Predestinação Calvinista – Um Conceito Anti-Bíblico

O tema da predestinação apresentado, tem como objetivo explicar quem foi escolhido por Deus para ser salvo. As idéias entre muitos cristãos divergem bastante sobre este assunto. Alguns chegam a afirmar que somente alguns foram escolhidos para ser salvos, já o outro grupo, que todos foram escolhidos, predestinados a salvação.

Na verdade precisamos entender qual é o papel de Deus na escolha da salvação para os seus filhos e se o ser humano desempenha algum papel nesta escolha. Por isso precisamos entender o que é livre-arbítrio e o que é predestinação.

1) O QUE É LIVRE ARBÍTRIO?

Livre arbítrio é um princípio escriturístico (bíblico) que declara que o homem é livre para tomar decisões, para decidir a questão do seu destino. (O SEU FUTURO)

2) O QUE É PREDESTINAÇÃO? QUAL A SUA DEFINIÇÃO NO SENTIDO GERAL E NO SENTIDO BÍBLICO?

No consenso do povo (sentido geral) é crer que Deus traçou um plano para a nossa vida e devemos segui-lo sem o direito da escolha. O Teólogo Calvino, ampliando idéias já antes defendidas por Santo Agostinho, afirmou que desde a antigüidade Deus estabeleceu dois decretos: Um selecionando um grupo para a vida eterna e um outro decreto selecionando aqueles que serão destruídos. O próprio Calvino qualificou-o como terrível decreto de Deus. Estaria este ensino em harmonia com as doutrinas bíblicas? Aguarde um pouquinho! Essa pergunta logo mais será respondida!

3) A EXPLICAÇÃO BÍBLICA É DIFERENTE DO CONSENSO GERAL SOBRE PREDESTINAÇÃO?

Predestinação bíblica, seria o decreto de Deus que possibilita a salvação a todos os que aceitarem a Cristo.

A palavra predestinação não aparece na Bíblia, mas o verbo predestinar, em grego prooridzo, é empregado 4 vezes, isto é, em Rom. 8:29 e 30; Efés 1:5 e 11. A (pró), antes, e o verbo palavra é formada de (horidzo) – definir, limitar. Este verbo é usado em português na palavra horizonte, como círculo limitante do campo da nossa observação. Prooridzo pode ser traduzido por demarcar de antemão.

4) QUAIS SÃO OS FATOS BÍBLICOS QUE SE BASEIAM OS DEFENSORES DA PREDESTINAÇÃO DIVINA PARA A PERDIÇÃO?

Dentre os fatos mais citados estes se destacam: “O endurecimento do coração de Faraó. “, “Judas predestinado para trair a Jesus” e “a declaração de Rom. 9:13: Amei a Jacó, porém me aborreci de Esaú. “

5) QUAIS SÃO OS 3 ÚTEIS PRINCÍPIOS DE INTERPRETAÇÃO DA BÍBLIA QUE NOS AJUDARÃO A COMPREENDER O PROBLEMA DA PREDESTINAÇÃO?

1º) É a regra áurea da interpretação, chamada por Orígenes de “Analogia da Fé”. O texto deve ser interpretado através do conjunto das Escrituras e nunca através de passagens isoladas. Não podemos basear uma doutrina numa só texto.

2º) Para compreender bem uma passagem é precisa consultar as passagens paralelas. São aquelas que tratam do mesmo assunto.

3º) Observar bem o contexto. Ver o que vem antes e depois para saber de que autor está tratando.

6) VEJAMOS ALGUNS EXEMPLOS BÍBLICOS PARA ENTERMOS OS PRINCÍPIOS QUE ACABAMOS DE MENCIONAR

1º) Prov. 16:4 – “O Senhor fez todas as coisas para determinados fins, e até o perverso para o dia da calamidade.”

Ecles. 7:29 – “Deus fez o homem reto, mas ele se meteu em muitas astúcias.”

Deus de modo algum é o originador do mal, mas os que se tornam malvados por sua livre vontade, Deus os destruirá.

