Cam, o filho de Noé, era homossexual?

O Pecado de Cam

Cam, era um ancião com mais de 600 anos de idade, e não um jovem imaturo, que caiu em pecado e vergonha. O texto hebraico sugere que Noé se descobriu deliberadamente de maneira vergonhosa; intemperança e impureza andam juntas. Alguns desculpam Noé, sugerindo que as novas condições climáticas da terra pós-diluviana facilitaram a fermentação de vinho, e que Noé não sabia o que estava fazendo. Mas a Bíblia não desculpa pecados. Este foi o terceiro fracasso por parte da humanidade. O ser humano tinha desobedecido no Éden, resultando em sua expulsão do jardim; havia corrompido a Terra, resultando no dilúvio; e agora, o cabeça da nova humanidade se havia embebedado de forma despudorada! Para piorar as coisas: Cam “vendo a nudez do pai, fê-lo saber, fora, a seus dois irmãos” (Gn 9:22).

Afinal, em que consistiu o pecado de Cam para que seu filho, Canaã, recebesse maldição tão severa? Vejamos algumas explicações.

(1) Em algumas partes do Pentateuco, desonrar o próprio pai significa dormir com a mulher do pai (Lv 18:7; 20:11; Dt 27:20). Assim, foi sugerido que Cam era culpado de incesto, e que Canaã era resultado desse relacionamento. Mas as ações de Sem e Jafé em Gênesis 9:23, e o fato de Canaã já existir quando o episódio ocorreu, torna essa sugestão improvável.

(2) Levítico 20:17 usa a expressão “descobrir a nudez” como eufemismo para relações sexuais incestuosas. Isso tem levado alguns a sugerir que o pecado de Cam consistiu em algum tipo de atividade homossexual com seu pai. Porém, esse ponto de vista é improvável, devido a significativas diferenças de linguagem entre o texto de Gênesis 9 e Levítico 18.

(3) Com base no texto bíblico de Gênesis 9:22, “ver a nudez” indica uma atitude de contemplação desrespeitosa de Cam, ao ver que seu pai estava nu. Notemos que não foi Cam quem descobriu seu pai, mas foi o próprio Noé quem se descobriu (o verbo está na voz reflexiva). Assim, o pecado de Cam provavelmente consistiu em zombar de seu pai, convidando outros para olharem para aquele insólito espetáculo. Tal zombaria estava em clara oposição ao mandamento de honrar pai e mãe. Tal atitude foi demonstração de imaturidade e irresponsabilidade. Em vez de sentir tristeza pela conduta imprópria do pai, Cam sentiu prazer em espalhar a notícia.

Ao recobrar-se da embriaguez e tomar conhecimento do que seu filho Cam fizera, Noé proferiu uma maldição sobre Canaã, filho de Cam. Os eruditos explicam isto da seguinte maneira:

(1) É provável que Canaã estivesse envolvido no incidente junto com o pai. Orígenes menciona a tradição de que foi Canaã que primeiro viu a nudez de Noé e foi chamar Cam.

(2) A maldição de Noé não é uma expressão de ressentimento, mas uma profecia do que aconteceria aos descendentes de Canaã. Como esclareceu Ellen White, “a profecia de Noé não foi uma manifestação arbitrária de ira ou uma declaração de favor. Ela não fixou o caráter e destino de seus filhos. Mas mostrou qual seria o resultado da conduta de vida que cada um havia escolhido, e o caráter que tinham desenvolvido. Era uma expressão do propósito de Deus para com eles e sua posteridade, em vista de seu próprio caráter e conduta. Em regra, os filhos herdam as disposições e tendências dos pais, e imitam-lhes o exemplo, de modo que os pecados dos pais são praticados pelos filhos de geração em geração. Assim, a vileza e irreverência de Cam foram reproduzidas em sua posteridade, acarretando-lhe maldição por muitas gerações” – Patriarcas e Profetas, pág. 118).

Para finalizar esta seção, notemos que o relato sobre a maldição de Canaã tem sido arbitrariamente aplicado à África negra, e assim, utilizado como instrumento para justificar a escravidão e os preconceitos raciais. Alguns escravagistas chegaram ao absurdo de sugerir que Deus ordenou a escravidão da raça negra. Em relação a isso, observemos que foi Canaã, não Cam, que foi amaldiçoado (Gn 9:25). Assim, estender essa maldição a todos os descendentes de Cam viola o sentido explícito do relato bíblico. Torna-se evidente que essa maldição não se aplica à raça negra mas, sim, aos futuros inimigos de Israel, os canaaneus, notáveis por sua corrupção sexual. Levítico 18:2-23, por exemplo, identifica várias práticas sexuais ilícitas com os pecados dos cananeus. Assim, a maldição sobre Canaã não se pronuncia como punição por causa do pecado de Cam, seu pai. Antes, consititui-se em oráculo profético contra um futuro inimigo do povo de Deus, algo plenamente atestado pela história posterior dos canaaneus. Nota-se que a maldição sobre Canaã, não possui contornos raciais. Os cananeus recebem a maldição profética, não por serem uma raça diferente, mas por causa de sua depravação moral e dos deuses a quem adoravam. Não nos esqueçamos de Raabe, a mulher cananéia, que foi integrada ao povo de Deus.

