O ouro do caráter cristão

Mais digno de ser escolhido é o bom nome do que as muitas riquezas; e a graça é melhor do que a riqueza e o ouro. Provérbios 22:1.

Podem os homens aspirar ao renome. Podem desejar possuir um grande nome. Para alguns a posse de casas e terras e bastante dinheiro (isso que os torna grandes segundo a medida do mundo), é o auge de sua ambição. Desejam alcançar o lugar em que podem olhar de cima para baixo, com uma sensação de superioridade, aos que são pobres. Todos esses estão a construir sobre areia, e sua casa ruirá subitamente. Não é verdadeira grandeza a superioridade de posição. De nenhum valor real, em si, é aquilo que não aumenta o valor do caráter. Aquilo que, unicamente, vale a pena obter, é a grandeza de espírito à vista do Céu. Talvez nunca venhais a saber a verdadeira e exaltada natureza de vossa obra. O valor de vosso próprio ser só podereis apreciar pelo valor daquela Vida que foi dada para salvar a todos os que a queiram receber.

Todo homem terá em certa estima o seu valor, quando se torna coobreiro de Cristo, fazendo a obra que Cristo fez, enchendo o mundo com a justiça de Cristo, como portador de uma comissão entregue pelo Altíssimo. … A comissão confiada aos discípulos é dada a todos os que se acham relacionados com Cristo. Devem fazer todo e qualquer sacrifício pela satisfação de ver, salvas, vidas que estão a perecer sem Cristo. Tudo que seja feito em nome de Jesus, para abençoar e enobrecer, e para restaurar em seres humanos a imagem divina, é tão aceitável a Deus como o foi a obra de Moisés.

A mais alta honra que se possa conferir a seres humanos, sejam jovens ou idosos, ricos ou pobres, é permitir-se-lhes que levantem os oprimidos, confortem os desanimados. O mundo está cheio de sofredores. Ide, pregai o evangelho aos pobres, curai os doentes. Esta é a obra que se deve relacionar com a mensagem do evangelho. “Aos pobres é anunciado o evangelho.” Mateus 11:5. Os cooperadores de Deus devem preencher com o amor de Jesus o espaço que ocupam no mundo. … O amor de Cristo no coração exprime-se nas ações. Se é frouxo nosso amor a Cristo, o amor àqueles pelos quais Cristo morreu há de degenerar.

Verdadeiras riquezas são genuína fé e amor genuíno. Estes tornam o caráter completo em Cristo. Se houvesse mais fé, simples, confiante fé em Jesus, haveria amor, puro amor, que é o ouro do caráter cristão.

Ellen G. White, Cuidado de Deus, pág. 166.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em O Cuidado de Deus e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s