Uma vez que Jesus afirmou ser “senhor do sábado” (Mt 12:8), por que continuar guardando esse dia?

Algumas pessoas acham que o fato de Jesus haver declarado ser Ele “senhor do sábado” (Mt 12:8; Mc 2:28; Lc 6:5) implica na anulação do sábado como dia de repouso. Mas uma análise mais detida do assunto não sustenta tal posicionamento. Declarando-Se “senhor do sábado”, Cristo estava simplesmente reivindicando Sua legítima soberania sobre o sábado, em face das tentativas dos fariseus de ensinar a Cristo como observar esse dia (Mt 12:1-2).

A soberania de Cristo sobre o sábado deriva especialmente do fato de ser Ele tanto o Criador quanto o Legislador do sábado. Se o sábado foi instituído na semana da criação (ver Gn 2:1-3; Êx 20:8-11; Hb 4:4 e 10) e “todas as coisas foram feitas por intermédio” de Cristo, “e, sem Ele, nada do que foi feito se fez” (Jo 1:3), então o sábado é parte das grandes atividades criadoras de Cristo.

Mas a Bíblia apresenta a Cristo também como o Legislador do sábado. Em Atos 7:38 é dito que os oráculos sagrados foram dados a Moisés “no monte Sinai” pelo “anjo” do Senhor, identificado anteriormente como o próprio Senhor, ou seja, Cristo (At 7:30-32; ver também Is 63:9; I Co 10:4). Se o Decálogo (ver Êx 20:3-17), que inclui o mandamento do sábado (ver Êx 20:8-11), foi proclamado no Sinai por Cristo, então o próprio Cristo é o verdadeiro Legislador do sábado.

A controvérsia entre Cristo e os fariseus, registrada em Mateus 12, não diz respeito a qualquer tentativa da parte de Cristo de substituir a observância do sábado pelo domingo. O assunto em discussão é meramente a maneira como o sábado deveria ser observado. De um lado estavam os fariseus, tentando impor a Cristo e aos discípulos suas próprias tradições legalísticas sobre o sábado (Mt 12:2); e, do outro, Cristo, procurando desobstruir o sábado dessas tradições humanas, para restaurar o seu propósito original descrito nas Escrituras (Mt 12:3-8; ver também Is 58:13 e 14). Como “senhor do sábado”, Cristo possuía autoridade superior à dos fariseus em definir como o “deleitoso e santo dia do Senhor” (Is 58:13) devia ser observado.

Fonte: Sinais dos Tempos, novembro de 1998, p. 29

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em A Lei de Deus e Temas Relacionados, Perguntas e Respostas Bíblicas e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Uma vez que Jesus afirmou ser “senhor do sábado” (Mt 12:8), por que continuar guardando esse dia?

  1. Rodrigo RIbas disse:

    Eu gostaria de saber, onde estão as bases bíblicas que indicam que não devemos guardar o sábado!!! Muitas doutrinas passam por cima deste assunto e dão pequenas explicações humanas, mas quero ver na Palavra de Deus a anulação dos mandamentos de Deus! Ou melhor, eu não quero ver, porque no momento que não existir lei, aí também já não existe pecado, nem juízo, nem salvação em Cristo. Para que Jesus teria morrido? Sem lei não há pecado! Porque pecado é transgredir a lei!
    Certa vez, uma ex-namorada minha, Testemunha de Jeová, me falou que o sábado havia sido abolido por que Jesus tinha estabelecido um Novo Mandamento: amar a Deus de todo conhecimento e amar ao próximo como a si mesmo, pois que esta é a Lei.
    Eu sempre soube que ela tinha um grande conhecimento da Bíblia
    Então eu lhe mostrei na Bíblia a passagem de Mateus 5:17 à 20.
    Ela me falou que eu deveria estudar sobre os escribas e fariseus, que eu teria que ver quem eram eles e etc..
    Ou seja, ela não tinha base bíblica pra esse assunto.
    Minha conclusão é a seguinte: Muitas pessoas lêem somente aquilo que lhe mostram, em uma pregação, em um estudo bíblico, e acabam não tendo a vontade própria de procurar, e querer saber mais sobre nosso Criador e Pai, Aquele que quer cuidar dos seus filhos estabelecendo o que é melhor para eles. Aquele que quiser saber realemente a verdade deve ir com humildade no coração, e fazer orações antes de abrir a Bíblia. Assim o “Espírito vos guiará a TODA VERDADE” e mais: “conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”

    Nosss Grandioso Deus, esteja com estas pessoas na hora de suas dúvidas, ilumine a mente delas para que possam notar que a tua lei é boa, justa, e que o teus mandamentos são eternos! Tire toda a tradição pecaminosa da mente destes filhos amados e coloque tua lei no coração destes, para que e qualquer momento, e na hora da angústia e tribulação, sigam os teus caminhos. Que essas pessoas continuem amando o Senhor, mas agora com TODO O ENTENDIMENTO, e que continuem ajudando e amando seu próximo, porque nisto se resume a tua lei. Que Deus esteja com todos nós, em nome de Jesus, amém!

  2. irmão leitor disse:

    Rodrigo, este texto do Espírito de Profecia colabora com o seu raciocínio:

    “Muitas teorias e doutrinas, que julgamos derivadas da Bíblia, não se baseiam em seus ensinos, sendo em realidade contrárias ao conceito geral da Inspiração. Essas coisas têm sido causa de dúvida e perplexidade para muitos. No entanto, tal responsabilidade não cabe à Palavra de Deus, mas ao fato de ter sido pervertida pelo homem” (CAMINHO A CRISTO – 28ª edição. Pág. 109 / 12 – Expulse a Dúvida).

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s