Os anjos na crise final

Aparecerão anjos bons e maus

Agentes satânicos sob forma humana tomarão parte neste último grande conflito, para opor-se à edificação do reino de Deus. Anjos celestiais em aparência humana também estarão no campo de ação. Os dois partidos antagônicos prosseguirão existindo até o encerramento do último grande capítulo da história deste mundo. — The Review and Herald, 5 de Agosto de 1909.

Satanás utilizará cada oportunidade para induzir os homens a apartar-se de seu concerto com Deus. Ele e os anjos que com ele caíram aparecerão na Terra como homens, procurando enganar. Os anjos de Deus igualmente aparecerão como homens, e farão uso de todos os meios em seu poder para derrotar os propósitos do inimigo. Temos uma parte a desempenhar. — Manuscript Releases 8:399.

Satanás reúne todas as suas forças para o assalto do último conflito cerrado, e a resistência do seguidor de Cristo é provada ao máximo. Por vezes parece que ele terá que ceder. Mas uma palavra de oração ao Senhor Jesus vai como uma seta para o trono divino, e anjos de Deus são enviados ao campo de batalha. A situação é revertida. — Nos Lugares Celestiais, 297.

No período final da história da Terra o Senhor operará poderosamente em favor dos que ficarem firmes pelo direito. … Anjos magníficos em poder os protegerão. — Profetas e Reis, 513.

A obra dos anjos malignos através do espiritismo

Satanás tem há muito estado a preparar-se para um esforço final a fim de enganar o mundo. … Pouco a pouco ele tem preparado o caminho para a sua obra-mestra de engano: o desenvolvimento do espiritismo. Até agora não conseguiu realizar completamente seus desígnios; mas estes serão atingidos no fim dos últimos tempos. … Com exceção dos que são guardados pelo poder de Deus, pela fé em Sua Palavra, o mundo todo será envolvido por esse engano. — O Grande Conflito, 561, 562.

O espiritismo é a obra-mestra do engano. É a mais fascinante e bem-sucedida ilusão de Satanás, calculada para atrair a simpatia dos que tiveram de levar seus queridos à tumba. Anjos maus aparecem sob a forma dos que morreram, relatando incidentes ligados à vida deles e desempenhando atos que eles realizaram enquanto viviam. Desta forma [os anjos maus] levam as pessoas a acreditar que seus amigos mortos são anjos, os quais podem estar a seu lado e comunicar-se com eles. Esses anjos maus, que se apresentam como os queridos mortos, são tratados com uma certa idolatria, e sua palavra é considerada como de muito maior peso que a Palavra de Deus. — The Signs of the Times, 26 de Agosto de 1889.

A vinda do Senhor deve ser precedida da operação de Satanás “com todo o poder, e sinais, e prodígios de mentira, e com todo engano da injustiça”. 2 Tessalonicenses 2:9, 10. E o apóstolo João, descrevendo o poder operador de prodígios que se manifestará nos últimos dias, declara: “Faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à Terra, à vista dos homens. E engana os que habitam na Terra com sinais que foi permitido que fizesse.” Apocalipse 13:13, 14. Não se acham aqui preditas meras imposturas. Os homens são enganados por sinais que os agentes de Satanás têm poder para fazer, e não pelo que pretendam realizar. — O Grande Conflito, 553.

Satanás é um inimigo astuto. Não é difícil para os anjos maus assumirem a forma tanto de santos quanto de pecadores já mortos, tornando a representação dos mesmos visíveis aos olhos humanos. Tais manifestações serão mais e mais freqüentes, e manifestações mais extraordinárias ocorrerão à medida que nos aproximarmos do fim do tempo. — The Review and Herald, 1 de Abril de 1875. {

Ele [Satanás] tem poder para fazer surgir perante os homens a aparência de seus amigos falecidos. A contrafação é perfeita; a expressão familiar, as palavras, o tom da voz, são reproduzidos com maravilhosa exatidão. …

Muitos serão defrontados por espíritos de demônios personificando parentes ou amigos queridos, e declarando as mais perigosas heresias. Estes visitantes apelarão para os nossos mais ternos sentimentos de simpatia, efetuando prodígios para apoiarem suas pretensões. Devemos estar preparados para resistir a eles com a verdade bíblica de que os mortos nada sabem, e de que os que desta maneira aparecem são espíritos de demônios.