2º) O segundo princípio pode ser ilustrado com Rom. 9:18 que declara: “Logo, tem ele misericórdia de quem quer, e também endurece a quem lhe apraz.”

Colocando ao lado as passagens paralelas de Sal.18:25 e 26 e Isa. 55:7 Estas passagens nos afiançam que com os benignos Ele é benigno, mas destruirá os perversos e impenitentes.

Êxodo 4:21 e 7:3 afirmam que Deus endureceu o coração de Faraó. Temos aqui um idiomatismo hebraico, ou seja o verbo usado não para expressar a execução de algo, mas a permissão para fazer isso. Confira Êxo. 5:22 – “Ó Senhor, por que afligiste a este povo?” (isto é, toleraste que fosse afligido).

3º) O contexto das passagens de Romanos e Efésios que falam da predestinação é claro em nos mostrar que todos fomos predestinados para a salvação. Paulo nos diz que Deus através de Cristo nos predestinou para que fôssemos seus filhos por adoção.

Os gentios ficaram admirados por serem atingidos pelo evangelho. Deus tem um propósito para cada pessoa. Ele almeja que todos cheguem ao conhecimento da verdade e se salvem. “Ele não quer que alguém se perca” II Ped. 3: 9.

Outro exemplo: Alguns afirmam que estava predestinado que Judas trairia a Cristo, por isso ele não era livre para escolher. A Bíblia não diz que estava predestinado que Judas o trairia. Embora a morte de Cristo fosse pré-ordenada, Pilatos e Judas não precisariam ter sido instrumentos dessa morte, eles eram livres para aceitá-lo ou ajudar na condenação.

Outra passagem muito citada pelos calvinistas para a dupla predestinação é Rom. 9:13 – “Amei a Jacó, porém me aborreci de Esaú.” Afirmam: Antes do nascimento, um é predestinado para a Salvação e outro para a condenação. Esta é uma conclusão simplista e antibíblica.

Devemos atentar para estes dois pontos:

1º) Esta citação de Paulo foi tirada de Mal 1: 2-3, escrita mais ou menos 1.000 anos depois que eles viveram, portanto não é uma profecia, mas sim fato histórico.

2º) Malaquias não está falando de Esaú e Jacó como duas pessoas, mas de dois povos distintos: israelitas e edomitas. Jacó está representando o povo do concerto e Esaú os incrédulos e inimigos de Deus. O aborrecimento de Deus por Esaú – ou melhor pelos seus descendentes – foi após um milênio de paciência.

Paulo declara que Jacó foi escolhido para uma função, para representar um papel de destaque na história do povo de Deus. Rom. 9:11-12.

Mat. 25:34 e 41 contradizem frontalmente a dupla predestinação de Calvino.

Verso 34 – “Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possui por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.” Isto sugere predestinação para a Salvação.

Verso 41 – “. . . Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos.” Se houvesse a dupla predestinação a afirmativa de Cristo seria – preparado para vós desde a fundação do mundo. O fogo foi preparado para o diabo e seus anjos, não para o homem.

7) QUAIS AS PROVAS BÍBLICAS CONTRA A PREDESTINAÇÃO CALVINISTA?

1ª) 1 Tim. 2:4 – “O qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.” O relato de Paulo aqui não admite divagações. Sua declaração nos leva a afirmar: ninguém foi designado para a perdição.

2º) II Ped. 3:9 – “. . . não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento.” É impossível, harmonizar – Deus não deseja que alguém se perca, com a idéia de Ele escolher pessoas para serem destruídas.

3ª) Apoc. 22:17 – “. . . quem quiser receba de graça a água da vida.” Todos têm a oportunidade, graças a Deus. Aqui entra em cena a vontade pessoal. Querer é um verbo que indica vontade, portanto a pessoa escolhe; não aparece a imposição. Maravilhoso é o livre arbítrio concedido por Deus.

4ª) São João 3:16 – “. . . todo aquele que nele crê. . .” Deus decretou que todos os que aceitarem a Cristo se salvem. Não decretou que todos devem aceitar a Salvação que Ele oferece. Deus não força a vontade de ninguém.

