Uma esperança real

Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a Sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, mediante a ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos Céus para vós outros. I Ped. 1:3 e 4.

Durante uma campanha evangelística na Rússia, conheci Tanya. Anos antes, seus pais emigraram para a China, onde enriqueceram trabalhando no ramo de chás. Depois, voltaram para a União Soviética, e se estabeleceram no Cazaquistão. Justamente quando os negócios estavam prosperando, Stálin começou a confiscar os bens das elites. Quando Tanya tinha 17 anos, seu pai foi retirado de casa pela polícia secreta e assassinado com um tiro na cabeça. Durante a Segunda Guerra Mundial, seu irmão, sua irmã e seu marido foram mortos. Em dois anos, ela perdeu todos os seus parentes próximos.

Tanya passou a lutar contra a depressão. Ela vinha de uma família judia ortodoxa, mas tinha pouco interesse em religião. Progredia materialmente, porém, sempre com um sentimento de que algo estava faltando. Tanya não conseguia superar os traumas; não aceitava aquelas mortes cruéis.

Certo dia, alguém lhe entregou um folheto anunciando uma reunião evangelística cristã. Ela foi às reuniões e aceitou a Cristo. Agora, Tanya era mais feliz, mas ainda havia algo que ela não entendia muito bem. Por que um Deus de amor permite tanto sofrimento? O que realmente acontece quando você morre? Nem todas as peças do quebra-cabeça pareciam encaixar-se.

Em outra ocasião, ao passar pelo Estádio Olímpico de Moscou, ela viu um grande cartaz anunciando: “A maneira bíblica de obter uma nova vida.” E decidiu verificar do que se tratava. Esteve presente a todas as noites. Após uma palestra sobre a volta de Jesus, ela me procurou e disse: “Pastor, hoje fiquei muito emocionada.” Mostrou-me velhas fotografias de sua família e contou-me acerca das trágicas mortes. Seu rosto se iluminou, ao ela exclamar: “Agora, posso esperar vê-los outra vez.” Ela agora tinha os olhos voltados para a reunião final dos remidos, na segunda vinda de Cristo.

A sepultura não é uma noite escura sem amanhecer. Perdeu você um ente querido, amigo ou colega de trabalho? Apegue-se à esperança que a vinda do Senhor nos dá. Nada se compara a ela.

Pr. Mark Finley, Sobre a Rocha.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Morte - Ressurreição e Temas Relacionados, Sobre a Rocha e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s