A Verdade Sobre as Curas Mediúnicas

Você se importa com quem o cura? Você viajaria qualquer distância, pagaria qualquer preço para voltar a ficar bom, não importa quem estendesse a mão curativa? Você dirá: “Ora, eu quero viver! Pouco importa quem me cure.” Mas não se importar pode ser perigoso, até fatal.

Tenho dois artigos de jornais. Um, datado de 11 de janeiro de 1978 e recortado do San Francisco Chronicle, com o título: “Os Céticos do Poder da Mente Denominam a Superstição.” E diz: “Se você suspeita que os OVNIs podem ser reais… se você pensa que o Triângulo das Bermudas é um lugar perigoso… se você acredita na leitura da mente… telepatia ou percepção extra-sensorial… se você atende a qualquer dessas crenças, e parece haver milhões de pessoas que fazem isso… Bem, existem alguns cientistas e estudiosos que estão muito preocupados com você. Eles acham que você está sendo enganado e vêem o aumento do culto e do oculto como uma doença do nosso tempo. Para eles, a questão é ciência versus superstição.”

Somente pouco mais de seis anos depois, em 3 de abril de 1984, o Tribune de Oakland, jornal do outro lado da baía de São Francisco, publicou um extenso artigo intitulado: “Os Videntes se Apóiam na Ciência.” O artigo vai até a segunda página e continua no dia seguinte. Trata-se de um artigo que pode ser resumido nestas poucas palavras: “Se a parapsicologia funciona, por que não usá-la?”

Será que estamos a ponto de testemunhar o casamento dos fenômenos psíquicos com a ciência? É possível. Você sabia que a Universidade John F. Kennedy, em Orinda, pouco além das montanhas de Oakland, criou um departamento de parapsicologia?

A parapsicologia tem desejado o tempo todo ser reconhecida como uma ciência, e por essa razão tem mantido em segredo os seus laços com o oculto. Todavia, sua mais forte evidência vem dos médiuns e, sem eles, ela ruiria.

A parapsicologia é o estudo dos fenômenos ocultos e não se consegue aprofundar no estudo desses fenômenos sem entrar na cura mediúnica de alguma forma. Quase todos os médiuns espíritas tem alguma habilidade de cura. As várias formas de cura mediúnica são, na verdade, uma subdivisão da parapsicologia.

Ora, ciência e parapsicologia, ciência e o oculto, medicina ocidental e cura mediúnica, não queriam ter ligação uma com a outra. Mas as coisas estão mudando a despeito do fato de a parapsicologia ainda se considerar uma ciência. Mais e mais médicos estão apoiando a cura psíquica ou mediúnica. A porta está sendo aberta aos poucos até para a bruxaria.

Grande parte dos 1.500 membros da academia de parapsicologia e medicina é composta de médicos, que dão grande parte de sua atenção às pesquisas e curas mediúnicas. Seu presidente, Dr. Robert A. Bradley, é um médium. Ele é o inventor do método Bradley de parto natural, que diz ter sido uma idéia recebida de um de seus espíritos. O propósito principal da academia é integrar a ciência e a medicina ao oculto.

Na Grã-Bretanha, a Federação Mundial dos Curandeiros, com nove mil membros, recebeu autorização do governo para tratar pacientes em 1.500 hospitais no país. Essa mesma federação, composta em grande parte de médiuns assumidos, tem fornecido a colaboração de seus membros à Organização das Nações Unidas.

Dizem que o ex-astronauta, Edgar Mitchell, um entusiasta da parapsicologia, está se esforçando para integrar a cura mediúnica à medicina tradicional. Ele crê que “os curandeiros mediúnicos” podem se tornar adjuntos valiosos nos staffs dos hospitais, nos consultórios e nas clínicas gerais.

Parece haver algo de estranho nesse entusiasmo, pois ele mesmo diz que os poderes da metodologia mediúnica “podem ser tão perigosos quanto a energia atômica”.

Alguns doutores em medicina estão atualmente encaminhando seus pacientes aos médiuns e ocultistas. Há homens como o Dr. Robert Leichtman, por exemplo, que é médico, médium e pesquisador psíquico. Ele diagnostica os pacientes sem vê-los, e admite receber seus diagnósticos do mundo dos espíritos, mas a fama de suas habilidades tem se espalhado rápido entre seus colegas médicos. Por isso, também ele diagnostica várias centenas de casos por ano para eles, com uma precisão acima de 90 por cento. Podemos citar casos e mais casos.

