Deuteronômio 34:7 nos diz que Moisés morreu, e Lucas 9:30 e 31 sugere que sua morte haveria de se cumprir em Jerusalém. Como harmonizar essas duas declarações?

Deuteronômio 34:7 nos diz que Moisés morreu, e Lucas 9:30 e 31 sugere que sua morte haveria de se cumprir em Jerusalém. Como harmonizar essas duas declarações?

Por Alberto R. Timm

Deuteronômio 34:5-7 afirma explicitamente que Moisés morreu com “a idade de cento e vinte anos” (a.C. 1405), e que o Senhor “o sepultou num vale, na terra de Moabe, defronte de Bete-Peor”. Lucas 9:30 e 31, por sua vez, declara que o diálogo da transfiguração foi sobre a futura morte de Cristo em Jerusalém (ver Lc 10:31-33), e não a respeito de outra morte de Moisés.

O aparecimento de Elias e Moisés no evento da transfiguração foi genuíno e possível pelos fatos (1) de Elias haver sido trasladado vivo ao Céu, sem provar a morte (II Rs 2:9-12), e (2) de Moisés haver sido previamente ressuscitado dos mortos e levado para o Céu, como sugere a declaração de que certa ocasião o arcanjo Miguel disputou com o diabo a posse “do corpo de Moisés” (Jd 9).

Qualquer tentativa de justificar a teoria espírita da reencarnação, com base no relato da transfiguração, está em direta oposição ao claro ensinamento bíblico de que “aos homens está ordenado morrerem uma só vez vindo depois disso o juízo” (Hb 9:27). As Escrituras não reconhecem como autênticas quaisquer comunicações com mortos que não foram previamente ressuscitados de forma corpórea e literal. Manifestações espirituais de mortos não ressuscitados são identificadas como enganosas contrafações satânicas (ver I Sm 28:1-25; Is 8:19 e 20; Ap 21:8).

Fonte: Sinais dos Tempos, outubro de 1997, p. 29

Anúncios

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em Estado do Homem na Morte, Perguntas e Respostas Bíblicas e marcado , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Deuteronômio 34:7 nos diz que Moisés morreu, e Lucas 9:30 e 31 sugere que sua morte haveria de se cumprir em Jerusalém. Como harmonizar essas duas declarações?

  1. Gilsonberto Cordeiro de Lucena disse:

    A transfiguração no meu modo de ver, tambem relata o arrebatamento dos crentes, estando consubstanciada na figura de Moises os mortos em cristo que serão ressuscitados e arrebatados e na figura de Enoque os crentes vivos que serão arrebatados, ambos por ocasião da segunda vinda de Cristo Jesus.

  2. jose Piedade disse:

    a transfiguraçaõ,nos colocou no tema,Poder de Deus,(romanos 1=16),naõ se pode sair do tema,pois cremos em nosso Senhor Jesus,como nosso unico e suficiente salvador de nossas Almas,e tudo por causa do Poder de Deus,na ajuda o Espirito Santo,na palavra de,Efesios.1=18,nos coloca dentro do apoio da Palavra que e´o PODER DE DEUS…

  3. Bom dia,amados irmãos.Li a exposição do pastor Timm e creio, que o amado servo de Deus falou tudo.Tanto é, que não será necessário me deter muito.
    As escrituras são muito claras.Os mortos só voltarão a vida depois que forem ressucitados por Jesus.Antes da ressurreição, continuarão dormindo a sono solto, é o sono da morte.A reicarnação e outros itens afins, são frutos do espiritismo e a Bíblia proíbe expressamente a invocação de mortos, no caso em tela a necromansia.Amo os católicos e há entre esse irmãos, pessoas e parentes meus, que amo além das minhas forças, pois os amo em Cristo.Como desejo ve-los no Céu.Meu coração sangra por eles, mas preciso dizer com todas as letras e com amor,que os chamados “santos” do catolicismo, são mortos que estão dormindo.Blicamente falando, os amados católicos, estão invocando mortos.E isso é necromansia.SE ALGUÉM ME PROVAR NA BÍBLIA,QUE OS CHAMADOS SANTOS CATÓLICOS, SÃO MORTOS RESSUCITADOS OU TRANSLADADAS VIVAS PARA O CÉU, COMO É O CASO DE ELIAS, AI SIM COM SEGURANÇA DÁ PARA INVOCAR ESSES “SANTOS”.
    Concluindo:No monte da transfeguração, Elias estava representando todos os que por ocasião da segunda vinda de Jesus, serão arrebatados ao encontro dEle nos ares, sem ser preciso passar pela morte e MOISÉS, representa, todos os verdadeiros cristãos que morreram em Cristo e que na segunda vinda do Senhor serão ressucitados, para a eternidade.
    Irmãos, a Bíblia não se contradiz, vamos estudar as escrituras com reverencia e muita oração.Que Deus vos abençoe e vos dê a sabedoria do alto.Felicidades a todos.

  4. Como explicar para um grupo de criança este tema

  5. Galdino Alexandre disse:

    Caro Pastor,
    Fico muito Feliz cada vez que vejo alguém se dispor a responder perguntas “capciosas” sobre texto Biblicos, mas gostaria, sendo possível, que o Senhor me explicasse melhor a situação aqui disposta sobre Moises. Pelos seguintes motivos que ainda me deixa “encafifado”, segue:
    1ª. I Corintios 15:20 “Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.” Logo o primeiro que ressuscitou para não mais morrer Foi Jesus então como explicar esta ressurreição de Moises.
    2ª. Tudo bem que em resposta Moises seja posto como uma das testemunhas apocalípticas para morrer novamente, mas é ai que me surge outra pergunta como cai ficar a situação de Enoque, não irá morrer?
    Tenho alguns pensamentos sobre o assunto… Mas espero contato para continuarmos esta conversar e vermos se pensamos igual ou se divergimos, no que se daria o impasse.
    Desde de já deixo claro que minha intenção não é gerar um conflito inútil e sim estabelecer um contato novo com outro individuo pensante que me chamou atenção em seu comentário e assim podermos aprender mutuamente.

  6. irmão leitor disse:

    Irmão Galdino, não sou pastor e nem escritor de artigos, mas gostaria de acrescentar algo, na intenção de ajudar. Permita-me.
    Nem Enoque e nem Elias experimentaram a morte. Moisés, que a provou, também experimentou a ressurreição.
    Esses três estavam sob a fiança do sacrifício que Cristo ainda faria. E, vindo a fazer, deveria ser vitorioso, sob pena dos três terem que descer caso fosse derrotado. Era um cheque pré-datado.
    E há uma lógica para isso: o Pai só nos aceitará diante de Si através dos méritos de Seu Filho amado, o nosso Substituto. Não há outra maneira! E, para mim, pensar nisso engrandece o assunto da Redenção.
    Na ressurreição de Cristo, algumas pessoas também foram ressuscitadas. Eles subiram com o Senhor por ocasião de Sua ascenção. Esses, e aqueles três, agora na certeza absoluta e incontestável que o cheque estava pago.
    Quanto aos ressuscitados durante o ministério de três anos e pouco de Jesus, como Lázaro, por exemplo, estes voltaram a morrer, e aguardam o Dia da Ressurreição.
    Quanto ao texto de Lucas 9:30 e 31, não faço ideia porquê tem gente com dúvidas. Ele é totalmente claro: está sendo falado da iminente morte de Jesus. Pensar diferente disso é forçar o texto.
    Espero em breve rever amigos que dormiram no Senhor, porque Ele assim prometeu.

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s