Alegria, sem leviandade

A bênção do Senhor é que enriquece, e Ele não acrescenta dores. Provérbios 10:22.

A alegria do cristão é produzida pela consideração das grandes bênçãos que desfrutamos por sermos filhos de Deus. … A aprazível iluminação da mente e do espírito pela certeza de que temos reconciliação com Deus, a esperança que temos da vida eterna por Cristo, e o prazer de ser uma bênção aos outros, tudo isso são alegrias que não trazem consigo tristeza.

Os que condescendem com zombarias, folganças, leviandades e vaidades do espírito, provindas de um viver superficial, vulgar, não têm fundamento sólido e real para a esperança e alegria no amor de Deus, e a crença da verdade. O espírito frívolo, insensato, folgazão, licencioso, não é a alegria que Paulo está ansioso de que os seguidores de Cristo possuam. Essas pessoas gastam o tempo em frivolidade e exagerada jovialidade. Passa o tempo, está perto o fim; entretanto não fizeram para si um bom fundamento para o tempo por vir, para que possam alcançar a vida eterna.

Não devemos encorajar aquela alegria que dissipa a reflexão, não deixa tempo para ponderar, e estabelece hábitos de leviandade e conversas vulgares que ofendem o Espírito Santo de Deus, inabilitando-nos para a contemplação do Céu e das coisas celestiais. Essa é a classe de pessoas que terá motivo para lamentar e chorar porque não estão preparados para as elevadas alegrias do Céu. São banidos da presença de Deus. Mas pela luz da presença de Deus, os justos são iluminados e tornados supremamente felizes.

Não é o que está ao nosso redor, mas o que está em nós; não o que temos, mas o que somos, que nos faz realmente felizes. Precisamos ter um fogo animado no altar de nosso coração; então consideraremos tudo numa luz feliz, animosa. Podemos ter a paz de Cristo. … Se formos obedientes, confiantes em Deus, como uma criança em sua simplicidade confia em seus pais terrestres, teremos paz — não a paz que o mundo dá, mas aquela dada por Jesus. … A vida, esta vida presente, terá muita animação se juntarmos as flores e deixarmos esquecidos os espinhos e cardos.

Introduzi a alegria do Céu em vossa vida. A luz do Céu, refletida em seus formosos encantos daqueles que se estão preparando para a trasladação, traz alegria à família celestial.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 250.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nos Lugares Celestiais e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s