Está iminente diante de nós a “hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na Terra”. Apocalipse 3:10. Todos aqueles cuja fé não estiver firmemente estabelecida na Palavra de Deus, serão enganados e vencidos. — O Grande Conflito, 552, 560.

Comunicações por parte dos espíritos declararão que Deus os enviou para convencer de seu erro os que rejeitam o domingo, afirmando que as leis do país deveriam ser obedecidas como a lei de Deus. Lamentarão a grande impiedade no mundo, apoiando o testemunho dos ensinadores religiosos de que o estado de rebaixamento da moral se deve à profanação do domingo. Grande será a indignação despertada contra todos os que se recusam a aceitar-lhes o testemunho. — O Grande Conflito, 591.

Milagres no tempo do fim

Antes do fim do tempo ele [Satanás] operará maravilhas ainda maiores. Até aonde chegar o seu poder, ele há de realizar verdadeiros milagres. Dizem as Escrituras: “E engana os que habitam na Terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse” (Apocalipse 13:14) — não meramente os que ele pretende fazer. Esse texto apresenta alguma coisa mais que simples ilusões. — Testemunhos Selectos 1:122.

Não precisamos ser enganados. Cenas assombrosas, com as quais Satanás estará intimamente ligado, terão lugar em breve. A Palavra de Deus declara que Satanás operará milagres. Fará com que as pessoas fiquem doentes, e depois, de repente removerá delas seu poder satânico. Serão consideradas então como curadas. Essas obras de cura aparente levarão os adventistas do sétimo dia à prova. — Mensagens Escolhidas 2:53.

Alguns serão tentados a aceitar essas maravilhas como sendo de Deus. Enfermos serão curados à nossa vista. Milagres se efetuarão aos nossos olhos. Estamos nós apercebidos para a prova que nos aguarda quando as mentirosas maravilhas de Satanás forem mais amplamente exibidas? Não serão muitas almas enredadas e arrebatadas? Separando-se dos positivos preceitos e mandamentos de Deus, e dando ouvido às fábulas, o espírito de muitos se está preparando para receber esses milagres de mentira. Cumpre buscarmos todos armar-nos para o combate em que nos havemos de em breve empenhar. A fé na Palavra de Deus, o estudo apoiado pela oração e aplicado praticamente, será nossa proteção contra o poder de Satanás, levando-nos à vitória pelo sangue de Cristo. — Testemunhos Selectos 1:100.

Espíritos malignos ativos entre o remanescente

As formas dos mortos aparecerão através de sutis enganos de Satanás, e muitos se unirão com aquele que ama e profere mentiras. … Alguns se volverão da fé e darão ouvidos a espíritos sedutores e doutrinas de demônios. — Olhando para o Alto, 311.

Os espiritualistas esforçar-se-ão por se envolver em conflito com os pastores que ensinam a verdade. Se estes não aceitarem, aqueles citarão as Escrituras para provar suas afirmações, tal como fez Satanás com Cristo. “Provai todas as coisas”, dirão eles. Entretanto, sua idéia de “provar” equivale à aceitação de seus enganosos raciocínios e participação em suas reuniões. Nestas, os anjos das trevas assumem a forma de amigos mortos e comunicam-se com as pessoas como se fossem anjos de luz.

Seus amados aparecerão em trajes luminosos, tão familiares à vista como quando estavam na Terra. Ensinarão as pessoas e conversarão com elas. Muitos serão enganados por esta maravilhosa demonstração do poder de Satanás. A única segurança para o povo de Deus é estar em constante relacionamento com suas Bíblias, e conhecer inteligentemente as razões de nossa fé no tocante ao sono dos mortos. — The Signs of the Times, 12 de Abril de 1883.

Anjos maus na forma de crentes trabalharão em nossas fileiras para introduzir um forte espírito de descrença. Não permitam que nem isto os desanime, mas apresentem um coração sincero para auxílio do Senhor contra os poderes de instrumentos satânicos. Esses poderes do mal se ajuntarão em nossas reuniões, não para receber uma bênção, mas para neutralizar as influências do Espírito de Deus. …

Nunca devemos captar as palavras que lábios humanos possam proferir para confirmar os anjos maus em sua obra, mas devemos repetir as palavras de Cristo. Ele foi o Instrutor nas assembléias desses anjos antes que caíssem de sua elevada posição. — Mensagens Escolhidas 3:410.

