Como Passar no Teste

Se dissermos que mantemos comunhão com Ele e andarmos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. I João 1:6.

Acrobacia impossível é viver uma existência dividida entre dois mundos opostos. A maior tolice é pensar que se pode aproveitar o melhor do mundo da luz e do mundo das trevas, ao mesmo tempo.

Em João 1:6, 8 e 10, João apresenta três testes pelos quais podemos ver se nosso compromisso com a verdade divina é profundo ou superficial. O primeiro é a incapacidade de rejeitar o mal (verso 6). Não adianta dizermos que temos comunhão com Deus, se andamos nas trevas. O segundo teste tem que ver com a negação de nossos pecados (verso 8). Nesse caso, tentamos manter a aparência de retidão, quando na verdade não há retidão em nós. O terceiro teste consiste em dizer que nunca pecamos (verso 10). Ao agirmos dessa maneira, chamamos Deus de mentiroso, pois negamos a razão fundamental para a exist~encia do plano da salvação.

Alguém contou que recebera uma carta do pai, na qual ele dizia: “Faz 45 que não peco.” 1 João 1:8 afirma claramente: “Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós.” Ellen White comenta essa atitude da seguinte maneira:

“O que me foi mostrado é que quem afirma triunfantemente que não peca mais, pela sua própria ostentação demonstra quão longe está desse estado. Quanto mais claramente o homem caído compreende o caráter de Cristo, menos confiança terá em si mesmo, e mais imperfeitos lhe parecerão suas obras, em contraste com os que submeteram sua vida ao Redentor.” – Ellen White, Life Sketches, pág. 84.

Somente os que submetem sua vida ao Redentor andam na luz. Nenhuma entrega a Cristo, com reserva de domínio, é capaz de nos conectar plenamente com  poder que transforma e restaura a alma.

Cansada de receber presentes do pai, o qual passava a maior parte do tempo fora do lar, uma menina disse: “Papai, não quero mais presentes; o que eu quero mesmo é você.”

Às vezes, oferecemos a Deus as nossas boas obras, achando que isso atrairá a aprovação divina. Deus, porém, está cansado de nossa justiça própria. O que Ele diz a cada um de nós, hoje, é: “Filho, o que Eu quero mesmo é você.”

Quem se coloca nas mãos divinas, vive longe das trevas.

Pergunta para Reflexão

Deus nos aprova levando em conta a fé que temos em Jesus, ou as boas obras que praticamos?

Rubens S. Lessa, A Esperança do Terceiro Milênio, pág. 116.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em A Esperança do Terceiro Milênio e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Como Passar no Teste

  1. Luis Chacon disse:

    Essa pergunta é chave. O que entendo? Que pela fé fazemos boas obras, não obra de doar milhões para entidades, ou coisa do gênero, senão só os ricos teriam tal previlégio, mas algo como se pôr no lugar de quem sofre e tentar sentir o que o outro sente, tentar ser justo, ser mais humilde, ajudar a quem precisa sempre que possível, não ter egoísmo, em fim coisas deste tipo entendo que são obras quem vêm através da fé. Contudo, quando realmente cremos, quando realmente oramos com… fé, não algumas orações que já ouvi que parece que a pessoa decorou e está com pressa, ou orações que já ouvi em outras denominações onde um faz a oração e ao mesmo tempo todos oram em voz um pouco mais baixa mas fica uma confusão uma coisa estranha, dá até má impressão, mas uma oração que venha realmente com sentimento, como se declarar à mulher amada para que ela saiba que você a ama, assim tem que ser nossa relação com Deus. Quando isso começar a acontecer em nossas vidas creio que mesmo sem ter 100% de obras… da fé, teremos a Graça, ou ao menos começaremos a ter a Graça de Deus, ou seja, começaremos a ter Sua aprovação. Por favor, se estou equivocado, algum imão (ã) me corrija pois este tema para mim é fundamental, já que somos salvos pela Graça, por meio da fé, certo?. Bom dia a todos Deus lhes abenções.

  2. Luis,

    Você está certo sim. Somos salvos pela graça, por meio da fé. Nossas boas obras são os frutos dessa fé no Onipotente. Porque fomos alcançados pela graça divina desenvolvemos em nossa vida os frutos do Espírito. Só podemos produzir tais frutos permanecendo fiéis a Jesus Cristo. A Bíblia diz em João 15:4 “Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim.”
    E que tipos de fruto Deus requer de nós? A Bíblia diz em Gálatas 5:22-23 “Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade. A mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei.”
    Lembrando que é possível conhecer uma pessoa pela forma como vive. A Bíblia diz em Mateus 7:20 “Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.”
    Assim, Fé e obras andam de mãos dadas.

    Deus o abençoe!

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s