Descobrindo nossas raízes

Porque todas as coisas Tu criaste, sim, por causa da Tua vontade vieram a existir e foram criadas. Apoc. 4:11.

Alex Haley passou mais de uma década procurando por suas raízes nos três continentes. Ele costurou os retalhos da história da sua família através dos séculos, a qual foi passada de boca em boca e por meio de registros do censo e de testamentos da família.

Com o tempo, ele descobriu que no ano de 1767, um ancestral seu fora seqüestrado no rio Gâmbia, na África, e transportado em um navio escravo britânico para Annapolis, Maryland e, em 1768, vendido para John Waller, de Richmond, Virgínia. A história dessa busca iniciada por Alex Haley fez com que milhões de outras pessoas passassem a buscar sua própria identidade. Estudos genealógicos tornaram-se muito populares.

Quais são as minhas raízes? Quais são as suas? Até as raízes de Haley vão mais fundo do que a pesquisa dele revelou. Através de Jesus, o falecido Sr. Haley não foi apenas um descendente de escravos – ele foi um filho de Deus. Nossa identidade tem suas raízes na origem da vida. O Apocalipse revela uma cena celestial maravilhosa. Seres celestiais estão louvando a Deus na sala do trono do Universo. Seus cânticos ecoam pelos Céus: “Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque todas as coisas Tu criaste, sim, por causa da Tua vontade vieram a existir e foram criadas.” Apoc. 4:11.

Não somos um acidente genético. Nem um capricho da natureza. Somos filhos de Deus, formados por um amoroso Criador. “Pois nEle vivemos, e nos movemos, e existimos.” Atos 17:28.

A vida é uma dádiva de Deus. Cada respiração, cada batida do coração, cada segundo de vida flui do coração de um Pai de amor. Não criamos a nós mesmos. Não determinamos nossa existência. Existimos pela vontade de Deus, que tem um plano para nossa vida.

Hoje, podemos louvá-Lo pelo dom da vida. Podemos louvá-Lo como nosso amoroso Criador e bondoso Pai. Não somos órfãos sem lar nem escravos acorrentados. Somos filhos de Deus, e ninguém neste mundo pode tirar isto de nós.

Pr. Mark Finley – Sobre a Rocha.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Sobre a Rocha e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Descobrindo nossas raízes

  1. Essa pregação foi linda. Me tocou. Gostei muito do seu cantinho, espero sua visitinha e seu recadinho no meu, tem até promoção lá.

  2. Missionario Eufemio Venegas disse:

    Meus amados, hoje senti falta de vossos estudos, eles nos fortalecem espiritualmente. Deus os abenoe Miss. Eufemio

    Date: Sat, 13 Oct 2012 15:31:19 +0000 To: misseufemiovenegas@hotmail.com

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s