O Deus surpreendente

Mas, no primeiro dia da semana, alta madrugada, foram elas ao túmulo, levando aromas que haviam preparado. E encontraram a pedra removida do sepulcro. Luc. 24:1 e 2.

O dia começou como sempre. O Sol nasceu, os pássaros gorgeavam, os galos cantavam e os macacos guinchavam. As pessoas acordaram, se espreguiçaram, bocejaram, levantaram-se e tomaram seu desjejum composto de pão torrado e peixe seco. As duas Marias correram ao sepulcro de Jesus, para uma tarefa comum. Não foi a esperança que as levou até ali naquela manhã; foram dever e devoção. Elas não esperavam nada em troca. Afinal, o que um morto poderia oferecer?

Maria sabia que aquela tarefa precisava ser feita. O corpo de Jesus tinha de ser preparado para o sepultamento. Nenhum discípulo se apresentou para fazer aquele trabalho. Leprosos que foram limpos, enfermos que foram curados, pecadores perdoados não ofereceram apoio. As duas Marias decidiram fazer o serviço, pelo simples prazer de servir.

Há ocasiões em que se espera que amemos sem esperar nada em troca. Às vezes, somos chamados a dar para pessoas que nunca agradecerão. Há ocasiões em que Deus nos diz para perdoar quem nunca vai nos perdoar. Às vezes, temos de chegar cedo e sair tarde sem que ninguém repare em nós. Ou fazemos uma tarefa simplesmente porque ela precisa ser feita.

Deus viu as lágrimas daquelas mulheres naquela manhã. Ele conhecia sua dedicação e as recompensou, fazendo algo surpreendente. Em um dia comum, elas encontraram o Senhor ressurrecto. E transbordaram felicidade. Cristo estava vivo! Ao saírem dali, para contar aos discípulos, Jesus as encontrou e lhes disse para que se alegrassem. Ele ressuscitara (Mat. 28:9).

Tente captar o impacto desse pensamento. Duas mulheres, na rotina diária de tarefas comuns, encontram-se face a face com o Senhor vivo. Que Deus de bênçãos inesperadas! Você pode encontrá-lo hoje, em meio às atividades rotineiras da vida. Quando servimos por amor, aquecemos o coração e podemos encontrá-Lo também. Ele sempre está perto, com as mãos cheias de bênçãos.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Sobre a Rocha e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s