5ª) Ezeq. 18:32 – “Porque não tenho prazer na morte de ninguém, diz o Senhor Deus, Portanto convertei-vos e vivei.” Deus tem prazer na salvação, nunca na perdição.

6ª) Mat. 7:21 – “Nem todo o que me diz : Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.” Muitos não serão salvos, porque não aceitam as condições da salvação.

7ª) Jer. 21:8 – “. . . Eis que ponho diante de vós o caminho da vida e o caminho da morte.”Para que dois caminhos se a sorte de cada um já está traçada antes?

8ª) Atos 17:30 – “. . . agora, porém notifica aos homens que todos em toda parte se arrependam.” O convite a todos para que se arrependam seria um escárnio ao nome de Deus se os homens não se pudessem arrepender. Paulo declara em Tito 2:11 que “a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens.”

9ª) I Tes. 5:9 – “Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para alcançar a salvação mediante nosso Senhor Jesus Cristo.” Esta declaração é muito significativa e seria suficiente para desmoronar o frágil edifício dos calvinistas.

Após a leitura destas passagens a nossa conclusão só pode ser esta: Deus não predestinou que pessoa alguma se perca.

8) QUE 3 VERDADES NÃO PODEM SER OLVIDADAS QUANTO À ELEIÇÃO?

1ª) A eleição de Deus inclui todo o mundo. I Tim. 2: 4, 6; II Cor. 5:14-15.

Deus não elegeu ou predestinou apenas aqueles que eram dignos de Sua graça. Mas elegeu o indigno. (LER Rom. 5: 6. )

2ª) Nós nos elegemos, quando pelo poder de Cristo atingimos o padrão que ele estabelece.(PP 208; SDABC, Vol. VI1, pág. 944. )

3ª) A escolha de uma pessoa, não significa a rejeição de outras. A escolha de Israel não significou a rejeição dos gentios. Ao escolher Israel Deus desejava que por seu intermédio outras nações pudessem ser participantes de sua graça.

9) POR QUE CONDENAMOS A PREDESTINAÇÃO CALVINISTA?

Além das provas bíblicas já apresentadas podem ainda ser adicionadas:

a) A debilidade da doutrina da predestinação consiste em que ela destrói o livre arbítrio, que é uma doutrina fundamental ensinada na Bíblia.

b) Atos 10:34 e 35 afirma que Deus não faz acepção de pessoas. Se predestinasse alguns para se salvarem e outros para se perderem estaria fazendo acepção.

c) Se em Cristo há plena possibilidade de salvação para todos, cai por terra a doutrina gnóstica e calvinista da redenção limitada.

d) Deus decretou que todos os que aceitarem a Cristo se salvem. Não decretou que todos devem aceitar a salvação que ele oferece.

e) Podemos fazer a escolha Segundo a nossa vontade.

f) A salvação é nossa em Cristo. É preciso aceitar a Jesus Cristo para receber a salvação

CONCLUSÃO: Como adventistas cremos:

“Que o homem é livre para escolher ou rejeitar o oferecimento da salvação por meio de Cristo; não cremos que Deus tenha predestinado que alguns homens sejam salvos e outros perdidos” – Questions on Doctrine, pág. 23.

Passagens bíblicas que falam de predestinação nos afirmam que fomos predestinados para a Salvação, por meio de Jesus Cristo. Embora todos sejamos predestinados a salvação, a nossa escolha refletirá se aceitamos ou não o plano da salvação. Deus escolheu morrer por todos na cruz, para que todos tivessem a mesma chance, a mesma oportunidade para se salvar. Não importa a idade, etnia e cor, a Bíblia diz que ele deu a sua vida por todos nós.

A historieta de um velho homem, de parcos conhecimentos teológicos, nos informa da nossa parte no problema da salvação: “Bem, há uma eleição onde Deus está votando a nosso favor e o diabo votando para a nossa perdição, do lado em que pusermos o nosso voto esse ganhará a eleição.”