Satanás e seus anjos aparecerão na Terra como homens e se misturarão com aqueles acerca dos quais a Palavra de Deus diz: “Nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios.” 1 Timóteo 4:1. — Manuscript Releases 8:345.

Quando esses enganos espiritualistas forem revelados em seu verdadeiro caráter — obras secretas dos espíritos maus — aqueles que participaram das mesmas se tornarão como homens que perderam o juízo. — Manuscript Releases 8:345.

Vi nosso povo em grande angústia, chorando e orando, suplicando as infalíveis promessas de Deus, enquanto os ímpios estavam a nossa volta, zombando de nós e ameaçando destruir-nos. Ridicularizavam nossa debilidade, zombavam de nosso pequeno número e nos insultavam com palavras destinadas a ferir-nos profundamente. Acusavam-nos de assumirmos posição independente da do resto do mundo. Haviam-nos tomado os recursos, de modo que não pudéssemos comprar ou vender, e destacavam nossa vil pobreza e angustiosa situação. Não conseguiam ver como viveríamos sem o mundo; dependíamos dele e deveríamos fazer concessões em termos de seus costumes, práticas e leis, ou retirar-nos dele. Se era verdade que constituíamos o único povo do mundo a desfrutar do favor divino, as aparências depunham terrivelmente contra nós.

Declaravam que possuíam a verdade, que havia milagres entre eles, que anjos do Céu conversavam e andavam com eles; que enorme poder, sinais e maravilhas se revelavam em seu meio, e que isso constituía o Milênio Temporal, que por tanto tempo haviam aguardado. O mundo inteiro havia-se convertido e estava em harmonia com a lei dominical, exceto esse pequeno e débil povo que ousava desafiar as leis terrenas e as de Deus, pretendendo ser as únicas pessoas corretas sobre a Terra. — Maranata, o Senhor Vem, 207.

Anjos realizarão a obra negligenciada pelos homens

Quando o poder divino se combinar com os esforços humanos, a obra espalhar-se-á como o fogo na palha. Deus empregará meios cuja origem os homens não serão capazes de discernir. Anjos realizarão uma obra que os homens teriam sido abençoados em empreender, não houvessem eles negligenciado os reclamos de Deus. — The Review and Herald, 15 de Dezembro de 1885.

Anjos suprirão as necessidades do povo de Deus

Vi os santos deixarem as cidades, e vilas, reunirem-se em grupos e viverem nos lugares mais solitários da Terra. Anjos lhes proviam alimento e água, enquanto os ímpios estavam a sofrer de fome e sede. — Primeiros Escritos, 282.

No tempo de angústia, precisamente antes da vinda de Cristo, os justos serão preservados pelo ministério de anjos celestiais; não haverá segurança para o transgressor da lei de Deus. Os anjos não poderão proteger, então, aqueles que estão a desrespeitar um dos preceitos divinos. — Patriarcas e Profetas, 256.

Em meio do tempo de angústia — angústia como nunca houve desde que houve nação — Seus escolhidos ficarão firmes. Satanás com todas as forças do mal não pode destruir o mais fraco dos santos de Deus. Anjos magníficos em poder os protegerão, e em favor deles Jeová Se revelará como “Deus dos deuses”, capaz de salvar perfeitamente os que nEle puseram a sua confiança. — Profetas e Reis, 513. {VA 268.3}

Personificações de Satanás

Nessa época aparecerá o anticristo, como o Cristo verdadeiro, e então a lei de Deus será anulada completamente entre as nações do mundo. Amadurecerá a rebelião contra a santa lei de Deus. Mas o verdadeiro líder de toda essa rebelião é Satanás disfarçado em anjo de luz. Os homens serão iludidos e o exaltarão ao lugar de Deus, deificando-o. Mas a Onipotência intervirá, e às igrejas apostatadas que se unirem na exaltação de Satanás, se expedirá a sentença: “Portanto, num dia virão as suas pragas: a morte, e o pranto, e a fome; e será queimada no fogo, porque é forte o Senhor Deus, que a julga.” Apocalipse 18:8. — Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, 62.

