A discussão da guarda do domingo chega no contexto das Olimpíadas de Londres

Os líderes da Igreja [no Reino Unido] temem que as leis que regulam o comércio aos domingos possam ser permanentemente desfeitas pela porta dos fundos, após uma suspensão “emergencial” para as Olimpíadas 2012. De acordo com a Lei de Negócios de 1994, as lojas maiores que 915 metros quadrados só podem operar na Inglaterra e em Príncipe de Gales durante seis horas contínuas entre as 10:00 h e as 18:00 h aos domingos.

Ontem [19] George Osborne, o Chanceler do Tesouro, confirmou no programa Show de Marr Andrew (BBC) que a lei teria de ser alterada em tempo de permitir que as lojas das Olimpíadas permaneçam abertas, junto com shopping centers e supermercados de todo o país.

“Temos todo o mundo chegando a Londres – e no resto do país – para as Olimpíadas. Seria uma grande vergonha se o país tivesse um sinal fechado para o comércio aos domingos – principalmente quando alguns dos grandes eventos olímpicos acontecerão aos domingos”

Quando pressionado, o Sr. Osborne se recusou a descartar uma extensão permanente do horário de comércio aos domingos, dizendo: “Tudo o que eu estou propondo no momento é que façamos isso para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos”.

De acordo com a mudança, que deverá ser forçada a passar através do Parlamento antes da Páscoa sem o período de consulta padrão, a regra de seis horas para os domingos será removida durante oito semanas durante o verão.

A igreja da Inglaterra não se oporá mais à abertura durante os Jogos Olímpicos, e alguns membros do clero vão até cancelar os cultos de domingo para que eles não coincidam com grandes eventos esportivos.

Mas o Deão de Southwark, o Reverendo Andrew Nunn afirmou: “Sempre que algo assim acontece, há a suspeita de que esta poderia ser uma maneira de começar uma mudança permanente. Eu posso entender o por quê eles estão pensando em fazê-lo para o período das Olimpíadas, mas estou preocupado com o futuro”.

O Dr. Chris Sugden, secretário-executivo da Igreja Anglicana, disse: “É óbvio que este é um teste para ver se pode estendê-lo. Ele justamente rompe esse tempo regular, onde as pessoas podem ficar juntas”.

O Reverendo Sally Hitchiner, pároco de São João, distrito de Ealing, acrescentou: “Estamos preocupados no que poderia tornar-se um precedente, que poderia perder um pouco da especialidade de domingo. O domingo deve ser um momento para os relacionamentos, deve haver um momento para se colocar limites sobre o consumismo, então você pode ir ao parque e jogar futebol com as crianças, e tomar o café-da-manhã tranquilo na cama”.

Um porta-voz da Igreja da Inglaterra disse: “É compreensível que um regime especial seja criado de várias maneiras quando o país acolhe os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos. Contudo, a Igreja da Inglaterra iria fortemente se opor a quaisquer outras tentativas de corroer a natureza especial do domingo, que a legislação ainda reflete”.

“Acreditamos que para a estabilidade da família e da vida comunitária, tantas pessoas quanto possível, devem ter a possibilidade de um dia comum de folga a cada semana. O impacto negativo potencial sobre a saúde dos trabalhadores, e em pequenos varejistas, superam quaisquer benefícios potenciais de uma maior desregulamentação”.

Fonte: The Telegraph

NOTA Minuto Profético:
 Interessante como a Inglaterra (única grande economia da Europa que não faz parte da União Européia) aproveitou o contexto das Olimpíadas para colocar em evidência a guarda do domingo na mídia, uma vez que os países da União Européia já têm feito isso explicitamente. Todos países da Europa unidos no mesmo propósito em conferir homenagem ao Vaticano através da guarda do domingo… É o fim dos tempos…

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Decreto Domical e Temas Relacionados e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

15 respostas para A discussão da guarda do domingo chega no contexto das Olimpíadas de Londres

  1. Carlos Alberto Ladeiro disse:

    Aqui no Brasil, desde que me conheço por gente domingo sempre foi feriado, e a religião adventista sempre prosperou.

