Podemos Viver sem Pecar?

É possível viver sem pecar? No programa de hoje, o Pr. Ivan Saraiva abordará este tema. Confira!

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Pecado, Pr. Ivan Saraiva, Sermões, Vídeos e marcado , , , , . Guardar link permanente.

13 respostas para Podemos Viver sem Pecar?

  1. silvanabreu disse:

    Muito contradizente essa pregação! Sinceramente não gosto desse pastor ele fala muita coisa inadequada, to começando a achar que ele é pastor na nova teologia.

  2. Olá Silvana,

    O que vc não concorda nesta pregação? O que o Pastor Ivan pregou inadequadamente na sua opinião? O que é nova teologia?

  3. Gilvan Carvalho disse:

    “Mediante o apreço do caráter de Cristo, por meio da comunhão com Deus, o pecado se nos tornará aborrecível. Como Cristo viveu a lei na humanidade, assim podemos fazer, se nos apegarmos ao Forte em busca de força”. (D.T.N, 668)
    A vida de obediência do Salvador manteve as reivindicações da lei; provou que a lei pode ser observada pela humanidade, e mostrou a excelência de caráter que a obediência havia de desenvolver. Todos quantos obedecem como Ele fez, estão semelhantemente declarando que a lei é “santa, justa e boa”. Rom. 7:12. Por outro lado, todos quantos transgridem os mandamentos divinos, estão apoiando a pretensão de Satanás de que a lei é injusta, e não pode ser obedecida. Apóiam assim os enganos do grande adversário, e desonram a Deus. São filhos do maligno, o qual foi o primeiro rebelde contra a lei do Senhor. Admiti-los no Céu, seria aí introduzir novamente elementos de discórdia e rebelião, e pôr em risco o bem-estar do Universo. Ninguém que voluntariamente despreze um princípio da lei entrará no Céu. (D.T.N 309)

  4. Gilvan Carvalho disse:

    “A verdadeira santificação significa perfeito amor, perfeita obediência, perfeita conformidade com a vontade de Deus”. Atos dos Apóstolos, pág. 565.
    “Quem não tem suficiente fé em Cristo para crer que Ele pode livrá-lo de pecar, não tem a fé que lhe dará entrada no reino de Deus” Mensagens Escolhidas, v.3 p. 360
    “Meu irmão, faça de Cristo seu Companheiro de cada dia, cada hora, e não se queixará de que não tem fé” (Testemunhos Seletos vol.2, pág. 268)

  5. silvana disse:

    O pastor Ivan prega que não é possível ser perfeito. Se não é possível ser perfeito nessa vida, entendo que perfeição é viver sem pecar, então o que estamos fazendo na igreja? Não vejo sentido em ir a igreja, devolver o dizimo, guardar o sábado e nunca obter a vitória sobre a maledicência, a fofoca, a crítica e etc.
    Nova teologia é a crença de que Jesus herdou a natureza de Adão antes da queda. Esse ensino que está tomando conta da igreja adventista desde de 1950, com o livro questões sobre doutrina. Nele que se encontra essa nova teologia adventista, que não fazia parte até então e que esse pastor Ivan esta ensinando na novo tempo. Não assisto suas pregações, sinceramente não gosto dele por isso.

  6. wesley disse:

    Silvana, vc esta redondamente enganada….. O pastor estar certissimo e so vc estudar a biblia que vc vai ver o que ele fala….. Eu sou membro da igreja Batista

  7. silvanabreu disse:

    Wesley se você não sabe fique sabendo que a igreja adventista não cria assim até 1950, mas passou a ter a partir de então uma corrente que hoje predomina na igreja que é semelhante a crença das outras igrejas protestantes como a sua, por isso a sua concordância com o tema, mas para nós adventista isso é voltar atrás de seus marcos e mesmo negar os ensinos que eram unanimes no tempo de Ellen White e agora querem achar meios de fazer-la concordar com esse engano. Sinto muito mas vc não conhece e nem pertence a igreja adventista para podermos debater sobre esse assunto.