Disfarçado de anjo de luz, Satanás percorrerá a Terra operando maravilhas. Em bonita linguagem apresentará ternos sentimentos. Realizará boas ações. Cristo será personificado, mas em um ponto haverá marcante distinção. Satanás apartará o povo da lei de Deus. Apesar de tudo, a contrafação será tão perfeita que, se possível, os próprios eleitos seriam enganados. Cabeças coroadas, presidentes, governantes em elevada posição, prostrar-se-ão ante suas falsas teorias. — The Review and Herald, 17 de Agosto de 1897.

É impossível dar uma idéia da experiência do povo de Deus que há de viver na Terra quando se misturarem a glória celeste e a repetição das perseguições do passado. Eles andarão à luz que procede do trono de Deus. Por meio dos anjos haverá constante comunicação entre o Céu e a Terra. E Satanás, rodeado de anjos maus, e declarando-se Deus, operará milagres de todas as espécies, para enganar, se possível, os próprios eleitos. O povo de Deus não encontrará sua segurança na operação de milagres; pois Satanás imitará os milagres que forem operados. — Testemunhos Selectos 3:284.

Satanás está preparando seus enganos para a última campanha contra o povo de Deus, de modo que não o reconheçam. “E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz.” 2 Coríntios 11:14. … Satanás utilizará seu poder ao extremo, para atormentar, tentar e desorientar o povo de Deus. — The Review and Herald, 13 de Maio de 1862.

Satanás… aparecerá personificando Jesus Cristo, operando poderosos milagres; homens prostrar-se-ão e o adorarão como se fosse Jesus. Ser-nos-á ordenado adorar este ser, a quem o mundo glorificará como Cristo. Que faremos? Diremos que Cristo nos advertiu contra tal inimigo, que é o pior que tem contra si o ser humano, embora pretenda ser Deus. — The Review and Herald, 18 de Dezembro de 1888.

Está chegando o tempo em que Satanás operará milagres diante de sua vista, pretendendo ser Cristo. Se os seus pés não estiverem firmemente estabelecidos na verdade de Deus, vocês serão afastados de seus fundamentos. — The Review and Herald, 3 de Abril de 1888.

Nos últimos dias ele [Satanás] se apresentará de tal maneira que faça os homens crerem que ele é Cristo vindo pela segunda vez ao mundo. Ele se transformará na verdade em anjo de luz. Mas ao passo que ostentará em todos os sentidos a aparência de Cristo, até aonde possa chegar a simples aparência, isto não enganará a ninguém senão aos que… estão procurando resistir à verdade. — Testemunhos Selectos 1:122, 123.

Anjos maus estimulam a perseguição

Satanás está em constante operação para agitar os poderes do inferno de sua confederação do mal contra os justos. Ele capacita instrumentos humanos com seus próprios atributos. Anjos malignos, unidos com homens maus, empreenderão esforços para prejudicar, perseguir e destruir. — Olhando para o Alto, 256.

A cada rejeição da verdade o espírito do povo se tornará mais entenebrecido, mais obstinado o coração, até que fique entrincheirado em audaciosa incredulidade. Em desafio às advertências que Deus deu, continuarão a calcar a pés um dos preceitos do decálogo, até que sejam levados a perseguir os que o têm como sagrado. Cristo é desprezado com o desdém que se lança à Sua Palavra e a Seu povo. Sendo os ensinos do espiritismo aceitos pelas igrejas, removem-se as restrições impostas ao coração carnal, e o professar religião se tornará um manto para ocultar a mais vil iniqüidade. A crença nas manifestações espiritualistas abre a porta aos espíritos enganadores e doutrinas de demônios, e assim a influência dos anjos maus será sentida nas igrejas. — O Grande Conflito, 603, 604.

As cenas da traição, rejeição e crucifixão de Cristo têm sido encenadas novamente, e tornarão a sê-lo em imensa escala. Pessoas imbuir-se-ão dos atributos de Satanás. Os artifícios do arquiinimigo de Deus e do homem terão grande poder. — Mensagens Escolhidas 3:415, 416.

Um espírito demoníaco toma posse de homens. … Inteligência demoníaca… destruirá o homem formado à divina semelhança, porque… [o homem] não pode controlar a consciência de seu irmão e fazê-lo desleal à santa lei de Deus. — Olhando para o Alto, 279.