Comentando esta declaração o famoso evangelista Wilbur Chapman declarou: “Tenho feito um curso de teologia, sou graduado num seminário teológico, mas nunca ouvi uma explicação tão boa como esta”.

Mesmo Deus respeitando o seu livre arbítrio, ele deseja que você se salve. Rendamos sempre louvores a Ele por este sublime privilégio, que nos é oferecido graciosamente.

Fonte: Nisto Cremos

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Predestinação - Livre Arbítrio e Temas Relacionados e marcado , , , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Predestinação Calvinista – Um Conceito Anti-Bíblico

  1. marcio gleison moreira dos santos disse:

    me responda se eu servir a deus de todo meu coraçao amar ao proximo como a mim mesmo e trabalhar no sabado irei para o inferno.

  2. ASDBRASIL disse:

    Marcio,

    Se amamos a Deus guardaremos tb seus mandamentos e amaremos nosso próximo com a nós mesmos. Deus oferece-nos salvação através de Jesus. Jesus é o caminho que nos conduz a salvação.

    Só há um caminho para a salvação e não é um caminho fácil. A Bíblia diz em Mateus 7:13-14 “Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz à vida, e poucos são os que a encontram.”

    Não se pode ganhar a salvação. É um dom de Deus. A Bíblia diz em Efésios 2:8-9 “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie.”

    Quando aceitamos o evangelho, recebemos a salvação e arrependemo-nos dos nossos pecados. A Bíblia diz em Atos 2:37-38 “E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, irmãos? Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.”

    Receber a salvação é simples, direto, pessoal e público. A Bíblia diz em Romanos 10:8-10 “Mas que diz? A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração; isto é, a palavra da fé, que pregamos. Porque, se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo; pois é com o coração que se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação.”

    Quanto a ir ou não para o inferno: recomendo a leitura do artigo: Inferno: Existe um inferno de fogo? Deixo o link para leitura:

    http://www.jesusvoltara.com.br/atuais/inferno_existe.htm

    Que Jesus te abençoe, te proteja e te guarde !!!

  3. Matus disse:

    Boa noite! estava lendo sobre sua visão a respeito de Predestinação, achei interessante uns pontos… gotaria de comentar e não confrontar…li sua resposta para o ” Marcio” e achei que entrou em contradição com que escreveu com os pontos do item 10) Por condenam a predestinação. “Não se pode ganhar a salvação. É um dom de Deus. A Bíblia diz em Efésios 2:8-9 “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie.” Então! Como um homem que tem livre arbitrio pode buscar a FÈ já que vem de Deus? Se cruzarmos estas passagens na Biblia (Gn 2:16,17) e (Rm 5:12), vamos observar a condição do homem “MORTO”,porem pode um morto ter liberdade? O que fez aquele que estava crucificado ao lado de Jesus, para conseguir a salvação? Eu creio que Fé e Arrependimento são consequencias e não condições(II Tes 2:13). Não creio que a Biblia se contradiz…. Graça e Paz, Deus te abençoe e te guarde

  4. Seventh Day disse:

    Olá Matus,

    Deixarei em negrito partes de seu comentário e esplanarei na sequência.

    A Bíblia diz em Efésios 2:8-9 “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie.” Então! Como um homem que tem livre arbitrio pode buscar a FÈ já que vem de Deus?

    Somos salvos pela graça divina…Isto é, graça da parte de Deus e fé da parte do homem. A fé aceita a dádiva divina. Somos salvos quando confiamos em Cristo e nos entregamos completamente a ele. A fé não é a causa de nossa salvação, senão só o meio.
    Lemos em Romanos 4: 3 “O que diz a escritura? Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça”
    Quanto ao conceito de “graça”, lemos em Romanos 3:24 que somos ”….justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus”
    A salvação não de vem de nós, Isto é, a salvação não se atinge com os esforços humanos. Mas é um dom de Deus, um presente, sem preço de nenhuma classe (conforme lemos em Isaías 55: 1; João 4:14, 2 Coríntios 9:15, 1 João 5:11).
    A salvação também não vem por obras conforme lemos em Galátas 3:16 e também em Romanos 4:4. As obras não são a causa senão o efeito da salvação. Nenhum homem jamais poderá gloriar-se dizendo: “Eu ganhei minha salvação”. Um dos propósitos do plano da salvação é mostrar nos séculos da eternidade as riquezas da graça de Deus (Efésios1: 7); portanto, não há nenhum motivo para que o homem se glorie de alguma maneira.

