Crucificando a carne

E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Gálatas 5:24.

Não somos de nós mesmos. Fomos “comprados por bom preço” (1 Coríntios 6:20), não “com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, … mas com o precioso sangue de Cristo” (1 Pedro 1:18, 19); “para que os que vivem não vivam mais para si, mas para Aquele que por eles morreu e ressuscitou”. 2 Coríntios 5:15.

Todos os homens foram comprados por este infinito preço. Derramando toda a riqueza do Céu neste mundo, dando-nos todo o Céu em Cristo, Deus adquiriu a vontade, as afeições, a mente, a alma de todo ser humano. Crentes ou incrédulos, todos os homens são propriedade do Senhor.

Esta expressão, “comprados por bom preço”, para nós significa tudo. Em consideração ao preço pago por nós, não deveremos entregar corpo e alma Àquele que nos comprou com Seu sangue? Não deverá aquilo que Ele redimiu ser mantido na mais pura e santa condição possível? Cristo nos remiu; nossa carne Ele salvou por preço infinito, dando a Sua pela vida do mundo.

As paixões baixas têm sua sede no corpo, e atuam por meio dele. As palavras “carne,” ou “carnal” ou “concupiscências carnais,” abrangem a natureza baixa, corrupta; a carne por si mesma não pode agir contra a vontade de Deus. É-nos mandado crucificar a carne, com suas paixões e concupiscências. Como o faremos? Deveremos infligir dores ao corpo? Não; mas sim matar a tentação ao pecado. Deve ser expulso o pensamento corrupto. Todo pensamento deve ser levado em cativeiro a Jesus Cristo. Todas as propensões animais devem ser submetidas às faculdades mais altas do intelecto. O amor de Deus deve reinar supremo; Cristo deve ocupar um trono não dividido. Nosso corpo deve ser considerado Sua possessão adquirida. Os membros do corpo devem tornar-se instrumentos de justiça.

Jesus será o ajudador de todos quantos nEle puserem a confiança. Os que se acham em ligação com Cristo, têm ao seu dispor a felicidade. Seguem o caminho a cuja frente vai o Salvador como guia, crucificando por amor dEle a carne com suas inclinações e concupiscências. Em Cristo fundaram suas esperanças, e as tempestades da Terra são impotentes para os abalar do firme fundamento.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 201.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nos Lugares Celestiais e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Crucificando a carne

  1. joselino disse:

    sou sempre abençoado por vossas publicações neste blog,medito nelas sempre que possivel e …nao para nao para nao para kkkkkkkkkk que o Deus Eterno vos abençoe seeeeeeeeeeeeeeempreeeeeeee! um forte abraço

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s