A Última Noite na Terra

Uma noite um grupo de rapazes entrou numa loja, assaltando-a. Entraram pela janela de trás, que o dono havia deixado aberta, mas não roubaram nada. Simplesmente fizeram uma brincadeira. Mexeram nas etiquetas dos artigos que estavam à venda. E assim, o primeiro cliente na manhã seguinte se assustou quando viu um simples balde de água, marcado US$ 900,00. Em compensação, a geladeira estava marcada por US$ 25,00. Tudo estava diferente. Os preços estavam trocados.

Neste mundo parece que alguém mexeu com as etiquetas. Coisas que têm pouco valor têm um preço alto. O homem dá muito valor para coisas materiais. O dinheiro é tão importante para ele. Mas tem muitas coisas que o dinheiro não compra. Não compra a saúde, nem a paz! Compra passagem para qualquer lugar, mas não para o Céu.

Jesus quando andava na Terra, não deu muito valor ao dinheiro.

  • Nasceu numa manjedoura – ainda emprestada.
  • Sua única carteira era a boca de um peixe – mandou discípulos tirar dinheiro da boca de um peixe para pagar um imposto.
  • A única coisa que escreveu não foi escrita num livro – não usou uma caneta – escreveu com Seu dedo na areia.
  • Tomou pão e peixe emprestado de um menino e deu para a multidão.
  • Tomou um animal emprestado para sua entrada triunfal em Jerusalém.
  • E para a última ceia com os discípulos, usou uma sala emprestada.

A nossa inflação mostra o pouco valor do dinheiro. Vi um quadro no jornal mostrando um ladrão entrando na casa de um cidadão para roubar o seu dinheiro. Ele pegou a calça do homem, tirou o dinheiro dos bolsos, jogou o dinheiro no chão, e roubou a calça. Depois havia um quadro mostrando o homem guardando o dinheiro no guarda-roupa e a roupa no cofre.

Realmente o dinheiro não é uma coisa de grande valor. Mas o homem deste século dá todo o valor ao dinheiro e pouco valor às coisas que realmente têm valor. O estudo da Palavra de Deus, uma consciência tranqüila, a paz com Deus são coisas que têm real importância. E mesmo entre as pessoas que estudam a Palavra de Deus, há certos trechos e certos assuntos que são evitados.

Uma das doutrinas que quase nunca mencionamos entre os cristãos é a doutrina da 2a. Vinda de Cristo. Embora muitas pessoas não creiam nesta doutrina, eu creio nela.

1) Creio em 1º lugar porque é uma promessa de Jesus, e creio em Jesus. Antes de sair desta Terra, Jesus disse: “Virei outra vez.” E se Ele fez esta promessa, já é o suficiente. Creio que Ele vem!

Num julgamento o advogado pediu ao juiz para cancelar o caso porque o seu cliente estava ausente. O juiz perguntou: “Porque está ausente?” “Em primeiro lugar, começou o advogado, meu cliente morreu ontem. Em  2° lugar …” “Pode parar, disse o juiz, ”não preciso de outros motivos. O primeiro é suficiente.”

O primeiro motivo que tenho para crer na 2ª Vinda de Cristo é suficiente. Não preciso de outros motivos para crer. Não existem muitos outros porque creio que Ele vem outra vez, e vem logo.

Não há falta de informação sobre este assunto nas Escrituras. Não posso dizer por que as igrejas não pregam mais sobre este assunto. A Bíblia não fala deste acontecimento futuro não só uma vez, nem 10 vezes, nem 50 vezes, e nem somente 100 vezes, mas sim mais de 2.500 vezes. No Novo Testamento, de cada 20 versículos, 1 fala da 2ª Vinda de Cristo.

No Japão há um vulcão chamado Fujiyama, perto da cidade de Tóquio. O panorama desta montanha é tão lindo que os famosos e pintores japoneses não consideram as suas pinturas completas se não estiver incluído nelas o Fujiyama. Às vezes nas pinturas esta montanha é a coisa principal. Às vezes aparece na distância. Às vezes é apresentado nas luzes apagadas do crepúsculo. Às vezes nas luzes da alvorada. Mas o Fujiyama sempre está ali!

A 2ª Vinda de Cristo está em toda a Bíblia. Às vezes é um assunto principal; às vezes está apresentado junto com um outro assunto. Mas em todas as partes da Bíblia se acha este assunto.

Nas primeiras páginas das Escrituras temos a promessa da 2ª Vinda de Cristo. Quando Adão e Eva pecaram, Deus fez uma promessa a eles.