É do conhecimento público que a Dra. Elisabeth Kluber-Ross, a famosa autoridade a respeito da morte, está profundamente envolvida com o oculto, juntamente com seu sócio e amigo, Dr. Raymond Moody, autor do “best-seller” Vida após a Vida. Consta que Kluber-Ross tem cinco espíritos. Salem é o seu preferido.

Sim, as coisas estão mudando. A ciência e a parapsicologia estão pondo de lado as suas diferenças, e a hipnose é agora assunto do dia-a-dia. “Mas espere”, dirá você. “O que há de errado com a hipnose? Ela não tem qualquer ligação com o oculto, tem?” Bem, você decide.

Você já ouviu falar em mesmerismo e magnetismo animal, tão populares no século passado? O transe mesmérico e o espírita são um só. Cada fenômeno oculto encontrado no mesmerismo é encontrado na moderna hipnose. Ambos são espirítas, embora Anton Mesmer, como os parapsicólogos de hoje, preferia identificá-lo com a ciência. Em essência, o hipnotismo moderno é mesmerismo.

Na corrida de Satanás pelo controle da mente dos homens, da vontade e da consciência, é muito natural que o hipnotismo seja um de seus instrumentos preferidos. Ele sabe que a hipnose é uma estrada direta até a mente, e quando uma mente se rende a outra, mesmo que para um propósito aparentemente bom, ele ou um de seus ajudantes podem entrar e assumir o controle.

A porta está aberta. Jamais esqueça que a consciência opera através da mente. Quando a mente está dominada, a consciência também está. Jamais esqueça que, quando a mente tem uma brecha, quando a fechadura é arrombada, nunca mais tornará a ser forte e o problema é que ler rótulos não ajuda muito, pois a hipnose pode se esgueirar sob um rótulo de aparência inofensiva como “Relaxamento Científico”.

Você já ouviu falar no Controle Silva da Mente? Ou da agora extinta dinâmica da mente? Cursos como esses prometiam às pessoas quase tudo. Uma garota insistia: “Além de descobrir que você pode fazer tudo o que quiser, que você é a razão de tudo, também descobre que não pode mais ficar triste e nem mesmo deprimido.” Não é de admirar que as pessoas se inscrevam! Mas o Dr. Elmer Green, um destacado crítico que até já debateu com um desses grupos na televisão, destaca que muitas dessas organizações “ministram um programa de quatro dias de intensa educação hipnótica para fazer as coisas que elas demonstram”.

Você sabe agora por que Salomão, o sábio, nos dá este conselho? “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração (ou seja, a sua mente) porque dele procedem as saídas da vida.” Provérbios 4:23.
E quanto à ioga? Você dirá: “Eu faço ioga, mas isso é apenas um meio de relaxar o corpo e a mente. Não se trata de hinduísmo e não há demônios envolvidos. Portanto, é totalmente segura.” Tem certeza? O objetivo da ioga, diz o pesquisador John Weldon, é “que os dedicados à ioga percebam que ela tem a ver com Brahma, o mais elevado e impessoal deus hindu”.

Os exercícios físicos são designados para preparar a pessoa a receber essa idéia em sua mente e em seu corpo. Ele diz: “A ioga é puro ocultismo e a meditação é o princípio operador da ioga.”

Minhas próprias pesquisas nos últimos 25 anos, tanto na Inglaterra como na América, me levaram a crer que existem tremendos riscos na prática da ioga, pois um simples erro pode produzir insanidade ou morte repentina. O poder demoníaco nunca está distante.

Jesus passou grande parte do Seu tempo curando. Ele passou mais tempo curando do que pregando. Sua compaixão pelo sofrimento humano desconhece fronteiras. Ele não queria que ninguém sofresse. Você não acha óbvio que o inimigo, o anjo caído que está a fim de destruir tudo o que puder, daria a maior prioridade à falsificação da cura? Acredite, ele não perde uma chance!

A cura mediúnica está se tornando mais popular a cada dia. Ninguém quer morrer e, quando a vida está ameaçada, homens e mulheres vão a qualquer lugar. Eles pagam qualquer preço pela promessa de ficar bons novamente.

Existem diagnosticadores mediúnicos que seguem os passos de Edgar Cayce, que foi o primeiro a desenvolver o diagnóstico pela hipnose. Alguns curandeiros obtêm uma precisão próxima da de Cayce. Alguns deles nunca vêem seus pacientes. Outros usam um objeto, como uma vareta ou um pêndulo, em seu diagnóstico, mas o poder não está no objeto; está no operador. O grau de sucesso é proporcional ao grau de envolvimento do curandeiro com o mundo espírita, com o oculto. Muitos deles sabem que os espíritos fazem a cura, mas nem todos querem se identificar como demônio. Eles dizem que a cura vem de seu eu superior.

