além de procurar ajuda médica especializada para tratar seu quadro depressivo, procure também a Deus. Talvez você hoje, esteja passando por tremenda aflição, e não entenda porque Deus está permitindo este sofrimento. É necessário então exercitar a fé na bondade e na sabedoria do Pai celeste. É necessário lembrar que Ele visa o nosso bem presente, e o nosso bem eterno. Lembrar também que Ele está conosco na prova. E passada a prova, entenderemos melhor os altos desígnios do fiel Salvador. Confie nEle, deposite nEle sua confiança, sua fé.

    Seria interessante você procurar também aconselhamento espiritual com um pastor. Se você disser a cidade onde mora, eu lhe passo alguns endereços de nossas igrejas adventistas, onde você tenha certeza será muito bem recebida e acolhida.

    Estaremos orando por você,

    Que Deus te abençoe !

  37. gisele disse:

    Ola boa noite,axu que essa reportagem me exclareceu algumas duvidas!
    A 1 ano meu namoarado me deixou casou com outra e a engravidou.O relacionamento da gente tinha 4 anos.Ele passou 8 meses com ela os dois se separaram ha 3 meses.Enquanto eles ficaram juntos eu passei uma fase horrivel.Bebia demais queria me matar.Depois que eles se separaram ele me chamou para voltar.Estamos juntos a 3 meses.Mas nao to feliz.Passo o tempo todo chorando.Me lamentando.Sinto uma angustia no meu coraçao.Não tenho vontade de ir trabalhar.Nem vontade de ficar com ele sabe.Nem com ninguem.Me tornei uma pessoa chata sabe?Fico dias sem tomar banho.Tem horas que me da uma crise de choro e depois sofro me arrependendo de ter chorado de ter brigado…sobro por tudo .Não tenho condiçoes de pagar um tratamento.Como faço para ser encaminhada para 1 psicologo na rede publica?Eu falo oq ue?

  38. Fernanda Michelon disse:

    Olá, explicar a minha história é meio difícil, pois eu sempre fui excluída, zombada, mas eu era na ” minha”, fazia as coisas a minha maneira, nao ligava para o q as pessoas da sala falavam, nao gostava de intervalo d uma aula pra outra, tinha vergonha quando um colega meu me parava na rua para conversar. Minha mae vivia me dando sermao e cresci um pouco me sentindo inferior as minhas outras irmas. Tudo começou na minha infancia, q nao foi muito bem sucedida, nao tinha vontade de brincar com meus coleguinhas, so de ficar em casa, desde a segunda serie ja chorava ao pensar na hipotese de ir pra aula. Tinha muitos ciumes da minha irma mais nova do 1 eu 4 anos. Tinha dificuldades para me relacionar com meus pais, nao gostava de muita coisa.
    E na quinta serie sofri uma quase agressao sexual, a qual bloqueou de vez o meu humor. como ja estava ” acostumada” com aquilo tudo q vivia, achava q era da minha personalidade e nao tinha cura, eu vivia minha vida,meus pais achavam que eu ser distraida e desligada nao pudesse ser algo de anormal, eles ja estavam acostumados.
    Minha mae sempre reclamou q eu nao conversava com ela, mas é q na verdade eu nao tinha animo pra isso.
    Toda festa de parentes e familia eu ficava no meu canto.
    Tinha intervalos q ate levar o livro no banheiro pra estudar eu levava.
    O tempo passou entrei no ensino meio com uma vontade intensa de me sentir amigavel, e meio que tentava fazer amizade, mas as pessoas riam de mim, me achavam boba e nao gostavam de mim, outras tinham pena de mim.
    Começei a ficar com meninos, ( beijar) um em cada festa, achando q seria feliz, afinal meninas da minha idade faziam isso, eu via q os outros eram diferentes de mim, aquilo me incomodava, como se as mesmas coisas q eu passava e q eles passavam por mim fossem interpretadaas de outra maneira.
    Acho que fiquei com mais de 60 meninos, mas nenhum durou mto, em geral uns dois ou tres encontros no maximo.
    todas minhas ” amigas” nessa epoca ja estavam namorando serio e eu nao via hora de arranjar um namorado tambem.
    eu estudava mais pra passar d ano nao como prazer.
    comia compulsivamente e a todo tempo quanto podia.
    tinha dificuldade de concentração.
    sentia um sentimento de culpa e baixo auto estima, vontade de dormir muito.
    agora entrei na faculdade de fisioterapia imaginando q a razao para a minha felicidade fosse morar fora, nao me achava doente, e minha mae nao gostou mto da ideia, ficou ate com medo de deixar, pq dizia q eu era irresponsavel e nao queria nada com nada, era mentirosa e preguiiçosa.
    enfim apesar de tdo, eu era mto inteligente,passei no vestibular e fui estudar em cascavel, entao no inicio era um mar de rosas, eu me senttia mto feliz, mas com o passar do tempo, fui sofrendo preconceito por parte das colegas da sala, q falavam q eu era desligada e me achavam meio chata,
    nos estagios eu tinha medo e um pouco de dificuldade e insegurança pra atender os pacientes. aquilo pra mim foi a gota da’gua.
    entrei num grave desanimo, e coloquei na cabeça q a razao era o curso, q nao tinha nada de errado comigo.
    tempos depois achei q tinha problema de memoria, depois dificuldade de concentração, marquei consulta com uma psicoterapeuta, mas ela falou q eu tinha transtorno de ansiedade, e me indicou a fazer exame com um neurologista.
    fiz eletro da cabeça e nao tinha nada de errado com minha inteligencia, como eu ja imaginava.
    estou tomando remedio anti depressivo a duas semanas.
    mas estou com vontade de consultar um psiquiatra e fazer um tratamento, tenho 18 anos e meu namoro nao vai nada bem, minha familia me acham a coitadinha da casa, e a destrambelhada dependente, q ainda nao consegue se virar e cabeça de vento.
    sinceramente, tenho medo de te sofrido desse mal por toda minha vida, e isso ter afetado minha percepção pelos estimulos externos e interpretação dos fatos e impedindo dia a dia de eu construir minha historia,
    quero ter uma familia, qero ser feliz, quero apenas ter uma vida normal,
    poder reclamar de coisas normais, como ai q dor de cabeça, que dia ruim só pq eu queria sair de casa hj, fui mal na prova.
    enfim, queria viver.
    axo q ate o momento existo.
    bjoos

  39. nayara disse:

    ola, tenho 13 anos e acho que estou com depressão
    tenho chorado atoa com vontade de morrer

  40. Seventh Day disse:

    Nayara,

    Na sua idade é um pouco comum apresentar quadros de depressão. adolescentes são tão susceptíveis à Depressão quanto os adultos. Estaremos orando por você !

    Quase todas as pessoas, sejam jovens ou idosas, experimentam sentimentos temporários de tristeza em algum momento de suas vidas.

