Necessitamos verdadeiramente de reforma?

O termo “reforma” tem sido evitado por muitos, exatamente por fazer lembrar de movimentos ou pessoas extremistas que causaram prejuízos à compreensão da graça maravilhosa de Cristo. Assim, milhares foram conduzidos ao legalismo e, como conseqüência, uma vida triste e espiritualmente fracassada.

Hoje, parece que algo diferente está acontecendo. Estamos ouvindo a palavra “reforma” sendo anunciada como um “apelo urgente” pela própria igreja. Mas estamos realmente necessitando de reforma? E, qual o significado desta reforma?

Ao longo da história bíblica encontramos todos os profetas de Deus pedindo reformas para o povo de Deus, ou seja, eles pediam mudança de hábitos, práticas, ideias e teorias.

Sabemos que Deus tem um plano para cada área da vida humana. Sendo assim, podemos fazer uma profunda avaliação para verificarmos se estamos dentro do plano de Deus para cada área da nossa vida ou não. Observe de forma rápida as principais áreas da vida humana e o plano de Deus:

1. Área espiritual – a Palavra de Deus na mente e no coração;
2. Área física – os oito remédios da natureza;
3. Área financeira – a proposta de fidelidade e gratidão (dízimos e ofertas);
4. Área social – o plano de desenvolvimento e crescimento integral;
5. Área emocional – a Lei Moral de Deus;
6. Área mental – a preservação da mente pela vigilância dos cinco sentidos;
7. Área laboral – a convocação para o serviço e missão de Cristo.

Isaías, um dos grandes profetas reformadores, fez o seguinte apelo ao povo: “Ai dos filhos rebeldes, diz o SENHOR, que executam planos que não procedem de mim e fazem aliança sem a minha aprovação, para acrescentarem pecado sobre pecado! Que descem ao Egito sem me consultar, buscando refúgio em Faraó e abrigo, à sombra do Egito! Mas o refúgio de Faraó se vos tornará em vergonha, e o abrigo na sombra do Egito, em confusão. Porque os príncipes de Judá já estão em Zoã, e os seus embaixadores já chegaram a Hanes. Todos se envergonharão de um povo que de nada lhes valerá, não servirá nem de ajuda nem de proveito, porém de vergonha e de opróbrio” (Isaías 30:1-5).

O profeta revela a condição de rebeldia do povo e apresenta suas atitudes:
1. Executam planos que não são de Deus;
2. Fazem acordos sem a aprovação do Senhor;
3. Pedem conselhos para os egípcios;
4. Buscam a proteção e abrigo dos egípcios.

Em seguida, ele apresenta as consequências de preferir os conselhos e planos do Egito:
1. Ai dos filhos rebeldes, o refúgio do Egito se tornará em vergonha;
2. O abrigo se tornará em confusão;
3. Todos serão envergonhados.

Parece-me que o problema de Israel e sua realidade se assemelham ao nosso. Necessitamos de mudanças urgentes para vivermos também a experiência de renovação da vida espiritual, um avivamento das faculdades da mente e do coração e uma ressurreição da morte espiritual.

Contudo, “a reforma não trará o bom fruto da justiça a menos que seja ligada com o reavivamento do Espírito. Reavivamento e reforma devem efetuar a obra que lhes é designada, e no realizá-la, precisam fundir-se”  (Review and Herald, 25).

O Espírito Santo é o único que pode nos conduzir às mudanças necessárias em nossa vida para que, finalmente, como igreja, estejamos com os pés e o coração dentro do grande plano de redenção de Deus. Sendo assim, clamemos juntos pelo derramamento do Espírito sobre cada um de nós para termos poder para vivermos a tão urgente experiência de reavivamento e reforma.

Manassés Queiroz

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Reavivamento e Reforma e marcado . Guardar link permanente.

5 respostas para Necessitamos verdadeiramente de reforma?

  1. Bruna Tavares de Freitas disse:

    Todos nós precisamos do derramamento do Espírito Santo em nossa vida !
    Uma reforma precisa ser feita, e não podemos faze-lá por nós mesmos.
    Deus nos dá a promessa de que se orarmos a Ele seremos ouvidos
    – ” MAS, NA VERDADE, DEUS ME OUVIU; ATENDEU À VOZ DA MINHA ORAÇÃO.”
    salmo 66:19
    Tenhamos sempre em mente esta promessa por que nosso Deus nunca falha !

  2. José Bongo kunga disse:

    Concordo que reforma tem a ver com todas as áres ja salientadas. isto porque sempre que faço uma leitura dos factos resultantes do pecado, vejo uma relação de dependencia entre elas, mas é necessario que entreguemos a mente a Deus para que tenhamos dissernimento e possamos escapar de quaisquer perigos que possam advir, pois satanas esta sempre a espreita

  3. disse:

    nos estamos vivendo no tempo do fim . é precisamos para com essa falta de confiança é fazermos uma entrega a DEUS é termos uma REFORMA E UM REAVIVAMENTO NO PODER DO ESPIRITO SANTO.

  4. Izabel disse:

    Aceito as mensagens acima sobre a reforma, mas ela tem que ser individual para acontecer coletivamente.

  5. Francisco César Pínheiro disse:

    FCPS Diz:01/12/12. Queridos irmãos, que a paz de nosso Deus esteja com todos. Gosto muito desse tema, e achei muito boa as colocações do irmão Manassés. Mais ele deixou escapar alguns detalhes muito importante, que o Espírito de profecia nos adverte bastante, e que quase ninguém dá valor. Que por sinal é o braço direito de nossa igreja, pois sem o qual não consiguiremos jamais implantar a tão sonhada reforma. É tão certo que tantas semanas de orações já foram feitas, tantas pregações se derramaram perante o altar, tantos apelos e avisos já foram feitos, nas igrejas, nos congressos, nas festas campais, nos retiros etc.etc.etc. E nada de reforma e reavivamento!. Algo deve estar errado!. Porque?. Será que o Espirito Santo vai fazer está obra para e por nós?. Afinal de conta sou ASD, há muito tempo e sempre escuto nos cultos essa mensagem de preparação mais não me explicam detalhadamente como faze-lá. Meus queridos atentem para isso: Diz o Esp.de profecia que aqueles que esperam que Deus vá fazer uma obra que cabe exclusivamente a nós, estrão redondamente enganados, pois serão terrivelmente decepcionados no final da história. Pois sem a reforma do vestuário e alimentação, e o abandono completo das coisas nocivas do mundo para nossa vida espiritual, jamais esperimentaremos essa tão sonhada reforma. Pois pra começar ela tem que vir de cima, do coração da igreja. Pois se é somente individual, como podemos nos classificarmos como uma família, como um corpo, como o povo peculiar de Deus?. A final de contas todos na igreja querem ser trigos, querem ir pro céu!. Se é somente individual, devemos tirar a prerrogativa de que somos o único povo de Deus na terra, e que qualquer pessoa em qualquer lugar podem fazer a mesma sem estar no nosso meio e conseguir também se salvar!. Não me interprete como um ADS contrário a tudo que você escreveu, mais o meu objetivo foi simplesmente de alertar também a todos aqueles que pretendem entrar naquela tão sonhada e esperada cidade celestial atente para tudo isso. Espero ter contribuído para o enriquecimento espiritual de todos. Amém.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s