O cristão compassivo

Aí vem o príncipe do mundo; e ele nada tem em Mim. João 14:30.

Em todos os hábitos de Sua vida, o Salvador deu um exemplo do que Deus almeja que seja Sua igreja na Terra. Contai isto ao povo. Cristo deseja apresentar Sua igreja diante do Pai sem mancha nem defeito.

Desde Seus primeiros anos, a vida do Salvador foi de pobreza. Os dias de Sua meninice foram passados em labuta. Trabalhando junto ao banco de carpinteiro, suportando os encargos que recaíam sobre Ele como membro da família, muitas vezes ficou cansado. Viveu numa época corrupta. Mas não Se deixou corromper pelo mal que O circundava, nem influenciar-Se pelo caráter dos que eram artificiais e maus. Nos campos abertos e entre as cenas da natureza Ele encontrava descanso da labuta e alimento para a vida espiritual. Olhando além da superfície, adquiriu conhecimento dos mistérios da natureza que O enchiam de paz e alegria.

Durante os anos de Seu ministério público, o Salvador foi continuamente vigiado por homens astutos e hipócritas. Os espias iam constantemente ao Seu encalço a fim de captar alguma coisa de Seus lábios que pudessem usar para suscitar preconceito contra Ele. Muitas vezes procuraram fazer com que parecesse culpado de algum erro. Houve ocasiões em que Lhe armaram ciladas, fazendo-Lhe perguntas cujas respostas esperavam usar para causar Sua condenação pelo povo. No entanto, em toda tentativa foram compelidos a retirar-se confundidos; suas ações eram reveladas em seu verdadeiro aspecto pelas respostas de Cristo. Os discursos do Salvador apresentavam a verdade com poder às multidões que ouviam. Até mesmo os homens que foram enviados para vigiar Suas ações viram-se obrigados a voltar com o seguinte relato para aqueles que os haviam enviado: “Jamais alguém falou como este Homem.” João 7:46.

Seja vossa conversação dotada de graça, pois Cristo presta atenção às palavras que proferis. Seja a compaixão de uns para com os outros vinculada com tudo o que dizeis, e então revelareis o caráter de Cristo. As maneiras de Cristo eram brandas e despretensiosas. Como Seus seguidores devemos participar de Sua natureza. Precisamos aprender diariamente do grande Mestre, para que a atmosfera que circunda a pessoa esteja repleta de vida espiritual.

Ellen G. White, Cuidado de Deus, pág. 259.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em O Cuidado de Deus e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s