Temos grande valor

Que me amou e a Si mesmo Se entregou por mim. Gál. 2:20.

Tente, agora mesmo, imaginar a figura de Jesus com as mãos estendidas. Imagine aqueles pregos cruéis, enferrujados e rombudos sendo cravados em Sua tenra carne. Imagine os nervos e tendões esticados sobre a cruz. Imagine a dor atroz que se alastra pelos Seus braços e pernas ao Ele ser suspenso entre o céu e a terra. Imagine a coroa de espinhos empurrada sobre Sua cabeça e o sangue espesso brotando de Sua testa e correndo pela Sua barba. Veja os Seus olhos cheios de agonia. Ouça o Seu grito de aflição. Escute suas palavras de pesar. Sinta a dor que atravessa todo o Seu corpo.

Apesar de tudo isso, o Seu sofrimento físico, por mais doloroso que fosse, constitui apenas uma fração do Seu real sofrimento. A culpa do mundo, a qual Ele levou, O separa do Seu amoroso Pai. Ele é julgado como um pecador – desprezado, condenado e acusado. Na cruz, Ele está sozinho. Ele sente Sua própria alma sendo dilacerada. Separado do Pai, Ele pende na cruz, agonizante. Por que sofreu assim?

Ele experimentou a dor que os pecadores sentirão no fim do tempo, ao estarem totalmente separados de Deus. Ele sente o que é estar perdido. Naquelas horas agonizantes na cruz, Ele absorve em Si mesmo toda a vergonha e degradação do pecado.

Naquele momento tenebroso, Jesus não Se vê atravessando a porta do sepulcro. Ele vê apenas a escuridão da sepultura e os horrores da morte. Mas Ele está disposto a passar por tudo isso por você e por mim. O Calvário brada para nós: “Vocês têm valor! Vocês são Meus por Eu tê-los criado. Eu os fiz. Eu os moldei. Vocês são Meus por meio da redenção. Vocês são mais do que pele cobrindo ossos.”

O Calvário revela a imensidão do amor de Deus. Gosto da maneira como o poeta Frederick William Faber se expressa:

“O amor de Deus é mais vasto
Que a medida da mente do homem.
O coração do Eterno é o mais maravilhoso e bondoso.”

O Seu cálido coração quebranta o meu frio coração de pedra, e eu ajoelho-me diante dEle em louvor.

Pr. Mark Finley – Sobre a Rocha.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Sobre a Rocha e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s