Ao deixarem os santos as cidades e vilas, eram perseguidos pelos ímpios, que os procuravam matar. Mas as espadas que se levantavam para matar o povo de Deus, quebravam-se e caíam tão impotentes como uma palha. Anjos de Deus protegiam os santos. — Primeiros Escritos, 284, 285.

No dia da atroz prova, [Cristo] dirá: “Vai, povo, povo Meu, entra nos teus quartos e fecha as tuas portas sobre ti; esconde-te só por um momento, até que passe a ira.” Isaías 26:20. Quais são os quartos nos quais deve o povo esconder-se? São a proteção de Cristo e dos santos anjos. O povo de Deus não estará, nessa oportunidade, em um único lugar. Formará diferentes grupos em todas as partes do mundo. — Historical Sketches of the Foreign Missions of the Seventh Day Adventist, 158.

Nas últimas cenas da história da Terra, quando a intensidade se apodera de todos os elementos terrestres, o Senhor requer de nós vigilância sem descanso. Contudo, não somos deixados a lutar sozinhos. Entre os crescentes perigos por todos os lados, aqueles que andam humildemente diante de Deus, não se apoiando em sua própria sabedoria, terão os anjos como seus ajudadores e protetores. Em tempos de especial perigo conhecerão o alcance do poder protetor de Deus. — The Review and Herald, 25 de Abril de 1907.

Durante a noite passou diante de mim uma cena muito impressionante. Parecia haver grande confusão e luta de exércitos. Um mensageiro do Senhor estava em pé diante de mim, dizendo: “Chama sua família. Conduzirei vocês; sigam-me.” Levou-me através de uma escura passagem, por entre um bosque, e então através dos picos das montanhas, dizendo afinal: “Aqui vocês estarão seguros.” Outros também haviam sido levados àquele retiro. O mensageiro celestial disse: “O tempo de angústia chegou, qual ladrão de noite, assim como o Senhor advertiu que viria.” — Maranata, o Senhor Vem, 270.

A personificação de Satanás após o encerramento da graça

A ira de Satanás aumenta à medida que seu tempo encurta, e sua obra de engano e destruição alcança o clímax. Findou a longanimidade de Deus. O mundo rejeitou Sua misericórdia, desprezou Seu amor e transgrediu Sua lei. Os ímpios ultrapassaram os limites da graça e o Senhor retira deles Sua proteção, deixando-os à vontade do líder que escolheram. …

Como ato culminante no grande drama do engano, o próprio Satanás personificará Cristo. A igreja tem há muito tempo professado considerar o advento do Salvador como a realização de suas esperanças. Assim, o grande enganador fará parecer que Cristo veio. Em várias partes da Terra, Satanás se manifestará entre os homens como um ser majestoso, com brilho deslumbrante, assemelhando-se à descrição do Filho de Deus dada por João no Apocalipse (cap. 1). A glória que o cerca não é excedida por coisa alguma que os olhos mortais já tenham contemplado. Ressoa nos ares a aclamação de triunfo: “Cristo veio! Cristo veio!”

O povo se prostra em adoração diante dele, enquanto este ergue as mãos e sobre eles pronuncia uma bênção, assim como Cristo abençoava Seus discípulos quando aqui na Terra esteve. Sua voz é meiga e branda, cheia de melodia. Em tom manso e compassivo apresenta algumas das mesmas verdades celestiais e cheias de graça que o Salvador proferia; cura as doenças do povo, e então, em seu pretenso caráter de Cristo, alega ter mudado o sábado para o domingo, ordenando a todos que santifiquem o dia que ele abençoou. Declara que aqueles que persistem em santificar o sétimo dia estão blasfemando de seu nome, pela recusa de ouvirem seus anjos a eles enviados com a luz e a verdade. É este o poderoso engano, quase invencível. — The Spirit of Prophecy 4:441, 442.

Satanás percebe que está prestes a perder a sua causa. Não pode iludir o mundo inteiro. Ele faz um último e desesperado esforço para vencer os fiéis pelo engano. Efetua isso personificando a Cristo. Cobre-se com as vestes da realeza que foram cuidadosamente descritas na visão de João. Tem poder para fazer isso. Aparecerá a seus seguidores iludidos, o mundo cristão que não recebeu o amor da verdade, antes teve prazer na iniqüidade… como Cristo vindo pela segunda vez.

