4 Motivos do porque Satanás Odeia a Doutrina do Santuário

O inimigo de Deus em sua fúria contra Ele e seu povo, tem tentado com muito esforço destruir o tema do santuário, apesar de não conseguir destruir, obteve êxito acrescentando heresias e distorções no mundo evangélico com relação ao tema.

Tanto ódio assim se justifica quando identificamos 4 motivos pelos quais ele tem arremessado seus dardos inflamados, mas o pior é que tem usado homens e mulheres que professam levar a bandeira do cristianismo. Esses, os “do evangelho”, professos seguidores do cordeiro são incentivados a combaterem com força o ensino do santuário. O diabo odeia por 4 razões:

PORQUE A SALVAÇÃO ESTÁ DISPONÍVEL A TODO SER HUMANO

O tema central da bíblia de Gênesis ao Apocalipse é “salvação através do cordeiro”. No santuário não era diferente, pois revela-nos um plano perfeito elaborado na eternidade pela trindade, para resgatar a raça humana.

O altar de sacrifícios revela que a salvação está disponível abertamente a todos que chegam a porta das ovelhas e olham a cena do cordeiro morrendo em seu lugar. Ao admitir sua culpa, seus pecados são transferidos ao animal real, representativo perfeito do verdadeiro cordeiro Jo 1:29. No santuário existem oportunidades para todos os tipos de pessoas, das diversas classes sociais, inclusive as mais baixas, pessoas que não tinham dinheiro para comprar um animal e levá-lo para morrer em seu lugar, eram beneficiadas com a morte de cordeiros sacrificatórios pela nação, onde um era morto pela manhã e outro pela tarde, conseguindo assim alcançar tais pessoas. A salvação no santuário consegue cobrir um período de 24h ininterruptas por toda a nação, como um guarda-chuvas, a graça é capaz de proteger “…totalmente aqueles que se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles” Hb 7:25

Não há um motivo tão grande para causar tanto ódio no inimigo como o de apresentar uma proteção a todos, pois estar sob os cuidados de Deus é estar protegido. Pe 5:6 nos dá a simples receita da vitória sobre o maligno, diz: “Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que, a seu tempo, vos exalte”. Juntando a este maravilhoso conselho tomemos as palavras de Tiago quando dizem: “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”.

Para concluir veja que em Tt 2:11 nos diz que: “Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens”. Perceba que o verso diz “todos”, não os do novo testamento, mas desde Adão até o último nascido de mulher antes do retorno de Cristo. Pergunto: Como a graça se revelou no antigo testamento? Não há outra resposta, senão o santuário, onde pode ser visto o cordeiro.

PORQUE É UM LUGAR DE ADORAÇÃO

O santuário é de forma clara e visível a adoração ao único Deus verdadeiro. O verdadeiro povo de Deus era monoteísta, pois aprendiam esta lição quando visitavam o santuário.

As palavras de Cristo aqui na terra foram: Mt 4:10 “…vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele servirás”.

No Sl 122:1 Davi expressa sua alegria em ir a casa de Deus, para que? Para adorá-lo. Segundo ele no Sl 23:6, era seu desejo morar todos os dias no santuário do Senhor.

Todas as ofertas eram levadas ao santuário. Ex 34:20; Dt 16:16

Todas os primogênitos eram apresentados no santuário. Lc 2:21-24

Todos os votos e diversas demonstrações de gratidão eram levadas a casa do Senhor, o santuário.

Era ali onde as pessoas reuniam-se para aprender do evangelho, onde nas rodas de amigos o assunto central era “santuário”.

Os 3 evangelistas apresentam da seguinte forma:

Mt 21:13 – “E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração — mas vós a tendes convertido em covil de ladrões”.

Mc 11:17 – “E os ensinava, dizendo: Não está escrito — A minha casa será chamada, por todas as nações, casa de oração? Mas vós a tendes feito covil de ladrões”.

Lc 19:46 – “Dizendo-lhes: Está escrito: A minha casa é casa de oração; mas vós fizestes dela covil de salteadores”.

Mas afinal que “minha casa” era essa? No grego a palavra para casa é “oikos” que significa “a casa de Deus, o tabernáculo”.

As pessoas estavam transformando o tabernáculo em lugar de comércio. O que Deus projetou para adoração, era usado para vendas ilícitas, negócios sujos, exploração, engano etc. A expressão de Cristo é tão forte em dizer “covil de salteadores” que pode ser traduzido como: Uma caverna de ladrões.

