Três poderosos auxiliadores

De sorte que fomos sepultados com Ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. Romanos 6:4.

Jesus foi nosso exemplo em tudo o que pertence à vida e à piedade. Foi batizado no Jordão, da mesma maneira que os que a Ele vêm precisam ser batizados.

Cristo tornou o batismo a entrada para Seu reino espiritual. … Os que recebem a ordenança do batismo, fazem por ela declaração pública de haver renunciado ao mundo, e se tornado membros da família real. … Os que assim fazem, devem tornar secundárias todas as considerações mundanas a suas novas relações. Declaram publicamente que não mais viverão em orgulho e condescendência com o próprio eu. … Acham-se ligados por solene concerto a viver para o Salvador. Cumpre-lhes usar para Ele todos os talentos que lhes foram confiados.

Quando nos submetemos ao solene rito do batismo, testificamos aos anjos e aos homens que somos purificados de nossos antigos pecados, e que daí em diante, havendo morrido para o mundo, buscaremos “as coisas que são de cima”. Colossences 3:1. Não esqueçamos nossos votos batismais. Em presença das três mais altas potências celestes — o Pai, o Filho e o Espírito Santo — comprometemo-nos a fazer a vontade dAquele que… declarou: “Eu sou a ressurreição e a vida”. João 11:25. Cristo perdoa todo pecador arrependido e quando o perdoado, por ocasião do batismo, se ergue da sepultura líquida, é declarado nova criatura, cuja vida está escondida com Cristo em Deus. Lembremo-nos sempre de que é nosso alto privilégio ser purificados de nossos pecados antigos.

Quando o cristão faz seus votos batismais, é-lhe prometido auxílio divino. O Pai, o Filho e o Espírito Santo estão prontos a trabalhar em seu favor. Deus põe à sua disposição os recursos celestes, para que ele seja vitorioso. Sua própria força é pequena; Deus, porém, é onipotente, e Deus é seu ajudador. Diariamente deve ele levar suas necessidades ao trono da graça. Por fé e confiança, por se aproveitar dos recursos providos, ele pode ser mais que vencedor.

Ellen G. White, Nossa Alta Vocação, pág. 152.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nossa Alta Vocação e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Três poderosos auxiliadores

  1. Gilvan disse:

    O Pai é toda a plenitude da Divindade corporalmente, e invisível aos olhos mortais. O Filho é toda a plenitude da Divindade manifestada… O Consolador que Cristo prometeu enviar depois de ascender ao Céu, é o Espírito em toda a plenitude da Divindade, tornando manifesto o poder da graça divina a todos quantos recebem e crêem em Cristo como um Salvador pessoal. Há três pessoas vivas pertencentes à Divindade celeste; em nome destes três grandes poderes – o Pai, o Filho e o Espírito Santo – os que recebem a Cristo por fé viva são batizados, e esses poderes cooperarão com os súditos obedientes do Céu em seus esforços para viver a nova vida em Cristo. Special Testimonies, Série B, Nº 7, págs. 62 e 63.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s