O porquê da tentação

Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que vos não deixará tentar acima do que podeis; antes, com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar. 1 Coríntios 10:13.

Que é a tentação? É o meio pelo qual os que afirmam ser filhos de Deus são experimentados e provados. Lemos que Deus tentou a Abraão, que tentou os filhos de Israel. Isto quer dizer que Ele permitiu que ocorressem circunstâncias que lhes provassem a fé, e os levou a buscarem dEle o auxílio. Deus permite que tentações sobrevenham aos Seus filhos hoje, a fim de que reconheçam que Ele é seu ajudador. Se se chegarem a Ele quando são tentados, Ele os fortalece para vencerem a tentação.

Inúmeras tentações virão sobre nós, pois assim seremos provados durante o tempo de graça. Esse é o provar de Deus, a revelação de nosso próprio coração. Não há pecado em ser tentado; o pecado, porém, se verifica quando cedemos à tentação.

Abraão atestou sua obediência a Deus quando, com Isaque ao seu lado, seguiu seu caminho, em cumprimento da ordem: “Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá; e oferece-o ali em holocausto.” Gênesis 22:2. Foi permitido que Jó sofresse; foi tentado severamente; mas não expressou uma palavra contra Deus. Durante a vida de Cristo na Terra os escribas e fariseus, instigados por Satanás, tentaram-nO de todos os modos possíveis. Ele, porém, jamais permitiu que essas tentações O desviassem do caminho da obediência. Quando Deus fala, obedeçamos, não importa quanto o inimigo nos tente a desobedecermos; pois o caminho da obediência é o único caminho seguro.

O exemplo de Cristo mostra-nos que nossa única esperança de vitória está em resistirmos continuamente aos ataques de Satanás. Aquele que, no conflito com a tentação, triunfou sobre o adversário das pessoas, compreende o poder de Satanás sobre o gênero humano, e venceu em nosso favor. Como Vencedor, deu-nos Ele a vantagem de Sua vitória, a fim de que, em nossos esforços para resistir às tentações de Satanás, uníssemos nossa fraqueza à Sua força, nossa desvalia aos Seus méritos. E sustidos por Seu poder perdurável, sob forte tentação, podemos resistir, em Seu nome Todo-poderoso, e vencer como Ele venceu.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 257.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nos Lugares Celestiais e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s