    Se cruzarmos estas passagens na Biblia (Gn 2:16,17) e (Rm 5:12), vamos observar a condição do homem “MORTO”,porem pode um morto ter liberdade?

    Em gênesis 2:16-17 concluimos que o castigo e a morte são os resultados seguros da livre eleição do homem de dar rédea solta à rebelião contra Deus. Em Romanos 5:12 Pauloo começa uma personificação do pecado: Ele diz que o pecado… “entrou no mundo”, “reinou para morte” ( conforme lemos em Romanos 5:21), produz a morte (conforme lemos em Romanos 7: 13), tem domínio sobre nós (cap. 6: 14), gera toda sorte de concupiscencias (conforme lemos em Romanos 7: 8), engana e dá morte ao pecador (conforme lemos em Romanos 7: 11).

    Paulo representa ao pecado como um intruso que vem de fora e entra no âmbito da humanidade. O termo “mundo” se usa com freqüência para referir-se à raça humana (Rom. 3: 19; 11: 15; cf. João 3: 16-17). Paulo não se ocupa da origem do mau. O primeiro homem violou a lei de Deus e nessa forma se introduziu o pecado entre os homens. Os pontos principais de comparação que Paulo destaca nesta passagem são: que bem como o pecado e a morte -como um princípio e um poder – derivaram de Adão e passaram a toda a raça humana, assim também a justificativa e a vida – como um princípio e um poder que vence ao pecado e ao mau – derivaram de Cristo para toda a humanidade; e que bem como a morte tinha passado a todos os homens que participaram do pecado de Adão, assim também a vida passou a todos os que participam da justiça de Cristo. No entanto, este paralelismo não é perfeito, pois a participação no pecado de Adão é geral, enquanto a participação na justiça de Cristo se limita aos crentes. Todos os homens são pecadores, e ainda que a justiça de Cristo seja igualmente universal em poder e propósito, nem todos são crentes., pois tem o livre arbítrio para isso.
    Antes de que entrasse o pecado no mundo, Deus tinha advertido a Adão que a morte seria o resultado do pecado (Gen. 2: 17); e depois de que entrou o pecado, Deus pronunciou a sentença: “Pó és, e ao pó voltarás” (Gen. 3:19). Antes da transgressão de Adão não havia pecado nem morte neste mundo; ambos se apresentaram depois. Portanto, a transgressão de Adão foi a causa do pecado e da morte. O contraste importante radica entre a morte como resultado do pecado de Adão, e a vida como resultado da justiça de Cristo. O argumento de Paulo é que a dádiva da vida e os benefícios que conseguiu Cristo, são muito maiores do que os efeitos do pecado de Adão. A nota tónica desta passagem é: “superabundou a graça” (Rom. 5: 20).
    Se não tivesse sido pelo plano de salvação, o resultado do pecado de Adão teria sido a morte eterna; mas mediante as estipulações deste plano, todos os membros da família de Adão sejam bons ou maus serão sacados de suas tumbas (1 Cor. 15: 22). Nesse tempo todos verão e reconhecerão claramente que os que se perderam eternamente sofrerão só por causa de seus próprios pecados. Não poderão culpar a Adão por seu destino. Os que “fizeram o bem”, que por fé aceitaram a justiça de Cristo e a fizeram sua, sairão para “a ressurreição de vida” (João 5: 29). “A segunda morte não tem poder sobre estes” (Apoc. 20:6). Mas “os que fizeram o mau”, os que recusaram a justificativa em Cristo e não atingiram o perdão por meio do arrependimento e a fé, sairão para “ressurreição da condenação” (João 5: 29). Receberão o castigo da transgressão, “a paga” final “do pecado” (Rom. 6: 23): “a segunda morte”.

