Ninguém isento de tristeza

Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando estou fraco, então, sou forte. 2 Coríntios 12:10.

O cristianismo não promete isenção de tristezas. “Por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus.” Atos dos Apóstolos 14:22. É necessária a fé, forte, confiante fé, que creia que Deus não há de permitir sobrevenham a Seus filhos tentações tão grandes que não as possam suportar. O que semelhante fé tem poder para fazer é-nos dito por Paulo em sua carta aos hebreus. Falando dos que, em face de perseguição e morte, mantiveram inabalável confiança em Deus, diz Ele:

“Os quais, pela fé, venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões, apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fugida os exércitos dos estranhos. As mulheres receberam, pela ressurreição, os seus mortos; uns foram torturados, não aceitando o seu livramento, para alcançarem uma melhor ressurreição; e outros experimentaram escárnios e açoites, e até cadeias e prisões. Foram apedrejados, serrados, tentados, mortos a fio de espada; andaram vestidos de peles de ovelhas e de cabras, desamparados, aflitos e maltratados.” Hebreus 11:33-37.

Neste mundo, aqueles heróis da fé foram considerados indignos de viver; mas no Céu acham-se registrados como filhos de Deus, dignos da mais alta honra. “Comigo andarão de branco”, declara Cristo; “porquanto são dignas disso.” Apocalipse 3:4. Nos lugares celestiais aguarda-os um “peso eterno de glória”. 2 Coríntios 4:17. “Portanto, nós também, pois, que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço e o pecado que tão de perto nos rodeia e corramos, com paciência, a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus, autor e consumador da fé.” Hebreus 12:1, 2. “Nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente, não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.” 2 Coríntios 4:17, 18.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 274.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nos Lugares Celestiais e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s