O plano divino para manutenção da obra

A alma generosa prosperará, e quem dá a beber será dessedentado. Provérbios 11:25.

Fez o Senhor a proclamação do evangelho depender da consagrada aptidão e das dádivas e ofertas voluntárias do Seu povo. Conquanto tenha convocado homens para pregar a Palavra, tornou Ele privilégio de toda a igreja participar da obra pela contribuição de seus meios para a sua manutenção. E ordenou-lhes Ele também que cuidassem dos pobres, como representantes Seus. O dízimo de todas as nossas rendas o Senhor reivindica como Lhe pertencendo, para ser dedicado unicamente à manutenção dos que se entregam à pregação do evangelho. E além disso pede-nos Ele dádivas e ofertas para Sua causa, bem como para suprir as necessidades dos pobres.

O Senhor está sempre a conceder Suas bênçãos e misericórdias aos homens. Se Ele retirasse esses dons, pereceríamos. A todo momento cogita Ele de Sua família humana. “Faz que o Seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos.” Mateus 5:45. Dá-nos Ele “tempos frutíferos, enchendo de mantimento e de alegria o vosso coração”. Atos dos Apóstolos 14:17. É Deus quem dá aos homens poder para conseguir abastança. O pensamento ativo e sutil, a habilidade de planejar e executar, dEle procedem. É Ele quem nos abençoa com saúde, abrindo-nos caminhos para adquirirmos meios, mediante o diligente uso de nossas faculdades. E diz-nos Ele: “Parte do dinheiro que te possibilitei ganhares, é Minha. Põe-na no tesouro em forma de dízimos, em dádivas e ofertas, a fim de que haja mantimento em Minha casa — para que haja algo para sustentar os que levam ao mundo o evangelho de Minha graça.”

Poderia Deus ter promovido Sua causa no mundo e provido meios aos pobres, sem a cooperação do homem. Pede Ele nosso serviço e dádivas, não só para assim manifestarmos nosso amor a Ele e a nossos semelhantes, mas porque o serviço e sacrifício para o bem dos outros fortalecerá o espírito de beneficência no coração do doador, unindo-nos mais Àquele que, sendo rico Se fez pobre, para que por Sua pobreza enriquecêssemos. E é só quando assim imitamos o exemplo do Salvador, que nosso caráter se desenvolverá à Sua semelhança.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 311.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nos Lugares Celestiais e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s