    Estes sentimentos fazem parte da vida e tendem a desaparecer sem tratamento. Isso não é Depressão.Quando falamos de “Depressão”, estamos falando de uma doença com sintomas específicos, com duração e gravidade suficiente para comprometer seriamente a capacidade de uma pessoa levar uma vida normal. A Depressão é uma doença como tantas outras da medicina, sem motivos para vergonha e com real necessidade de tratamento, assim como a medicina faz com a asma, gastrite, hipertensão, etc.

    A Depressão afeta pessoas de todas as idades, de todas as nacionalidades, em todas as fases da vida.

    De modo geral os adolescentes se deparam com várias situações novas e pressões sociais, favorecendo condições próprias para que apresentem flutuações do humor e mudanças expressivas no comportamento. Alguns, entretanto, mais sensíveis e sentimentais, podem desenvolver quadros francamente depressivos com notáveis sintomas de descontentamento, confusão, solidão, incompreensão e atitudes de rebeldia. Esse quadro pode indicar Depressão, ainda que os sentimentos de tristeza não sejam os mais evidentes.

    identifique os Sintomas da Depressão na Adolescência

    Tristeza ou sensação de vazio
    Pessimismo ou culpa, falta de esperança
    Desamparo ou inutilidade
    Incapacidade de tomar decisões
    Concentração e memorização reduzidas
    Falta de interesse ou prazer por atividades normais como esportes, música ou conversa pelo telefone
    Problemas na escola e com a família
    Perda de energia e motivação
    Dificuldade para pegar no sono, dormir bem ou se levantar de manhã
    Problemas de apetite: emagrecimento ou ganho de peso
    Dor de cabeça, dor de estômago ou dor nas costas
    Inquietação e irritabilidade
    Desejo de ficar sozinho a maior parte do tempo
    Falta às aulas ou abandono de hobbies e outras atividades
    Abuso de bebidas alcoólicas ou drogas
    Conversas sobre morte
    Conversas sobre suicídio (ou tentativas)

    Se você identificar vários desses itens em um amigo ou em você mesmo, pode ser um quadro depressivo. Antes de qualquer decisão, procure ajuda profissional (psiquiatra, psicólogo ou médico da família), pois a avaliação e o diagnóstico são essenciais para o tratamento e a recuperação.

  41. L Lima disse:

    Olah,
    Acredito que estou com depressao, ha quase 2 anos estou desempregado, moro com minha avo, qual chamo de mae desde infancia, pois ela quem me criou…
    Sempre tive problemas em minha familia, quando tinha 13 anos ja pensava em sair de casa, por que minha familia, se vc nao trabalha, vc eh um vagabundo….
    Entao, sempre buskei refugio com alguns parentes… meus tios, mas de um tempo pra kah, minha tia pediu para que eu me afastasse deles, por que meus primos começaram a namorar, e para que eu nao ficasse sozinho na casa deles, pediu para que eu fosse lah kada tres semanas, uma vez por mes, uma vez kada dois meses….
    Eu sempre ia na casa deles nos finais de semana… mas depois disso nunka mais fui na kasa deles… era uma coisa ke eu fazia desdos meus 13 anos, hj estou com 30…
    quando minha tia falou para que eu nao fosse com tanta frequencia na kasa dela eu estava com 23 anos…
    quando fiz 28 anos perdi meu emprego, qual gostava muito… com issu perdi minha faculdade qual faltavam um ano e meio para terminar… perdi a mulher que eu era apaixonado…
    ainda moro com minha avoh… infelizmente, por que optei por estudar ao invez de sair de kasa…
    Porem, minha avoh foi criada de uma forma pelos pais dela, que ainda hj em dia ela usa esse tipo de eduaçao aki…
    Eu apanhei com vara ateh meus 15 anos… com 14 anos fui mandado embora de kasa…
    entao começei a trabalhar mas nunka consegui grana suficiente pra me sustentar… entao decidi estudar pra mudar minha vida…
    Na verdade foi um total fracasso… nao sei mais o que fazer….
    Perdi meus amigos, que soh conhecia e conversava quando ia na kasa dos meus tios…
    Perdi meu emprego… aki na minha kasa.. pra minha familia, se vc nao trabalha vc eh um vagabundo… e se nao ganha dinheiro fikam mandando embora de kasa…
    perdi minha faculdade com o desemprego… agora estou perdendo minha familia, por que, por estar em kasa escuto todos os dias as reclamaçoes deles…
    nos ultimos tempos tudo esta piorando… nao aguento mais nada, nao consigo nem ouvir a voz deles sem odiar kada um….
    O diagnostico acima, foi sim para todos… soh o contrario foi o de xorar, nao consigo chorar de forma alguma, pois soh me vem raiva em meus pensamentos…
    nada de violencia ou fazer mal a alguem, a nao ser pra mim mesmo…
    Kada dia que passa tenho menos vontade de estar nesse mundo… nao sei o ke fazer…
    minha familia nao sabe o que eh depressao… e este tipo de dificuldade eu sei que pra eles eh apensa coisa de vagabundo…
    sei que pra minha avoh ela me atura por obrigaçao… e por estar desempregado nao tenho pra onde correr, nao consigo sair daqui…
    Meu trabalho era muito estressante mas eu gostava muito.
    Mas agora nao consigo sair do meu quarto… quando vou perto da minha familia soh fico 1 minuto e por eles me encherem o sako eu tenho ke sair de perto pra nao me irritar…
    Resumindo toda a historia, nao tenho mais vontade de nada…
    Todo meu sonho de melhorar de vida, ter alguma coisa ou ser alguem… ja nao importa mais… tbm nao consigo, e o que sentia em tudo issu ja nao sinto mais…
    nao sinto mais nada por minguem…
    Claro, amo muito minha familia… jamais prejudicaria eles, sei que por estar desempregado, digamos, eu sou a doenlça deles…
    disso nao tenho duvidas…
    Mas nao sei mais o que fazer, a unika coisa ke me vem hj eh ou vou embora pra qualquer lugar pra me livrar da minha familia, ou eu mesmo me livro de mim…
    e a ultima opcao por enquanto esta sendo a mais facil…
    Por favor me falem o que preciso fazer…
    Estou soh, nu no eskuro.. pra mim nada me alegra, nada me faz bem…
    quando fico perto da minha familia soh sinto raiva e vontade de ficar longe deles….
    amigos, axo ke perdi todos por fikar muito focado em meu entigo trabalho…
    bom eh issu..
    Agradeço a atençao;