  8. Junior Oliveira disse:

    “Cristo é nosso exemplo: o perfeito e santo exemplo que nos tem sido dado para seguir. Nunca podemos nos igualar a Ele, mas podemos imitá-Lo e nos parecermos de acordo com nossas possibilidades” – Ellen White, Review and Herald, 05/02/1895.

    “O ensino dado com relação ao que é denominado ‘carne santa’ é um erro. Todos podem obter agora corações puros, mas não é correto pretender nesta vida possuir carne santa. O apóstolo Paulo declara: ‘Eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum.’ Rom. 7:18. Aos que têm procurado tão ativamente obter pela fé a chamada carne santa, quero dizer: Não a podeis obter. Nem uma pessoa dentre vós tem agora carne santa. Ser humano algum na Terra tem carne santa. É uma impossibilidade.” – Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 32.

    “Quando os seres humanos receberem carne santa, não permanecerão na Terra, mas serão levados ao Céu. Se bem que o pecado seja perdoado nesta vida, seus resultados não são agora inteiramente removidos. É por ocasião de Sua vinda que Cristo deve transformar ‘nosso corpo abatido, para ser conforme o Seu corpo glorioso’” – Eventos Finais, pág. 269.

    “Se aqueles que falam tão francamente de perfeição na carne, pudessem ver as coisas sob seu verdadeiro aspecto, recolher-se-iam com horror de suas idéias presunçosas. Mostrando o engano de suas suposições quanto à carne santa, o Senhor está buscando impedir que homens e mulheres dêem às Suas palavras uma interpretação que leve à corrupção do corpo, da alma e do espírito. Seja esse aspecto de doutrina levado um
    pouco mais longe, e conduzirá à pretensão de que seus defensores não podem pecar; de que uma vez que tenham carne santa, suas ações são todas santas. Que porta de tentação se abriria assim!” – Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 32.

    “O fanatismo, uma vez iniciado e deixado às soltas, é tão difícil de extinguir como o incêndio que tomou conta de um prédio. Os que entraram nesse fanatismo [carne santa] e o mantiveram, fariam muitíssimo melhor em estar empenhados em obra secular; pois devido a sua atitude incoerente estão desonrando ao Senhor e pondo em perigo o Seu povo. Muitos movimentos dessa espécie surgirão neste tempo, quando a obra do Senhor deve manter-se elevada, pura, sem superstições e fábulas. Precisamos estar em guarda, manter íntima ligação com Cristo, para não sermos enganados pelos ardis de Satanás.” – Mente, Caráter e Personalidade, vol. 1, pág. 43.

    continua…

  9. Junior Oliveira disse:

    Continuação…

    • Leia Parábolas de Jesus, págs. 65, 66, 330 em diante;

    • Primeiros Escritos, 101-102.

    • Test. para Ministros e Obreiros Evangélicos, 150.

    • Sobre a doutrina errônea da perfeição na carne leia Mens. Escolhidas Vol. II, 32.

    • Veja e reflita sobre a perfeição e nossa situação de pecadores embora cristãos Sal.119:96 (há perfeições que têm limite); Heb.6:1; 10:14; Fil. 3:15; Col. 1:28 e 2:10; Heb. 7:28 (o contraste entre os sacerdotes de Deus como fracos e Jesus como perfeito); João é importante pois é dele que tiram a passagem para sustentar o perfeccionismo (1Jo 3:6). Mas é o próprio João quem esclarece: 1Jo 1:8, 9, 10 (aquele que diz que não peca é “mentiroso”); 2:1, 2; Ecles. 7:20.

    • Não esquecer que a frase “não peca” em 1Jo 3:6 está, gramaticalmente, no presente, o que significa “não vive pecando” com sentido contínuo. Se fosse o tempo aoristo seria “não peca” no sentido de não pecar nunca, mas não é esse o caso, especialmente pelas outras passagens do próprio João que combina com a gramática.

    Portanto a perfeição é “em nossa esfera”, e não sob um ponto de vista absoluto. Cada pessoa está num patamar de luz sob a direção do Espírito santo e é considerada perfeita de acordo com a “esfera” ou nível humano que se encontra (cf. Grande Conflito, 54).

