Nada precioso demais para dar a Deus

Pela fé, Abraão, quando posto à prova, ofereceu Isaque; estava mesmo para sacrificar o seu unigênito aquele que acolheu alegremente as promessas. Hebreus 11:17.

A prova de Abraão foi a mais dura que pudesse sobrevir a um ser humano. Houvesse ele falhado nisso, e nunca haveria sido registrado como pai dos fiéis. … A lição foi dada para resplandecer através dos séculos a fim de aprendermos que não há coisa alguma preciosa demais para darmos a Deus. É quando consideramos todo dom como sendo do Senhor, para ser empregado em Seu serviço, que asseguramos a bênção celeste. Devolvei a Deus os bens que vos confiou, e mais vos será concedido. Guardai para vós mesmos esses bens, e não recebereis nenhuma recompensa nesta vida, e perdereis a recompensa da vida por vir. … Muitos há que nunca fizeram uma entrega sem reservas de si mesmos a Deus. Não têm justa idéia do infinito sacrifício feito por Deus para salvar um mundo arruinado. Caso Deus lhes falasse como falou a Abraão, não estariam suficientemente relacionados com Sua voz para reconhecer que Ele os estava convidando a fazer um sacrifício a fim de provar a profundidade de seu amor e a sinceridade de sua fé. A mancha da praga do egoísmo é tão contagiosa como a lepra. Os que entram nas cortes celestes precisam estar purificados de todo vestígio dessa praga.

O Senhor tem uma grande obra para fazermos, e convida-nos a olhar para Ele e nEle confiar, andar com Ele, falar com Ele. Convida-nos a fazer-Lhe entrega sem reservas de tudo quanto temos e somos, para que, quando nos chamar a fazer sacrifício por Ele, possamos estar prontos e voluntários para obedecer. Só fruiremos a plenitude da graça divina quando tudo dermos a Cristo. Só conheceremos o sentido da verdadeira felicidade ao conservarmos o fogo ardendo no altar do sacrifício. O Senhor legará o máximo, no futuro, aos que fizeram o máximo no presente. … Cada dia, sob circunstâncias várias, Ele nos prova; e em cada sincero esforço Ele escolhe Seus obreiros, não porque sejam perfeitos, mas porque estão dispostos a trabalhar abnegadamente para Ele, e vê que mediante ligação com Ele, podem alcançar a perfeição.

Ellen G. White, Nossa Alta Vocação, pág. 186.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nossa Alta Vocação e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s