Vigiar, orar, trabalhar

Convém que Eu faça as obras dAquele que Me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar. João 9:4.

Pudesse o livro-mestre do Céu ser aberto diante de nós, e ficaríamos grandemente surpreendidos com a grande proporção de cristãos professos que não contribuem realmente em nada para a edificação do reino de Cristo, que não desenvolvem nenhum esforço para a salvação de pessoas. Tais pessoas são servos negligentes. Muitos dos que Se acham satisfeitos com não fazerem muito bem, lisonjeiam-se de não estar causando nenhum dano enquanto não se opõem aos obreiros sinceros e diligentes. Essa classe, todavia, está ocasionando muito mal por seu exemplo.

servo negligente não foi condenado pelo que fizera, mas pelo que deixara de fazer. Não há mais perigoso inimigo para a causa de Deus do que um cristão indolente. Um profano declarado causa menos mal; pois não ilude a ninguém, parece o que é, um cardo, um espinho. Os que nada fazem são maior obstáculo. Os que não aceitam encargos, que se esquivam a responsabilidades menos aprazíveis, são os primeiros a serem apanhados nas malhas de Satanás, os primeiros a emprestar sua influência a uma orientação errada.

Vigiai, orai e trabalhai — tal é a senha do cristão. Ninguém se escuse do trabalho pela salvação das pessoas. Ninguém se iluda crendo que coisa alguma é deles requerida. Não se exige menos de quem quer que seja do que o que foi esperado do servo que possuía um só talento.

Há trabalho a ser feito para Cristo em nossa família, na vizinhança, em toda parte. Pela bondade para com os pobres, os enfermos, ou os que foram privados de queridos, podemos obter certa influência sobre eles, de modo que a verdade divina lhes encontre acesso no coração. Acham-se em toda parte oportunidades para ser útil. Todos quantos se acham possuídos do Espírito de Cristo demonstrar-se-ão ramos frutíferos da Videira viva.

Cabe-nos preparar o registro que desejamos encontrar no além. Quereríamos que suas páginas se enchessem com a história de diligente esforço em prol de Deus e da humanidade? Sigamos as pegadas dAquele que declarou: “Convém que Eu faça as obras dAquele que Me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar”. João 9:4.

Ellen G. White, Nossa Alta Vocação, pág. 299.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nossa Alta Vocação e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s