  42. Alessandra Theodoro disse:

    Olá, estive visitando alguns sites até chegar aqui. Estava a procura de respostas a algumas coisas q andam me acontecendo. Não sei se é depressã0, cansaço, estresse…td o q sei é q ñ me sinto bem. Acabei de completar 29 no sabado(23-10-10), sou casada a 3 anos e tenho um filho de um ano e 9 meses. Trabalho como recepcionista em uma clinica odontológica de 2ª a sabado de 08:00 às 19:00 hs. Tenho andado mto distraída ultimamente; as coisas caem das minhas mãos sem q eu perceba, é como se desse um pique, uma apagão, ñ sei bem. Tenho tido dificuldade em me concentrar nas coisas, dificuldade em memorizar, tenho dormido mal,a cordo várias vezes durante a noite e me mexo muito na cama. Qualquer coisa me incomoda e me irrita, até meu filho, com quem passo pouco tempo, me irrita com coisas simples. E ele é um amor, um anjo; só q o problema ñ é com ele é comigo! Sinto medo, mto medo de td! Tenho medo de andar na rua pq penso q vou ser atropelada, ou atacada, tenho medo de acender o fogo pq penso q vai explodir o botijão ou a panela de pressã0, cozinhar ou tomar um banho é sempre uma aventura desagradavel. Sinto medo de td, até mesmo de dormir pq penso q o teto vai desabar em cima da gente enquanto dormimos. Me sinto triste, infeliz, desanimada pra tudo. Quase ñ saio de casa quando ñ estou trabalhando, já ñ me cuido mais como antes, me afastei da maioria dos meus amigos, vivo praticamente pro meu filho, pro meu marido e pro meu trabalho. Amo meu marido, mas a nossa relação também ñ está muito boa. Me sinto muito sozinha e desamparada. Sinto q meu marido ñ me dá muito carinho e fico muito insegura. Qualquer coisa é motivo pra eu desconfiar de uma traição e isso faz com q a gente brigue. Meu marido fala em me deixar por causa disso e eu enlouqueço; acho q ñ dou conta se ele me deixar. Fico arrasada só em imaginar ele indo pq o amo. Tenho sido muito chata com tds, fico irritada, chateada com vontade de sumir ou de morrer. Já pensei muito em me matar, mas ñ tenho coragem de tentar, apenas imagino. As vezes peço pra Deus me levar pq ñ aguento mais. O problema td esta comigo e ñ com os outros e eu ñ estou sabendo lidar comigo mesma, com meus sentimentos. Estou afastada da igreja, mas ainda me considero evangélica, tenho muita vontade de voltar pra igreja mas ñ consigo, ñ estou tendo coragem. Tem muita coisa q acontece comig q ñ tenho coragem de falar pra ninguém, então eu fico guardando pra mim. TEm dia q sinto meu coração falhar, ele bate descompassado. Sinto falta de ar, cansaço, muito sono, apatite alterado, tem dia q como muito, tem dia q ñ como nada. Não gostava de comer doce, agora tenho comido bastante doce. Sinto muitas mudanças em mim eñ sei pq td isso está acontecendo. Sou uma pessoa q gosta muito de falar e rir. As vezes qdo estou muito pra baixo eu tento manter as aparencias pra q ninguém perceba q estou triste, mas nem sempre consigo enganar as pessoas, sempre tem alguém q percebe. As vezes por uma coisa pequena tenho crise de choro, como se fosse uma explosão, é incontrolável! Eu queria mto melhorar pq ñ quero perder o meu marido e tbm ñ quero ficar tão brava com meu filho pq ele é a razão de eu ainda estar tentanto me manter viva. Se ñ fosse por ele ñ sei se eu estaria aqui hoje. Preciso de ajuda, mas ñ sei onde procurar. Será q alguém pode me ajudar? Desde já agradeço.

  43. Seventh Day disse:

    Olá Alessandra,

    Ao que parece você está sim com um quadro de depressão, síndrome de pânico e ansiedade. Mas não se preocupe, pois tudo isso têm solução se tratado adequadamente. Você deve procurar um médico de confiança, pode ser um clínico geral ou até mesmo sua ginecologista e relatar esse seu quadro de instabilidade emocional, tristeza constante, abuso de apetite etc. Eles te darão um parecer mais apropriado e possivelmente a encaminharão para um psicólogo ou psiquiatra. Não se preocupe, ninguém é louco por sentir essas coisas. Infelizmente a depressão, a síndrome do Pânico e doenças associadas são um dos grandes mals do século que afligem e tiram a paz e equilibrio das pessoas. Não deixe de procurar ajuda médica, existe medicação específica para seu problema que fará com que você se sinta novamenmte em paz e equilibrada para lidar com suas emoções. Mas só medicação e médicos não resolverá a questão. O maior de todos os médicos, Jesus Cristo, está disposto a ajudá-la e dar a você a paz e o conforto espiritual que nenhum remédio poderá lhe dar. Por isso, não sucumba a idéia de ficar parada, sem ir a uma igreja. Vá, busque ao Senhor, não permita que o inimigo a impeça de receber esse refrigério em sua alma. Tenha certeza que buscando a Deus, todo o mal se dissipará em sua vida, pois Deus jamais ignora aqueles que o buscam com um coração contrito. Ele quer e vai ajudá-la a enfrentar seus problemas. Ele quer e vai fortalecer o seu casamento, pois para Deus o casamento é uma das instituições mais sagradas que ele criou para a felicidade de seus filhos. Tenha fé, persista na oração, orar é conversar com Deus, conte a Ele tudo o que anda afligindo sua alma, e ele lhe dará forças para solucionar seus problemas e dificuldades.

    Que Deus te abençoe, te guie, te proteja e te guarde !

  44. Alessandra Theodoro disse:

    Obrigada por responder ao meu comentario. Neste momento me emcontro em lagrimas, sinto mta tristeza, meu coração está machucado. Tenho tentado abrir os meus olhos pra ver alguma saída e sei q existe alguma, o problema é q me encontro sem forças. eu queria q Deus me levasse, assim acho q eu deixaria de ser um fardo na vida de mtos. Nunca me senti feliz, nunca tive nada q fosse meu de verdade, parece q minha vida sempre foi uma grande mentira. Td o q tenho de realmente meu é o meu filho e mais nada. Nasci sendo rejeitada por minha mãe, nunca conheci meu pai, fui criada por uma familia q ñ era a minha. Qto a isso agradeço a Deus pq a familia q me criou foi um presente de Deus. Me deram td o amor do mundo, me passaram tds os valores q uma pessoa precisa ter pra viver com dignidade e sempre me cuidaram e amaram como se eu fosse sangue do sangue deles. Tenho dos meus pais adotivos todo o amor do mundo, mas acho q eu em algum momento devo ter decepcionado eles, embora eles digam q ñ. Me sinto uma pessoa inutil, me sinto feia, burra, insuportavel. Eu ñ sei pq ainda vivo. Hoje meu marido disse q vai embora, ñ disse qdo, mas q vai e as palavras dele me fizeram ver o qto sou incapaz. Somos casados a quase 4 anos e ñ fui capaz de conquistar o amor dele. Ele diz q me gosta, mas ñ acredito. Nem sei pq estou falando essas coisas tão pessoais aki, é q nunca falo sobre isso com ninguém. Até peço desculpas. Mais uma vz agradeço, fk com Deus e q Deus abençoe!