    Cada pessoa deve “cultivar” suas faculdades até ao mais alto grau de perfeição, que, evidentemente não é absoluto. A perfeição é uma “obra para toda a vida”. Portanto é um crescimento em Cristo. Perfeito enquanto cresce e não apenas ao final.

    Deus os abençoe

  10. Galhardo disse:

    Entrando na controversia: Existem algum(a) homem(sentido genérico, mulher ou criança) sem pecado? Pode algum homem conseguir tal designio? Conseguiria ele chegar a uma perfeição, tão explendida q andaria entre os pecadores? Acredito q não!! Vamos as provas: “Se dissermos q não temos pecado nenhum, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.”(1 João 1.8). Diante deste texto observamos que precisamos, aceitar q nós somos pecadores. Mas não seria honesto se não usasse o contexto. Então vamos a ele: ” Esta é a mensagem q dele[Jesus] ouvimos, e vos anunciamos: q Deus é luz, e nele[Deus] não há treva alguma.” (verso 5). Pergunta: Quem disse isso, não foi João, q estava com Jesus ouvindo suas explicações? Claro, q sim! E qual era luz q estava naquele momento com João, não era Jesus?”Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo.”
    (João 9:5). Ora, o apóstolo João estava presenciando essa luz, através de Jesus. E recebendo esse raios, porém mesmo estando junto se qualifica como pecador, porq nos escreve esta carta. Vamos continuar: ” Se dissermos q temos comunhão com ele[Jesus], e andarmos nas trevas, mentimos, e não praticamos a verdade.”(verso 6). O que é comunhão?”Quem tem comunhão, comunga com alguém, está junto, constrói, soma, realiza favoravelmente… os que amam comungam de um sentimento único.” João estava em plena comunhão com Jesus, mesmo assim lá por volta do ano 90d.C; considerava-se um pecador. “Andar nas trevas, pré-supõe permanência. Perceba, q logo em seguida vem o advérbio(palavra q varia a ação) e a afirmativa :”Mas se andarmos andarmos na luz, como elena luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado.” (verso 7). Note q é uma forma condicional ou seja exigência(requesito) estarmos constantemente nessa luz(Jesus). Isso fica claro o a escrito Elen G. White afirma:”A santificação é uma obra enquanto se dure a vida.”(parafraseado). Percebeu? Enquanto se está aqui na terra somos pecadores em busca do aperfeiçamento. Espero ter ajudado nossos irmão. Que Deus nos ajude, há chegarmos esta perfeição. Amém.

  11. wesley disse:

    Silvana, descupa concerteza não sou membro da igreja adventista, mas acompanho o trabalho do pastor ivan e demais……… cuidado com que vc fala desse pastor sendo vc adventista, isso me faz lembra de paulo onde ele se refere em corintios: irmãos nao fale maus uns dos outros.
    É, no mais sendo vc adventista do setimo, apresenta um programa na rede novo tempo melhor do que o ivan saraiva, com seus ensinamentos….. tchau sem comentario…. valeu

  12. A PERGUNTAS QUE EU FAÇO SÃO AS SEGUINTES: QUEM JESUS VEM BUSCAR? AQUELES QUE LAVARAM AS VESTIDURAS NO SANGUE DO CORDEIRO? O QUE É SER PECADOR? NO MOMENTO EM QUE ENOQUE, ELIAS E MOISÉS FORAM LEVADOS AO CÉU QUAL ERA SEU REAL ESTADO DE SANTIDADE(ESPERO QUE ENTENDAM ESSA PERGUNTA)?

