Cânticos de experiência – 6

Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado. Sal. 34:18.

A vida de Louisa mudou de um instante para o outro. Em um momento, ela estava deitada ao sol, ouvindo as ondas do mar quebrarem-se na praia de Long Island; no momento seguinte, ela estava horrorizada. Ela e o marido, junto com a filha de 4 anos, ficaram petrificados quando ouviram os tétricos gritos de um menino que se afogava. O marido de Louisa tentou salvá-lo, mas o menino o puxou para debaixo d’água. Ambos se afogaram, enquanto Louisa e sua filhinha olhavam em pavorosa agonia.

Louisa Stead era uma imigrante. Ela e o seu marido tinham vindo recentemente para Nova Iorque com a filha em busca de uma vida melhor. Agora, ela se sentia uma mulher estranha, em uma terra estranha, sem familiares, sem amigos e sem apoio. Ela não tinha ninguém para ajudá-la, a não ser o Senhor. Ela e a filha viviam na mais completa pobreza. Às vezes, não tinham quase nada para comer. Uma manhã, todos os seus recursos chegaram ao fim. Já não havia comida nem dinheiro. Depois de fervorosamente buscar o Senhor, Louisa abriu a porta da frente da sua casa. Para sua surpresa, ela descobriu que alguém havia deixado comida e dinheiro em sua escada. Com profunda gratidão, ela escreveu este hino:

“Que prazer é ser de Cristo, / nEle crer e confiar / aceitar os Seus ensinos, / Sua paz e amor gozar! / Cristo! Cristo! Já confio / em Teu nome, em Teu poder. / Cristo! Cristo, bem-amado, / faze em mim a fé crescer!” – HASD, nº 271.

A vida de confiança é um prazer. Ela nos alivia de toda a massacrante ansiedade. Ela nos livra da preocupação paralisante. Ela afasta a escuridão deprimente que tira o brilho dos nossos olhos e a alegria de nossa alma. “Quando, pela fé nos apoderarmos de Sua força, Ele mudará, mudará maravilhosamente a mais desesperada e desalentadora perspectiva. Assim fará, para a glória de Seu nome.” – Testemunhos Para a Igreja, vol. 8, pág. 12.

Assim como Louisa, também nós podemos viver uma vida de prazerosa confiança. Nas circunstâncias difíceis da vida, também nós poderemos cantar: “Sim, feliz eu sou em Cristo, / dEle aqui desejo ser; / quero, pois, humildemente, / ao Senhor obedecer.”

Pr. Mark Finley – Sobre a Rocha.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Sobre a Rocha e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s