1844 e o Retorno de Jesus

Guillherme Miller, pregador batista e licenciado em 12 de setembro de 1833 pela Igreja Batista de Low Hampton, foi um dos principais líderes do movimento milerita de 1840, movimento este que pregava o retorno de Jesus naquela década. O certificado que lhe foi outorgado (após 14 anos de estudo persistente e sistemático das Escrituras) atestava os conhecimentos bíblicos de seu portador e está fotografado na obra “The Midnight Cry” (p. 57) de Francis D. Nichol.

Um fato interessante ocorreu enquanto Miller pregava sobre a segunda vinda de Jesus; em quase todos os quadrantes do mundo e na mesma época, surgiram pregadores com o mesmo entusiasmo e dedicação levando a mensagem de que Jesus Cristo estava voltando, sem nunca terem tido contato antes entre si. Porém, nas Américas, Guilherme Miller foi o mais veemente arauto desta mensagem, e esta ganhou tamanha repercussão que em 1840 seu ministério ficou conhecido como milerismo.

Os fervorosos pregadores da volta de Cristo em 1844 era quase de todas as denominações existentes, não havendo, todavia, naquela época a Igreja Adventista do Sétimo Dia (que somente se formou oficialmente, 19 anos após o “grande desapontamento” de 1844). Diversos ministros, oficiais e membros de várias igrejas eram conhecidos como mileritas, tais como: Protestante Episcopal, Metodista (Episcopal, Evangélica, Primitiva e Wesleyana), Batista (da Comunhão Restrita, Comunhão Livre, Calvinista e Arminiana), Presbiteriana, Reformada Alemã, Congregacional, Luterana, e etc.1

Inicialmente, com Himes e outros pregadores que aceitaram que Cristo voltaria naquela década, Miller começou a divulgar a mensagem. Tratados e folhetos foram distribuídos. O movimento de Miller adotou o tipo metodista de reuniões campais, a primeira das quais teve lugar em Boston, em maio de 1842. O movimento continuou atraindo milhares. A mensagem original incluía um elemento de tempo, sem apresentar uma data específica, mas posteriormente determinou que Jesus voltaria em 1843. Como tal fato não ocorreu, revisaram seus cálculos e, fixaram que em 22 de outubro de 1844 ocorreria o tão grande e aguardado advento de Jesus. No entretanto, ficaram desapontados, pois Cristo não voltou como esperavam. E Miller, após aquele “amargo dia” (Apocalipse 10:10), escreveu:

“Passou. E no dia seguinte parecia que todos os demônios do abismo foram soltos. As mesmas pessoas e muitas mais que estavam clamando por misericórdia dois dias antes, misturavam-se agora com a ralé, caçoando e ameaçando com blasfêmias.”2

Relatos e testemunhos históricos desconhecem datas além dessas propostas por eles e, apesar do forte golpe sofrido, Miller nunca hesitou em sua crença na breve volta de Cristo. Em 10 de novembro de 1844 ele escreveu para Himes: “Fixei minha mente sobre outro tempo, e aqui pretendo permanecer até que Deus me dê mais luz – E isto é Hoje, ‘Hoje e Hoje’ até que Ele venha”. Miller continuou a pregar e a encorajar outros com a esperança cristã, embora tivesse de lutar com mais adversários e críticos.3

Posteriormente àqueles dias, Miller escreveu: “A visão está ainda para cumprir-se no tempo determinado. (…) se tardar, espera-o porque certamente virá (Habacuque 2:3)”. Esta foi sua posição sobre a segunda vinda de Cristo até sua morte aos 67 anos, em 20 de dezembro de 1849. As idéias proféticas sobre Daniel 8:14 proveniente de Miller, e sobre a volta de Jesus podem ser melhor compreendidas no contexto de um amplo movimento religioso que surgiu ao mesmo tempo na Europa e nas Américas durante o início do século XIX.

Apesar de ter sido um notável pregador e conhecedor das profecias e, de sua importante contribuição nos antecedentes históricos do adventismo, Miller jamais se tornou um membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia, pois rejeitava as doutrinas básicas da mesma como: o santuário celestial, a mortalidade da alma e a validade integral da Lei de Deus, ou seja, neste último caso ele não aceitava o quarto mandamento.

Com o encerramento do reavivamento milerita muitos dos ensinos relacionados as profecias de Daniel 8:14 e ao segundo advento de Jesus, daquele valoroso grupo, foram absorvidos pela Igreja Adventista do Sétimo Dia que surgiu oficialmente em 1863, igreja esta que continua a pregar a iminente volta de Jesus (Apocalipse 10:11) sem fixar uma data específica; o que na realidade nunca fez ou pretendeu fazer. Ellen G. White, uma das pioneiras da Igreja Adventista do Sétimo Dia, igualmente, nunca determinou o tempo em que Jesus Cristo voltaria.

Com relação aos cálculos que levaram ao dia de 22 de outubro de 1844, Miller estava correto, porém, se equivocara com o evento ou acontecimento vinculados à eles.