Você sabia que o próprio Cayce passou a ficar mais preocupado com a natureza da força que operava através dele? Chegou uma época em que ele tinha dúvidas de seus poderes e dizia suspeito: “O diabo podia estar me tentando a fazer seu trabalho operando através de mim quando eu estava presunçoso demais para achar que Deus havia me dado poderes especiais.” Cayce, assim como muitos outros, caiu na cilada. Ele não conseguiu ludibriar nem deter as forças que trabalhavam através dele.

Há uma coisa muito interessante com relação às receitas mediúnicas. Algumas delas contém idéias simples, inofensivas e antiquadas. Outras prescrevem drogas mais recentes, a despeito do curandeiro não ter qualquer curso de medicina, e não saber sequer ler. Ele pode estar simplesmente repetindo o que uma voz está lhe dizendo. Pense sobre isto: algumas dessas receitas mediúnicas podem não funcionar se receitadas por um médico sem vínculo com o oculto e algumas delas podem ser perigosas se receitadas por um médico não mediúnico, mas totalmente inofensivas se receitadas por um curandeiro do oculto.

Certa vez, uma potente droga foi receitada em uma quantidade que mataria uma dúzia de pessoas. Evidentemente, o paciente do curandeiro não sofreu coisa alguma. Tenha em mente que muitas vezes um diagnóstico mediúnico está errado. Aí perde-se tempo e verdadeiros danos são causados. Mesmo quando a cura aparente acontece, geralmente é temporária. Muitas vezes, a doença é simplesmente transferida para outra parte do corpo ou, pior, para a mente!

Seja lá o que se diga, existem curas. O sobrenatural está em ação. Existem inegavelmente milagres de cura. Se você está doente, mesmo em estágio terminal, existem lugares para onde pode ir e ser curado. Porém, você está disposto a pagar o preço? E sabe qual é esse preço?

Uma paciente apareceu à porta de uma curandeira que vinha fazendo afirmações bombásticas por um anúncio de jornal. Ela disse à curandeira que seu médico havia diagnosticado nela uma grave doença no sangue, provavelmente leucemia. A curandeira replicou:

– Eu não sou médica. Eu trato com a mente e uso hipnose. A medicina não tem a cura para leucemia, mas nós temos curado leucemia. Temos curado câncer.

Ela explicou o método que iria usar:

– Empreste-me a sua mente para remover toda a sujeira e deixá-la funcionando adequadamente.

Ela explicou que a mente tinha que ser posta num estado passivo através da hipnose para que pudesse ser limpa de todo o lixo. A mente então purificaria o sangue e o corpo iria funcionar como deveria.

A paciente, na verdade, era uma policial que havia gravado secretamente a conversa. A curandeira foi presa mais tarde. “Empreste-me a sua mente”, havia dito ela. Existem lugares onde você pode ir e ser curado, mas o preço da cura é a rendição da sua mente. Você está disposto a pagar um preço tão alto? Está disposto a se vender para o mundo dos espíritos, para o inimigo do Senhor Jesus Cristo?

Alguns, apesar de claramente alertados, estão prontos a fazer essa tão temerosa troca. Veja o que o cirurgião mediúnico Edivaldo declarou. Ele disse: “Se o diabo pode aliviar a dor, abrir um estômago e remover uma úlcera, eu prefiro o diabo.”

Confesso que algum tempo atrás eu acreditava que todas as cirurgias mediúnicas eram fraudes, realizadas por mãos ágeis, mas sei muito mais agora. Muitas delas são realmente fraudes, talvez a maioria, mas nem todas o são. Algumas são assustadoramente sobrenaturais. A maioria dos cirurgiões mediúnicos é de centros espíritas do Brasil e das Filipinas.

A cirurgia mediúnica é feita sob péssimas condições de higiene e, muitas vezes, com facas sujas ou enferrujadas como instrumentos. Nenhuma anestesia é usada e o cirurgião presta pouca atenção ao seu trabalho. Isso ocorre porque um espírito está ali. Todos os curandeiros sabem disso e admitem abertamente que nada poderiam fazer sem os espíritos.

A cirurgia, o diagnóstico e a cura espíritas estão indo para outros países como Austrália, Canadá e Estados Unidos. Essa é a cura que você quer? Você está disposto a pagar o preço de uma escravidão ao oculto da qual somente o Senhor Jesus Cristo poderá libertá-lo?

