Dor e sofrimento: que significam?

Antes do aparecimento do mal, havia paz e alegria em todo o Universo. Havia perfeita harmonia, através da total obediência aos princípios do amor. Havia unidade completa entre seres criados e o Criador. Os seres criados podiam visitar outros lugares onde houvesse outras criaturas – hoje ainda é assim, exceto para o nosso mundo para que a contaminação do mal não se estenda além do que já contaminou. Havia perfeita fidelidade e lealdade. Nenhum ser jamais entretinha em seus pensamentos qualquer desejo de prejudicar outro ser, nem de ser superior, mais importante e exercer poder opressivo. Serviam uns aos outros.

Isso perdurou até que se achou inveja no coração de Lúcifer, o anjo criado mais glorioso dentre todas as criaturas. Como Lúcifer veio a ter desejo de supremacia, ser igual ao próprio DEUS, não podemos explicar. Sabemos que sentiu inveja de JESUS, e alimentou esse sentimento. Por algum tempo alimentou a idéia de ser ainda mais importante do que já estava sendo e passou a trabalhar num plano. Queria ocupar o lugar de JESUS CRISTO. Tornou-se inimigo de JESUS, e isso perdura até os dias de hoje (ver Apocalipse 12:7 a 18). Perdurará até que ele seja destruído, juntamente com todos os que lhe deram ouvidos e se tornaram como ele próprio (ver Apocalipse 20:10).

Em relação a esse ser outrora glorioso, Ezequiel escreveu: “Tu eras querubim da guarda ungido, e te estabeleci; permaneceste no monte santo de DEUS, no brilho das pedras andavas. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti” (Ezequiel 28:14 e 15).

Na mente de Lúcifer gerou-se algo estranho, até então, no Universo. Isso não fora do conhecimento de ninguém, manteve-se em segredo nessa mente por algum tempo. DEUS, no entanto, sabia o que se passava na mente de Lúcifer, e, junto com JESUS, buscou aconselhar essa criatura. Lúcifer, uma vez tendo gerado desejos de grandeza, não conseguiu mais abandoná-los. Esses desejos são tão comuns entre nós. Na Terra isso é considerado normal, salutar até. Não que isso fosse impossível, mas, lembre-se, na condição de um ser livre, deu prosseguimento a esses pensamentos, apesar dos muitos conselhos da parte do Criador. O mal funciona assim, tende a ser acariciado até se tornar arraigado, fora de controle. É fácil constatar isso entre nós. Não é fácil perceber que isso é o mal, nós nascemos aqui e nos criamos nesse ambiente. Ele nos parece ser o normal. “…escurecem-se-lhes os olhos para que não vejam…” (Romanos 11:10), pois tornou-se insensível o coração, por isso não mais conseguem ver ou ouvir. (Isaías 6:10). JESUS, ao viver na Terra, ensinou-nos que isso não é o normal. Há um sistema de vida superior, perfeito, que é verdadeiramente bom, que não conhecemos senão de ouvir falar pela Bíblia. Vivemos, sofremos e morremos e achamos que isso é tudo. Isso é fruto da desinformação e do engano.

Lúcifer foi em frente. Diz o profeta: “Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor” (Exequiel 28:17). “E tu dizias:… Acima das estrelas de DEUS exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei. (…) Subirei acima das mais altas nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo” (Isaías 14:13 e 14). Lúcifer passou a olhar para si e deixou de ver o seu Criador. Deixou de servir para querer ser servido. Inaugurou assim o princípio que rege os governos da Terra e as coisas daqui, de um modo geral. Isso continua sendo assim até os dias de hoje. DEUS foi posto de lado na mente de muitos que vivem como se Ele não existisse, e como se os Seus mandamentos nada valessem. Mas “de DEUS não se zomba,” isso tem um preço. “Isso que o homem colher, também ceifará” (Gálatas 6:7).