  45. Seventh Day disse:

    Alessandra,

    Primeiro quero que saiba que estou orando por você. Segundo, não se desespere com essa situação, por mais difícil que esteja sendo para você enfrentá-la. Nada nessa vida é definitivo, vamos orar pelo seu marido para que o Senhor toque o coração dele. Para Deus o matrimônio é sagrado, mas o inimigo de nossas almas anda ao nosso derredor a fim de devorar nossas esperanças, de criar conflitos familiares, brigas e separações. Mas esse inimigo minha querida, já foi vencido, no dia em que Cristo verteu seu sangue por nós pecadores na cruz do calvário. Esse inimigo está com os dias contados, por isso ele nos odeia e quer destruir a todos os filhos de Deus no pouco tempo que ainda lhe resta. Por isso não se desespere com os dardos inflamados que ele lança em sua vida para maltratá-la, confie no Deus todo poderoso, abra seu coração e derrame aos pés da cruz toda a angústia que está abatendo sua alma neste momento, Deus a ama e quer ajudá-la. Tenha essa convicção. O momento não é para desesperar-se, pois fazer isso é fazer o jogo do inimigo, o momento agora é o de se entregar totalmente nos braços de Jesus, o momento é de buscar a Deus em oração pedindo o seu auxílio, o momento agora é de buscar conforto na casa do Senhor Deus, em sua igreja.

    A única esperança que temos de reconquistar o gôzo da vida, é nosso retorno a Deus. Sei que a irmã está passando por lutas e provações, mas o Senhor não dá lutas maiores do que podemos aguentar e vencer. sei que Deus é misericordioso e irá mudar a tua sorte. Creia nisso! Cuide de teu filho, ele precisa de ti, precisa de tua orientação, assim como precisas dele, de modo que, agora, um se torna o sustentáculo do outro. Não fique alimentando esses pensamentos de baixa auto-estima…é satanás quem fica lhe sugerindo tais pensamentos para destruí-la…olhe para frente, olhe para a cruz, busque forças nesse nosso Deus de amor, que é o único sustentáculo que temos nestes duros momentos de prova.

    Estarei orando por você, pelo seu filho e pela restauração de seu casamento,

    Que a Paz do Senhor Jesus Cristo, preencha seu coração,

    Deus a abençoe !

  46. Alessandra Theodoro disse:

    Amém e que as Bençãos de Deus tbm estejam contigo! Não a conheço, mas vc está sendo uma grande amiga. De todo o meu coração desejo que o Senhor Jesus a recompense pelas palavras de conforto q vc sempre tem a oferecer a tds q deixam aqui suas lamentações, suas duvidas e suas desesperanças. Que Deus possa cada vez mais te encher de sabedoria, de humildade, paciencia e de amor, para q vc possa continuar ajudando o próximo. As vzs td o q a gente precisa em um momento de angustia é de uma palavra de carinho e aqui encontrei. Ainda vou voltar aqui, se Deus quiser, para contar coisas boas, tenho fé nisso!Muito obrigada!Fk com Deus.

  47. paulo sergio,, disse:

    ola. gostaria de pedir uma opiniao ou ajuda, se for meu causo, ha 18 anos minha mae se separou do meu pai, foi enbora com um moço mais novo, eu e meus irmao eram novo ainda, nao aceitamo essa atitude, a familia virou bagunça, todos disperço, ms eu ao 18 ano ate hoje nao sou feliz, me sinto abandonado pelos meu apis que casaram com outra, deram mais valor no outro relacionamento do no filhos, hoje eu paulo segio sou casado, trabalho ,tudo ceretinho. ms nao saio de casa nao tenho animo para nada tou cansado de lutar com vida, as vese axo que a vida nao vale apena, e tenho duvida sera uqe deus exitem? mesm sabendo que sou evangelico e vindo de um lar cristao, sabe nao tenho boa saude tenho dores de cabeça quand fico pensado em coisa desde do desoito ano tenho poblema sexual, falta de apetite sexual falta de ereçao, minha mulher tenta me conselhar, a ir no medico, ja fiz de tudo fui em um pscologo tomei remsidio, tbm nao adiantou, para resumir , minha vida ta uma bagunça, agora eu pergunto meu deus aonde esta ? oque eu faço? deixo esse comentario alguem pode me ajudar? isso e uma depresao? macumba? por favor leitores desse depimento me ajude mande imail, pra mim por favor, deus abençoes vcs

  48. Seventh Day disse:

    Olá Paulo,

    Pelo breve relato de sua história de vida, é evidente que o sentimento de abandono e descaso por parte daqueles que deviam proteger-lhe, causou um trauma emocional em sua personalidade. Um divórcio nunca é fácil para os filhos, muitas vezes os filhos acabam internalizando essa situação e lançando sobre si mesmos a culpa do divórcio dos pais, se tornam fechados, tristes. Os traumas emocionais produzem insegurança, medo, e para superá-los, precisamos aprender sobre eles. As emoções também nos ajudam a amadurecer espiritualmente e a crescer. Eu digo sempre “Não há nenhum guerreiro sem guerra”. Quantas vezes dizemos muito rapidamente ”Não quero falar sobre isso!” quando alguém começa a falar sobre algo que atinge nossa dor emocional passada? É o mesmo que dizer “Não quero tratar da minha emoção relacionada a isso!”. Isto eventualmente vai acarretar resultados negativos se não tratarmos com o mesmo cuidado que temos com qualquer doença física.

    Um dos sentimentos comuns em pessoas com algum tipo de trauma emocional é um sentimento de desvalor. uma perene sensação de ansiedade,incapacidade e inferioridade,uma vozinha interior que vive a repetir:

    “Não presto para nada.tudo que faço dá errado.” Pessoas com este sentimento nunca se acham capazes de fazer nada estão sempre ouvindo essa vozinha que esta sempre a dizer não faça isto pois não vai dar certo para você,você não é capaz de fazer isto bem, este é um sentimento que leva as pessoas a se acharem incapazes de realizar qualquer coisa, por este motivo temos pessoas que estão paradas e não conseguem sair do lugar

    Mas não se desespere. Deus deseja quebrar as correntes que prendem você a um passado de experiências emocionais dolorosas. Ele quer libertar sua vida e restaurar seu perfeito equilíbrio emocional.

    Vivemos num mundo caído (doente), todos nós estamos sujeitos ao inesperado:
    tragédias, acidentes, divórcios, perdas de familiares e outras situações que podem ser traumáticas para nossas vidas. Não
    há como evitar as experiências ruins enquanto vivermos num mundo imperfeito habitado por pecadores de todo tipo.

    Nosso sistema psíquico tem seus limites, assim como o nosso condicionamento físico, por isso estamos sujeitos aos traumas emocionais e outras enfermidades da alma.

    Os traumas deixam marcas emocionais em nossa alma..
    Toda pessoa traumatizada tem alguma marca emocional. Estas Marcas Podem ser:
    ➔ Visíveis – Expostas, sempre manifestas;
    ➔ Invisíveis – Escondidas, ocultas, disfarçadas;
    ➔ Superficiais – Sem grande influência sobre a personalidade;
    ➔ Profundas – Com grande influência sobre a personalidade.

