Verdadeiramente livres

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32.

Antes que Abraão Lincoln abolisse a escravidão nos Estados Unidos, um escravo chamado Joe foi levado ao tablado onde se realizavam os leilões de escravos. Amargurado e ressentido, ele murmurava: “Não vou trabalhar! Não vou trabalhar!” Mas um rico proprietário de terras o comprou, levou-o até a carroça, e ambos dirigiram-se para a plantação.

Ali, perto de um lago, havia um pequeno chalé com cortinas, flores e uma trilha feita com seixos. O novo senhor daquele escravo parou a carroça, virou-se para Joe e disse. “Esta é a sua nova casa. Você não precisa trabalhar para morar nela. Comprei você para poder libertá-lo.” Por um momento, Joe ficou ali, sem entender nada. Maravilhado, com os olhos cheios de lágrimas, exclamou: “Mestre, vou servir-lhe para sempre.”

Cristo também nos comprou, para libertar-nos. NEle, ficamos livres da escravidão do pecado. Apesar disso, em nossa humanidade, pode ser que ainda cometamos pecados, mas não somos mais controlados por ele. Temos um novo poder em nossa vida; o poder da graça de Deus. É justamente como declara o apóstolo Paulo: “Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, de maneira que obedeçais às suas paixões.” Rom. 6:12. A palavra reine significa “ter senhorio”. O pecado não é mais nosso senhor; Jesus o é.

Ellen White escreveu: “A obra do evangelho não é atenuar as reivindicações da santa lei de Deus, mas elevar os homens até poderem guardar os seus preceitos.” – Fé e Obras, pág. 52.

O evangelho nos eleva ao lugar no qual Deus deseja que estejamos. Em Cristo, somos livres. Nossa obediência brota de um coração cheio de amor e de apreço pelo Mestre. Uma vez que verdadeiramente apreciamos o Seu imenso sacrifício, não podemos fazer outra coisa senão servi-Lo e amá-Lo. A liberdade que desfrutamos em Cristo não é para continuarmos no pecado, mas para romper suas cadeias e impedir seu domínio sobre nós. Por que não regozijar-se em Cristo, agora que você está verdadeiramente livre?

Pr. Mark Finley – Sobre a Rocha.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Sobre a Rocha e marcado . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s