Carta do Papa sobre o Domingo

Alguns me perguntaram sobre a Carta do Papa João Paulo II, dirigida aos fiéis e líderes católicos de todo o mundo, no qual o Pontífice Romano exorta para que todos busquem uma maior santidade do Domingo, o Dies Domini, segundo a Igreja de Roma.

Desde 1998 que esta carta está circulando no mundo, e seus argumentos puramente filosóficos tentam solapar a teologia e doutrina bíblicas do santo sábado do sétimo dia.

Ou seja, na visão da Igreja Romana, todas as bênçãos que o Senhor colocou sobre o sétimo dia, ela, a Igreja, transferiu para o primeiro dia da semana, em uma pseudo-honra à ressurreição de Cristo.

Vejam como o papa conclui a carta:

“Confio o acolhimento frutuoso desta Carta Apostólica pela comunidade cristã à intercessão da Virgem Santa. Sem nada tirar à centralidade de Cristo e do seu Espírito, Ela está presente em cada domingo da Igreja. Exige-o precisamente o mistério de Cristo: de facto, como poderia Ela [Maria], Mater Domini e Mater Ecclesiæ, não estar presente a título especial no dia que é simultaneamente dies Domini e dies Ecclesiæ?

Para a Virgem Maria, olham os fiéis que escutam a Palavra proclamada na assembleia dominical, aprendendo com Ela a conservá-la e meditá-la no seu coração (cf. Lc 2,19). Com Maria, aprendem a estar ao pé da cruz, para oferecer ao Pai o sacrifício de Cristo e associar ao mesmo a oferta da própria vida. Com Maria, vivem a alegria da ressurreição, fazendo suas as palavras do Magnificat que cantam o dom inexaurível da misericórdia divina no fluxo inexorável do tempo: « A sua misericórdia estende-se de geração em geração sobre aqueles que O temem » (Lc 1,50). Domingo a domingo, o povo peregrino segue o rasto de Maria, e a sua intercessão materna torna particularmente intensa e eficaz a oração que a Igreja eleva à Santíssima Trindade.

A iminência do Jubileu, queridos Irmãos e Irmãs, convida-nos a aprofundar o nosso compromisso espiritual e pastoral. De facto, é este o seu verdadeiro objectivo. No ano em que aquele vai ser celebrado, muitas iniciativas o caracterizarão, dando-lhe aquele timbre singular que não pode deixar de ter a conclusão do segundo e o início do terceiro Milénio da Encarnação do Verbo de Deus. Mas este ano e este tempo especial passarão, dando lugar à expectativa de outros jubileus e de outras datas solenes. O domingo, com a sua ordinária « solenidade », permanecerá a ritmar o tempo da peregrinação da Igreja até ao domingo sem ocaso.

Exorto-vos, portanto, amados Irmãos no episcopado e no sacerdócio, a trabalhar incansavelmente, unidos com os fiéis, para que o valor deste dia sagrado seja reconhecido e vivido cada vez melhor. Isto produzirá frutos nas comunidades cristãs, e não deixará de exercer uma benéfica influência sobre toda a sociedade civil”.

Os evangélicos podem até negar, mas é um fato que a Igreja Romana se coloca como “dona” e “autora” da santificação do domingo, creditando, inclusive, a Maria uma honra especial durante este dia.

Pena que muito evangélico sincero, que se limita apenas a repetir o que seu pastor equivocadamente prega, não se dê conta de que está seguindo uma ordenança papal, ao mesmo tempo em que despreza as claras e límpidas orientações da Palavra de Deus sobre o ÚNICO dia que a Bíblia classifica como SANTO, SEPARADO e DE DESCANSO – o sétimo!

“Proferirá palavras contra o Altíssimo, magoará os santos do Altíssimo e cuidará em mudar os tempos e a lei…” (Dan. 7:25).

Cumpriu-se cabalmente a profecia bíblica!

A Carta Papal na íntegra pode ser lida no próprio site do Vaticano (clique aqui).

“Então, Pedro e os demais apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens” (Atos 5:29).

“E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens” (Mat. 15:9).

“O que desvia os ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável” (Prov. 28:9).

“Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus” (Apoc. 14:12).

“Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam” (Tiago 1:12).

“Se me amais, guardareis os meus mandamentos” (João 14:15).

Fonte: Gilson Medeiros

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Catolicismo, Decreto Domical e Temas Relacionados, Ecumenismo e marcado , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Carta do Papa sobre o Domingo

  1. joão carlos disse:

    por favor !!

    NÃO ME MANDE MAIS E-MAIL, TIRE MEU E-MAIL DA SUA LISTA, POR FAVOR
    JOÃO CARLOS
    17-05-2011

  2. Caro João,

    Não temos como tirar seu nome da lista de assinantes de nossa newsletter, esse procedimento deve ser feito pelo próprio assinante, no caso você. Cada e-mail enviado possui a opção para o assinante cancelar sua subscrição.

    Atenciosamente,

    Blog Sétimo Dia

  3. Márcio José dos Santos disse:

    Amo essa verdade e farei tudo para propagar com ímpeto por onde for…Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida…que pena muito ainda não compreendem essa eterna verdade, os mandamentos é a amostra do caratér do nosso Deus e jamais deve ser alterada, quem somos nós para alterar um til dos dez mandamentos de Exodo 20.
    eu sirvo a um Deus vivo que não muda e jamais seguirei dogmas doutrinários de homens… AMO SER ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA, PORQUE CONTINUAMOS Á PREGAR O EVANGELHO ETERNO QUE O NOSSO JESUS ENSINOU…PODEM MANDAR TODOS EMAILS POSSÍVEL, POIS ESTOU REPASSANDO TODOS ELES PARA MAIS DE 40 AMIGOS DO MEU EMAIL…QUE DEUS CONTINUE ABENÇOANDO A ESSA EQUIPE MARAVILHOSA…TCHAUZÃO…

  4. Givanildo disse:

    Embora o inimigo esteja pensando que as ações atuais dele o estejam levando para a glória, na verdade o está levando para a destruição efetiva. JESUS CRISTO É O GRANDE VENCEDOR.

  5. Griselilde milet disse:

    Por mais importante que seja a volta de JESUS CRISTO,é aqui neste mundo que ainda vivemos e onde temos de cumprir nossa missão de levar o evangelho a toda criatura. Um dia vamos morar com DEUS e temos de estar preparados para partir com a consciência do dever cumprido,não podemos esquecer do que DEUS espera de nós enquanto o esperamos. Devemos viver de uma maneira santa e piedosa apressando sua vinda,pregando a Palavra de DEUS, tanto por palavras como por atos.Portanto,mais importante do que conhecer os detalhes da segunda vinda de CRISTO,é viver bem a vida cristã e salvar vidas para que CRISTO possa voltar em breve.”mais importante do que saber tudo sobre o futuro é viver bem o presente”.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s