Os suaves zéfiros do Laodiceanismo

Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a Minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo. Apoc. 3:20.

O mar estava revolto na ocasião da viagem de Paulo para Roma. Era perigoso navegar. Paulo instou com o capitão para que buscassem refúgio em um lugar chamado Bons Portos. O restante da tripulação estava nervoso e insistiu com o capitão para que seguissem navegando. Soprava uma brisa suave chamada de zéfiro. O capitão e a tripulação foram embalados por aquela brisa. Sentiram-se seguros. Acreditaram que eram capazes de enfrentar qualquer tempestade. A brisa suave logo se transformou em ventos tempestuosos. Somente a providência divina pôde salvar a embarcação.

Brisas suaves e mornas dão sono. Da mesma forma, Laodicéia é um estado de letargia espiritual.

Faz algum tempo, visitei Laodicéia, na Turquia Central. Laodicéia era um próspero centro comercial nos dias de João. Sua população era de mais de 100.000 habitantes. Seus negócios bancários faziam inveja ao mundo romano. Quando um terremoto destruiu parte da cidade, em meados do primeiro século, os orgulhosos laodiceanos recusaram a ajuda de Roma. Eles mesmos quiseram reconstruir a cidade.

Laodicéia era o centro da moda. Sua especialidade era a produção de artigos de lã. Laodicéia era também um centro médico onde se produzia um ungüento para os olhos e ouvidos. Os orgulhosos habitantes de Laodicéia tinham tudo o que precisavam. Eles estavam convencidos de que nenhuma cidade se comparava à deles.

A mensagem do revelador, João, para a igreja de Laodicéia fala com relevância para a igreja de Deus, hoje. Sua mensagem fala ao orgulho espiritual, humilhando o coração. Deus diz: “Pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu.” Apoc. 3:17.

Viver em função do eu é a essência do laodiceanismo. Por isso, Deus deseja que cada um de nós tenhamos uma experiência vital nova com Ele. Deseja encher nosso coração, guiar nossos pensamentos e moldar nossa mente. Não permita que você fique espiritualmente sonolento. Cristo é o centro do nosso coração, nossa vida, e tudo o que somos é a única resposta à sombria e triste religião de Laodicéia.

Pr. Mark Finley – Sobre a Rocha.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Sobre a Rocha e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s