O santuário significa “lugar de adoração” – quando estamos na presença de Deus em espírito e em verdade e o adoramos, estamos seguros, estando seguros somos fortaleza contra o inimigo, não há como nos destruir estando na presença de Deus. Ef 6:11 nos aconselha a revestir-nos, isso só é possível estando diante da presença do Senhor, adorando-o. E não há lugar melhor do que sua própria casa.

PORQUE É O DEPOSITÁRIO DA LEI DE DEUS

A Lei de Deus já existira antes da origem do pecado. Foi essa mesma lei rejeitada ou colocada sob questão por Lúcifer que ainda no céu, semeou dúvida nos seres ainda perfeitos quanto a legitimidade desta lei. Como os seres celestiais poderiam saber se a lei era mesmo justa se eles não tinham opção de serem infiéis? Assim a dúvida com relação ao caráter e a lei de Deus ficou impregnada no universo.

O fato de Lúcifer ter pecado no céu é prova de que havia Lei ali. Como sabemos disto se não havia registro escrito formal da Lei? Por uma dedução muito simples: a Bíblia diz que onde não há lei não pode haver transgressão Rm 4:15, pois o pecado é a transgressão da lei 1Jo 3:4. Se o pecado foi imputado, é porque havia lei Rm 5:13. Lei e pecado são conceitos paralelos e coexistentes. Se não houvesse Lei não poderia haver transgressão.

Segundo o livro do apocalipse a rebelião é transferida para a terra Ap 12:9, o mesmo inimigo da Lei de Deus, continua a usar até “pessoas do evangelho” quando afirmam com todas as forças que  “não precisamos da lei”, são os fora da lei.

Para Deus o local mais importante do universo era a terra, na terra o lugar mais importante era a nação israelita, da nação israelita era o santuário, do santuário era o santíssimo, do santíssimo era a arca, onde estavam as duas tábuas da lei divina, representação do seu caráter.

Se não houvesse a lei de Deus seria vão a morte de Cristo na cruz. Pois o pecado é a transgressão da lei, e se não há lei não existe pecado, se não existe pecado é desnecessário o sacrifício de Cristo, assim, Jesus veio morrer pelos pecadores satisfazendo as justas exigências de sua própria lei.

Jesus Cristo diz “Não vim destruir a lei…” Mt 5:17, mas o diabo diz “a lei passou”!

Jesus Cristo diz “Se queres entrar na vida, guarda os mandamentos” Mt 19:16-17, mas o diabo diz “a salvação é pela fé, não precisa da lei”.

Jesus Cristo diz “O povo santo é salvo pela fé e como consequência guarda os mandamentos” Ap 14:12, mas o diabo diz “o povo santo pode ser qualquer um que acredite em Deus”.

Em qual personagem acreditaremos?

Podemos afirmar seguramente que Cristo veio não apenas redimir o homem, como também veio sustentar a autoridade e santidade da sua própria lei.

A bíblia revela que o dragão está irado contra um povo que guarda esta lei Ap 12:17, sabendo disso não é de admirar que o inimigo de Deus odeie o santuário, pois no coração do santuário está a sua lei, ela não está no átrio ou pátio, lugar santo ou outro lugar, mas está no local mais santo de todos, diante do Senhor eterno, que a utilizará para o seu devido fim, julgar Tg 2:12.

Se alguém desejar fazer qualquer mudança na Lei de Deus, deverá ir onde estão os originais, no céu, entrar no santíssimo, abrir a tampa da arca, com as mãos retirar as tábuas da Lei do Senhor e modificá-la, (risos), será isso possível?

PORQUE JESUS É O PERSONAGEM CENTRAL DO SANTUÁRIO

Este é o ponto mais importante, o foco central de todo o ódio do inimigo contra o santuário.

Jesus Cristo é o antítipo profético de toda a tipologia, é o resultado de todo o anúncio do que viria. Em todas as suas partes o santuário apresenta um aspecto da vida de Cristo, um nome diferente, um poder diferente e acima de tudo um amor absurdo.

Pergunte-se, existe razão de o diabo levantar no mundo hoje tanta luta contra esse tema? Veja algumas pistas:

Segundo alguns teólogos, o nome da porta principal se chama “caminho”, a segunda se chama “verdade”, a terceira chama “vida”, Jesus vem entre os homens dizendo ser “o caminho, a verdade e a vida” Jo 14:6

O principal elemento, o sangue que era derramado, no qual sem este perdia-se até a necessidade de santuário, era símbolo do sangue de Jesus.