  2. sábado. dia da discórdia. motivo de ódio entre cristãos, evangélicos divididos. judeus crentes no sábado e descrente em jesus católicos que guardam os domingos. Hó…. senhor tende piedade de nós humanos caiados.

  3. W. Frank disse:

    Carlos, a questão é obedecer a Deus ou não. Um dia haverá perseguição por essa escolha, a de obedecer integralmente a vontade de Deus e não apenas 80% como os católicos ou 90% como os demais evangélicos; esses últimos figuram como marionetes dos católicos.

  4. GILBERTO disse:

    ” Importa muito mais obedecer a Deus que aos homens ” e a Biblia fala do descanso no Sabado não no Domingo HB 4:4-9 EX 20:8-11 1JOÃO 2:4,6,7 JOAO 15:10 SALMO 89:34 EZEQUIEL 20:20

  5. Marcus disse:

    Irmãos não nos esqueçamos que a salvação é pela graça e não pelas obras, o bom ladrão deveria ser um grande ensinamento em contraste com os fariseus. Que Deus abençoe a todos, todos, sem excetuar ninguém e senhores a quem Jesus pedia a Deus, na sua hora derradeira que perdoasse?

  6. W. Frank disse:

    Marcus, bom dia!!! Concordo com você. A salvação é unica e exclusivamente pela graça, mas…uma vez salvo pela graça devemos nos sujeitar à vontade Daquele que nos salvou. Tiago, irmão do Senhor Jesus deixa bem claro isso em sua epístola.

  7. girlene disse:

    o sábado foi feito por causa do homem e não o contrário, que possamos a cada dia nos apegarmos no Senhor Jesus, pois Ele nos mostrará o caminho ceto a seguir, basta crer. A bíblia é claro que o sábado existe antes mesmo da criação da terra,e quando a fez, o sábado continuou a ser o dia de glórias e honras a Deus, e este é o sinal entre o Senhor e o seu povo verdadeiro e para isso devemos perserverá até o fim!!!

  8. Murilo disse:

    Não seria através de outra grande potência mundial que o decreto dominical será de fato consumado com força?
    Por enquanto tudo isto que acontece são ensaios para o que vem no futuro (não muito distante, parece…) – e mostra a Europa desunida, países fortes e fracos, que não conseguem se unir de fato (lembra as profecias de Daniel, não?) – e dentro de um próprio país (que na verdade são quatro – País de Gales, Inglaterra, Escócia e Irlanda, que compõe o Reino Unido) não há um conseso definitivo – alguns realmente não se importariam que o comércio funcionasse aos domingos…
    Não se enganem – o verdadeiro decreto dominical surgirá com força pra valer do outro lado do oceano… (o nosso lado) – de um país que surge a princípio demostrando uma fé renovadora, mas que com o passar do tempo se impõe as outras nações com voz de dragão (quer saber que país é este? – estude Apocalipse 13).

  9. pedro m s disse:

    romanos 14 5 dis que uns fas diferença entre dias e dias .outros julgas iguais todos os dias. cada um fica no seu proprio animos.

  10. W. Frank disse:

    Olá, irmão Pedro, boa noite. O contexto de Rm 14:5 trata de dia de jejum e não sobre o dia de guarda, pois quem escreve é Paulo, e Paulo era guardador do sábado (At 13:14, 42, 44, 16:13, 17:2, 18:2e4). Fique com Deus!!!

  11. Enoque A. O. Junior disse:

    Irmão Pedro,

    Apenas para complementar o excelente comentário do irmão W.Frank, romanos 14 deve ser entendido com o auxílio de 1 Coríntios, as duas cartas foram escritas na mesma década.
    Romanos 14:5 em nada têm a ver com a guarda do sábado, se isso fosse verdade Paulo também estaria contra a guarda do domingo, alguns cristãos pensam que Paulo disse para cada um escolher o seu próprio dia de guarda, mas se fosse assim a lei de Deus viraria uma bagunça concorda?

