É Certo Comemorar o Natal?

Quando chega esta época do ano, é comum surgirem algumas pessoas com dúvidas sobre se devemos ou não comemorar o Natal. Normalmente, estes irmãos têm receio em tomar parte de uma festa que é considerada como de origem pagã e blasfêma por alguns críticos.

Realmente, não há como dizer se Jesus nasceu em 25 de dezembro. E é quase certo que não tenha sido nesta data, em virtude de algumas “pistas” que são dadas no texto bíblico.

Já ouvi pessoas dizerem que não podemos comemorar o Natal porque ele foi criado para fazer reverência a deuses pagãos da Antigüidade, e até mesmo a árvore foi inventada para pendurar as cabeças dos cristãos, como aquelas bolas coloridas representam, segundo eles.

Porém…

Eu e você não comemoramos o Natal para adorar qualquer deus pagão; tampouco enfeitamos as árvores para representar nossos irmãos degolados do passado. Para nós, o Natal é o momento de encerrarmos o ano com um espírito mais fraterno e solidário, unindo nossas famílias em laços de amor.

Se as comemorações do Natal verdadeiramente surgiram com objetivos pouco nobres (o que parece ser mais lenda do que fato), isto não importa. O que vale é o espírito com que nós utilizamos esta data HOJE.

O mesmo ocorreu, por exemplo, com alguns hinos do nosso Hinário Adventista. Algumas composições que estão lá, e são cantadas para louvar a Deus centenas de vezes ao ano em nossos cultos, não foram criadas com o propósito de adoração litúrgica. Alguns eram cantados nos bares, ou são arranjos musicais de hinos nacionais, ou foram criados por pessoas que nunca guardaram os Mandamentos de Deus.

Devemos, também, deixar de usar o Hinário por causa disso? É claro que não!

Fato curioso também ocorreu com as GRAVATAS. Há quem diga que elas foram criadas para serem um símbolo “fálico”, ou seja, uma representação homossexual do órgão viril masculino.

Devemos, também, deixar de usar gravatas por causa disso? É claro que não!

Tanto com relação ao Hinário, quanto às gravatas… e o Natal… mesmo que sua origem seja duvidosa (e até obscura), o fato é que HOJE nós não os utilizamos como meio de blasfêmia, luxúrias, diversão ou representações homossexuais.

Para finalizar este comentário, quero apresentar algumas declarações inspiradas dos Testemunhos sobre a comemoração do Natal. Veja como Ellen White até incentiva o uso das comemorações e representações natalinas.

Citações do Lar Adventista, págs. 477-483:

“Para os jovens, de idade imatura, e mesmo para os de mais idade, é este [o Natal] um período de alegria geral, de grande regozijo”.

“Sendo que o dia 25 de dezembro é observado em comemoração do nascimento de Cristo, e sendo que as crianças têm sido instruídas por preceito e exemplo que este foi indubitavelmente um dia de alegria e regozijo, será difícil passar por alto este período sem lhe dar alguma atenção. Ele pode ser utilizado para um bom propósito”.

“Pelo mundo os feriados são passados em frivolidades e extravagância, glutonaria e ostentação. … Milhares de dólares serão gastos de modo pior do que se fossem lançados fora, no próximo Natal e Ano Novo, em condescendências desnecessárias. Mas temos o privilégio de afastar-nos dos costumes e práticas desta época degenerada; e em vez de gastar meios meramente na satisfação do apetite, ou com ornamentos desnecessários ou artigos de vestuário, podemos tornar as festividades vindouras uma ocasião para honrar e glorificar a Deus”.

“Deus muito Se alegraria se no Natal cada igreja tivesse uma árvore de Natal sobre a qual pendurar ofertas, grandes e pequenas, para essas casas de culto. Têm chegado a nós cartas com a interrogação: Devemos ter árvores de Natal? Não seria isto acompanhar o mundo? Respondemos: Podeis fazê-lo à semelhança do mundo, se tiverdes disposição para isto, ou podeis fazê-lo muito diferente. Não há particular pecado em selecionar um fragrante pinheiro e pô-lo em nossas igrejas, mas o pecado está no motivo que induz à ação e no uso que é feito dos presentes postos na árvore”.