Todo animalzinho que era levado pelo pecado, era símbolo de Jesus. O animal foi esquartejado, Jesus foi moído por nossas transgressões. Is 53

Na pia, mostra-nos o início do ministério de Cristo através do batismo.

No candelabro e a mesa dos pães Ele é luz e alimento respectivamente.

Os méritos de intercessão dEle podem ser vistos quando olhamos para o altar de incenso, todas as vezes que o sacerdote estava lá.

O sumo-sacerdote bem como o sacerdote são tipos de Cristo.

Jesus é o cumprimento de todos os tipos do santuário, assim conseguimos entender porque este tema é tão odiado pelo inimigo de Deus, e pasmem, muitos estão fazendo o mesmo.

OSantuário

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Santuário e Temas Relacionados e marcado , . Guardar link permanente.

6 respostas para 4 Motivos do porque Satanás Odeia a Doutrina do Santuário

  1. Luis Chacon disse:

    Vocês não fazem um blog por fazer, apenas porque são Adventistas e pronto, já me dei conta disso. Vocês usam o blog para servir a Deus e fazer o que Jesus disse que deveria ser feito, levar o Evangelho a toda parte. Gosto da agudeza dos que escrevem, da percepçào e preocupaçào. Mais uma vez um tema crítico apareceu, mas dúvidas dos não Adventistas que não conhecem quase nenhuma doutrina de Deus, e vocês com paciência e boa vontade explicando. Isso é trabalhar para Cristo, isso é amar o próximo ainda que sendo criticado, isso é ter a pessoa do Espírito Santo ao lado, e não uma porção como alguns pedem em suas orações. Vocês estão de parabéns. Espero que os que tenham dúvida leiam, e perguntem em bom nível suas dúvidas ainda que não mudem de opinião, pois essa já não é uma tarefa de homem nenhum. Forte Abraço

  2. edelson disse:

    Só uma pergunta porque vocês não fazem um blog se não for falando a respeito do sábado? E por que a maioria dos assuntos o sábado tem que está relacionado? Exaltando o mesmo mais, que exaltar o nome do Senhor Jesus? Jesus o único digno de adoração. Só um aviso os idólatra, não erdarão o reino de Deus.

  3. Edelson,

    Vc está de brincadeira?
    Nós temos mais de 3500 artigos postados aqui no blog , vc leu todos eles pra falar essa tremenda bobagem?????

  4. José disse:

    Sr.Edelson

    Se hoje o sábado o incomoda,em breve lhe incomodara muito mais!
    Se verdadeiramente vc adora o Senhor Jesus, por que se insurge contra Sua Lei?
    Ele,Jesus veio para exaltar e tornar a Lei gloriosa,tanto que aqui viveu,aqui sofreu e aqui morreu,sem pecado,isto é,sem transgredir a Lei,ao contrario:exaltando-a e tornando-a gloriosa(vide Jo 15:10)
    Muitos ¨erdarão¨ o reino( vide Jo 8:44-47).

  5. Josemar Miranda de souza disse:

    Ledo engano é pensar que os adventistas são salvos pela lei. –

  6. juliovieira disse:

    O tabernáculo era um lugar de muitos rituais tinha o altar de bronze onde o cordeiro era sacrificado pelos nossos pecados, o lugar santo que continha o candelabro com sete lampadas representando os sete espíritos de Deus, os dose pães que representa as dose tribos de Israel, o incensário que representa as orações dos santos, e no lugar santíssimo está o coração do tabernáculo, onde se encontra a arca da aliança, com a lei cerimonial de Moisés inclusive o sábado cerimonial e está do lado de fora da arca, e dentro da arca se encontra a lei moral os dez mandamentos escrito pelo dedo de Deus.tudo isso é segundo o modelo que há no céu, por esse motivo satanás odeia o santuário, isso lembra quado ele estava no céu e desobedeceu as leis, ele também sabe que se todos estudassem o santuário que esta escrito em Êxodo entenderiam que o que encerou na cruz foi o ritual do cordeiro e o sábado cerimonial e não a lei moral dos dez mandamentos, porque Deus não muda, e Jesus Cristo declara eu não vim para anular a lei e sim para cumprir, eu dou graças poque o meu Deus não muda.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s