Demonstrando o amor de Cristo

Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros. Romanos 12:10.

Não devemos permitir que nos tornemos absortos em nós mesmos, esquecendo-nos assim dos direitos de Deus e da humanidade sobre nós. … Deus deseja que sejamos mais bondosos, mais afetuosos e amáveis, menos críticos e suspeitosos. Oh, que todos tivéssemos o espírito de Cristo, e soubéssemos como tratar com os nossos irmãos e semelhantes!

Temos de esquecer-nos a nós mesmos, em amoroso serviço pelos outros. … Podemos esquecer-nos de algum ato de bondade que façamos; poderá apagar-se de nossa memória; a eternidade, porém, fará sobressair em todo o seu brilho cada ato feito em favor da salvação de pessoas, cada palavra proferida para conforto dos filhos de Deus; e esses atos praticados por amor de Cristo serão parte de nossa alegria através de toda a eternidade.

Quando seguimos para com os nossos irmãos qualquer procedimento que não seja de bondade e cortesia, seguimos um procedimento não cristão. Devemos demonstrar cortesia no lar, na igreja, e em nosso trato com todos os homens. Especialmente, porém, devemos manifestar compaixão e respeito para com os que estão dedicando a vida à causa de Deus. Devemos exercer aquele precioso amor que é sofredor, é benigno: que não é invejoso, não trata com leviandade, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal. … Se Jesus reinar no coração, haverá delicado amor, e seremos ternos e verdadeiros uns aos outros.

Não deveis dar ocasião à crítica. Um instante de impertinência, uma única resposta descortês, a ausência de polidez e cortesia cristãs em alguma questão de pouca monta, pode resultar na perda de amigos, na perda da influência. Deus deseja que vos apresenteis na melhor maneira possível sob todas as circunstâncias — em presença dos que vos são inferiores, assim como na presença de iguais e superiores. Devemos ser seguidores de Cristo em todos os tempos, buscando Sua honra, buscando representá-Lo devidamente de todos os modos.

Deixai que o eu se perca de vista, e permiti que Jesus apareça como O que é totalmente desejável. Devemos buscar viver unicamente para Sua glória, não para que os homens nos louvem.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 235.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nos Lugares Celestiais e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s