    A memória humana guarda registros através de dois mecanismos básicos:
    ● Repetição;
    ● Experiências marcadas por fortes emoções e sentimentos.

    O registro de um trauma emocional encontra-se arquivado na memória de longo prazo, podendo permanecer ali
    por toda a vida do indivíduo.

    Conseqüências
    Os traumas causam diversos prejuízos ao homem integral:
    a) Sofrimento psicológico – tensão emocional, sobrecarga psíquica;
    b) Alterações na personalidade e no comportamento – depressão, medo, ansiedade, insegurança, auto estima
    negativa, timidez, sentimento de rejeição, impotência frente aos novos desafios, frigidez, comportamento explosivo, etc.
    c) Potencializa mais as doenças. É verdade que os traumas podem desencadear uma série de problemas emocionais e comportamentais. Todavia, a recíproca também é verdadeira, ou seja, desordens emocionais potencializam os traumas. Indivíduos emocionalmente fragilizados são mais susceptíveis a traumas profundos do que as pessoas saudáveis.
    Várias são as interligações e conseqüências emocionais advindas de um trauma. Entre elas destacamos:

    – Depressão
    É um estado de sofrimento psíquico caracterizado fundamentalmente por rebaixamento de humor, acompanhado
    por diminuição significativa do interesse, prazer e energia. As características mais comuns são: alterações do sono e apetite, retardo psicomotor, sensação de fadiga, falta de concentração, indecisão, diminuição de autoconfiança, pessimismo, idéias de culpa, desejo recorrente de morrer, entre outros sintomas.

    – Angústia
    Tédio; tristeza com amargura e senso de sufocação. Um sentimento freqüente e torturante que tem origem em uma
    ameaça conscientemente percebida.

    -Ansiedade
    É o estado psíquico de inquietude e impaciência. Os padrões variam amplamente. Alguns pacientes têm sintomas
    cardiovasculares, tais como palpitações, sudorese ou opressão no peito, outros manifestam sintomas gastrointestinais como: náuseas, vômito, diarréia ou vazio no estômago; outros ainda apresentam mal-estar respiratório ou predomínio de tensão muscular exagerada, do tipo espasmo, torcicolo e lombalgia. No plano da Consciência a ansiedade pode monopolizar as atividades psíquicas e comprometer, desde a atenção e memória, até a interpretação fiel da realidade.

    Então amigo, aconselho a tratar o problema em duas frentes, a frente espiritual, buscando a Deus diariamente em oração, frequentando uma igreja e buscando lá apoio espiritual necessário para ajudá-lo a desenvolver um relacionamento mais íntimo com Deus, e a frente do tratamento convencional, no caso, buscar ajuda de um profissional como um psicólogo ou psiquiatra.

    Deus está disposto a ajudá-lo a lidar com seus traumas emocionais passados e deseja te dar a oportunidade de viver uma vida plena, livre daqueles sentimentos que o colocam para baixo. Ele pode e te dará forças para superar todos seus obstáculos na vida, mas para isso é necesário relacionar-se adequadamente com Ele, e iso se dá através de oração e estudo de sua palavra.

    Estaremos orando por você. Não esqueça de procurar uma igreja e passar a frequentá-la com regularidade, e de procurar ajuda médica especializada. Não viva com este peso, a solução está em dar o primeiro passo.

    Deus o abençoe ricamente !

  49. samara disse:

    ola
    eu mim chamo samara tenho 15 anos
    e gostaria muio de conta como esto mim sento
    e gostaria de sabe como posso muda isso
    eu mim sito assim
    ñ consigo muitas das veses dormi
    mim sito muito triste
    e as vejes choro muito
    mais ñ gosto de conta
    o que eu estou sentindo porque
    ninguem mim entende
    e eu
    queria da orgulho a minha famila e amigos e ñ que eles setise pena de mim
    é eu esto escrevendo este pequeno comentario de com esto mim
    sintindo
    e que as veses eu mim perguto meu Deus por que vc mim trose au mundo pra vive assim
    as vezes mim da medo de dormi que eu pesso que seu eu dormi eu vou morre
    mais as vezes acho melho morre que eu ñ vou fasse fauta pra ninguem memim ajuda porfavo é so o que eu quero emfim é isto.

  50. Alessandro disse:

    Ola. Sabe de uns tempos pra,tenho notado muitas diferenças no meu humor, tenho 22 anos e em algumas situaçoes, me sinto alegre sabe com disposição, mais se alguma coisa acontecer as vezes coisas minimas que nao deveriam causar coisa alguma, ja acaba com o meu dia, ja fico triste, me achando a pior pessoa do mundo e que tudo acontece por minha causa. As vezes acho que o mundo inteiro esta nas minhas costas e que ninguem liga pra mim, que as coisas que eu faço são insiguinificantes e que nao sirvo para nada.
    Mais uma coisa que percebi, as vezes tenho sentimentos de ciumes, aquele desejo de ter toda atençao do mundo so para você, as vezes me sinto assim, e tenho varias mudanças de humor, as vezes posso estar la embaixo, mais se alguem me vem com uma palavra de agrado sei la…é como se o meu dia ja estivesse ganho…mais as veze acontece o contrario…posso estar feliz…mais se algo acontece ou alguem me fala alguma coisa…que me magoa..meu dia ja era…..E o pior de tudo…..as vezes eu posso ate estar certo….mais levo toda a culpa junto comigo. Bom é isso…. Ate mais e Deus abençoe.

  51. NEIDE disse:

    oi tenho 24 anos e acredito que estou com depressão,pq minha vida mudou muito eu era uma garota feliz me divertia ,fazia amizade estudava e tantas outras.hoje choro por qualquer coisa,evito os amigos ,acho k eles me acham feia gorda,consigo ve no olhar deles,meus pais nei liga p mim
    tenho ficado em silencio o dia inteiro ñ gosto mais d conversar e de sair ñ estudo,ñ procuro trabalho acho k nunca vou consequir vejo k meus pais ñ me amam,tenho ficado iritada e dormido muito mal,e as vezes dormido demais e quando isso acontece minha mãe reclama ai é motivo p desanimar pois ela ñ me ver ainda onte tomei varios comprimidos na espectativa que algo poderia acontecer nao ver mais os dias ou dormir por alguns dias p ver se as coisa mudava em minha vida,e o que aconteceu foi k eu dormi apenas 24 hr e minha mãe so reclamou por eu dormir demais achei engraçado o amor dela por mim,não gosto de falar dos meus problemas pq as pessoas k eu quero desabafar empre me chama d melodramatica então eu calo estou muito triste pq ñ encontro mais sentido p viver.
    obg deus abençoe

  52. Isa guedes disse:

    tenho 17 anos e desde meus 14 anos tenho sintomas de depresão
    ja pensei em me suicidar varias vezes não saiu de casa as vezes tenho vontade de sumir
    pra piorar minha familia em vez de me ajudar piora mas a situação dizem coisas q me magoam me ofendem … namoro ha 2 anos e eles fazem de tudo pra acabar com esse relacionamento sempre jogam na minha cara q ele não gosta de min q pra ele eu so sou um passatempo as pessoas sempre falam mal de min pra eles e eles acreditam
    não suporto mas essa situação tenho crises de choro sinto cansaço o dia inteiro
    tenho ideias negativas acho q essa situação so vai piorar porque a cada dia q passa tudo vai piorando não tenho mas vontade de sair de conhecer pessoas tenho vontade de fugir de casa por favor alguém me ajude…….

