O vento gelado do formalismo

Este povo honra-Me com lábios, mas o seu coração está longe de Mim. Mat. 15:8.

As mais severas repreensões pronunciadas por Jesus foram contra o formalismo dos fariseus. Ele os chamou de “sepulcros caiados… cheios de ossos”. Mat. 23:27. Disse que eles eram “hipócritas”, e meros atores. Ele disse ainda que eles eram sem entendimento (Mat. 15:16). O formalismo rígido era uma praga entre o povo de Deus no primeiro século e ainda é uma praga hoje.

O formalismo tem o foco no exterior em vez de no coração. Ele confere suprema importância para os rituais, cerimônias, forma e tradição, a ponto de obscurecer a adoração que vem do coração e do espírito. Quando os ventos gelados do formalismo sopram em nossa vida, passamos a enfatizar o exterior sem o interior. Há conformismo sem transformação, dever sem devoção, obrigação sem obsessão. O cristãos formais podem até ser manifestadamente corretos, mas não são apaixonadamente possuídos pelo Espírito de Cristo.

Jesus oferece algo melhor do que o formalismo frio. Ele nos oferece o Seu Espírito para habitar em nós. Ele nos oferece a Si próprio.

Anseio ver os ventos do Espírito soprando em nossas igrejas. Anseio ver um reavivamento da verdadeira piedade entre nós. Não podemos esperar um reavivamento genuíno sem fervorosa oração e sincero estudo da Bíblia. O Espírito habita em nosso coração através da Palavra. Todos os grandes e genuínos reavivamentos da História tiveram a Palavra como alicerce.

Muitas pessoas voltam-se para novas formas de adoração como resposta ao formalismo. Embora possam criar uma euforia temporária, elas não têm nenhum valor se não adoramos com o coração. A questão não é tanto a forma de adoração, mas o coração do adorador. Deus nos convida a adorarmos com o coração transbordante de um novo apreço por Ele, através de Sua Palavra.

Com Jeremias, dizemos: “Achadas as Tuas palavras, logo as comi; as Tuas palavras me foram gozo e alegria para o coração, pois pelo Teu nome sou chamado, ó Senhor, Deus dos Exércitos.” Jer. 15:16.

Pr. Mark Finley – Sobre a Rocha.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Sobre a Rocha e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para O vento gelado do formalismo

  1. Esse é o grande problema dos cristãos, o formalismo. Ser formal, está formal, usar formalidade e querer que os outros sejam formais. Muito hoje da obra não avança pq nós nos tornamos tão formais que não percebemos. Muitas vezes em conversas com meus filhos exijo deles a formalidade, porém percebo q somente através de estarmos envolvidos no que eles pensam, é que consigo algo em troca. As vezes num corta de cabelo, as vezes em certos tipos de roupas, as vezes num gesto, as vezes na piadas e etc, sempre queremos as coisas do nosso jeito. E muitas vezes e quase todas as vezes não são do jeito que pensamos. Isso é uma verdade! Quantas vezes nós nos enganamos? Quantas vezes não é do jeito que pensamos? E muitas vezes cometemos atos, inflações e defeitos por não sermos mais tolerantes. A pressa torna-nos pessoas descuidadas. Até mais!

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s