Deus e as Cidades

Muitas pedras enterraram a aldeia de Frank.

O dia 28 de abril da 1903 foi um dia igual aos outros nessa aldeia. Os mineiros de carvão que moravam naquele lugar foram dormir naquela noite sem desconfiar que em cima da montanha chamada “Turtle Mountain” uma rocha enorme, pesando 90 milhões de toneladas estava se desprendendo. Às 4:10 hs da manhã estas 90 milhões de toneladas de rocha escorregaram sobre a vila, cobrindo-a completamente. Tudo aconteceu em apenas 100 segundos. Não houve advertência.

Quem visita este lugar, ao pensar na aldeia enterrada em baixo de seus pés, pode lembrar algumas palavras do livro de Apocalipse.
Apoc. 16:19 – “E a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações caíram.”

Que será que Deus pensa das nossas cidades de hoje? Nossas grandes cidades – nossas cidades orgulhosas – nossas cidades cheias de tristeza e cheias da alegria.

As cidades tumultuosas – como Londres.
As cidades em meio do burburinho – Nova York.
As cidades arrogantes – como Paris.
As cidades congestionadas – com Chicago.
As cidades florescentes – como São Paulo.
As cidades nervosas – como Berlim.
As cidades surpreendidas – como a velha Pompéia.

Uma cidade tem sua personalidade. Uma cidades tem vida!

Uma cidade nasce um dia; e às vezes tem o seu dia de morte.

A cidade é vestida com tijolos e telhas – mas a cidade tem coração, e Deus fala ao coração.

O que será que Deus pensa de nossas cidades de hoje? Olhando do Seu lugar lá no Céu, o que será que Deus pensa do Rio de Janeiro, com o seu Pão de Açúcar, Corcovado e Praia de Copacabana? O que será que Ele pensa da cidade de São Paulo, com seus milhares do operários trabalhando nas suas fábricas? Esta cidade florescente que cresce mais rapidamente do que qualquer outra cidade no mundo.

Olhando para Nova York com seus 11 milhões de habitantes: de cada 10 norte-americanos, 1 está num lugar em que se pode ver o Empire State Building. O orçamento desta cidade é maior do que o de muitos países. Mas com um pouco de cerração – ou um pouco de neve, ou um pouco de gelo nas ruas – a maior cidade do mundo está completamente paralisada. A gente pode ficar preso naquela cidade por causa de alguns flocos do neve tão pequenos e delicados que quando caírem em nossas mãos derretem-se e desaparecem. Mas ao juntarem-se alguns flocos bonitos que Deus manda, o trânsito fica parado.

A cidade do Rio de Janeiro sentiu o impacto das águas, mostrando a todos a fraqueza de uma cidade diante do poder da Natureza. Qual é a cidade que pode enfrentar um terremoto ou uma explosão nuclear?

Tenho uma convicção que Deus tem uma mensagem para todas as nossas cidades. Sempre foi assim. Nos tempos do Velho Testamento, Deus falou com o seu servo Ló com a seguinte mensagem:

Gên. 19:20 – “Eis aí uma cidade perto, para a qual eu posso fugir, e é pequena. Permite que eu fuja para lá … e nela viverá a minha alma.”
Ele prometeu destruir aquelas cidades. Mas Abraão não queria ver as cidades destruídas, e começou a interceder com Deus pelos moradores daqueles lugares. Ele perguntou: “Se porventura houver 50 justos na cidade, destruí-los-ás também?” Deus respondeu: “Se Eu encontrar em Sodoma 50 justos, pouparei o lugar por amor deles.
Então ele começou a diminuir o número. “Se faltar 5 para completar os 50 – se houver 45 justos, ainda será destruída a cidade? Ou se houver 40, 30, 20 ou 10 almas justas na cidade, ainda será destruída?” E Deus prometeu em Sua bondade que por causa de 10 justos Ele pouparia a cidade.

Será que Deus está protegendo algumas das nossas cidades por causa de algumas pessoas que estão dentro delas? Mas as cidades de Sodoma e Gomorra foram destruídas com o que a Bíblia chama de fogo eterno.

Judas 7 – “….”

Isso nos mostra que uma cidade que receber uma mensagem de Deus e não aceitar essa mensagem, será destruído. A pessoa que receber uma mensagem de Deus, e não a aceitar, também terá que enfrentar os juízos de Deus. Quantas pessoas crêem que um Deus de amor não castigará a ninguém.

Deus é amor. Ele oferece o remédio para o pecado e para a morte da mesma maneira que um bom médico oferece um remédio para um doente. Mas se o doente recusar-se a tomar o remédio, e depois morrer, o médico não será culpado. Se o pecador recusar-se a tomar o remédio que Deus oferece, morrerá, mas Deus não será o culpado. Isto não é um sinal de que Deus não é amor.

Virando as folhas da História Sagrada encontramos uma mensagem que Deus mandou para uma cidade.

Era a cidade de NÍNIVE. A Bíblia chama a esta cidade de “A Grande cidade”. Mas era uma cidade cheia de iniqüidade.