    O que fez aquele que estava crucificado ao lado de Jesus, para conseguir a salvação?

    Aquele ladrão se arrependeu e foi salvo por Cristo na cruz, mas teve que morrer. Ele receberá a vida eterna quando Cristo voltar.
    Quando Jesus assegurou ao ladrão que teria um lugar com ele no “paraíso”, estava referindo-se às “muitas moradas” da casa de seu Pai, e ao momento quando se reuniria com os seus (ler João 14: 1-3). Através de todo seu ministério Jesus tinha declarado especificamente que recompensaria “cada um conforme suas obras” quando voltasse “na glória de seu Pai com seus anjos” (ler Mat. 16: 27). E só nesse momento convidará aos salvos da terra a que herdem o reino preparado para eles “desde a fundação do mundo” (ver com. Mat. 25: 31, 34; cf. Apoc. 22: 12). Paulo ensinou que os que dormem em Jesus sairão de suas tumbas quando Cristo vier pela segunda vez (1 Cor. 15: 20-23), e então receberão a imortalidade (vers. 1 Cor. 15:51-55). Os justos ressuscitados e os justos que estejam vivos serão então arrebatados “para receber ao Senhor no ar, e assim” estarão “sempre com o Senhor” (1 Tes. 4: 16-17). O ladrão estará com Jesus no “paraíso”, mas será depois da ressurreição dos justos, a qual ocorrerá na segunda vinda do Senhor.

    Também não cremos que a Bíblia se contradiga.

    Deus o abençoe !

  5. Matus disse:

    Desculpe! mas não achei que a base destes agumentos, fosse suficientes, não que a palavra de Deus seja insuficiente, mas colocada de forma contraditória das explicações…. pois se por um(Adão) entrou o pecado no mundo, e ele tinha o livre arbitrio,e o pecado matou a todos epiritualmente, tanto ele como nós perdemos este direito… não creio que um coração depravado corrompido(de todos os homens) produza frutos de arrependimento e de fé… com certeza concordo que todos carecem das glorias de Deus, de sua graça…mas nem todos ganharão estas bençãos…(Rom 9:16) . Por final, dentro de seu ponto de vista como explicar…(Ef 1:4,5) (Jo 17:24)… Agradesço pelas repostas que somente contribue para o nosso enriquecimento dentro da palavra de Deus.

  6. Seventh Day disse:

    Olá Matus,

    Destacarei em negrito seu comentário, como o fiz anteriormente e comentarei o mesmo na sequência.

    Desculpe! mas não achei que a base destes agumentos, fosse suficientes, não que a palavra de Deus seja insuficiente, mas colocada de forma contraditória das explicações…. pois se por um(Adão) entrou o pecado no mundo, e ele tinha o livre arbitrio,e o pecado matou a todos epiritualmente, tanto ele como nós perdemos este direito… não creio que um coração depravado corrompido(de todos os homens) produza frutos de arrependimento e de fé… com certeza concordo que todos carecem das glorias de Deus, de sua graça…mas nem todos ganharão estas bençãos…(Rom 9:16) .

    Justamente…vc realmente leu o que foi escrito anteriormente? Retome a leitura do arrazoado e verás que em nenhum momento dissemos algo contrário a isso.

    Quanto a Romanos 9:16… Deus procura a salvação de todos os homens (1 Tim. 2: 4). Ninguém precisa temer que ficará fora dos alcances da salvação. Mas Deus em sua sabedoria elege os instrumentos mediante os quais leva a cabo seus propósitos. Se fracassam os que ele elege para que cumpram certa missão, então escolhe a outros para que ocupem seu lugar. Admoesta-se aos homens a que cooperem com os planos do céu e que não “corram” [ou se esforcem] se o Senhor não os chamou ( Jer. 23: 21).

    Por final, dentro de seu ponto de vista como explicar…(Ef 1:4,5) (Jo 17:24)… Agradesço pelas repostas que somente contribue para o nosso enriquecimento dentro da palavra de Deus.