A Bíblia diz: Judas 14 – “Vejam, o Senhor vem com milhares de milhares de seus santos.”

Na sua aflição e dificuldade, Jó falou sobre este assunto dizendo:

Jó 19:25, 27 – “Eu sei que o meu Redentor vive, e que no fim se levantará sobre a terra. E depois que o meu corpo estiver destruído e sem carne, verei a Deus. Eu o verei, com os meus próprios olhos; eu mesmo, e não outro! Como anseia no meu peito o coração!”

Os poetas e profetas falaram sobre este assunto com fogo celestial.

O salmista disse: “Virá o nosso Deus e não se calará.” Sal. 50:3.

A promessa de Jesus foi: João 14:1-3– “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.”

As últimas palavras da Bíblia são as palavras de Jesus, dizendo: “Certamente, venho sem demora.” E a resposta, numa oração de João, foi: “Vem Senhor Jesus.” Apoc. 22:20.

Um dia Jesus estava andando com os Seus discípulos quando de repente notaram que os Seus pés não estavam mais tocando no chão. Ele foi subindo ao Céu e desapareceu numa nuvem. Os seus discípulos ficaram muito tristes. Depois receberam a mensagem de um anjo. Esta mensagem está registrada em:

Atos 1:11 – “Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.”

Este mesmo Jesus!

  • O mesmo Jesus que nasceu numa manjedoura em Belém.
  • O mesmo Jesus que andou pela Terra curando os doentes, confortando os tristes, ressuscitando os mortos.
  • Esse mesmo Jesus que chorou no túmulo de Lázaro.
  • Esse mesmo Jesus que, quando os discípulos queriam mandar as crianças embora, disse: “Deixai vir a Mim os meninos, e não os impeçais porque dos tais é o reino de Deus.”
  • Ele foi embora com nuvens. Voltará com nuvens. Não sou eu quem está dizendo isto, é o anjo que disse: Com nuvens voltará.
  • Ele foi embora pessoalmente, literalmente. Assim é que Ele voltará.

Ele já voltou?

Apoc 1:7 – “Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.”

O anjo disse que Ele voltará com nuvens. O livro do Apocalipse repetiu este fato. E diz ainda: “Todo olho O verá.” Você já O viu?

Alguém me falou que Cristo já voltou. Voltou em 1914. Não fiquei surpreendido quando me falaram isto. Creio na profecia bíblica, e a Bíblia diz que alguém faria isto. Notem as palavras de:

Mat. 24:23-27 – “Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Eis que eu vo-lo tenho predito. Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis. Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem.”

Como podemos saber quando Ele vem?

Mat. 24:32 – “Aprendei, pois, esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão.”

Luc. 21:25 – “E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas”

Alguns anos atrás os astrônomos olhavam os astros a olho nu, e se contentavam com isto. Mais tarde saiu o telescópio e os astros ficaram mais perto. Hoje os homens não querem olhar mais, já querem ir lá.

Mas olhando para os céus, podemos ver os passos que Deus nos deixou. Ele nos deixou passos nos céus. Ele prometeu sinais nos céus e Ele nos deu estes sinais. Notamos uma profecia impressionante em:

Mat. 24:29 – “E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.”

Apoc. 6:12 – “E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue.”

O dia 19 de maio de 1780 começou como outro qualquer dia. De repente, em pleno dia, tudo escureceu. Os homens voltaram de seu trabalho. Crianças voltaram da escola. As vacas que estavam no pasto voltaram para o seu estábulo. Ficou tão escuro que não se podia ver um papel branco em frente dos olhos.

Na Legislatura do Estado de Maine, EUA, acenderam-se velas para poder continuar com os trabalhos. Um dos homens daquele governo disse: “Se este foi o Dia do Juízo de Deus, é melhor ele nos achar trabalhando. Vamos continuar o trabalho à luz de velas.”

Os cientistas procuraram uma explicação, pois não foi eclipse. Pessoas que estudavam as profecias bíblicas esperavam estes sinais.

Em 1762 um formado na Universidade de Howard escreveu: “Se pudéssemos achar os sinais no Sol, na Lua, e nas Estrelas – principalmente o Dia Escuro, a Lua não dando a sua luz, e a Queda das Estrelas – poderíamos ter certeza que a Vinda do Filho do Homem está próxima, pois os outros sinais estão se cumprindo.”

