Levar a Deus os problemas matrimoniais

Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez homem e mulher. Por isso, deixará o homem a seu pai e mãe e unir-se-á a sua mulher, e, com sua mulher, serão os dois uma só carne. Marcos 10:6-8.

Muitas vezes se realiza o casamento sem a devida consideração. Ninguém deve casar-se na incerteza. Se, porém, não foram bastante refletidos nesse assunto, e depois do casamento virem que há diferenças de caráter, e estão sujeitos a colher infelicidade em lugar de alegria, não insinuem eles um no outro a idéia de que seu casamento foi imprudente. … O mal sempre se torna pior se, quer a esposa quer o esposo, encontrando-se com alguém que lhe parece de espírito mais compatível, se aventura a segredar a essa pessoa de confiança os segredos da vida conjugal. O próprio ato de revelar o segredo confirma a existência de um estado de coisas que não seria de modo algum necessário se marido e esposa amassem a Deus supremamente. …

Em muitos casos onde se julga existirem essas dificuldades, a causa é imaginária. … Se marido e mulher conversassem francamente sobre o assunto, entre si, no espírito de Cristo, a dificuldade se sanaria. … Se amassem a Deus supremamente, seu coração estaria tão repleto do amor divino, e estariam tão satisfeitos, que não ficariam consumidos pelo desejo de que lhes fossem manifestados atos de afeição.

Muitos não têm entendido qual o verdadeiro dever da esposa para com o marido e deste para com aquela. O próprio eu torna-se todo-absorvente e Satanás… tem sua rede pronta para envolver a mente humana, de modo que fique tão enredada por imaginações humanas que pareça impossível à sabedoria humana desvencilhar as malhas tão bem tecidas de suas ciladas.

Mas, o que a sabedoria humana não pode fazer, a sabedoria de Deus pode, mediante a entrega a Deus da vontade, da mente, da alma, das forças, de todo o ser. Sua providência pode unir os corações por laços de origem celestial. Mas o resultado não será um mero intercâmbio exterior de afeição, em palavras doces e lisonjeiras. Haverá uma nova experiência; o tear do Céu tece com trama e urdidura mais fina, todavia mais firme do que os da Terra. O material não é mero tecido simples, mas um produto que suportará o uso e o teste da prova; coração se liga firmemente a coração, na magnífica união de um amor genuíno.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 209.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nos Lugares Celestiais e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Levar a Deus os problemas matrimoniais

  1. adriana disse:

    gostei muito do que esta escrito acima, me ajudou, pena que é pouco!

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s