Fonte: Gilson Medeiros

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Natal, Perguntas e Respostas Bíblicas e marcado , , . Guardar link permanente.

12 respostas para É Certo Comemorar o Natal?

  1. Almir disse:

    Se o natal é considerado por época, antes e HOJE…. O uso de jóias e o uso de maquiagens HOJE tem um contexo diferente do passado, não seria permitido então para as mulheres, usa-los?

  2. Ernesto Neto disse:

    Olá?!

    Começarei com a seguinte frase:
    “Uma coisa é desejar ter a “verdade” do nosso lado, outra é desejar sinceramente estar do lado da Verdade.” – Richard Whately.

    Usar a história para comprovar o que já sabemos, ou seja, que o Natal é uma festa pagã, além de muitas outras festas as quais usamos, basta dar uma olhadinha nos calendários de festas politeístas pagãs, mas isto não vem ao caso, por enquanto.
    Agora vamos ao mais importante. O que percebo de mais interessante, é o fato de sabermos abertamente a verdade e querermos continuar no erro, isto, com perdão da palavra, é ser “tolo”.

    Lembre-se do que Jesus disse:
    “E assim invalidastes, pela vossa tradição, o mandamento de Deus.
    Hipócritas, bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo:
    Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.
    Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens.” Mateus 15:6-9.

    E mais, até na própria declaração do historiador acima citado temos:
    Como o louco que atira tições, flechas, e morte, assim
    é o homem que engana o seu próximo, e diz: fiz isso por brincadeira”. Provérbios
    26:18-19.
    Só que não é por brincadeira, e sim por teimosia, e outros por ignorância.

    E mais uma vez vem a advertência de D-us, que por sinal ainda está valendo, caso alguém não saiba:
    “Entrará em paz: descansarão nas suas camas os que houverem andado na sua retidão.
    Mas chegai-vos aqui, vós, os filhos da agoureira, semente adulterina e de prostituição.
    De quem fazeis o vosso passatempo? contra quem escancarais a boca, e deitais para fora a língua? porventura não sois filhos da transgressão, semente da falsidade,
    Que vos esquentais com os ídolos, debaixo de toda a árvore verde, e sacrificais os filhos nos ribeiros, nas aberturas dos penhascos?
    Nas pedras lisas dos ribeiros está a tua parte; estas, estas são a tua sorte; sobre elas, também, derramas a tua libação, e lhes ofereces ofertas: contentar-me-ia eu destas coisas?” Isaías 57:2-6.

    E D-us ainda diz mais, que por sinal ainda está valendo também:
    “Tomou para si cedros, ou toma um cipreste, ou um carvalho, e esforça-se contra as árvores do bosque: planta um olmeiro, e a chuva o faz crescer.
    Então servirão ao homem para queimar; com isso se aquenta e coze o pão: também faz um deus e se prostra diante dele; fabrica uma imagem de escultura e ajoelha diante dela.
    Metade queima no fogo, com a outra metade come carne; assa-a e farta-se; também se aquenta, e diz: Ora já me aquentei, já vi o fogo.
    Então, do resto, faz um deus, uma imagem de escultura: ajoelha-se diante dela, e se inclina, e ora-lhe, e diz: Livra-me, porquanto tu és o meu deus.
    Nada sabem, nem entendem; porque se lhes untaram os olhos, para que não vejam, e os seus corações, para que não entendam.
    E nenhum deles toma isto a peito, e já não têm conhecimento, nem entendimento, para dizer: Metade queimei no fogo, e cozi pão sobre as suas brasas, assei sobre elas carne, e a comi: e faria eu do resto uma abominação? ajoelhar-me-ia eu ao que saiu de uma árvore?
    Apascenta-se de cinza: o seu coração enganado o desviou; de maneira que não pode livrar a sua alma, nem dizer: Não há uma mentira na minha mão direita?” Isaías 44:14-20.

