Palavras graciosas

A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um. Colossences 4:6.

A cortesia é uma das graças do Espírito. É um atributo do Céu. Os anjos jamais se precipitam num ato apaixonado, nunca são invejosos nem egoístas. Nenhuma palavra áspera ou descortês lhes escapa dos lábios. Se devemos ser companheiros dos anjos, nós também temos de ser educados e corteses.

A verdade de Deus destina-se a elevar o que a recebe, educar-lhe os gostos e santificar-lhe o juízo. Homem algum pode ser cristão sem ter o espírito de Cristo; e se tem o espírito de Cristo, isto será manifesto numa disposição cortês, educada. Seu caráter será santo, suas maneiras corretas, suas palavras sem engano. Nutrirá o amor que não se irrita, que é sofredor e benigno, que tudo espera e tudo suporta. …

Os que professam ser seguidores de Cristo, sendo ao mesmo tempo rudes, descorteses, grosseiros em palavras e no comportamento, não aprenderam de Jesus. … A conduta de alguns professos cristãos é tão falta de bondade e cortesia, que é blasfemado o seu bem. Romanos 14:16. Talvez não se deva duvidar de sua sinceridade, nem pôr em dúvida sua retidão; mas sinceridade e retidão não expiam a falta de bondade e cortesia. O cristão deve ser compassivo assim como verdadeiro, misericordioso e cortês assim como íntegro e honesto. …

A verdadeira cortesia, de combinação com a verdade e justiça, torna a vida não só útil, mas bela e fragrante. Palavras bondosas, olhares de simpatia, semblante animoso, lançam em torno do cristão um charme que torna sua influência quase irresistível. No esquecimento de si, na luz, na paz e felicidade que está constantemente a conceder aos outros, ele encontra verdadeira alegria.

Sejamos esquecidos de nós, sempre à espreita de ocasião para animar a outros, aliviar-lhes os fardos por atos de terna bondade e de amor abnegado. Deixai por falar aquela palavra descaridosa; deixai que aquele egoísta menosprezo da felicidade dos outros ceda lugar a amorosa simpatia. Essas atenciosas cortesias, começando no lar, e estendendo-se para muito além do círculo doméstico, vão longe para perfazer a soma da felicidade da vida, e sua negligência constitui não pequena parte da miséria da vida.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 183.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nos Lugares Celestiais e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s