O cuidado do templo do corpo

Eu Te louvarei, porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado; maravilhosas são as Tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem. Salmos 139:14.

Disse o salmista: “De um modo terrível e tão maravilhoso fui formado.” Deus nos deu faculdades e poderes, da mente e do corpo, que todos temos o dever de conservar nas melhores condições. Se alguém enfraquecer suas faculdades mediante a condescendência com o apetite, diminui então seu poder de influência, tornando-se imperfeito. Unicamente pela custosa oferta feita sobre a cruz do Calvário, podemos compreender o valor da vida humana. Somos colocados em terreno vantajoso pelo remidor poder de Jesus Cristo, para alcançar libertação do cativeiro do pecado, ocasionado pela queda de Adão.

Devemos realizar o máximo possível, com a capacidade e talentos que nos foram confiados por Deus. Todos os que enfraquecem e destroem as faculdades físicas, mentais e morais mediante o comer pecaminoso, o trajar-se pecaminosamente, e a violação das leis da saúde em qualquer sentido, terão de prestar contas a Deus, por todo o bem que poderiam ter feito se tivessem observado as leis da saúde, ao invés de serem condescendentes consigo mesmos, descuidosos e negligentes quanto à casa em que vivem. … Diz Deus: “Não sois de vós mesmos.” 1 Coríntios 6:19. Sois propriedade de Deus. Vossa redenção custou a vida do Filho de Deus. … Todos devem considerar a grandeza do sacrifício feito. A Majestade do Céu, o Rei da glória, deseja que os homens e mulheres Lhe prestem um serviço de todo o coração.

Há profundeza de sentido nas palavras do apóstolo Paulo: “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:1, 2. Ninguém pode honrar a Deus se seguir um procedimento que traga nódoa sobre o corpo ou o espírito. Nosso sacrifício deve ser santo, sem mancha. Esse é o culto racional de todos. Somos obra das mãos de Deus, edifício de Deus.

Deus quer que O honremos com tudo que há em nós.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 195.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nos Lugares Celestiais e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s