Naum 3:1 – “….”

Ele disse: “A sua malícia subiu até Mim!”

Nínive era uma cidade fantástica. Somente o palácio do Rei Senaqueribe estava num terreno que ocupava 1.640 alqueires. Este palácio não era um apartamento apertado com 2 ou 3 quartos. Havia 71 peças neste palácio. As paredes foram construídas com lâminas de alabastro. Mas Deus disse desta cidade: “A sua malícia subiu até Mim!”

Ele mandou o evangelista Jonas para aquela cidade com a mensagem: “Até 40 dias e Nínive será destruída. Jonas não quanta ir, e fugiu de Deus. Essa história interessante é uma das mais conhecidas da Escritura Sagrada. Não vamos entrar em detalhes agora.

A história de Jonas e a baleia tem sido objeto da crítica de muitos ateus. “Impossível!”, dizem eles. Não cremos ser tão impossível – mas mesmo que fosse, cremos nos milagres de Deus. Para Deus tudo é possível. Quando alunos de Teologia estudam a história da Jonas, o professor apresenta muitos fatos históricos e científicos que provam a possibilidade deste acontecimento. Até estuda-se histórias de pessoas que foram engolidas por grandes peixes, e não perderam a vida.

Conta um evangelista que também já estudou isto. Decorou todos estes fatos com muito cuidado, mas quando fez o exame final não tirou a nota que esperava tirar. Conversou com o professor, e ele disse: “Você perdeu o ponto principal. O pronto principal é que foi um milagre. Os outros fatos são muito interessantes, mas mesmo sem provar a história, podemos crer pela fé em Deus.”

Um incrédulo estava discutindo com um cristão. Ele começou a atacar o cristão, por causa da sua fé. “Vocês, cristãos, são todos iguais. São ignorantes. Crêem em muitas coisas que não têm base. Esta história de Jonas, por exemplo. Todo o mundo sabe que é uma coisa impossível. Pode me explicar como seria isto possível?” “Não posso”, disse o crente, “mas ainda creio.”

“Não falei? São ignorantes. Não podem explicar, e ainda crêem nestas histórias?! … “Eu não sei como foi, disse o cristão, mas um dia quando eu chegar lá no Céu a primeira pessoa que procurarei para conversar será Jonas, e então procurarei saber como foi.” Com isto o ateu começou a rir. “Agora eu sei mesmo que vocês não sabem nada. Você não sabe que Jonas não vai para o Céu, que ele foi desobediente e que ele vai para o inferno?” “Então, respondeu o cristão, não há problema. Você mesmo poderá lhe perguntar como foi.”

Como disse, creio em muitas coisas que não posso comprovar.

Quando eu ainda era pequeno minha mãe me deu um pedacinho de chão para fazer uma horta. Ela me deu umas sementes marrons, que logo plantei. Depois fiquei esperando a planta crescer. Como fiquei contente depois de algumas semanas em ver algumas folhas verdes crescendo. Depois de algum tempo mamãe disse: “Agora pode comer o que plantou na sua horta.” Puxei a planta verde, e lá embaixo havia uma raiz vermelha. Era rabanete. Cortamos o rabanete no meio e vimos que era branco por dentro.

Alguém pode me explicar como uma semente marrom na terra preta pode dor uma planta verde, com raiz vermelha e branca por dentro? Não se pode explicar! Por isso vamos deixar de comer rabanetes? Ainda assim gosto do rabanete, sem poder explicar tudo como cresce.

E ainda posso receber as bênçãos da Palavra de Deus, sem poder explicar tudo.

Às vezes somos como a menina que fez um buraco na areia, e começou a levar água do mar no seu balde pequeno, derramando-a no buraco. Quando alguém perguntou: “O que está fazendo, menina?” Ela respondeu: “Quero colocar o mar neste buraco.” Mas isto não é possível; não cabe. Os grandes mistérios do Deus não cabem em nossa pequena mente.

Voltemos para a mensagem de Deus para as cidades.

A cidade de BABILÔNIA também recebeu uma mensagem de Deus.

Isaías 13:19 e 20 – “….”

Esta linda cidade ouviu o voz de Daniel por muitos anos. A cidade era tão linda que seria impossível descrevê-la.

Um jornalista foi para lá para fazer uma reportagem, mas voltou sem escrever nada. Quando lhe foi perguntado porque, disse que a cidade era tão linda, que se escrevesse sobre a metade do que viu, o povo o chamaria de mentiroso.

Foi esta cidade que Deus disse que seria destruída. Mas 100 anos depois desta profecia a cidade ainda estava prosperando – melhorando cada vez ano. Alguém poderia ter dito: “100 anos se passaram, 100 anos de progresso. A Bíblia não fala a verdade.” Mas, quem visita as ruínas de Babilônia hoje, pode ver a descrição bíblica preenchida.