Ele se proclama o Cristo, e é aceito como tal, um ser imponente e belo, revestido de majestade, com voz suave, palavras agradáveis e uma glória não superada por coisa alguma que olhos humanos já contemplaram. Então os seus enganados e iludidos seguidores soltam uma exclamação de vitória: “Cristo veio pela segunda vez! Cristo veio! Ele levantou as mãos assim como fazia quando esteve na Terra, e nos abençoou.” …

Os santos observam com estupefação o que se passa. Eles também serão enganados? Adorarão a Satanás? Há anjos de Deus ao seu redor. É ouvida uma voz clara, firme, musical, dizendo: “Olhem para cima!”

Aqueles que oravam tinham um só objetivo: a salvação final e eterna de sua alma. Este objetivo estava constantemente diante deles — a vida imortal prometida aos que perseveram até o fim. Oh! quão sinceros e fervorosos tinham sido os seus anseios! O juízo e a eternidade estavam à vista. Pela fé, os seus olhos estavam cravados no trono resplandecente, perante o qual terão de comparecer as pessoas vestidas de branco. Isto os impedia de condescenderem com o pecado. …

Mais uma tentativa, e então será usado o último ardil de Satanás. Ele ouve o incessante clamor de que Cristo venha, de que Cristo os liberte. Essa última estratégia é personificar a Cristo e fazer com que eles pensem que suas orações estão sendo atendidas. — Eventos Finais, 142, 143.

Anjos e o decreto universal de morte

Pudessem os homens ver com visão celestial e contemplariam grupos de anjos magníficos em poder, posicionados em redor daqueles que guardaram a palavra da paciência de Cristo. Com ternura compassiva, os anjos têm testemunhado sua angústia e ouvido suas orações. Estão à espera da ordem de seu Comandante para os arrancar do perigo. Mas devem ainda esperar um pouco mais. O povo de Deus deve beber o cálice e ser batizado com o batismo. A própria demora, para eles tão penosa, é a melhor resposta às suas petições. Esforçando-se por esperar confiantemente que o Senhor opere, são levados a exercitar a fé, esperança e paciência, que muito pouco foram exercitadas durante sua experiência religiosa. …

As sentinelas celestiais, fiéis ao seu encargo, continuam com sua vigilância. Visto que um decreto geral haja fixado um tempo em que os observadores dos mandamentos poderão ser mortos, seus inimigos nalguns casos se antecipam ao decreto e, antes do tempo especificado, se esforçam por tirar-lhes a vida. Mas ninguém pode passar através dos poderosos guardas estacionados em redor de toda alma fiel. — O Grande Conflito, 630, 631.

Deus se interpõe quando os ímpios tentam matar o seu povo

O povo de Deus — alguns nas celas das prisões, outros escondidos nos retiros solitários das florestas e montanhas pleiteia ainda a proteção divina, enquanto por toda parte grupos de homens armados, instigados pelas multidões de anjos maus, se estão preparando para a obra de morte. É então, na hora de maior aperto, que o Deus de Israel intervirá para o livramento de Seus escolhidos. …

É à meia-noite que Deus manifesta o Seu poder para o livramento de Seu povo. O sol aparece resplandecendo em sua força. Sinais e maravilhas se seguem em rápida sucessão. Os ímpios contemplam a cena com terror e espanto, enquanto os justos vêem com solene alegria os sinais de seu livramento. … Nuvens negras e pesadas sobem e chocam-se umas nas outras. Em meio dos céus agitados, acha-se um espaço claro de glória indescritível, donde vem a voz de Deus. …

Essa voz abala os céus e a Terra. Há um grande terremoto “como nunca tinha havido desde que há homens sobre a Terra; tal foi este tão grande terremoto”. Apocalipse 16:18. O firmamento parece abrir-se e fechar-se. A glória do trono de Deus dir-se-ia atravessar a atmosfera. As montanhas agitam-se como a cana ao vento, e rochas irregulares são espalhadas por todos os lados. Há um estrondo como de uma tempestade a sobrevir. O mar é açoitado com fúria. Ouve-se o sibilar do furacão, semelhante à voz de demônios na missão de destruir. A Terra inteira se levanta, dilatando-se como as ondas do mar. Sua superfície está a quebrar-se. Seu fundamento parece ceder. Cadeias de montanhas estão a revolver-se. Desaparecem ilhas habitadas. …