Lúcifer, tempos depois, passou a ‘aliciar’ outro seres criados para as suas idéias. Muitos deles não aceitaram, mas outros simpatizaram com elas, não percebendo o final a que estes poderiam levar. Esses seres foram enganados. Aos poucos, passaram também a desenvolver sentimentos de auto-promoção e de orgulho. Assim foi seguindo. O orgulho alimentava-lhes o desejo de supremacia. Novamente, hoje não é diferente. A humanidade está escravizada pela vontade de uns serem maiores que os outros. Isso é simplesmente impossível, sem que haja desigualdade entre os seres humanos. Desigualdade e injustiça, lutas e morte. A dor e sofrimento vêm antes.
O principal argumento de Lúcifer fora o da não necessidade de obediência à Lei de DEUS. Dizia ele que os anjos eram inteligentes o suficiente para estabelecerem e seguirem os impulsos de suas próprias vontades sem esses princípios. Novamente, em nosso mundo, esse é o ambiente. Temos muitas leis, nos diversos países, e quase que cada cidadão cria o seu próprio modo de se relacionar com essas leis. No fundo, cada um faz a sua lei. A burla, a fraude, a sonegação, a deslealdade são os frutos desse estado de coisas. É por isso que nossos projetos duram pouco, funcionam mal e, em muitos casos, resultam em tragédias. Desentendemo-nos, porque cada grupo quer impor os seus interesses egoístas, sem a menor influência do amor.

Lúcifer foi astuto, mas não inteligente ao postar-se contra a Lei de DEUS. Ele sabia que para lutar pelo trono de JESUS, deveria fazê-lo odiando JESUS. E como faria isso amando-O? As nossas relações entre as nações e entre organizações geralmente também são dessa forma, querendo levar vantagem de alguma maneira. E isso só é possível odiando, mesmo que sob uma ética disfarçada de ato legal.

Todo o poder do fantástico intelecto de Lúcifer, aos poucos, foi sendo dirigido para a capacidade de enganar e para conseguir adeptos. Contra a verdade, a única arma disponível é a mentira. O engano é um tipo de mentira. Ele é o pai da mentira, ele que a originou. E junto com a mentira, como efeito colateral, veio o ódio (S. João 8:44). A mentira e o ódio andam juntos e um reforça o outro, indefinidamente, até que a situação se torne insustentável. Então morrem de alguma forma.

Em nenhum outro lugar do Universo se usa a mentira. Apenas em nosso planeta e arredores, onde o ser humano já alcançou com sua engenhosidade. O que se mente entre nós é algo inacreditável. O nosso dia-a-dia é “enganando e sendo enganados e indo de mal a pior” (II Timóteo 3:13). A tal ponto chegou a evolução da arte da mentira e do engano que, com relação aos moradores dos últimos dias, Timóteo, inspirado pela mente de DEUS, assim se expressou: “… os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, antes amigos dos prazeres que amigos de DEUS” (II Timóteo 3:2 a 5). Mentir leva a esses resultados.

O que você acha, isto descreve como a maioria das pessoas, em maior ou menor grau. atualmente são? Por acaso pessoas assim obedecem à lei do amor? E sendo assim, poderia se esperar não haver sofrimento e dor? Não é difícil chegar a conclusões lógicas.
Com relação aos resultados dessa maneira de ser dos seres humanos, a Bíblia explica: “A Terra geme e se desfalece…” “Porque sabemos que toda a criação a um só tempo geme e suporta angústias até agora. E não somente ela, mas também nós que temos as primícias do Espírito, igualmente gememos em nosso íntimo, aguardando a adoção de filhos, e redenção de nosso corpo” (Isaías 33:9 e Romanos 8:22 e 23).

