Cidadão do Céu

Em uma conversa com um influente líder dos judeus chamado Nicodemos, Jesus afirmou que “se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus” (João 3:3).

Nicodemos havia ouvido Cristo pregar e havia visto os milagres que Ele fizera. Tinha a convicção de que o humilde profeta da Galiléia era o enviado do Céu. Nicodemos reconhecia em Jesus um grande Mestre, mas não O via como um Salvador.

Jesus sabia disso e foi direto ao ponto.”Nicodemos, você precisa nascer novamente”. Com estas palavras o Mestre queria fazer uma revolução na vida religiosa daquele líder judeu. Nicodemos ficou chocado. Não era ele um descendente de Abraão? Não era ele um fariseu, um dos homens mais rigorosos na prática da religião em Israel? Ele, Nicodemos, teria de nascer de novo??

Sabe, meu amigo, muitos hoje pensam assim também. Estão certos de que se acham salvos e nada mais necessitam. Não são eles membros da igreja tal? Não ocupam nela elevados cargos?

Visivelmente irritado, Nicodemos disse a Jesus, com ironia: “Como pode um homem nascer, sendo velho?” Sem descer ao terreno da argumentação, e de modo solene, Jesus insistiu no Seu ponto: “Em verdade, em verdade te digo: Quem não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne, é carne; e o que é nascido do Espírito, é espírito. Não fique admirado ao te dizer: importa que você nasça novamente.” João 3:5-7.

Sim, de nada vale a nossa profissão de cristianismo, a posição que ocupamos na igreja, as boas obras que fazemos, se não experimentamos o novo nascimento. A qualificação para o céu envolve mais do que palavras, mais que mera profissão, mais do que atos exteriores.

Perceba que na segunda vez que Jesus falou, foi bem mais claro. Cristo tinha em mente não o nascimento natural, mas o nascimento do Espírito. A esperança do homem está em receber um novo elemento – um elemento de cima, do Deus Salvador. Por isso é importante destacar que as palavras do original grego, traduzidas por “nascer de novo”, podem ser traduzidas por “nascer do alto”.

O novo nascimento – o nascer do alto – é uma transformação operada pelo Espírito Santo. “Quando o Espírito de Deus toma posse do coração, transforma a vida. Os pensamentos pecaminosos são afastados, as más ações são renunciadas; o amor, a humildade e paz tomam o lugar da ira, da inveja e da contenda. A alegria substitui a tristeza, e o semblante reflete a luz do céu.” (DTN, p. 122)

E em que circunstâncias o Espírito Santo opera essa transformação? Ele nos faz nascer de novo, espiritualmente falando, quando cremos em Jesus como nosso Salvador pessoal; quando recebemos a Cristo em nosso coração, pela fé. Nicodemos também quis saber isto, e Jesus lhe disse: “… do modo como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado, para que todo o que nEle crê tenha a vida eterna.” (João 3:14 e 15). Lá no deserto, quando alguém era picado por uma cobra e olhava para serpente de bronze que fora levantada por Moisés, sarava. Assim também o pecador que olha para o Cristo levantado no Calvário, crendo nEle como Salvador pessoal, é curado do veneno do pecado e é salvo.

A luz que irradia da cruz revela o amor de Deus. Esse amor nos atrai a Ele. Se não resistirmos a essa atração seremos levados ao pé da cruz em arrependimento pelos pecados que crucificaram o Salvador. Então, o Espírito de Deus, mediante a fé, produz uma nova vida na alma. Os pensamentos e desejos são colocados em obediência à vontade de Cristo. O coração, o espírito, são novamente criados à imagem dAquele que opera em nós para sujeitar a Si mesmo todas as coisas. Então a lei de Deus é escrita na mente e no coração, e podemos dizer com Cristo: Tenho prazer em fazer a Tua vontade, ó Deus meu. (DTN, 124 e 125).

Prezado amigo: como João Batista na antiguidade, eu te digo: “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (João 1:29). Olhe para Jesus, sobre a cruz. Creia nEle como teu Salvador. O Espírito Santo vai te transformar, vai fazer de você um novo homem, uma nova mulher – um cidadão do reino celestial.

Pr. Montano de Barros

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Cristianismo Prático, Pr. Montano de Barros, Salvação e Temas Relacionados, Sermões e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Cidadão do Céu

  1. nekaps2005 disse:

    Feliz Sábado a todos irmãos……

    Louvado seja o nosso Deus, pois me fez nascer de novo.

    Que toda a Honra e a Gloria seja dada ao Senhor nosso Deus.

    Em nome do seu santo filho Jesus, Rei dos reis e Senhor dos senhores.

    Amem.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s