Relâmpagos terríveis estalam dos céus, envolvendo a Terra num lençol de chamas. Por sobre o estrondo assustador do trovão, vozes misteriosas e terríveis declaram a sorte dos ímpios. … Os que pouco antes eram tão descuidados, tão arrogantes e desafiadores, tão exultantes em sua crueldade para com o povo de Deus, observador dos mandamentos, acham-se agora vencidos pela consternação, e a estremecer de medo. Ouve-se o seu pranto acima do som dos elementos. Demônios reconhecem a divindade de Cristo, e tremem diante de Seu poder, enquanto homens estão suplicando misericórdia e rastejando em abjeto terror. — O Grande Conflito, 635-638.

A segunda vinda de Cristo

Cristo vem com poder e grande glória. Vem com Sua própria glória e com a glória do Pai. Vem com todos os santos anjos. Ao passo que o mundo todo estará mergulhado em trevas, haverá luz em todos os lares dos santos. Eles hão de captar os primeiros raios de luz de Sua segunda aparição. — Parábolas de Jesus, 420.

Surge logo no oriente uma pequena nuvem negra, aproximadamente do tamanho da mão de um homem. É a nuvem que rodeia o Salvador, e que, a distância, parece estar envolta em trevas. O povo de Deus sabe ser esse o sinal do Filho do homem. Em solene silêncio fitam-na enquanto se aproxima da Terra, mais e mais brilhante e gloriosa, até se tornar grande nuvem branca, mostrando na base uma glória semelhante ao fogo consumidor e encimada pelo arco-íris do concerto. À sua volta, milhares e dezenas de milhares de anjos cantam a mais adorável canção. Sobre ela assenta-Se o Filho do homem. — Testimonies for the Church 1:60.

Nenhuma linguagem humana é capaz de descrever as cenas da segunda vinda do Filho do homem nas nuvens do Céu. … Virá vestido nos trajes de luz, os quais tem usado desde os dias da eternidade. — The Review and Herald, 5 de Setembro de 1899.

Uma santa comitiva de anjos, com coroas resplandecentes na cabeça, escolta-O em Sua vinda. — Spiritual Gifts 1:206, 207.

Por entre as vacilações da Terra, o clarão do relâmpago e o ribombo do trovão, a voz do Filho de Deus chama os santos que dormem. Ele olha para a sepultura dos justos e, levantando as mãos para o céu, brada: “Despertai, despertai, despertai, vós que dormis no pó, e surgi!” …

Todos saem do túmulo com a mesma estatura que tinham quando ali entraram. Adão, que está em pé entre a multidão dos ressuscitados, é de grande altura e formas majestosas, de estatura pouco menor que o Filho de Deus. Apresenta assinalado contraste com o povo das gerações posteriores; sob este único ponto de vista se revela a grande degeneração da raça. Todos, porém, surgem com a vivacidade e vigor de eterna juventude. … As formas mortais, corruptíveis, destituídas de beleza, poluídas pelo pecado, tornam-se perfeitas, belas e imortais. Todos os defeitos e deformidades são deixados no túmulo. — O Grande Conflito, 644, 645.

Ele morreu por nós, e ressuscitou em nosso favor, a fim de que pudéssemos sair da sepultura para um glorioso companheirismo com os anjos celestiais, encontrar-nos com nossos entes queridos e reconhecer-lhes a fisionomia, pois a semelhança com Cristo não destrói sua imagem, mas a transforma à gloriosa imagem dEle. Todos os santos ligados aqui por laços familiares conhecerão ali uns aos outros. — Mensagens Escolhidas 3:316.

Os justos vivos são transformados “num momento, num abrir e fechar de olhos”. 1 Coríntios 15:52. À voz de Deus foram eles glorificados; agora tornam-se imortais, e com os santos ressuscitados, são arrebatados para encontrar seu Senhor nos ares. Os anjos ajuntarão “os Seus escolhidos, desde os quatro ventos, da extremidade da Terra até a extremidade do céu”. Marcos 13:27. — O Grande Conflito, 645.

Criancinhas são levadas pelos santos anjos aos braços de suas mães. — O Grande Conflito, 645.