Muitos outros também esperavam, e quando naquele dia 19 de maio de 1780 o Sol se escureceu, e na noite seguinte a Lua se tornou em sangue, muitas pessoas reconheceram estes sinais como sinais do fim.

Um negociante, presidente da Câmara da cidade de Troy, Nova York, escreveu: “Vamos ver se esta é a geração em que estes sinais literais aconteceriam! O Sol se escureceu em 1780, faz 28 anos em maio. Na cidade de Providence, Nova York, começou pela manhã. As vacas voltaram aos estábulos, as aves tornaram aos seus poleiros, e nas lojas tivemos que acender velas. Em Massachusetts o povo almoçou à luz de velas, e os fazendeiros tiveram que deixar o trabalho nos campos por falta de luz.  No estado de Nova York os negócios pararam por falta de luz. Este é o primeiro sinal mencionado na Bíblia.

O segundo é a Lua se tornar em sangue. Eu não vi este sinal, mas fui informado que entre 2 horas e o nascer-do-sol, a Lua ficou vermelha como sangue. Parece-me que o próximo acontecimento será a Queda das Estrelas.”

Este acontecimento seguiu a ordem da profecia. Na noite de12 a13 de novembro de 1833, houve uma chuva de meteoros como nunca foi vista na Terra.

Um astrônomo da Universidade de Harvard, Sr. W.G. Fisher, descreve este acontecimento nas seguintes palavras: “Na madrugada de 13 de novembro de 1833 o povo dos EE. UU. foi acordado pelos madrugadores para ver as estrelas caírem mesmo.”

O astrônomo francês Flammarion disse que a densidade da chuva de meteoros comparou-se com os flocos numa tempestade de neve.

O Sr. Peter M. Millman na revista The Telescope, de maio de 1940 calcula que o número de estrelas cadentes visíveis de um só lugar foram entre 10.000 e 200.000 por hora.

Os índios norte-americanos ficaram tão impressionados com este acontecimento que registraram nos seus calendários simples.

Assim os sinais nos céus se cumpriram segundo a Palavra de Deus.

Em Mateus 24:6 e 7 a profecia fala em guerras. Em que época da história do mundo tivemos mais guerras do que esta?

Em S. Tiago 5:4 nos fala que haverá grandes dificuldades entre o capital e os empregados. Quando na história do mundo tivemos mais greves do que em nossa época?

Em Lucas 21:11 a Palavra de Deus nos fala que terremotos significarão o fim do tempo.

  • § No século 18 – foram registrados 37 terremotos.
  • § No século 19 – foram registrados 640 terremotos.
  • § No século 20 – já passaram de 2.000 terremotos.

Notamos uma profecia notável em Daniel 12:4: “Muitos correrão …. e a ciência se multiplicará.”

No tempo de Cristo a velocidade máxima que um homem podia andar era a velocidade de um bom cavalo. Há 200 anos atrás a velocidade era ainda a mesma. Em todos estes anos não houve mudança. Mas em 1830 as rodas começaram a girar mais rapidamente.

Surgiu a força do vapor, eletricidade, gasolina. Hoje em dia o homem pode viajar mais longe numa hora do que foi possível andar numa vida 170 anos atrás.

Em 1940 foi fabricado um avião militar por uma companhia que garantiu que o seu avião alcançaria a velocidade de 60 km/h. Se caso não alcançasse esta velocidade, eles prometiam devolver o dinheiro. Eles não precisaram devolver o dinheiro, pois o avião alcançou a velocidade de 63 Km/h.  Na Primeira Guerra Mundial os aviões voaram à velocidade de 100 Km/h. No começo da 2ª Guerra já estavam voando à velocidade de 200 Km/h. No fim desta guerra aumentou para 470 Km/h. Há alguns anos atrás quebraram a barreira do som, chegando à velocidade de 2.500 Km/h. Os foguetes viajam a 2.0000 Km/h, e os satélites vão rodeando a Terra à velocidade de 30.000 Km/h.

Quase não sabemos imaginar o mundo de alguns anos atrás sem carros, aviões, trens, navios a vapor, canetas, tipografias, máquinas fotográficas, rádios, raios-X, cinema, sem luz elétrica ou qualquer aparelho elétrico, sem computadores, sem Internet.

Ma foi assim o nosso mundo em 1800!

Encontramos outro sinal em Mateus 24:14 – ”E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então virá o fim.”

As invenções de nossos dias tornaram mais fácil a pregação do evangelho até hoje. A Voz da Profecia prega esta mensagem a 189 países, o que representa 98,97% da população do mundo.