  53. Oi Isa,

    A solução para os seus problemas é buscar a Jesus e levar até ele tudo aquilo que a preocupa. Se não buscarmos comunhão diária com Deus, nossos problemas contribuem para nos deixar inertes, sem saber o que fazer, sem vontade para nada, sequer para fazer aquilo que é certo. Quando não buscamos a Deus, o inimigo coloca um fardo muito pesado sobre nós, nos sentimos desanimados, cansados, sem esperança. A solução é deixar a luz de Cristo brilhar em sua vida, quando os maus pensamentos, quando o desânimo, a tristeza bater na porta de seu coração, clame a Jesus por libertação, clame a Jesus e Ele virá em seu auxílio, trazendo luz, conforto, paz, esperança e orientação. Não se deixe vencer pelo desânimo, mas vença seus problemas na força de Jesus!

  54. joice disse:

    oi meu nome é joice,estou passando por dificuldades com minha mae,q esta com depressao,só chora o dia td,ñ sente vontade de nd mas,ñ sei o q fazer

  55. irmão leitor disse:

    Joice, lembre-se que há amigos orando por você. Tenha absoluta certeza que Cristo Jesus está Se inclinando em favor de sua querida mãe.

  56. Um problema pouco reconhecido entre os jovens.As pessoas tendem a pensar na adolescência como um período difícil, turbulento, com variações do humor e crises emocionais. Os adolescentes realmente se deparam com várias situações novas e pressões sociais quando se aproximam da idade adulta e, para alguns, este período de transição é muito difícil.

  57. dayane disse:

    Meu nome e Dayane , tenho 16 anos! Eu estou com problema, sinto muita dor no peito, nao quero ir pra escola so de penssar começo a sentir dores pricilpalmente aperto no peito. Não consigo dormir direito, só pensso em coisas negativas, e nao tenho vontade de fazer nada!E essa dores so aumentou tbm depois q eu trair meu namo, e sópenssa q começa..bebi de mais!E quero saber o q vooçs podem fazer por mim..Por enquanto e isto. Beeijos ;*

  58. Olá Dayanne,

    Estarei orando por você. Mas você também deve ir até Deus e abrir seu coração a Ele e contar-lhe tudo aquilo que a vem entristecendo e lhe causando angústias. Peça a Deus para que ele tire todos os maus pensamentos de sua mente e a preencha com pensamentos superiores, com a Sua palavra. Que Deus esteja com você e que você possa sentir sua doce presença a acolhendo e guiando.

  59. CELIA disse:

    TODAS AS PERGUNTAS Q FORAM FEITAS MENOA A DE MORTE OU SUICIDIO.
    RESPONDI SIM,COM CLAREÇA.
    ISSO QUER DIZER QUE ESTOU COM DEPRESSÃO?

  60. Djalma disse:

    Gostei muito desta grande ajuda para quem está com depressão. Não sabia o que era depressão, graças à todos que participaram e tiveram excelentes orientações.
    Vou ver se consigo ajudar minha companheira esposa que precisa muito. Ela não deixa nem a gente conversar com ela, de tão nervosa que ela está (deprimida).
    Agradeço à orientadora, tudo de bom para vc.
    Djalma.

  61. VALDINOR CALDEIRA disse:

    REALMENTE TUDO QUE LI E O VIDEO QUE VI, É EXATAMENTE O QUE SINTO. POREM ACHO QUE A MINHA DEPRESSÃO PERSISTE MAIS POR LONGO PERIODO. É GENÉTICA TAMBEM, DESDE MINHA INFANCIA VENHO SENTINDO ESSA SITUAÇÃO. HÁ MUITO TEMPO QUE TOMO REMEDIOS, ANTES PASSAVA MAIS RÁPIDA. AGORA JÁ VAI PARA DOIS ANOS E CADA DIA ME SINTO PIOR. ESTOU COM 61 ANOS, APESAR DE ESTAR TOMANDO ANTI-DEPRESIVO E TESTEI VÁRIOS, INDICADOS POR MÉDICOS PSIQUIATRA MAS ALGUNS DERAM EFEITO COLATERAIS IMPOSSÍVEL DE SUPORTAR. ESTOU SENDO TRATADO POR PSIQUIATRA E PSICÓLADA DO SUS. ENTÃO FICO CADA VEZ MAIS ANGUSTIADO. SEI QUE DEUS PODE TODAS AS COISAS E ELE EXISTE. PENSO QUE ESTÁ FALTANDO PRATICAR A FÉ QUE SERIA O ÚNICO JEITO DE SAIR DO FUNDO DO POSTO. NÃO TENHO CONDIÇÕES FINANCEIRA PARA TER MAIS QUALIDADE NO TRATAMENTO. TENHO UMA ESPOSA E TRÊS FILHOS, TODOS SÃO MAIORES DE 28 ANOS. SÓ UM MORA CONOSCO. É UM SOFRIMENTO PARA TODOS CONVIVER COM DEPREMIDO QUE TEM TODOS OS SINTOMAS APRESENTADO NO VIDEO. SERÁ QUE ALGUEM PODE ME AJUDAR DE ALGUMA FORMA?

    VALDINOR

  62. Olá irmão Valdinor,

    O ideal é o Senhor aliar ao tratamento médico e psiquiátrico que já vem realizando, um ingrediente que com certeza fará enorme diferença: A fé. Seria bom, o Senhor buscar apoio em uma comunidade cristã como a Igreja Adventista. Em nossas igrejas acontecem reuniões às quartas-feiras, sábados e domingos. Segundo Romanos 10:17 a fé vem pelo ouvir a palavra de Deus. Me fale qual a sua cidade, bairro e Estado, para que eu possa te fornecer o endereço de uma Igreja Adventista próxima a sua residência. Tenho certeza que você será muito bem recebido. Procure todos os dias começar seu dia travando um diálogo sincero com Deus. Exponha a Ele seus medos, angustias, receios, abra seu coração ao pai celestial, Ele deseja ouvir o que se passa com você. Peça a Ele forças e direção. Após orar, leia algum trecho das Escrituras, pode ser um salmo, ou algum livro de meditações diárias da palavra de Deus. É importante você ler todos os dias as Sagradas Escrituras e orar. Isso vai lhe dar forças internas para enfrentar os desafios, obstáculos da vida com paz de espírito e convição que Deus o ama e quer direcioná-lo por um bom caminho. Não deixe de frequentar os cultos de louvor a Deus, ouvir a palavra de Deus sendo pregada aumentará sua fé, e lhe trará imenso conforto espiritual. A fé é individual, não podemos colocar a questão de nosso relacionamento pessoal com Deus nas mãos de outras pessoas, ou trata-lo com descaso. Temos que nos decidir a sair de nossa inércia espiritual para seguir a Jesus. Ele mesmo nos diz para depositarmos nossos fardos mais pesados sobre ele pois seu jugo é leve. Jesus está disposto a nos aliviar as cargas pesadas que carregamos na vida. Deposite aos pés do Senhor Jesus todos seus anseios, temores, medos, traumas, angústias, pesares na certeza que Ele o ama e o ajudará.

