O ouro do caráter cristão

Mais digno de ser escolhido é o bom nome do que as muitas riquezas; e a graça é melhor do que a riqueza e o ouro. Provérbios 22:1.

Podem os homens aspirar ao renome. Podem desejar possuir um grande nome. Para alguns a posse de casas e terras e bastante dinheiro (isso que os torna grandes segundo a medida do mundo), é o auge de sua ambição. Desejam alcançar o lugar em que podem olhar de cima para baixo, com uma sensação de superioridade, aos que são pobres. Todos esses estão a construir sobre areia, e sua casa ruirá subitamente. Não é verdadeira grandeza a superioridade de posição. De nenhum valor real, em si, é aquilo que não aumenta o valor do caráter. Aquilo que, unicamente, vale a pena obter, é a grandeza de espírito à vista do Céu. Talvez nunca venhais a saber a verdadeira e exaltada natureza de vossa obra. O valor de vosso próprio ser só podereis apreciar pelo valor daquela Vida que foi dada para salvar a todos os que a queiram receber.

Todo homem terá em certa estima o seu valor, quando se torna coobreiro de Cristo, fazendo a obra que Cristo fez, enchendo o mundo com a justiça de Cristo, como portador de uma comissão entregue pelo Altíssimo. … A comissão confiada aos discípulos é dada a todos os que se acham relacionados com Cristo. Devem fazer todo e qualquer sacrifício pela satisfação de ver, salvas, vidas que estão a perecer sem Cristo. Tudo que seja feito em nome de Jesus, para abençoar e enobrecer, e para restaurar em seres humanos a imagem divina, é tão aceitável a Deus como o foi a obra de Moisés.

A mais alta honra que se possa conferir a seres humanos, sejam jovens ou idosos, ricos ou pobres, é permitir-se-lhes que levantem os oprimidos, confortem os desanimados. O mundo está cheio de sofredores. Ide, pregai o evangelho aos pobres, curai os doentes. Esta é a obra que se deve relacionar com a mensagem do evangelho. “Aos pobres é anunciado o evangelho.” Mateus 11:5. Os cooperadores de Deus devem preencher com o amor de Jesus o espaço que ocupam no mundo. … O amor de Cristo no coração exprime-se nas ações. Se é frouxo nosso amor a Cristo, o amor àqueles pelos quais Cristo morreu há de degenerar.

Verdadeiras riquezas são genuína fé e amor genuíno. Estes tornam o caráter completo em Cristo. Se houvesse mais fé, simples, confiante fé em Jesus, haveria amor, puro amor, que é o ouro do caráter cristão.

Ellen G. White, Cuidado de Deus, pág. 166.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em O Cuidado de Deus e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s