Glória a Deus em meio às provações

Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações. Tia. 1:2.

O jovem Claude de Praet passou cinco longos dias na prisão, antes de saber quais eram as acusações contra ele. Finalmente, na manhã do sexto dia, o carcereiro abriu a cela de Claude e o escoltou até a sala de interrogação. Três juízes estavam ali assentados em cadeiras com altos espaldares. Um escrivão esperava, com caneta e papel na mão, para anotar a declaração do prisioneiro. O oficial de justiça começou o interrogatório.

Claude estava sendo julgado por tão-somente uma razão. Suas crenças eram diferentes daquelas da Igreja/Estado. Ele aceitava a autoridade da Bíblia em vez da autoridade da Igreja. Ele cria que a salvação era através de Cristo Jesus, e não através dos sacramentos da Igreja.

Esse interrogatório aconteceu em 1556, na cidade de Gent, no que hoje é a Bélgica. Nós encontramos algo surpreendente acerca da fé desse homem nas cartas que ele conseguiu enviar da prisão. Falando sobre o seu julgamento, ele disse: “Meu coração arde no meu peito com alegria para com o Senhor, meu Deus, de maneira que todas as minhas dificuldades e ansiedades foram retiradas de mim, assim como o pó que varro das ruas.”

O que fez essa diferença? Ele estava feliz por poder testemunhar sobre o que Deus fizera em sua vida. Cada provação é uma oportunidade de testemunhar sobre a bondade de Deus. Podemos dar um testemunho positivo a favor de um Senhor que nos sustém, mesmo nos momentos difíceis da vida.

Claude de Praet viu o seu julgamento naquela corte como uma oportunidade de falar de Cristo. Você está enfrentando alguma provação difícil hoje?

Se abordarmos cada uma das dificuldades da vida a partir da perspectiva de trazer glória a Deus, nossas provações se tornarão um canal para testemunhar. Que a oração de cada coração seja: “Senhor, ensina-me a ver em cada provação uma oportunidade de trazer glória ao Teu nome.”

Pr. Mark Finley – Sobre a Rocha.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Sobre a Rocha e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s