Cultivar a honestidade

Não torneis a ninguém mal por mal; esforçai-vos por fazer o bem perante todos os homens. Romanos 12:17.

A religião de Cristo ordena aos homens introduzirem os princípios puros da verdade em sua vida diária, no comprar e no vender, nas transações de todos os negócios, com tão verdadeiro senso da obrigação religiosa como quando fazem a Deus suas orações. O negócio não deve desviar a pessoa de Deus. Deveis, por vosso exemplo, demonstrar ao mundo que a verdade de Deus santifica o recebedor e produz diligência, simplicidade e perseverança, ao mesmo tempo que extirpa a avareza, o engano e toda espécie de desonestidade.

Coisa alguma é tão valiosa a um rapaz que está se iniciando na vida, como a reputação de inquebrantável integridade.

Toda transação de negócio deve ser de tal caráter que mereça a aprovação do Céu, do contrário apresentará o desagradável cheiro da influência de Satanás. Toda ação deve mostrar a ciência dos princípios celestes.

Veracidade e franqueza devem ser sempre nutridas por todos os que pretendem ser seguidores de Cristo. Deus e o direito devem ser seu lema. Tratai honesta e justamente neste presente mundo mau. Alguns serão honestos quando virem que a honestidade não lhes prejudicará os interesses terrenos; mas o nome de todos quantos agirem segundo estes princípios serão apagados do livro da vida.

Importa cultivar estrita honestidade. Não podemos passar pelo mundo senão uma vez; não nos é possível voltar para retificar quaisquer erros; portanto, todo passo deve ser dado em piedoso temor e cuidadosa consideração. A honestidade e a astúcia não se harmonizam; ou a astúcia será dominada, e a verdade e a honestidade tomarão as rédeas do governo, ou a astúcia tomará as rédeas, e a honestidade deixará de dirigir. Não poderão ambas agir juntamente; elas jamais estarão de acordo. Quando Deus recolher Suas jóias, os verdadeiros, os francos, os honestos, serão os Seus escolhidos, os Seus tesouros. Os anjos estão preparando coroas para esses; e a luz do trono de Deus refletir-se-á em seu esplendor desses diademas crivados de estrelas.

Ellen G. White, Nossa Alta Vocação, pág. 222.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nossa Alta Vocação e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s