    Deus o abençoe!

  63. Állan Nícolas de Souza disse:

    Não sei se estou com depressão ou se eu sou um folgado Tenho 16 anos de idade e antes de entrar na primeira serie eu era uma criança muito agitado e provocava a todos mas depois de ter entrado na primeira serie eu mudei radicalmente eu fiquei quieto e tímido e conforme o tempo foi passando comecei a evitar a todos que não eram da minha família, nas escolas fui tirando notas cada vez menores, as pessoas zombavam de min e quando chegava em casa meus pais diziam que eu era um inútil pois não fazia nada na escola nem em casa, e eu repetia oitava serie, e agora não consigo nem ir a escola e odeio escrever sempre fui lento demais e deixava a sala me esperando terminar de escrever. Agora fico dentro de casa tentando descobrir o motivo da minha vida, minha família sempre fala para min que eu não vou ser nada na vida vou dar muito duro por pouco dinheiro se eu não voltar a escola e tirar boas notas, mas eu não acredito que possa mudar, acredito que eu possa ser um folgado, e eu penso se eu não posso mudar minha vida para que continuar vivendo-a?. Penso na minha vida como uma decepção, sempre demonstro que estou feliz para todos sendo que por dentro eu me sinto destruído e sem esperança, tudo que pedem a min eu acredito que eu possa não fazer direito, mesmo que seja uma coisa bem simples como ir a padaria, não gosto de sair de casa pois acredito que todos olhando para min e zombando de min. acho que se eu me matasse minha família ficaria triste no momento mas depois veriam que foi melhor para a minha vida e para a deles, e acredito ser um pouco viciado em jogos pois neles fugir por alguns instantes da minha vida. Nos últimos dias pesquisei sobre Depressão e muitas Sintomas me descreveram: eu não gosto de dormir mas durmo das 22:30 as 9:00 da manha não sou muito de comer e as vezes como apenas uma refeição por dia, eu não o que sinto para ninguém nem mesmo para minha família, e tudo que eles sabem de min eles acredita ser normal na adolescência. E então, eu sou mesmo um folgado que esta acomodado em casa ou tenho depressão?. pois se tenho, não quero mais passar a vida me odiando. Me ajudem a descobrir. meu MSN é nicolasallan9@Gmail.com e meu E-mail Também.

  64. Állan Nícolas de Souza disse:

    Eu postei um comentário mas esqueci de escrever algumas coisas: eu também me isolo no quarto quase todas as noites, eu assisto TV e fico pensando como eu sou um peso para minha família, e tento sair o menos possível de casa. e dos sintomas do inicio da pagina Só não tenho esses 2:
    • tem dificuldade para dormir, ou tem dormido muito?; (Mas não gosto de dormir)
    • tem menos interesse em sexo do que antes?;
    Só postei novamente pois quero divulgar tudo para saber se tenho Depressão

  65. Olá Allan,

    Me parece que você está com sua auto-estima baixa, isso faz com que você tenha pensamentos negativos a respeito de si mesmo, falta de perspectiva em relação ao futuro, isole-se para evitar contato social com demais pessoas. Na adolescência é normal os muitos questionamentos, dúvidas e incertezas, dificuldades em se descobrir o que gosta de fazer e o que irá querer se tornar profissionalmente falando, além de conflitos com os pais. Não sei como é seu relacionamento com seus pais, familiares, mas lembre-se que você não é um peso para ninguém. Você possui algumas dificuldades que podem sim ser solucionadas. Você narrou sua dificuldade na escola, falta de concentração…isso tudo pode ser corrigido, mas é necessário além de esforço pessoal da sua parte, talvez a ajuda de um profissional na área de psicologia. Esse profissional irá ajudá-lo a lidar com suas dificuldades sociais, a elevar sua auto-estima e diagnosticar adequadamente se você está vivendo também um quadro depressivo, que pode ser tratado, melhorando sua qualidade de vida, auto-estima etc . Quanto à sua válvula de escape ( Jogos de computador, ou uso excessivo de internet), procure diminuir o tempo que você fica nessas coisas. Procure praticar algum esporte, isso irá ajudá-lo também a se sentir melhor, pois as endorfinas que serão liberadas no seu corpo com a prática da atividade física, provocarão em você um sensação de bem estar imediato. Um ponto fundamental e essencial, fé em Deus. Não sei se você frequenta alguma igreja, se não, pense em frequentar uma, ouvir mensagens confortadoras, edificantes, que contribuam para sua espiritualidade fará com que voce tenha mais confiança, força para vencer desafios, obstáculos. As igrejas sempre possuem grupos de jovens de sua idade engajados em alguma atividade, procure fazer parte de um clube de jovens de alguma igreja adventista perto de sua casa. Procure ler a Bíblia, o livro de salmos é ótimo, converse com Deus como se fosse seu melhor amigo e conte a Ele todas as suas dificuldades. Diga a Ele que vc não está sabendo lidar com elas e que você precisa da intervenção e orientação dEle para lidar com tudo aquilo que vem te incomodando. Por favor, tire de sua cabeça essas idéias negativas a respeito de morte. Quem coloca tais pensamentos em sua mente é o inimigo de Deus, quando estes pensamentos vierem a sua mente, pegue uma bíblia e leia, peça a Deus para ajudar a eliminar tais pensamentos. Deus é um Pai misericordioso e compassivo, Ele está disposto a nos ajudar em qualquer dificuldade, mas nós seres humanos, poucas vezes nos lembramos em pedir a ajuda de nosso Pai celestial. Então, procure orar todos os dias, orar é conversar com Deus, abrir seu coração a Ele, contar todos seus problemas e também alegrias, enfim, o relacionamento com Deus nos dá forças para enfrentar a vida.

    Não sei se você tem convênio médico, se sim, procure um psicólogo para se consultar. Se não possuir plano de Saúde, o SUS, faz este atendimento de maneira gratuita, para isso você tem que ir ao posto de saúde mais próximo de sua casa e se informar sobre como agendar uma consulta.