Em 1944, o general Douglas MacArthur precisou deixar as ilhas Filipinas. Antes de sair ele disse: “Voltarei.” Os dias que se seguiram foram dias sombrios. Muitos prisioneiros em campos de concentração sofreram fome, perseguição, torturas e morte. No coração da cidade de Manila havia uma prisão chamada Prisão de Billibid, onde 2.000 estavam internados. As condições eram as piores possíveis. A alimentação era pouca e ruim.

Havia lá 2 prisioneiros que sabiam bastante sobre eletrônica. Eles ajuntaram algumas peças e conseguiram fazer um rádio. Com este rádio clandestino escutaram as notícias do mundo. Ouviram a voz do general MacArthur dizendo: “Eu voltarei.” Estas palavras deram um raio de esperança para eles. Um dia, escutando aquele rádio improvisado, ouviram as palavras do general MacArthur dizendo: “Eu voltei, estou aqui nas ilhas Filipinas.”

O Dr. Stump foi escolhido para ser o mediador entre eles e os oficiais da prisão. O seu colega chamava-se Mac, que tinha a responsabilidade de tocar o sino, que era o sinal para levantar, comer e dormir. A noite seguinte à que eles ouviram a voz de MacArthur dizendo: “Já voltei.” Dr. Stump e Mac foram chamados diante dos oficiais japoneses. Os oficiais disseram: “Amanhã às 10:30 hs todos os presos morrerão a metralhadora. Vocês tocarão o sino para ajuntar todos no pátio; e todos, incluindo vocês, deverão morrer.”

Naquela noite a notícia correu no campo de concentração. Seria a última noite para eles. A última noite na prisão! A última noite de vida! A última noite na Terra!

Na, manhã seguinte o Dr. Stump e Mac foram para o pátio. Eram 7:15 há. Estava na hora de tocar o sino, quando ouviram o som de aviões. Olharam para os céus, e viram a bandeira americana pintada abaixo das asas dos aviões. As portas dos aviões se abriram e pára-quedas começaram a descer do céu, e embaixo de cada pára-quedas, um soldado americano chegando para libertar os cativos.

Antes de ir para o Céu, Jesus prometeu: “Eu voltarei.” Esta promessa não falhará. Se os prisioneiros da Prisão de Billibid podiam confiar na promessa de um ser humano, por que não posso ter fé nas palavras de Jesus? Ele voltará!

Hoje estamos presos neste mundo de pecado. Mas logo virá a última noite desta prisão! A última noite na Terra! Os sinais nos mostram que este evento glorioso está perto! Muito mais perto do que pensamos!

Um pregador escocês chamado Mc Cheyne perguntou a alguns amigos: “Vocês acham que Jesus vem hoje à noite?” Um após outro respondeu: “Eu penso que não!” Depois de ouvir a resposta de várias pessoas, que diziam: “Eu penso que não!”, ele leu o seguinte texto bíblico:

Mateus 24:44 – “Por isso ficai vós também apercebidos, porque à hora em que não penseis, virá o Filho do Homem.”

Nossa mensagem hoje é esta. A Bíblia diz que não sabemos nem o dia nem a hora de Sua vinda.

Eu pergunto: Poderá ser hoje a última noite na Terra? Pode ser para mim! Pode ser para você, meu amigo. Não sei o que poderia acontecer hoje à noite. A vida é muito incerta!

Quantas pessoas foram dormir à noite esperando acordar de manhã, e nunca mais acordaram!

Quantas vidas se perdem cada dia em acidentes e desastres!

Quantas doenças atacam o corpo repentinamente!

Hoje pode ser a última noite na Terra para qualquer pessoa aqui!

Importa hoje estar pronto!

Pr. Henry Feyerabend

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Pr. Henry Feyerabend, Segunda Vinda de Jesus, Sermões e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para A Última Noite na Terra

  1. Saudades de um Pr amigo, que dorme e logo ira despertar, quero abraça-lo
    Tive o privilégio de orar com ele,em favor da obra de “DEUS” e especialmente em favor do Núcleo Social Reluz YOUTOBE reluz testemunhar ou youtobe toninho/andressa
    Sei que o Espirito Santo ja esta a frente deste trabalho, e que se erguera alem das nuvens, casa criança,jovem adolecente, bem como muitas familhas.
    Obrigado JESUS pelo grande previlégio de falar de sua breve volta. amemmm..amemmm!

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s