    Até mesmo um observador do domingo Russel N. Champlin reconhece que não é possível provar que a guarda do sábado esteja sendo questionada aqui: “Não dispomos de meios para julgar, com base neste texto, nem com toda a certeza, se Paulo queria incluir ou não o sábado na lista dos vários dias especiais que os irmãos ‘débeis na fé’ insistiam em observar”. (O Novo Testamento Interpretado Versículo por Versículo, vol. 3, p. 839)
    Para entender então esse verso é só continuar sua leitura no versículo 6:

    “Quem distingue entre dia e dia para o Senhor o faz; e quem come para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e quem não come para o Senhor não come e dá graças a Deus.”

    No meio cristão havia uma discordância entre os dias certos de jejuar, perceba que a distinção no versículo é relacionada ao “comer”. Confirmamos isso em uma fonte extra-bíblica, o Didaquê, escrito judaico do 1º século:

    “Os seus jejuns não devem coincidir com os dos hipócritas. Eles jejuam no segundo e no quinto dia da semana. Porém, você deve jejuar no quarto dia e no dia da preparação [sexta-feira]” – Didaquê 8:1.

    Paulo estaria dizendo:
    “Um faz diferença entre dia e dia para jejuar; outro julga iguais [“iguais” não se encontra no original grego] todos os dias. Cada um tenha opinião bem definida em sua própria mente e jejue nos dias que achar melhor.”
    Chamo a atenção também para o texto de Atos 16:13 que o irmão Frank colocou, em que Paulo guardou o sábado na natureza ( e não em uma sinagoga) e em uma cidade pagã, ou seja que bela oportunidade para Paulo dizer que o sábado foi abolido, ou modificado para o domingo, mas não! Amém?

    Fique com Deus.

  12. W. Frank disse:

    Olá, com esse comentário, irmão Enoque vc aumentou meu conhecimento. É ótimo participar desse blog pois aprendemos a cada dia, tanto com os artigos como com os comentários. Parabéns ao blog e parabéns aos irmãos. Fiquem com Deus!!!

  13. Alessandro Paz disse:

    Devemos ter nossas convicções,pois a salvação é individual.O Senhor Jesus é o nosso autor e consumador da nossa fé.Devemos ser obedientes à sua lei,e jamais Ele veio para transgredí-la e muito menos mudar,mas sim,cumprí-la.Hoje, o mundo religioso vive numa imensa escuridão e cegueira espiritual,mas que Deus possa ter misericórdia de todos,pois Ele mesmo disse que há ovelhas que ainda não são do seu aprisco e muitas ainda ouvirão sua voz e as conhecerão quando o Bom Pastor fizer o chamado.Que Deus nos abençoe e nos guarde até sua volta.Amém!!!

  14. constantino josé disse:

    Não estou de acordo com as intenções do papa sobre aglobalização

  15. Correia disse:

    Querido amigo, no programa “Na mira da verdade” disse que em apocalipse 17, os 7 reis não são os papas, mas isso não faz sentido algum…
    Observem o seguinte:
    No programa eles falam que o setimo reino é roma, no livro de apocalipse diz REI e não reino.
    No livro de apocalipse diz que o setimo REI durará pouco tempo e “NA MIRA DA VERDADE” fala que é roma…mas
    Se olharmos para a estatua de DANIEL ( Nabucodonosor) iremos ver que a parte que representa ROMA, foi o tempo maior entre os outros reinos que mostram na estatua…
    Daí a conclusão clara e obvia, os 7 reis são realmente os 7 papas, pois combinam exatamente com a data das 7 montanhas sobre o qual a mulher está assentada.

    O mau fone esta no final desse vídeo

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s