    Procure, mesmo que vc tenha dificuldades em fazer isso, contar aos seus pais sobre suas dificuldades e diga-lhes que vc gostaria de se consultar com um psicólogo, seja através de um plano de saúde ou seja através do SUS.

    Não permita que pensamentos negativos, tirem sua alegria e vontade de viver. Confie no Senhor Jesus, Ele o ama MUITO, e quer ajudá-lo a vencer suas dificuldades.

    Que o Senhor Deus te ilumine, te conceda sabedoria, discernimento e derrame muitas bençãos sobre sua vida.

  66. Antonellý Tienzo disse:

    Oi tenho 14 anos acerca de 1 ano atrás venho tendo desentendimentos com meus familiares e colegas na escola , antes eu pensava que o problema era com eles mais agora percebi que o problema é comigo . 2 meses atraz eu briguei com uma menina na escola e toda noite eu tenho crise de choros , fico perguntando a Deus oq eu fiz e tals .. Essa semana briguei com meus familiares ; Tem dias que não tem nada pra min fica triste , mais mesmo assim , eu sinto vontade de chora ; Mínha mãe diz que eu sou REVOLTADA , niguem me pergunta como eu me sinto , isso me faz chora bastante , me sinto excluída e tals… Ultimamente tenho dormido bastante . POR ESTES SINTOMAS EU TO PERDENDO BASTANTE COM MEUS PAÍS , não tenho mais ânimo de faze mais nada , minhas notas estão afundando e eu neem quero mais saber de nada , Fico culpando DEUS o tempo todo isso não se faz =( , Depoís da briga com a menina na escola , to ficando com raiva de tudo . ME ENDENTIFIQUEI COM ESSES DOÍS :

    • tem pensado em morte e/ou suicídio? ( Sím bastante)
    • tem tido crises de choro?; (Toda noíte)
    • tem dificuldade para dormir, ou tem dormido muito?; (Durmo de 18:00 da noíte até 7:00 da manhã )
    • sentiu que sua vida era monótona, sem possibilidades demelhorar?; (Fico me perguntando pq a vida das outras pessoas é melhor do que a minha )

  67. Luiza disse:

    Olá, me chamo Luiza e tenho apenas 14 anos. Desconfio que eu tenha depressão, já tentei suicidio, penso muito em morte, me sinto sozinha, deprimida a maior parte do dia, tenho excesso de sono, mas também sofro de insonia muitas vezes. Eu pratico auto-mutilação, me sinto uma inútil, fracassada sem valor. Eu preciso de ajuda, não sei pra onde recorrer, pois tenho medo de falar tudo para meus pais.

  68. Inês disse:

    Eu estou com uma depressão, ou pelo menos eu acho que sim. O suicídio não sai sequer da minha mente. Mas eu já contei a uma pessoa, ou pelo menos tentei pedir conselhos sobre o que se estava passando. Tentei procurar alguém que me compreendesse. Não consigo encontrar ninguém que me possa ajudar, Não sei se consigo contar aos meus pais, ou se eles me vão oferecer ajuda. Nem sei se eles vão acreditar em mim, sequer. Acho que eles vão pensar que eu estou apenas a dizer isto para chamar a atenção, mas acho que isso é o que eu menos quero fazer no momento, Há pouco tempo falei com a minha mãe sobre depressão e suicídio (sem revelar nada sobre os meus problemas, falámos muito “ao de leve”) e a minha mãe tem ideias muito erradas sobre o assunto. Ela associa depressão a drogas, o que é totalmente errado. Eu preciso de ajuda, mesmo que me tenha custado imenso a admitir. Já tentei com amigos e até me julgaram por isso. Não tenho coragem de contar aos meus pais. Eu já não sei o que fazer. Já me disseram “Procure ajuda em Deus”, mas isso não se aplica a mim, já que sou ateia. Alguém sabe o que eu devo fazer?

  69. Gabriele disse:

    oiii gente me chamo Gabriele tenho apenas 13 anos mas a minha idade mental é de uns 17 anos eu acho q estou entrando em depressão de todas as perguntas somente as 2 últimas respondi não, eu não tenho certeza se estou com depressão mas se eu estiver realmente quero ajuda porque vejo casos horriveis durante as últimas semanas tenho procurado saber sobre os sintomas da depressão e me decepcionei pq é tudo o que eu estou vivendo, a única pessoa que eu comentei sobre o assunto depressão foi minha mãe porque quero ajuda e quero que ela me ajude sem que meus outros familiares saibam n quero preocupalos . eu não sei como tive coragem de falar isso pra minha mãe pq últimamente não tenho tido tanta coragem como eu ja tive antes, a depressão é algo muito forte que nós atinge com tudo e não sabemos como reagir eu estou me sentindo só mas tenho varias pessoas ao meu redor mas isso n ta fazendo diferença é como se eu estivesse isolada na completa solidão as vezes eu ponho um belo sorriso no rosto mas é só por fora por dentro eu estou triste solitaria chorando sem querer preocupar ninguem, eu sei que muita gente agora ta pensando ela só tem 13 anos qual é o motivo dela se sentir assim eu ja pensei muito e acho q é pq nunca tive meu avooo paterno comigo eu sei que ele esta em algum lugar mas n tenho contato n sei seu sobrenome so sei que se chama Valdemar mas nada, as únicas que sabem quem ele é e onde ele esta são minha avó e minha biza mas elas sempre arruman um jeito de fujir do assunto eu cinto que elas me odeiam me detestam que pra elas eu sou um nada eu tento finjir que eu n tenho problemas e que esta tudo bem mas na verdade meu problema é muito grande e preciso de ajuda eu admito e vou ter q pedir ajuda mesmo preocupando pessoas que eu tanto amo porque se eu n tiver ajuda a cada dia isso essa depreesão vai piorar e sim depois elas vão ficar preocupadas comigo.

  70. Gabriele disse:

    eu ja comentei antes é que esqueci de dizer, eu alem de tudo tenho evitado o meximo sair de casa antes. todo mes eu ia 3 vezes a praia mas o menos mas agora só saio de casa pra ir pro colegió mas nada eu tenho vergonha de sair na rua mas não sei o motivo, eu não gosto mas de sair pra nenhum lugar prefiro ficar em casa a única coisa que ainda me nnanima um pouco é o Luan Santana mas n tanto, e alem de tudo o q eu to passando eu ainda to sofrendo com relacionamentes amorosos e ta sendo muito dificio pra mim pq eu to tentando usar minha mente pra esqueçer os problemas e tudo mas n adianta meu facebook é gabbylinda@r7.com se vc se sente assim como eu pode vim falar

  71. ANONIMO disse:

    Eu acho que estou a entrar em depressao nao quero fazer nada nao quero comer acordo as 3 da manha e ja nao consigo dormir sinto como se o mundo fosse melhor sem mim. Sou adolecente e a minha mae nao sabe como estou a sentir. Como posso ir ao medico sem ela saber. Ou qual e a melhor maneira de lhe contar.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s