Portanto, a maldição de Canaã deve ser interpretada dentro do contexto do Antigo Testamento e identificada como a vitória dos israelitas sobre os cananeus, habitantes da terra prometida. É totalmente errado aplicar esta maldição à África negra, a africanos ou afro-descendentes.

About these ads

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Homossexualismo, Perguntas e Respostas Bíblicas e marcado , . Guardar link permanente.

7 respostas para Cam, o filho de Noé, era homossexual?

  1. Raquel disse:

    Os 350 de Noé, passado o dilúvio, foram em silêncio? Isso é significativo? Tantos anos de vida sem utilidade manifesta a queda moral de Noé? Deixou ele de ter vida com Deus, ou seja andar com Deus? Deus deixou de falar com ele devido ao pecado da nudez?

  2. Percivaldo disse:

    Querido, vejo que a respeito desse silencio que a biblia nao narra sobre a vida de Noé após o incidente da nudez, dá-se devido a ampla historia das promessas e conquistas da nação de Israel que no decorrer da historia seria formada. Se a biblia fosse contar com detalhes todas as historias dos seus personagens, ela perderia a essencia da ineterpretação e ficaria muito massante. Essa é a minha opinião

  3. albiane dias disse:

    Sem comentarios… como alguem pode levantar uma questão dessas!!!!????
    Naquele tempo as pessoas tinham algo que não existe hoje: moralidade, vegonha na cara… Não era normal um filho ver os pais nús… existia respeito…
    Estamos tão acostumados com a imoralidade que reina no mundo que para alguns é anormal um filho não poder ver o pai nú!!

  4. Vitor Cristino Silva disse:

    Comentário Vitor Cristino:
    Difícil de saber e confirmar, vez que variações ocorrem quando há interpretação e tradução de contextos antigos, gerando assim, confusões para leitores nos dias de hoje. Porém, é válido ater que quando a maldade passou a ser operada, certamente o homem na figura do ser humano em geral passou a ser alvo das exposições que o envergonhariam, tornando assim, constante ponto foco da maleficência que na oportunidade o impulsionaria e nos dias atuais, impulsiona à queda. Mas não quer dizer também, que eles tenham sido pessoas dadas à prática de homossexualismo, por apresentarem alegria ou a nudez propriamente dita, vez que, sempre que qualquer pessoa excede em consumo de líquidos embebedantes, isso, em fatos de todos os tempos, variavelmente, o que ocorre é uma mudança de atitude que foge a normalidade, podendo deliberar alegria espontânea, agressividade, desconexão da boa fluência vocabular, demonstração de brutalidade, aumento ou redução de crença em alguma coisa, separação da mente consciente aos atos descontrolados do corpo e seus ímpetos, etc… Foi um conto transcrito que gerou e poderá gerar mais confusões, principalmente para os oportunistas que defendem interesses contra as formas naturais das coisas! Eu acredito, que a maldade estava e está sendo operada por forças contrárias ao propósito daqueles personagens, que num momento de fragilidade humana, caíram na indicação do mal, mas quanto a esses referenciados, eu entendo que não tinha afinidades, com pessoa do mesmo sexo não!
    Comentário de Cristino de Lagamar-MG…

  5. rogerio ramos disse:

    rendo graças a Deus que existem pessoas como os autores do blog do setimo dia, porque esclarecem com a mente divina o entendimento das sagradas escrituras, e nao de forma levianica e satanica.Temos todos em comum um inimigo Satanas que inveja a palavra de DEUS.

  6. Núbia Perets disse:

    Estar nu significa estar destituído da verdadeira glória do Pai. Adão disse: ouvimos a tua voz no jardim e porque nu tive medo e me escondi; isto é, o pecado nos impõe medo e vergonha. moisés ficou com vergonha quando a glória passageira esvaía-se e cobriu o rosto. o Machiah disse: mas não sabes que és pobre, cego e nu(destituído da glória do Pai). Aglória do Pai é o cobre a nossa vergonha. (o corpo espiritual luminoso).

  7. Charley disse:

    Quando noé amaldiçoa Canaã, eu cheguei a pensar que poderia ter sido um erro na tradução, pois foi CAM quem o viu nu. Então pelo que eu entendi noé amaldiçoa realmente Canaã

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s