A Obra que Exige Reflexão de Nossa Parte

A reparação do mal e a reforma do carácter não se conseguem mediante alguns poucos esforços feitos a intervalos. A santificação não é a obra de um dia ou de um ano, e sim de uma existência inteira. A luta pela Vitória sobre si mesmo, pela santidade e pelo céu é uma luta que dura toda a vida. Sem esforços constantes e atividade incessante o homem não pode fazer progressos na vida espiritual nem conquistar o prêmio do vencedor.

A prova mais evidente da queda do homem de uma esfera mais elevada é esse custo para tornar ao primeiro estado. O caminho desse retorno só pode ser conquistado palmo a palmo e por meio de grandes lutas. Um ato instantâneo da vontade é suficiente para cair sob o poder do mal, mas um ato instantâneo da vontade não será suficiente para quebrar as suas cadeias e atingir a uma vida mais santa e mais elevada. O alvo pode ser proposto e a obra encetada, a sua execução, porém, requererá trabalho, tempo, constância, paciência, sacrifícios.

Cercados de inúmeras tentações, temos de resistir firmemente, senão seremos vencidos. Si houvéssemos de chegar ao termo de nossa existência sem termos cumprido a nossa obra, isto significaria um prejuízo eterno.

A santificação de Paulo foi o resultado de uma luta constante consigo mesmo. Elie disse: “Cada dia morro.” 1 Cor. 15: 31. Sua vontade e seus desejos estavam dia a dia em luta com o dever e com a vontade de Deus. Ao em vez, porém, de seguir as suas propensões, ele fazia a vontade de Deus, embora isto implicasse a crucificação de sua própria natureza.

Deus guia passo a passo aqueles que Lhe pertencem. A vida do cristão é uma luta e uma marcha. Nesta guerra não se concedem baixas; os esforços têm de ser constantes. Pela luta incessante sustentamos a Vitória sobre as tentações do diabo. Cumpre aspirar à perfeição cristã com energia irresistível e ater-se a ela com um propósito firme.

Ninguém será exaltado sem esforços enérgicos e perseverantes. Todos nesta guerra tém que estar em pé para si mesmos. Cada qual individualmente terá a responsabilidade do resultado dessa luta, e ainda que Noé, Jó e Daniel aqui estivessem, eles não poderiam salvar sequer aos próprios filhos pela sua justiça.

Texto de Ellen G.White, publicado na Revista Adventista de Abril/1908.

____________
Blog Sétimo Dia

Esse post foi publicado em Espírito de Profecia, Matérias Revista Adventista, Santificação e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para A Obra que Exige Reflexão de Nossa Parte

  1. LUZIA FERNANDES LOPES disse:

    DEUS GUIA PASSO A PASSO AQUELES QUE LHE PERTENCEM. A VIDA DOCRISTÃO É UMA LUTA E UMA MARCHA. NESTA GUERRA NÃO SE CONCEDEM BAIXAS; OS ESFORÇOS TÊM DE SER CONSTANTES. PELA LUTA INCESSANTE SUSTENTAMOS A VITÓRIAS SOBRE AS TENTAÇÕES DO DIABO . CUMPRE ASPIRAR À PERFEIÇÃO CRISTÃ COM ENERGIA IRRESTÍVL A ATER-SE A ELA COM UM PROPÓSITOFIRME.
    NINGUÉM SERÁ EXALATADO SEM ESFORÇOS ENÉRGICOS E PERSEVERANTES
    TODOS NETA GUERRA TÊM QUE ESTAR EM PÉ PARA SI MESMO. CADA QUAL INDIVIDUALMENTE DO RESULTADO DESSA LUTA , E AINDA QUE NOÉ. JÓ E DANIEL AQUI ESTIVESSEM, ELES NÃO PODERIAM SALVAR SEQUER AOS PRÓPRIOS FILHOS PELA SUA JUSTIÇA..

  2. Walber disse:

    A mais absoluta verdade da vida. Errar, cair, é até relativamente fácil, agora o caminho de volta? Esse é difícil. Só Deus mesmo, através de seu Santo Espírito para nos ajudar.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s