    Pastor, lembre-se do que Está Escrito:
    “Todos os seus atalaias são cegos, nada sabem; todos são cães mudos, não podem ladrar: andam adormecidos, estão deitados, e amam o tosquenejar.
    E estes cães são gulosos, não se podem fartar; e eles são pastores que nada compreendem; todos eles se tornam para o seu caminho, cada um para a sua ganância, cada um por sua parte.” Isaías 56:10-11.
    “Os sacerdotes não disseram: Onde está o Senhor? E os que tratavam da lei não me conheceram, e os pastores prevaricaram contra mim, e os profetas profetizaram por Baal e andaram após o que é de nenhum proveito.
    Porque o meu povo fez duas maldades: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm as águas.” Jeremias 2:8 e 13.
    “Pode porventura o cego guiar o cego? Não cairão ambos na cova?” Lucas 6:39.

    É, eu acho que já basta, por enquanto.
    Que D-us tenha misericórdia de todos nós e nos possa abençoar. E que possamos nós buscar Sabedoria do Alto, oriunda do Trono de D-us.

    “Como instituição religiosa, o Natal não tem fundamento na Bíblia, e sim no paganismo. Nem Jesus Cristo nem os apóstolos instituíram o Natal. Como costume, ele veio do paganismo, e foi introduzido na Igreja Católica por volta do século IV, baseando-se, portanto, na autoridade dessa igreja e não da Palavra de Deus”.(Revista Adventista, dezembro de 1984, p. 14).
    Agora pergunto: o que é que tem haver a gravata?
    Gravata
    O termo gravata deriva do francês “cravate”, que por sua vez é uma corruptela de “croat”, em referência aos croatas, que primeiro apresentaram a indumentária à sociedade parisiense[1].
    Atribui-se a introdução da gravata aos mercenários croatas a serviço da França durante a guerra dos trinta anos. Os pedaços de tecidos, atados ao pescoço dos soldados com distintivos laços, teriam causado enorme alvoroço em toda a sociedade parisiense. Tal acessório era usado com distintivo militar pelos croatas, sendo de tecido rústico para os soldados e de algodão ou seda para os superiores[1].
    gravata em latim significa: gra: dou vata: les
    dou: nó
    vata: pescoço
    nó no pescoço!
    [1] – http://www.ties-neckties.com/history.htm

    Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gravata

    Ernesto Neto
    http://www.sinedrion.com

  3. Pingback: Seria Errado ter uma árvore de Natal na Igreja? « SÉTIMO DIA

  4. Rafael XuXa disse:

    Perfeito.
    Fico com o que o Ernesto Neto disse.
    Realmente, nao da pra ser hipócrita.
    Deus abenções a todos.

  5. Solange disse:

    ñ sei se vcs sabem mas na data de 25 de dezembro ñ tem nada a ver com Jesus mas sim é uma adoração ao deus sol!!!por isso ñ se enganem esse dia ñ é de Jesus mas sim uma adoração pagã!!!Se tiver mais alguma duvida me envie sua pergunta!!!

  6. vania disse:

    podemos comemora o natal no setimo dia do senhor?