Atualmente, ouvimos muito a respeito da medicina holística e o conceito de tratar a pessoa como um todo, do envolvimento do paciente em seu próprio tratamento, da medicina preventiva, etc. Isso tudo é muito bom. Jesus tratava a pessoa como um todo e durante muitos anos antes de se ouvir falar em medicina holística, o lema e o alvo da Faculdade de Medicina da Universidade em Loma Linda, CA, tem sido: “Tornar o Homem Completo”.

Os Adventistas do Sétimo Dia têm promovido há muito tempo esse conceito. Porém, com a medicina holística que tem sido vendida hoje, é preciso ter cuidado. É preciso discernimento. Temos que saber distinguir entre o que é seguro e o que não é. Algumas das ciladas da cura mediúnica já foram filtradas dentro da medicina holística e algumas coisas boas estão em má companhia agora.

Vejamos o biofeedback, por exemplo. Sem dúvida não há nada errado com a máquina, com as funções de um corpo, mas o problema é que muitos dos operadores de feedback estão envolvidos com o oculto.

De fato, a pesquisa do Dr. Elmer Green indica que a percepção extra-sensorial e os fenômenos paranormais às vezes ocorrem em todos os tipos de experimentos de biofeedback, a despeito de não serem os objetivos do treinamento. Qual o tamanho da influência do misticismo oriental e do oculto no movimento da saúde holística? É assustador. Parece que o movimento como um todo está dominado, controlado por filosofias completamente incompatíveis com o cristianismo, e mesmo assim continua crescendo.

Quase todas as técnicas holísticas estão repletas de implicações sutis, ou não tão sutis, que têm a sua origem no oculto. Muitas dessas técnicas são designadas para produzir estados alterados de consciência. É evidente que muitos praticantes holísticos dependem de estados de transe ou de outros estados alterados de consciência para fazer seus tratamentos funcionarem. As energias que eles buscam receber e passar aos seus pacientes são as mesmas velhas energias do oriente – perigosas ao extremo!

Ao que parece, poucos centros holísticos por todo o mundo escaparam do envolvimento com o oculto. A literatura deles revela isso. É só olhar. Os cursos que eles ministram denunciam isso. Calcula-se que provavelmente 80 a 90 por cento das palestras feitas a respeito da saúde holística apóiam o oculto de um modo ou de outro. Você pode ver que o médico a quem cofiamos nossas consultas, nosso tratamento de saúde, torna-se vitalmente importante.

Sem dúvida, seria injusto presumir que um médico está individualmente envolvido com o oculto só porque muitos de seus colegas estão. Por outro lado, chegou o momento de extrema cautela.

Ora, você pode estar dizendo: “Tudo isso é muito assustador.” Mas enquanto você não se conscientizar que os anjos do mal estão ao nosso redor num mundo invisível, e que estão batalhando pelo controle de nossa mente, não terá entendido. É mais do que apenas assustador. Esses agentes de satanás, se puderem, desviarão nossa mente, a porão em desordem e atormetarão nosso corpo, destruirão nossa saúde, nossos bens e nossa vida. Eles tentarão usar tudo de bom e de ruim para conseguirem a nossa total destruição! Por outro lado, o Senhor Jesus fará tudo o que puder para nos salvar. Ele é mais forte que o inimigo e mandará todos os anjos do Céu em nosso socorro, mas não nos deixará ficar sob o poder do inimigo contra a nossa vontade. Temos que pedir essa ajuda. Ela não nos será negada.

Você e eu, neste exato momento, com nossa própria permissão, estamos sob o controle de um poder ou de outro, mas a escolha é nossa!

Maravilhoso Jesus! O que temos aprendido sobre o inimigo apenas nos faz amar mais a Jesus, pois a beleza do Seu caráter, em contraste, se destaca como uma estrela brilhante contra a noite escura! Você está deixando cada ataque inimigo aproximá-lo mais do Salvador e aprofundar o seu relacionamento com Ele? Espero que sim, pois somente em Suas mãos qualquer um de nós está seguro.

Pr. George Vandeman

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Cura, Espiritismo, Nova Era e Temas Relacionados, Pr. George Vandeman, Sermões e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para A Verdade Sobre as Curas Mediúnicas

  1. Du Santana disse:

    Nossa! Eu nunca imaginaria que médicos de paises de primeiro mundo cedessem ao ocultismo na medicina.

    Será que todos esses “medicos curandeiros” estão cientes de onde se meteram? E se alguns deles foram enganados tbm? Espero que haja um tempo para os que se envolveram com o outro lado perceberem e voltarem atrás. Eu desejo mesmo isso!

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s