    Efésios 1:4-5…
    4 segundo nos escolheu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e sem mancha adiante dele,
    5 em amor tendo-nos predestinado para ser adotados filhos seus por meio de Jesucristo, segundo o puro afeto de sua vontade,

    Os versos de Efésios 1:4-6 foram utilizados em algumas ocasiões como uma evidência em favor da doutrina de que alguns são eleitos para salvação e outros para perdição, sem que nada possam fazer as pessoas envolvidas para alterar o resultado final. É verdadeiro que estes versículos se referem à predestinação ou designação de certos eleitos desde antes da fundação do mundo para ser adotados como Filhos de Deus; mas nada diz com respeito a eleitos para perdição. Também se chama “nós” aos eleitos, isto é aos cristãos que pela fé aceitaram ao Senhor Jesus Cristo. Quando se traçou o plano de salvação antes da fundação do mundo, decidiu-se que quem se ajustasse às condições do dito plano seriam considerados novamente como Filhos. O desejo de Deus era que todos aceitassem o plano e fossem salvos (1 Tim. 2: 4; 2 Ped. 3: 9). Sobre o tema da predestinação, leia tbém Rom. 8: 29.

    Toda a vida espiritual do cristão se centra em Cristo, portanto constitui a esfera na qual pode fazer-se a eleição. O que se acerca a Cristo é eleito para salvação, bem como quem se une a um coro é eleito ou escolhido para cantar. Por esta razão não há uma eleição arbitrária. O propósito de Deus é salvar a todos os que por fé aceitam a Cristo como seu Redentor.

    O plano de salvação foi traçado antes da fundação do mundo. Nesse momento Deus se propôs salvar a quem aceitasse seu plano (cf. lemos em Apoc. 13:8).

    Jo 17:24
    “Pai, aqueles que me deste, quero que onde eu estou, também eles estejam comigo, para que vejam minha glória que me deste; porque me amaste desde antes da fundação do mundo.”

    Jesus ora pela culminação do plano da redenção na glorificação da igreja de Deus, no tempo de sua segunda vinda. Por muito tempo a família humana tem estado em terra estrangeira (Heb. 11: 13-14), afastada da casa do Pai (Apoc. 14: 2-3). “Toda a criação geme a uma, e a uma está com dores de parto… esperando a adoção, a redenção de nosso corpo” (Rom. 8: 22-23). A redenção acontecerá quando o Senhor descer do céu e reunir a seus filhos dos quatro “ventos” da terra (Mat. 24: 31; 1 Tes. 4: 16). Nesse tempo, os fiéis irão estar para “sempre com o Senhor” (1 Tes. 4: 17). Jesus orou pela chegada desse feliz momento. Todo cristão deveria orar para que se cumpra prontamente a promessa (Apoc. 22: 20).
    porque me amaste desde antes da fundação do mundo. Essa mesma frase lemos em Efésios 1:4-6 conforme já explanamos anteriormente.

    Deus o abençoe !

  7. Francisco Alves de Pontes disse:

    Armínio não foi discípulo de Calvino. Ele tinha apenas 4 anos de idade quando Calvino morreu em 1564. Foi discípulo de Teodoro Beza, sucessor de Calvino.
    Calvino — 1509-1564
    Armínio — 1560-1609
    Chico Bíblia

  8. Everton Piva disse:

    Irmãos em Cristo!
    O que dizer dos versos 32 e 33 de Êxodo, capítulo 32??
    Moisés pede para que Deus o tire do LIVRO DA VIDA? e Deus responde que só tirará quem pecar contra ELE!
    Se pecado é a transgressão da Lei, a salvação está em nossas mãos.
    Ah, dirão outros: ninguém guarda a Lei devidamente, só Cristo!!
    Ora: foi por isso que Ele deu seu sangue por nós…se O amamos, guardamos os seus Mnadamentos, mas se cairmos temos um Advogado à direita do Pai!
    MARANATA! Vem Senhor JESUS!

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s