Ondas de bênçãos

Vós sois o sal da Terra; e, se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta, senão para se lançar fora e ser pisado pelos homens. Mateus 5:13.

Estas palavras foram dirigidas a uns pobres e humildes pescadores. Sacerdotes e rabis achavam-se entre os ouvintes, mas não eram endereçadas a eles. … Por essas palavras de Cristo obtemos alguma idéia do que constitui o valor da influência humana. Destina-se a cooperar com a influência de Cristo, para erguer onde Cristo ergue, para comunicar princípios corretos e deter o progresso da corrupção do mundo. Deve difundir a graça que só Cristo pode comunicar. Deve levantar, suavizar a vida e o caráter dos outros, pelo poder de um exemplo puro, unido a fervorosa fé e amor. Deve o povo de Deus exercer no mundo um poder preservador e reformador. Devem combater a destruidora e corruptora influência do mal.

No seguimento de vossa vida, haveis de encontrar aqueles cuja sorte está bem longe de ser fácil. Labutas e privações, sem esperança de coisas melhores no futuro, torna-lhes pesado o fardo. … Gastos pelos cuidados, e opressos, não sabem para onde se volver, em busca de alívio. Ponde o coração inteiro na obra de ajudá-los. Não é propósito de Deus que Seus filhos se fechem dentro de si mesmos. Lembrai-vos de que para eles, como para vós, Cristo morreu. Estendei-lhes uma mão ajudadora. … Fazei uma regra nunca pronunciar uma palavra de dúvida ou desânimo. Muito podeis fazer para iluminar a vida dos outros e fortalecer-lhes os esforços, por palavras de santa animação.

O mais humilde e pobre dos discípulos de Jesus pode ser uma bênção aos outros. Pode não reconhecer que está fazendo um bem especial, mas por sua influência inconsciente pode pôr em movimento ondas de bênçãos que hão de ampliar-se e aprofundar-se, e talvez não venha a saber dos benditos resultados senão no dia da recompensa final. Não se requer dele que se afadigue com ansiedades acerca do êxito. Tem que, apenas, prosseguir calmamente, fazendo com fidelidade a obra que a providência de Deus lhe designa, e sua vida não será em vão. Seu espírito se tornará mais e mais semelhante ao de Cristo; ele é cooperador de Deus nesta vida, habilitando-se assim para a obra mais elevada e a serena alegria da vida por vir.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 244.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nos Lugares Celestiais e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s