Ele sabe o meu nome

Conta o número das estrelas, chamando-as todas pelo seu nome. Sal. 147:4.

Se Deus sabe o nome de cada uma dos bilhões de estrelas, certamente não Se esqueceu do nosso. Você já se sentiu só? Você já sentiu como se ninguém no mundo compreendesse o que você está passando?

Hagar era uma empregada doméstica na casa de Abraão. Deus prometera uma grande descendência a Abraão, mas sua esposa, Sarai, era estéril e idosa. Sara decidiu que ajudaria Deus a resolver aquele impasse, e ofereceu Hagar para seu esposo. A moça engravidou.

Mas a esposa estéril foi ficando com ciúme cada vez maior da serva grávida. Finalmente, Sarai a maltratou tanto que Hagar foi forçada a fugir.

Hagar encontrava-se na desértica estrada entre Cades e Berede. Ela estava totalmente só, sem ter para onde ir – e estava grávida. Naquele mar de areia, ela não era ninguém. Era uma escrava sem ninguém para quem trabalhar, uma futura mãe sem família, uma egípcia na selvagem Canaã.

Finalmente, a fadiga manifestou-se em meio às suas emoções. Hagar parou perto de um poço de água para descansar. Neste momento de total desespero e isolamento, alguém chamou-a pelo nome.

Quem poderia conhecê-la naquelas paragens desérticas? E quem poderia importar-se com ela? Um anjo do Senhor. Ele perguntou onde ela ia. Ela respondeu: “Estou fugindo.”

Deus, então, através do anjo, fez para Hagar a mesma promessa que fizera para sua ama. Ele disse: “Farei os seus descendentes por demais numerosos para serem contados.” Seu bebê seria um menino, que seria chamado Ismael, que quer dizer “Deus ouve”.

Foi assim que Hagar encontrou força para sobreviver. Ela voltou para Abraão e Sarai, teve o filho e tornou-se a mãe das nações árabes. Agora, Hagar sabia que Deus não estava lá em cima, nas estrelas, cuidando só de Abraão; Ele estava ali embaixo, no deserto, ao seu lado.

É isto que torna o Deus da Bíblia tão especial, particularmente para pessoas solitárias. Ele nos chama pelo nome. Ele não emite cartas impressas pelo computador. Ele não grita do topo das montanhas, apenas. Ele nos chama pelo nome – mesmo no deserto da solidão e do isolamento.

Deus sabe o nosso nome. Ele entende tudo a nosso respeito. E isso é uma notícia simplesmente maravilhosa.

Pr. Mark Finley – Sobre a Rocha.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Sobre a Rocha e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s