A medida da responsabilidade

Se dissermos que temos comunhão com Ele e andarmos em trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Mas, se andarmos na luz, como Ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, Seu Filho, nos purifica de todo pecado. 1 João 1:6, 7.

A porção de luz dada é a medida da responsabilidade. O caminho para o Céu será esclarecido a todos os que são fiéis no uso do conhecimento que possam obter a respeito da vida futura. … Vede o primeiro ato de transgressão, no jardim do Éden. A Adão e Eva foram expostas claramente as leis do Paraíso, com a pena que a deliberada desobediência acarretaria. Desobedeceram, e a desobediência trouxe seus resultados seguros. A morte penetrou no mundo.

Transgressão é a desobediência aos mandamentos de Deus. Tivessem sempre sido obedecidos esses mandamentos, e não teria existido o pecado. A pena da transgressão é sempre a morte. Cristo impediu a imediata execução da sentença de morte, dando a vida pelo homem. … O homem recebe a vida recebendo a Cristo.

Requer a justiça que o homem seja esclarecido, e também requer que aquele que recusa andar na luz concedida pelo Céu, cuja doação custou a morte ao Filho de Deus, deve receber punição. É um princípio de justiça que a culpa do pecador seja proporcional ao conhecimento dado, mas não empregado, ou empregado de modo errado. Deus espera que os seres humanos andem na luz, para testificar diante de anjos e dos homens que eles reconhecem a Cristo como a grande propiciação pelo pecado, e que respeitam Seu sacrifício como sua maior bênção. Considerar com indiferença esse sacrifício é abusar das misericórdias do Pai. Devem os homens aceitar o sacrifício, reconhecendo a validade da oferta.

Para o tempo e a eternidade, o sacrifício do Filho de Deus para salvar a raça decaída terá sobre o homem uma reivindicação que envolve obrigatoriedade. Se Deus tivesse deixado de fazer a Sua parte, se não tivesse revelado plenamente a Sua vontade, se tivesse dado aos seres humanos qualquer razão para negligenciar a grande salvação, poderia o homem alegar ignorância como desculpa válida. Mas Ele tornou claro o caminho. Queria que todos os homens se salvassem. A alguns é concedida maior luz que a outros. Cada qual será julgado pela luz que lhe foi dada. … Deus deseja que considereis sagrada a luz que vos deu.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 155.

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Nos Lugares Celestiais e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s