  7. Vania,
    Este ano o natal cairá de sexta para sábado, ou seja em pleno sábado. Esta decisão de comemorar o natal ou não caberá a cada pessoa decidir. Eu particularmente este ano, não comemorarei o natal, para não dar mal testemunho a minha família que em sua maioria é composta de católicos. Portanto para não escandalizar aqueles a quem prego que o sábado é santo, não darei o mal testemunho de comemorar o natal em pleno sábado. Porém, meditar sobre o nascimento de Cristo é algo que pode ser feito em qualquer dia do ano, inclusive no dia 25. Os adventistas não deveriam comemorar o natal nos mesmos moldes que fazem os católicos e o resto da cristandade, se usarem a data para reunir a família, fazerem um culto, estudarem a Bíblia, ajudarem os pobres, visitarem orfanatos ou coisa que o valha ótimo, não vejo nisso nada que ofenda ao Senhor, mas a partir do momento que nos rendemos a decorações natalinas, gastamos o dinheiro que não temos para comprar presentes para os outros por mera convenção que a data exige, mesmo começando o ano com as contas no vermelho, gastamos dinheiro com decorações, comidas dispendiosas etc…aí sim, creio que isso não seja algo correto, Jesus mesmo nasceu numa humilde manjedoura e não em meio a luxos. O natal é uma festa católica, e Cristo não nasceu neste dia nem época do ano, nem a igreja apostólica comemorava esta data e ocasião. Portanto cada qual decida em seu coração como comemorará, ou se comemorará a data. Não julguemos a decisão de nossos irmãos, mas olhemos e estejamos de consciência tranquila com relação a nossa própria decisão.

    Deus a abençoe !

  8. flavio jose souza araújo disse:

    como já foi comentado não existe em parte alguma da biblia nem sequer a data 25 de dezmbro,jesus pediu aos apostolos que comemoracem a sua morte, por ocosião da santa ceia,esta ocasião sim teria significado para nois pois atraves da morte de cristo teriamos direido ao resgate ou seja o perdão dos nossos pecados em cristo e uma esperança de vida eterna.
    o natal para muitos que não são nem cristão é uma ocasião de condutas desenfreadas como bebedeiras e muita comida e isso não tem nada a ver com uma comemoração cristã.

  9. rogerio dantas barbosa disse:

    uma coisa é cérta ningém esta usando a palavra de Deus para dizer que pode ou naõ , comemorar o natal e ter uma árvora de natal em casa ou na igreja , Ellen . g. whit diz que seus livros , é uma luz menor que nos guia a luz Maior que é a Biblia Sagrada ; somente a Escritua dizem, porque entaõ naõ usaõ somente a Escritura ? resposta : porque não tem um testo se quer apoiando tal pratica ou envolvimento com ésta festa que veio da mãe das meretrize ,leia Deuteronômio 16:21,22 o nascimento de Jesus é uma realidade como a ressureição também , os catolicos estarião corretos em guardar o domingo pelo fato da ressureição neste dia? assim não devemos também fazer o mesmo ; há estava me esquecendo , em que parte da biblia nos leva quando Ellen . whit diz que pode ter árvore na igreja ?

  10. Wagner disse:

    Eu acredito que a comemoração do Natal é muito comercial e qualquer cristão deveria se atentar em honrar a Cristo nesta data e todos os dias do ano. Aproveitar a ocasião já que as pessoas estão sensíveis e pregar sobre o real sentido que deveria ter o Natal (repito, para todos os dias da nossa vida), pois Cristo nasceu e na Bíblia nem escreve com precisão esta data, se Deus não inspirou os profetas que escreveram para citar a data que Jesus nasceu é porque Ele sabia das conseqüências se isto ocorresse. Portanto, eu creio que se Deus não revelou é porque é desnecessário saber e isso não é essencial para a nossa salvação (digo em relação à data). Mas é necessário lembrar que um dia Jesus nasceu, morreu e ressuscitou e só por Ele eu sou Salvo.
    Comemorar ou não? Minha opinião é, como o mundo comercial não, como os cristãos que santificam apenas este dia, também não.
    Posso honrar a Deus neste dia? Se isto for comemorar, sim posso comemorar. Neste dia e em todos os dias da nossa vida.

  11. monica ferreira da silva disse:

    tenha certesa se esta na biblia nao e mentira e se usarmos a arvore nao iremos agradar a deus

  12. monica ferreira da silva disse:

    sabemos que estamos nos ultimos tempos o pecado esta muito grande se deus e tudo em nossas vidas porque nao o obedecermos a ele pois so em estarmos respirando ao lado das pessoas que amamos e um grande privilegio dado por deus entao quem for santo sante fique se mais deus abencoe a todos nos

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s