A dor e o sofrimento, suportados tanto pelos seres humanos como por toda a natureza, são conseqüência da não observância do mais elementar de todos os princípios, o de amarmo-nos uns aos outros, tendo antes amado a DEUS sobre todas as coisas (S. Marcos 12:30 e 31). Lúcifer, também conhecido por Satanás ou Diabo, é que originou isso, e não se engane, ele não mudou nada para melhor. Continua mentindo e enganando, praticando todo o tipo de maldade. O seu poder de enganar somente evoluiu para a maior sofisticação. Ele, sendo uma criatura, também aprende ao longo do tempo. Atualmente ele está muito nervoso, sabendo que tem pouco tempo. O seu fim está próximo, tanto que anda ao redor das pessoas bramando como um leão, buscando a quem possa tragar com seus enganos (I Pedro 5:8). Ele já está fazendo todo o possível para enganar inclusive aqueles que decididamente escolheram obedecer à Palavra de DEUS tal como é a sua interpretação original, sem adulterações, para enganar (S. Mateus 24:24). Lúcifer utiliza a própria Bíblia para enganar. Para ele vale tudo, não há regras, exceto as que ele possa dominar. Ele combate a existência de princípios de harmonia, prefere o caos. No caos, ele tem alguma chance de se fazer necessário. Aliás, nesses últimos anos de pecado, antes da segunda vinda de JESUS CRISTO, ele criará tal crise financeira, social e política em nosso planeta que favorecerá o estabelecimento de uma Nova Ordem Mundial, com um governo global, uma única religião oficial respaldada por poder político e militar. Isso já está em pleno andamento. Mas esse é assunto para mais adiante.

A dor e o sofrimento são efeitos, não causa. Resultaram da desobediência à santa Lei de DEUS, que deveria estar no coração para que houvesse liberdade de decisão e de ação.

No atual estado de coisas, não há perfeita liberdade. Para que haja alguma observância das leis civis que temos, é preciso desde exércitos, polícia, cadeias e fiscalização intensa a penalidades das mais diversas formas. Não há como sermos permanentemente felizes num ambiente assim, exceto de forma intermitente e, mesmo assim, não na plena intensidade. Nenhum ser humano aqui sabe o que é ser perfeitamente feliz, não faz idéia disso. Mas pode vir a saber, experimentando o que DEUS prometeu dar àqueles que desejarem aprender a ter as suas leis em seus corações. A verdadeira felicidade se completará por ocasião da segunda vida de CRISTO JESUS. Antes disso, só poderemos viver melhor aqui, tendo paz no coração, embora ainda devamos sofrer. O ambiente e a nossa natureza aqui não são favoráveis a uma vida sem dor e sem sofrimento algum, como na perfeição.

O lugar que DEUS quer dar àqueles que se tornaram obedientes é assim descrito: “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que DEUS tem preparado para aqueles que O amam” (I Corríntios 2:9 – grifo nosso). JESUS disse: “se Me amais, guardareis os Meus mandamentos” (S. João 14:15, ver também I S. João 5:2 e 3 – grifo nosso). Disse ainda, com relação à obediência: “Se guardardes os meus mandamentos permanecereis no Meu amor; assim como também Eu tenho guardado os mandamentos de Meu Pai, e no Seu amor permaneço” (S. João 15:10 – grifo nosso).

A esta altura, se posso fazer uma sugestão ao amigo leitor, essa sugestão é a seguinte: ore a DEUS, ao único DEUS para que lhe ilumine os pensamentos e lhe dê entendimento ao examinar a Sua Palavra, a Bíblia sagrada, para obter o entendimento que corresponde à verdade, não à mentira. Não considere pouca coisa o poder de Lúcifer em enganar, torcer a verdade e causar ainda mais dor e sofrimento. Experimente fazer isso e verá mudanças em sua vida que lhe surpreenderão. Mudanças para o bem, no entendimento do que é o amor. Todos os que desejarem, podem viver melhor, já aqui na Terra, mesmo antes da segunda vinda de JESUS CRISTO. Terão paz enquanto aguardam.

Professor Sikberto Renaldo Marks, Mega Advento, Capítulo 12.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Pecado, Prof. Sikberto Renaldo Marks, Sermões, Sofrimento e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s