…………………………………………………………………………………………

Texto baseado em: FRANCIS, JOAN. (1994). Guilherme Miller: o Homem Atrás da História de 1844,Diálogo, 6(3), 13-16. & CHRISTIANINI, A. B. (1981). Subtilezas do Erro, 2.ª ed., p. 40-45. Fonte de pesquisa suplementar: FROOM, L. E. The Prophetic Faith of Our Fathers, vol. 4, 1950-1954; GORDON,Review and Herald, p. 119-120.
1. HIMES, J. V.; BLISS, S.; HALE, A. (1844). The Advent Shield Review, Boston: Published by Joshua V. Himes, p. 90.
2. GORDON, P. A. (1990). Herald of the Midnight Cry: William Miller and the 1844 Movement, Pacific Press Pub, p. 103.
3Ibidem, p. 107.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Restauradores de Veredas e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para 1844 e o Retorno de Jesus

  1. Adriel Lima disse:

    Hoje fiz uma descoberta que me deixou pasmo. Estou fazendo um estudo aprofundado sobre o livro de Daniel, sobre o santuário e a relação com a data de 1844. Inclusive estou lendo o livro “1844 – Uma explicação simples das principais profecias de Daniel” que é um livro fantástico!
    E ao pesquisar mais fontes na internet acabei me deparando com uma informação incrivelmente curiosa.
    Em 1844 surgiu no mundo uma religião conhecida como Fé bahá’í. Trata-se de uma religião independente que possui as suas próprias leis, escrituras sagradas, administração e calendário. Mas não possui dogmas, clero, nem sacerdócio.
    Em 1844, Siyyid ‘Ali-Muhammad (1819-1850), conhecido como o Báb (“A Porta”), proclamou uma nova revelação de Deus, dando origem a Fé Bábí. Além de anunciar ser o Qá’im aguardado pelos muçulmanos, o Báb afirmava que sua principal missão era preparar a vinda de um profeta ou manifestante de Deus .
    Anos mais tarde, exatamente em 1863 um homem cujo o nome é Mírzá Husayn’ ‘Ali, se auto entitulou Bahá’u’lláh (denominação Árabe que significa Glória de Deus) e declarou Sua missão, fundando a Fé Bahá’í.
    Ele proclamou em 1863 ser o Prometido pelo Báb e pelas demais religiões mundiais. Afirmou ser o portador de uma mensagem divina destinada a estabelecer a unidade mundial e eliminar os preconceitos e as divisões.

    Será conscidência que exatamente em 1844 começou a surgir uma religião que se ganhou nome e se oficializou exatamente em 1863?
    O adventismo começou a surgir em 1844 e a igreja adventista do sétimo Dia se tornou oficialmente uma igreja em 1863.
    O adventismo prega que a Lei moral de Deus é eterna e imutavel.
    A Fé Bahá’í prega que a lei de Deus muda de acordo com as épocas

    O adventismo prega a trindade.
    a Fé Bahá’í prega que só há um Deus.

    O adventismo prega que quem pratica homosexualidade não vai se salvar se não se arrepender.
    a Fé Bahá’í ensina que não deve haver qualquer tipo de preconceito ou discriminação, inclusive com homosexuais. O homosexualismo é liberado.

    O adventismo ensina que a Alma não é imortal
    a Fé Bahá’í ensina que quando morremos a alma sai do corpo e vai pra outra dimensão.

    O adventismo prega que haverão dois povos após a porta da graça se fechar. Os santos e os iniquos.
    a Fé Bahá’í ensina que todos seremos um só povo e uma só religião. Pregam o ecumenismo, inclusive fazem cultos ecumenicos em que cada um adora a Deus do jeito que achar melhor.

    O adventismo prega que Jesus é Deus encarnado, filho de Deus.

    a Fé Bahá’í prega que Jesus é só um profeta escolhido para disseminar o Cristianismo. Assim Como buda para disseminar o bodismo, Mamomé para disseminar o o Islan, etc…
    E que todas as religiões levam a Deus.

    O adventismo é uma denominação Cristã mundial.
    a Fé Bahá’í também é uma denominação mundial com cerca de 7 milhões de adeptos.

    Para ser adventista do sétimo Dia nós nos batizamos após fazer um voto batistmal nos comprometendo com a fé adventista, como gaurdar os 10 mandamentos, se abster de alimentos impuros, etc.
    Para ser adepto da Fé Bahá’í vc não precisa renegar a sua religião anterior, nem deixar suas crenças. Basta :
    1. Reconhecer que Bahá’u’lláh é o mais atual desta linha de mensageiros divinos.
    2. Reconhecer que Baha’u’llah deixou leis para reformar a humanidade.
    3. Reconhecer que Bahá’u’llah deixou um sistema de administração que deve ser amado e respeitado.

    Essa nova religião é a SEGUNDA que mais cresce no mundo, atrás somente do Cristianismo.
    Eles já tem ampla influencia política.
    A Comunidade Internacional Bahá’ís possui escritórios na ONU em Nova Iorque e Geneva, e representações nas comissões regionais da ONU e outros escritórios em Addis Ababa, Bangkok, Nairobi, Roma, Santiago e Viena.

    Estamos diante de uma nova religião que aos poucos está dominando o mundo. Porque é uma religião literalmente feita pra ser a religião de todos, e a a religião que pode unir o povo em um povo só.

    Satanás é realmente astuto. Foi expulso do céu por querer ser semelhante a Deus, e exatamente quando os adventista do sétimo Dia surgiram para cumprir sua missão de levar a verdade, o diabo criou uma religião muito atraente para disseminar a mentira.

    Pesquisem e façam um artigo sobre essas informações, essa é uma grande evidencia de que a data de 1844 não foi uma data qualquer, e que nós adventistas não caimos no conto do vigário millerita como os opositores dizem.

  2. Enoque A. O. Junior disse:

    Obrigado irmão Adriel, tinha que falar amanhã no J.A. sobre profecias e irei fazer uma aplicação sobre este tema, que devo confessar eu não conhecia mas vou estudar mais a fundo.
    Achei interessantíssimo e com certeza não se trata de coincidência. Jesus está voltando.

    Feliz Sábado a todos!!

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s