“Memória diante de Deus”

As tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus. Atos dos Apóstolos 10:4.

Favor maravilhoso, para qualquer homem nesta vida, é ser elogiado por Deus como foi Cornélio. E qual foi a razão dessa aprovação? — “Tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus.”

Nem orações nem esmolas têm em si mesmas qualquer virtude, para que recomendassem a Deus o pecador; a graça de Cristo, mediante Seu sacrifício expiatório, tão-somente, pode renovar o coração, e tornar aceitável a Deus nosso serviço. Esta graça operou no coração de Cornélio. Embora ele não conhecesse o Filho de Deus tal como foi revelado em Sua vida na Terra, o Espírito de Cristo lhe falara ao coração; Jesus o atraíra, e ele cedera à atração. Suas orações e esmolas não foram extorquidas dele, ou conseguidas com insistência; não eram o preço que ele procurava pagar a fim de assegurar o Céu, mas eram, sim, o fruto do amor e gratidão a Deus.

Tal oração, de um coração sincero, ascende ao Senhor qual incenso; e as ofertas à Sua causa, e as dádivas aos necessitados e sofredores, são um sacrifício que bem Lhe agrada. Assim as dádivas dos irmãos filipenses, que supriam as necessidades do apóstolo Paulo, quando prisioneiro em Roma, são chamadas “cheiro de suavidade e sacrifício agradável e aprazível a Deus.” Filipenses 4:18.

Orações e esmolas acham-se estritamente ligadas entre si, como expressão do amor a Deus e aos nossos semelhantes. São a atuação de dois grandes princípios da lei divina: “Amarás, pois, ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; e… amarás o teu próximo como a ti mesmo.” Marcos 12:30, 31. Assim, embora nossas ofertas não nos recomendem a Deus, nem nos ganhem o Seu favor por merecimento, são uma prova de que recebemos a graça de Cristo. São uma demonstração da sinceridade de nossa profissão de amor.

As ofertas que são o fruto da negação de si mesmo, motivadas pelo amor, são representadas pelas palavras proferidas por Deus a Cornélio: “As tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus.” Atos dos Apóstolos 10:4. Quem não deseja tais memórias — ações que estão perante Deus qual voz que fala em favor do instrumento humano, mantendo nosso nome sempre presente e fragrante no santuário celestial?

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 314.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nos Lugares Celestiais e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s