  13. Anderson disse:

    Diz Jesus: “Tudo o que pedirdes, orando, crede que o recebereis e tê-lo-eis.” Mar. 11:24. Esta promessa tem uma condição; que oremos segundo a vontade de Deus. Mas é vontade de Deus purificar-nos do pecado, tornar-nos Seus filhos e habilitar-nos a viver uma vida santa. Podemos, pois, pedir essas bênçãos, crer que as havemos de receber e agradecer a Deus havê-las já recebido. É nosso privilégio ir a Jesus e sermos purificados, e apresentar-nos perante a lei sem pejo nem remorso. “Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito.” Rom. 8:1. (CAMINHO A CRISTO, p. 51)
    O homem caiu. A imagem de Deus nele se acha deformada. Por causa da desobediência ele se tornou depravado em suas inclinações e debilitado em suas faculdades, aparentemente incapaz de esperar qualquer outra coisa além de tribulação e castigo. Mas Deus, por intermédio de Cristo, planejou um escape, e diz a todos: “Portanto, sede vós perfeitos.” Mat. 5:48. O Seu propósito é que o homem seja correto e digno diante dEle, e assim o Seu plano não será frustrado. Ele enviou o Seu Filho a este mundo a fim de pagar a penalidade do pecado, e mostrar ao homem como viver uma vida sem pecado. (CUIDADO DE DEUS, Meditação Matinal 1995, p. 320)
    Cumpre-nos lembrar a maneira em que Cristo trabalhava. Ele fez o mundo. Fez o homem. Depois, veio em pessoa ao mundo a fim de mostrar a seus habitantes como viver vida sem pecado. (EVANGELISMO, p. 385)
    Satanás declarou que os seres humanos não podiam viver sem pecar. Cristo passou por onde Adão tropeçou e caiu, e por uma vida sem pecado colocou a humanidade em terreno vantajoso, a fim de que cada qual pudesse estar perante o Pai, aceito no Amado. Review and Herald, 9 de março de 1905.
    Cristo assumiu a humanidade e suportou o ódio do mundo para que pudesse mostrar aos homens e mulheres que eles podiam viver sem pecado, que suas palavras, suas ações, seu espírito podiam ser santificados a Deus. Podemos ser cristãos perfeitos se manifestarmos em nossa vida esse poder. Se a luz do Céu repousar sobre nós continuamente, representaremos a Cristo. Foi a justiça que revelou em Sua vida que distinguiu a Cristo do mundo e provocou seu ódio. Manuscrito 97, 1909.
    O Pai e o Filho decidiram em consulta que Cristo devia vir a este mundo na forma de um bebê, e viver a vida que os seres humanos têm de viver, da infância à idade adulta, suportando as mesmas provações que eles, e ao mesmo tempo vivendo uma vida sem pecado, para que os homens pudessem ver nEle um exemplo do que poderiam tornar-se, e para que Ele pudesse saber por experiência própria como ajudá-los em suas lutas contra o pecado. Ele foi provado como o homem é provado, tentado como o homem é tentado. A vida que Ele viveu neste mundo os homens podem viver por meio de Seu poder e sob Seus ensinos… (REFLETINDO A CRISTO, Meditação Matinal 1986, p. 8)

    Eventos Finais, p. 71:
    O Exemplo de Enoque
    Enoque andou trezentos anos com Deus antes de sua trasladação ao Céu, e a situação do mundo não era então mais favorável ao aprimoramento do caráter cristão do que hoje. E como Enoque andava com Deus? Habituou a mente e o coração a sempre sentirem que ele se achava na presença de Deus, e quando estava perplexo, suas orações ascendiam a Deus, para que o guardasse.
    Ele recusava tomar alguma decisão que ofendesse a seu Deus. Mantinha o Senhor continuamente diante de si. Orava: “Ensina-me o Teu caminho, para que eu não erre. Qual é o Teu desejo a meu respeito? Que farei para honrar-Te, meu Deus?” Assim ele moldava constantemente a vontade e as atitudes de acordo com os mandamentos de Deus, e tinha completa confiança de que seu Pai celestial o ajudaria. Não tinha algum pensamento ou desejo egoísta. Sua vontade estava toda submersa na vontade de seu Pai. Pois bem, Enoque era um representante daqueles que estarão sobre a Terra quando Cristo vier, e que serão trasladados ao Céu sem provar a morte. Sermons and Talks, vol. 1, pág. 32. Enoque tinha tentações assim como nós. Estava rodeado de uma sociedade que não era mais propícia à justiça do que aquela que nos rodeia. O ar que ele respirava estava impregnado de pecado e corrupção, como o nosso; contudo, levava uma vida de santidade. Não se manchava com os pecados que predominavam na época em que vivia. Nós também podemos permanecer puros e incontaminados. Testimonies, vol. 2, pág. 122.
    Outro texto do mesmo livro p. 295:
    Nossos Traços de Caráter não se Alterarão
    Se quereis ser santos no Céu precisais ser primeiro santos na Terra. Os traços de caráter que acalentais na vida não serão modificados pela morte ou pela ressurreição. Saireis da sepultura com a mesma disposição que manifestastes em vosso lar e na sociedade. Jesus não altera o caráter em Sua vinda. A obra de transformação tem de ser efetuada agora. Nossa vida diária está determinando o nosso destino. Precisamos arrepender-nos dos defeitos de caráter, vencê-los pela graça de Cristo e formar um caráter simétrico neste período de prova, a fim de que sejamos habilitados para as mansões lá do alto. Manuscript Releases, vol. 13, pág. 82.