Disse o profeta: “Nunca mais será habitada.” Se alguém quiser provar que a Bíblia falsa, seria só construir a velha Babilônia. O Livro disse: “Nem o árabe armará ali a sua tenda, nem tão pouco os pastores ali farão deitar os seus rebanhos.” Se alguém quiser provar ser a Bíblia falsa, é somente levar o árabe para dentro da cidade e ali armar e sua tenda. Ele entra na cidade, mas ao ver as sombras da noite, a sua superstição não o deixa ficar dentro dos muros daquela cidade.

Mais uma vez o velho Livro mostra o seu poder!

A cidade de TIRO também recebeu uma mensagem de Deus. A exatidão com que esta profecia foi cumprida é incrível. Lemos em:
Ezequiel 26:4, 12, 14 – “….”

Logo depois da profecia de Ezequiel Nabucodonosor atacou a cidade de Tiro. Durante12 anos ficou pelejando contra esta cidade. Os habitantes da cidade finalmente fugiram para uma ilha, quando a cidade caiu. Durante 240 anos o povo de Tiro morou nesta ilha.

Mas em 333 A. C. Alexandre atacou a nova cidade. Como ele não tinha navios para invadir a ilha ele construiu um aterro da terra para a ilha. Para obter o material para realizar este projeto ambicioso, ele pegou as ruínas da velha cidade e as jogou no mar. Ainda faltando material, ele raspou a terra das rochas.

O que disse o profeta muito tempo antes?

(Verso 4): “Eu varrerei o seu pó e farei dela penha descalvada.”

E ainda no versículo 12: “As tuas pedras, as tuas madeiras e o teu pó lançarão no meio das águas.”

Hoje aquele lugar é usado para enxugar as redes. Quando Tiro ainda era uma cidade próspera o profeta havia dito:

Ezequiel 26:14 – “E farei de ti uma penha descalvada; virás a ser um enxugadouro de redes.”

O cumprimento desta profecia foi mais uma coisa fantástica, mostrando o poder do Livro de Deus. Este Livro tão velho, mas tão atual que á mais moderno que o jornal de amanhã. Este Livro que durante os séculos tem sido o objeto de ataques, mas que nunca perdeu o seu poder.

A noite de 24 de agosto do ano 79 foi a última noite de pecado para a velha cidade de Pompéia – esta cidade que vivia na sombra do Vulcão Vesúvio, sempre ouvindo o seu estrondo até que se havia acostumado com o seu perigo. Na erupção do vulcão, a cidade foi coberta pelas lavas do vulcão.

Anos depois, quando os arqueólogos estavam estudando e verificando o lugar, o corpo petrificado de uma mulher foi encontrado nas ruínas da cidade. Notaram que as suas mãos estavam fechadas. Com curiosidade eles abriram as mãos dessa vítima do desastre, e descobriram que estavam cheias de jóias preciosas. Então eles compreenderam a história. Esta senhora estava fugindo da cidade quando se lembrou das suas jóias que havia deixado em casa. Assim, ela voltou correndo para salvar as coisas que considerava como os objetos mais valiosos.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Pr. Henry Feyerabend, Sermões e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Deus e as Cidades

  1. Luzia Fernandes Lopes disse:

    DEUS DEIXOU PARA NÓS OS PROFETAS HOMENS QUE ACREDITAVAM EMSUAS PALAVRAS QUE PODIAM ACONTECER COM HOMENS E MULHERES QUE NÃO ACREDITAVAM EM SEU PODER. PODER QUE ERA FEITO PARA NOSABENÇÕAR A TODOS, MAS NÃO ACREDITARAM EM DEUS E SE PODER, E RESISIRAM NAS COISAS MUNDANAS ONDE VEIO A FALECER MILHÕES DE PESSOAS, AS SAGRADAS ESCRITURA ESTÃO AI PARA QUEM QUER SEGUIR OS MANDAMENTOS DE DEUS, E SÓ DEIXAR DE OLHAR E PRATICAR ALGO QUE ELE DEUS NÃO GOSTA. DEIXE O INÍQUIO DE GOVERNAR O QUE DEUS NÃO QUERIA PARA O SEU POVO. PORQUE DEUS É FIEL E JUSTO PARA FAZER O QUE É O MELHOR PARA NÓS. COMO ESTÁ ACONTECENDO NOS NOSSOS DIAS POIS VEMOS GENTE MORRENDO IGUAL AS GUERRAS DO MUNDO DO ANTIGO TESTAMENTO, MUITOS CRISTÃOS ESTÃO SE DESVIANDO PARA PERSEGUIR AOS QUE ERAM DA MESMA FÉ. AS PREDIÇÕES DO ANTIGO TESTAMENTO SOBRE A VINDA DO MESSIAS FORAM CUMPRIDAS POR JESUS DE UMA FORMA ESPECÍFICA E CLARA. PORISSO NÃO FIQUEMOS A ESPERAR O QUE ESTÁ NAS SAGRADAS ESCRITURA VIRÁ A ACONTECER É MELHOR ORAR E LOUVAR AO NOSSO PAI ETERNO PARA QUE NÓS VENHAMOS A CONHECER JERUSALÉM CELESTIAL, ONDE TODOS VIVERÃO NA PAZ DO SALVADOR DE TODOS NÓS.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s