Quando os pequenos se levantam imortais de seus berços no pó, imediatamente voam até os braços de suas mães. Reúnem-se outra vez, para nunca mais se separarem. Todavia, muitos destes pequenos não têm ali suas mães. Esperávamos ouvir as canções de triunfo destas mães, porém em vão. Os anjos recebem os pequenos órfãos e os conduzem à árvore da vida. — The Youth’s Instructor, 1 de Abril de 1858.

Amigos há muito separados pela morte, reúnem-se, para nunca mais se separarem, e com cânticos de alegria ascendem juntamente para a cidade de Deus.

De cada lado do carro de nuvens existem asas, e debaixo dele se acham rodas vivas; e, ao volver o carro para cima, as rodas clamam: “Santo”, e as asas, movendo-se, clamam: “Santo”, e o cortejo de anjos clama: “Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-poderoso.” Apocalipse 4:8. E os remidos bradam: “Aleluia!” — enquanto o carro prossegue em direção à Nova Jerusalém. — O Grande Conflito, 645.

Todos nós entramos na nuvem, e estivemos sete dias ascendendo para o mar de vidro, aonde Jesus trouxe as coroas, e com Sua própria destra as colocou sobre nossa cabeça. Deu-nos harpas de ouro e palmas de vitória. — Primeiros Escritos, 16.

Existem colunas de anjos em ambos os lados, e os redimidos de Deus entram por entre querubins e serafins. Cristo lhes dá as boas-vindas e pronuncia sobre eles a bênção: “Bem está, servo bom e fiel… entra no gozo do teu Senhor.” Mateus 25:21. — The S.D.A. Bible Commentary 6:1093.

Satanás e os anjos maus são confinados à terra

A Terra inteira se parece com um deserto assolado. As ruínas das cidades e vilas destruídas pelo terremoto, árvores desarraigadas, pedras irregulares lançadas pelo mar ou arrancadas da própria terra, espalham-se pela superfície, enquanto vastas cavernas assinalam o lugar em que as montanhas foram separadas de sua base. Aqui deverá ser a morada de Satanás com seus anjos maus durante mil anos. Restrito à Terra, andará de um lado para outro em sua arrebentada superfície, para observar os efeitos de sua rebelião contra a lei de Deus. Durante mil anos poderá “desfrutar” dos resultados da rebelião que provocou. Não terá acesso a outros mundos, para tentar e molestar os que jamais caíram. — The Spirit of Prophecy 4:474, 475.

Por sua própria conduta Satanás forjou uma cadeia pela qual será preso. … Todos os seres não caídos acham-se agora unidos na compreensão de que a lei de Deus não pode ser mudada. Apóiam o Seu governo, pois, tendo em vista a redenção do transgressor, Ele não poupou Seu próprio Filho. Sua lei demonstrou ser perfeita. Seu governo está assegurado para sempre. — The Signs of the Times, 27 de Agosto de 1902.

Aqui deverá ser a morada de Satanás com seus anjos maus durante mil anos. Restrito à Terra, não terá acesso a outros mundos, para tentar e molestar os que jamais caíram. É neste sentido que ele está amarrado. — O Grande Conflito, 659.

Ouvi aclamações de vitória dos anjos e dos santos remidos, os quais ressoavam como dez milhares de instrumentos musicais, porque não mais deveriam ser molestados e tentados por Satanás, e porque os habitantes de outros mundos estavam livres de sua presença e tentações. — Primeiros Escritos, 290.

Ellen G. White, A Verdade sobre os Anjos, Capítulo 20.

Sobre Blog Sétimo Dia

“SOLO CHRISTO”, “SOLA GRATIA”, “SOLA FIDE”, “SOLA SCRIPTURA” (salvação somente em Cristo, somente devido à graça de Deus, somente pela instrumentalidade da fé, somente com base na Escritura)
Esse post foi publicado em A Verdade sobre os Anjos e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Os anjos na crise final

  1. jefferson bandeira ambrosio disse:

    muito vom as promessas de DEUS sao maravilhosas e nos despertam o sentimento de alegria e força pra continuar lutando, vamos que vamos salvar as almas que necessitam do senhor JESUS, e que a paz de DEUS esteja com todos no!!!
    by : jeferson bandeira ambrosio

Deixe seu comentário. Tudo o que pedimos é que se mantenha uma cultura de respeito. Isto significa não fazer ataques pessoais, não usar palavrões, e por favor manter o diálogo sobre o tema postado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s