A Arma da Fé

“Combate o bom combate da fé. Toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado e de que fizeste a boa confissão perante muitas testemunhas.” I Timóteo 6:12.

Os animais marinhos não fazem cursos de defesa pessoal, mas sabem como se virar na hora do perigo: As lulas jogam tinta na cara do agressor e se escondem. Elas também usam “propulsão a jato” para escapar.

Como não possuem concha, as lesmas-do-mar queimam como urtiga, quando alguém toca em suas franjas.

Uma bomba: o pepino-do-mar “explode” e joga os intestinos sobre a vítima. Em contato com a água eles incham e viram uma rede pegajosa.

Além de jogar tinta, o polvo de anéis azuis tem uma mordida tão violenta que pode matar um ser humano.

A fé é a nossa defesa. Tem gente que diz que se você acreditar com força suficiente que uma determinada coisa pode acontecer, então ela acontecerá como você a imaginou. Dizem ainda que o sucesso depende de sua capacidade de acreditar em você mesmo. É claro que é importante conhecer a si mesmo e as suas possibilidades. Mas não a ponto de ser auto-suficiente.

O bom combate da fé tem como base a confiança em Deus. Quem tem fé é fiel a Deus em todas as situações. Nos grandes e pequenos desafios, combata o bom combate da certeza de que Deus está ao seu lado, ajudando-o a vencer.

Às vezes pode até acontecer algo que contrarie sua expectativa. Isso porém não significa que você não teve fé suficiente. José foi jogado por seus irmãos num poço e vendido como escravo. João Batista teve o pescoço cortado e a cabeça servida num prato. Será que essas coisas aconteceram porque José e João Batista não tinham fé suficiente? É claro que não.

Jesus disse que se tivermos fé como um grão de mostarda, podemos transferir um monte de um lugar para o outro. O grão de mostarda é tão pequeno que pode caber vários na cabeça de um alfinete. Então é mais lógico pensar que Jesus estava falando de qualidade de fé e não de quantidade. A verdadeira fé é a confiança que é mais forte do que o ódio, a pobreza, as doenças ou a morte. Nada disso desanima aquele que confia em Deus.

Texto do jornalista Francisco Lemos, amigo da natureza e pesquisador incansável de suas lições. Extraído do livro de Meditações Natureza Viva.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em , Natureza Viva (Meditações) e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s