    SÃO POUCOS em cada geração desde Adão os que têm RESISTIDO aos seus artifícios e permanecido como nobres representantes daquilo que o homem em seu poder é capaz de fazer e ser, enquanto Cristo coopera com os esforços humanos para ajudar o homem a sobrepujar o poder de Satanás. Enoque e Elias são representantes corretos do que a vida pode ser, por meio da fé em nosso Senhor Jesus Cristo. Satanás ficou grandemente perturbado porque estes homens nobres e santos eram IMACULADOS no meio da corrupção que os cercava, formando CARÁTER PERFEITAMENTE JUSTO e sendo considerados dignos da trasladação para o Céu. “W G W No Deserto da Tentação pág. 31″
    Quando conhecermos a Deus como nos é dado o privilégio de O conhecer, nossa vida será de contínua obediência. Mediante o apreço do caráter de Cristo, por meio da comunhão com Deus, o pecado se nos tornará aborrecível. Como Cristo viveu a lei na humanidade, assim podemos fazer, se nos apegarmos ao Forte em busca de força. (D.T.N, 668)
    Muitos há que dizem servir a Deus, mas não têm o conhecimento experimental dEle. O desejo de fazer Sua vontade baseia-se em suas próprias inclinações, e não na profunda convicção efetuada pelo Espírito Santo. Seu procedimento não está em harmonia com a lei de Deus. Professam aceitar a Cristo como seu Salvador, contudo não crêem que lhes dará forças para vencer o pecado. Não têm relação pessoal com o Salvador vivo e seu caráter revela faltas herdadas e cultivadas. (P.J, Pág. 48)
    Nenhum transgressor dos mandamentos pode ter permissão para entrar no Céu; pois aquele que era outrora um puro e exaltado querubim cobridor foi expulso de lá por rebelar-se contra o governo de Deus. (Fé e obras pág.29)
    Embora a fé verdadeira confie inteiramente em Cristo para a salvação, ela conduzirá a perfeita conformidade com a lei de Deus. (Fé e Obras pág. 52)
    Quem não tem suficiente fé em Cristo para crer que Ele pode livrá-lo de pecar, não tem a fé que lhe dará entrada no reino de Deus. M.E, v.3 p. 360.

    1 cor 10:13 diz que Deus dá a prova e envia junto o escape….não somos tentados mais do possamos suportar…Deus nos dá a força que precisamos para agir-nos de acordo com sua vontade( a ciência do bom viver pág 176) o problema é que negamos entregar a nossa vontade a Deus( caminho a Cristo pág 47) e Deus diz pra nós nas palavras do apóstolo Paulo em Romanos 12:1 e 2 : rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é vosso culto racional e transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus e mais: Ele diz: sede santos como Eu sou santo( lev:11:44 e 1ª pedro 1:16)…..Jesus disse: sede perfeitos em mateus 5:48 e em joão 17:19 Jesus disse que santifica para que nós pudéssemos ser santificados.
    veja também em 1ª tessa 5:22,23 e 24…enfim, Deus é poderoso demais e pode fazer isso em nós se nós estivermos totalmente ligados a Ele….Deus levou Enoque para o céu para que ele parasse de pecar ou porque já não pecava mais??? cada um tem sua opinião e essa é a minha.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s